História Caer en Tentacion - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Visualizações 174
Palavras 1.619
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Voltei! rsrsrs
Mais um capitulo! espero que gostem!

Capítulo 39 - Hormônios


Leticia cumprimentou o porteiro e entrou pelo portão da empresa. Sorriu para a recepcionista que a informou que o presidente a esperava.

- Bom dia! Ela se aproximou de Paula Maria.

- Bom dia, senhora Domensain. Leticia sentiu um incômodo.

- Pode me chamar apenas de Leticia. Pediu.

- Tu...tudo bem. Paula Maria estranhou o pedido, da última vez a que vira, Leticia sempre firmava que deveria a chamar pelo sobrenome.

- Fernando Mendiola? Tentou manter a imagem que tinha.

- Está na sala dele, a sua espera.  Sorriu.

- Ótimo.

Leticia caminhou em direção à presidência, bateu levemente na porta e quando escutou a voz de seu amado, ela entrou e sorrindo fechou a porta atrás de si e correu para os braços dele.

- Senti sua falta hoje pela manhã. Ela disse assim que terminou de beija-lo.

- Me desculpa, tinha muitas coisas para fazer logo cedo e não me perdoaria em te acordar, estava tão linda como sempre. Ele confessou sorrindo e acariciando o rosto dela.

- Te amo. Confessou o olhando nos olhos.

- Eu a amo mais. A beijou novamente e dessa vez mais feroz.

- Qual é a pauta para nossa reunião? Perguntou se afastando um pouco mais.

- Morales me ligou recentemente e pediu que Conceitos e Filmes e Imagens produzissem um pequeno modelo de como vai ser o próximo comercial.

- Que noticia maravilhosa! E Luigi? Já tem alguma ideia?

- Mais ou menos, porem preciso da presidente de Filmes e Imagens, ela é muito criativa, sabia? Sorriu.

- Sério? Continua na brincadeira dele. – Devo admitir que ela é uma verdadeira gênia.

- Muito mais que isso, meu amor. É linda, sensível e tem o sorriso mais lindo do mundo, sem contar no olhar dela. Leticia abaixou a cabeça e ele a fez o encarar. – É hipnotizante. Voltou a abraça-la.

- Estou começando a sentir ciúmes. Sorriu para ele.

- Só um momento. Ele se afastou e correu para a porta, a trancou e voltou para perto de sua amada.

- Não, Fernando. Resmungou sentindo os beijos dele em seu pescoço.

- Estão todos indo para o almoço. Continuo com os beijos.

- Vão estranhar eu ficar aqui com você. Leticia se controlava para não cair nos braços de Fernando.

- Estamos em uma reunião particular. Ele a virou e firmou suas mãos na nuca dela ditando o ritmo do beijo.

Leticia enfiou suas mãos por dentro do paletó dele e não demorou muito para que com a ajuda dele a peça caísse no chão. Desabotoando botão por botão, ela foi guiada por ele até o sofá que tinha na sala. Ele a deitou delicadamente, suas mãos traçaram um percurso até o zíper do vestido que ela usava, ele retirou a peça contemplando-a, como a gravidez a fizera ficar mais linda.

- O que foi? Perguntou preocupada por ele olhar por seu corpo alguns segundos.

- A cada dia fica mais linda, meu amor. Retirou por fim o vestido dela. – Não vejo a hora de poder sentir elas se mexendo, e finalmente ver como serão lindas nossas filhas.

- Fernando! Ela não evitou gargalhar. – Não vai mudar mesmo?

- Nunca ouviu dizer em intuição de pai? Beijou o ventre dela.

- E o de mãe? Questionou.

- Sim, mas dessa vez o de pai vai falar mais alto, porém, não quero discutir mais ... quero outras coisas agora. Ele retirou a camisa que agora estava aberta e logo depois sua atenção foi direcionada ao seu cinto, suas mãos chocaram com as dela que o impediu de continuar, Leticia fez questão de retirar suas peças inferiores, enquanto beijavam-se apaixonadamente.       

Despidos, Fernando a acomodou no sofá e depois deitou-se sobre ela, após compartirem momentos de caricias mais profundas, ele a sentiu preparada e não demorou para que os dois corpos se unissem em um só.  Leticia se controlava para que seu gemidos e sussurros não fossem ouvidos além da porta, poderia imaginar a repercussão que lhe causaria caso fossem pegos ali, uma solução utilizada por ela foi a mais simples de todas, não deixou de beija-lo, era o único modo de abafar qualquer barulho. O calor do momento fizera que o ato de amor deles não durasse por muito tempo e logo os dois se entregaram ao ápice.

- O que quer comer? Ele perguntou após se recuperarem.

- Eu queria comer muito um hambúrguer bem ... bem ... procurava palavras para expressar, Fernando a olhou sem entender.   

- Na hora do almoço?

- Fernando! O recriminou. – É um desejo e ... e não vai querer que suas filhas nascem com cara de Hambúrguer? Aproveitou da situação.

- NÃO! Ele se prontificou procurando suas roupas. – Eu vou ligar. Correu e pegou o telefone.

Leticia mordeu o lábio inferior e sorriu o vendo pedir, Fernando voltou e sentou a puxando para sentar em seu colo.

- Já já ...  Não vão demorar para entregar.

 - Ótimo, estou morrendo de fome. Disse manhosa. – E para você, o que pediu?

- Algo simples. Leticia se levantou e pegou suas roupas, Fernando a ajudou fechando o zíper.

 Alguns minutos depois chegou o pedido, Fernando se surpreendeu pelo quase “desespero” de Leticia em comer o hambúrguer. Sorriu pelas reações dela de contentamento a cada mordida.

- Isso está muito bom. Ela afirmou se deliciando.

- Ainda sente enjoos? Perguntou a vendo parar um pouco.

- Não! É que acho que estou comendo muito apressada. Sorriu sem mostrar os dentes.

- Temos que comer rápido, não vai demorar para que os funcionários cheguem. Se apressou.

- Meu amor? O chamou manhosa. – Eu te amo. Largou o restante do hambúrguer e começou a beijar o pescoço dele.

- Lety ... choramingou. – Preciso comer.

- Está pensando nela, não é?! Levantou brutalmente.

- Como?

- Nela Fernando! Tem medo de...

- Do que está falando? Não entendeu o ato dela.

Leticia começou a chorar.

- Está chorando? Ele largou a comida e se levantou ficando em frente dela.

- Hormônios desgraçados. Disse emburrada.

- Você quer outra vez? Perguntou voltando a beijá-la.

- Não Fernando, alguém pode aparecer. Tentou se desvencilhar dele.

- Não vou deixar a mãe de minhas filhas com desejo. Sorriu para ela.

===

- Boa Tarde Paula Maria. Marcia a cumprimentou.

- Boa Tarde. Se prontificou.

- Fernando?

- Está na sala de reuniões com a senhora Do... Leticia e Luigi.

- Tem muito tempo?

- Uns trinta minutos.

- COMO? Perguntou espantada.

- Isso mesmo. Respondeu receosa.

- Não poderiam começar sem mim! Disse indignada e indo em direção a sala de reuniões.  – Boa tarde. Entrou sem alguma delicadeza.

- Boa Tarde. Os três a responderam.

- Desde quando se inicia uma reunião voltada para a preparação de um comercial sem mim? Perguntou autoritária.

- Olha Mar... Fernando tentou se justificar.

- Sou a diretora responsável pelas produções Fernando, sei que é o presidente desta empresa, porem cada um deve exercer a sua função.  Disse ríspida e assustando Leticia. – O que tanto decidiram em minha ausência? Sentou-se e encarou Luigi.

- Apenas discutimos um pouco sobre qual ideia poderíamos iniciar. Luigi disse estranhando a atitude de Marcia.

- Bom, eu conversei com Morales e sua próxima linha vai ter algumas peças dedicadas exclusivamente a mulheres que estão gravidas ou ainda amamentam, ele disse que vai ser algo novo, e por isso pediu que déssemos alguma atenção a mais.

- Precisa ser algo mais delicado do que o ultimo comercial, nosso público alvo são mulheres que estão gravidas e que passam por alguns problemas com seu corpo, algumas não tem uma boa relação com as mudanças e creem que não podem ser mulheres como antes e acho que Morales deseja passar a ideia de que elas continuaram a ser essa mulher que tanto deseja. Leticia disse.

- Concordo. Podemos fazer um apenas para a linha normal e outro exclusivo para essa nova. Marcia concordou com Leticia.

- E para quando seria esse comercial? Fernando questionou.

- Não sabemos, ele irá nos entregar algumas amostras, iremos realizar esse pequeno comercial, Morales irá apresentar a seus sócios e só depois saberemos o dia exato.

- E ele pagará por isso, certo? Luigi se antecipou.

- Sim, independente da aprovação de seus sócios esse pequeno esboço será cobrado. Marcia o respondeu.

- Creio que um lugar bem calmo, não sei ... algo bem natural pode ser o lugar perfeito. Leticia sugeriu.

- Sim. Marcia afirmou. – Pensei em realizarmos em um cenário assim, o que acha Luigi?

- Prefeito! Já estou começando a ter várias ideias, preciso ir até a minha sala. Saiu apressadamente.  

- Eu acho que .. já vou. Leticia ameaçou se levantar.

- Eu estou de saída. Marcia se antecipou. – Não pude vim porque fui até o meu médico, passei por grandes emoções, não sei se sabe, mas minha gravidez é de risco e por isso cheguei atrasada. Explicou-se para Leticia.

- Tudo bem. Leticia disse sem jeito.

- Vou atrás de Luigi, tenho outros assuntos pendentes com ele ... ah! Ela se lembrou se algo. – Como conheço bem sua agenda e já que estamos assim ... digo ... marquei a ultra para daqui duas semanas, se quiser acompanhar, não posso negar isso. Ela saiu sem mais delongas.

- Lety ... Fernando tentou dizer algo ao ver a cara dela.

- Ele é também seu filho Fernando, tem esse direito, não vou te obrigar a não ir. Ela tentou segurar inutilmente as lagrimas. – Até a noite, preciso voltar para minha empresa. Leticia saiu sem se despedir dele. Fernando suspirou se afundando na cadeira, sabia que nada que dissesse acalmaria sua amada, principalmente com os hormônios dela alterando-a, e o pior parece que Marcia também estaria da mesma maneira. 


Notas Finais


O que acharam?
Desculpas os erros! de volta a ativa, amanha tem mais e a qualquer momento estarei postando as outras fics!
VAMOS COM TUDO! algum palpite? Leticia conseguira suportar ver Fernando acompanhar Marcia? rsrsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...