História Cadmus - O Jogo - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, James "Jimmy" Olsen, Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Maggie Sawyer, Samantha Arias (Reign), Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Agentcorp
Visualizações 40
Palavras 931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Sci-Fi, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Red Cadmus I


    Se em Blue Cadmus o clima entre os campeões era tenso, em Red Cadmus não poderia ser mais contrário. Havia festa por onde se passassem definitivamente aquela para eles era a equipe perfeita.

  Alex Danvers, não somente aquela garota tinha um cérebro brilhante mas definitivamente não conhecia o significado da palavra impossível enfrentando o que fosse necessário para alcançar seus objetivos. Maggie Swayer, esta era outra inconsequente de grande coração. Definitivamente a dupla perfeita, motivo talvez de serem melhores amigas desde o jardim de infância quando juntas derrubaram um valentão que incomodava as crianças menores. E por último mas nem por isso irrelevante, James Olsen o que seus músculos não conseguiam, seu sorriso definitivamente retiraria de você e no final você ainda o agradeceria.

  Ninguém era obrigado a participar dos jogos mas rejeitá-lo era como receber a vaga no curso de medicina da melhor faculdade e você decidir que prefere vender bombons em frente a uma chocolateira, seria uma escolha incompreensível. Aquela noite eles estavam comemorando a chance de realmente fazer a diferença por sua instalação e poder enfim resolver todas as coisas de errado que viam no sistema.

 Como forma de celebrar aquele momento, Eliza havia feito sua famosa torta de noz pecã que por conta do difícil cultivo de nozes só podia ser feita em épocas épicas.

Alex estava animada, desde o seu bar mitzvah mal comida aquela sobremesa. Seus amigos também estavam, Maggie por saudades da iguaria e James também.

   Ninguém imaginaria que um momento de alegria como aquele se tornaria assombro e tristeza quando em menos de 5 minutos James passasse de um rosto sorridente a mesa a um corpo pálido, com os lábios roxos e  completamente inchado dentro do banheiro.

   Ninguém esperava o que estava para acontecer. Após comer o primeiro pedaço, o jovem começou a se sentir mal. Se levantou e foi ao banheiro para molhar seu rosto. Ao se olhar no espelho não conseguia se reconhecer por conta do inchaço e naquele momento o pânico tomou conta de si pois conseguia sentir sua garganta se fechando e seu coração acelerado. Em desespero ele tenta abrir a porta mas por um mau funcionamento do sistema elétrico, ela não queria abrir. E como o cômodo era a prova de som para garantir a privacidade de seus usuários, foi apenas quando a torta já havia acabado que as garotas foram encontrá-lo. Quando usando o código de emergência Alex conseguiu abrir a porta, tanto ela como Maggie e sua mãe viram o que ninguém em Cadmus 6 via a séculos, uma pessoa morta.

   Imediatamente elas o retiraram lá de dentro e informaram Green Cadmus. Não demorou muito tempo para que a equipe médica chegasse apenas informando que provavelmente ele havia tido provavelmente uma reação alérgica a noz e isso provava que ele não era digno de participar do jogo por ter um erro genético. Tão frios como eram, levaram o corpo deixando apenas um envelope informando quem o substituiria na equipe. E ao ver o nome ali escrito Alex e Maggie sabiam que tinham um problema em mãos, um problema chamado Samantha Arias.

  Demorou semanas antes que Alex conseguisse ir ao antigo parque. Ele parecia um lugar normal para as crianças brincarem mas em um de seus banheiros se encontrava um túnel. Esse túnel levava a uma sala que ficava embaixo da grande arena e lá existia uma lanchonete também conectada a outro túnel que levava a Blue Cadmus. Aquele pequeno lugar, com antigas máquinas de fliperama, era um refúgio para adolescentes e jovens de Red e Blue Cadmus se encontrarem sem precisar de uma autorização especial para sair de seu complexo a noite.

   Aquele era um lugar especial para Alex, lá ela conheceu seus amigos e também descobriu sua paixão. Todas as terças ela cantava na lanchonete, no início como uma aposta com sua irmã em seguida ela começou a ir por conta própria até que se tornou um trabalho.

  E foi lá, depois de sua última apresentação que ela viu Lena. Com aquele sorrisinho de lado e ar de “ eu sei o que você deseja e posso te garantir que sou capaz de te dar muito mais”. A ruiva desce do palco e vai até a Keiran.

  _Olha só, a azulzinha está aqui. Você sumiu, Lena. Como você está? Como está a minha irmã? Imagino que como eu sumi e você sumiu…

  Lena que até então estava feliz logo ficou séria.

  _Oi vermelhinha. Estou bem. Sua irmã está bem, chata como sempre. E infelizmente sim, Lexi. O que faremos, Alex? Eu não posso perder você, você é minha melhor amiga, aquela que me entende, você é a minha família.

  Se sentando ao lado de Lena, Alex pegou as mãos dela e olhou no fundo de seus olhos.

  _Nenhuma de nós irá desistir. Essa é a nossa oportunidade de liberdade. Seja ganhando, seja descobrindo o caminho para outra Cadmus onde possamos ser felizes sem que a história de Blue e Red Cadmus seja um empecilho para a nossa felicidade. Eu, você e Maggie podemos cair fora daqui. James faleceu então o plano dele de acabar com o ocultamento de informações nunca vai acontecer, não podemos ficar aqui sem saber a verdadeira história da Cadmus e o que aconteceu com o resto do mundo.

  Com um olhar triste Lena deu para a ruiva a pior notícia que ela poderia ouvir naquela noite.

    _Kara é da minha equipe e você sabe apenas três de nós seis podemos sair vivos de lá. Então se você quiser fugir comigo e com sua melhor amiga, vamos ter que matar a sua irmã.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...