História Caer en Tentacion - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias A Feia Mais Bela
Visualizações 111
Palavras 1.712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Mais um capitulo!
Espero que gostem! muito obrigada pelos comentários!
Realmente estes hormonios de Marcia e Leticia vao acabar enlouquecendo o Fernando kkkk
Desculpa os erros ortograficos, e VAMOS COM TUDO!

Capítulo 40 - Agindo estranho


Fernando levantou buscando forças para enfrentar o restante do dia que prometia. Recolheu os papeis que sobrara e voltou para sua sala.

- Fernando? Omar o chamou entrando na sala.

- Entre. Disse e viu o amigo se acomodar na cadeira a frente de sua mesa.

- Leticia estava aqui?

- Sim, ela veio para a reunião. Disse desanimado lembrando de Marcia.

- O que aconteceu?

- Os hormônios, ela ficou estressada por que começamos a reunião antes dela chegar.

- Leticia?

- Não! Marcia, Omar!

- Explica direito!

- Marcia está com os hormônios a flor da pele e quase armou um escândalo.

- Imagino, e Leticia?

- Pior ainda quando Marcia me avisou da ultra.

- Ela não quer?

- Pelo contrário, ela me disse que era para eu ir, porém, eu sinto como ela vai ficar chateada com essa situação.

- Isso que dá engravidar duas mulheres. Brincou e Fernando o olhou com cara de poucos amigos.

- Muito engraçadinho você, não acha?

- É a verdade. Se tivesse apenas engravidado uma mulher não passaria por isso.

- Poderia ter feito algo quando Marcia disse sobre a gravidez.

- E acabar com o sonho dela?

- Seria incapaz. Constatou. – E como eu iria imaginar que Leticia engravidaria.

- Se fossem mais cuidadosos e ...

- Se for para me criticar a porta está ao seu dispor.

- Eu vim aqui para outra coisa. Sorriu. – Hoje teremos aquele jantar com a marca de roupas de esportes.

- Sim, me lembro. Iremos direto daqui?

Omar afirmou.

- Vou ligar para Leticia, avisa-la. Discou o número da amada.

- Algum problema? Notou o amigo murmurar.

- Ela não me atende.

- Faz tempo que saiu daqui?

- Não, mas ela está com o motorista. Suspirou desanimado.

- Dá um tempo para ela e vamos focar aqui.

- Tem razão.

===

Luigi encarou Marcia alguns segundos e um sorriso surgiu em seus lábios.

- Tem ideia de que tipo de modelo colocaremos para a campanha? Ele perguntou.

- Não, por que? Teve alguma ideia.

- Sim ... na verdade, tenho uma proposta! Se caso esta campanha sege para daqui quatro meses se você não aceita ser minha modelo?

- Quem? EU?!

- Por que não?! É uma mulher linda, além de que vai ser a gravida mais linda de todas!

- Sem puxa saco Luigi, sabemos que não sou tudo isso não.

- O Fernando me apoiaria nisso, não foi à toa que ele se casou com você.

- Não estamos mais juntos. Tentou segurar as lágrimas.

- Como? Ele não acreditou. – Não gostei da brincadeira.

- É a verdade Luigi, eu e Fernando ... ele me deixou.

- Como ... é um ... eu vou bater nele! Ninguém larga uma mulher como você?

- Pois ele fez isso e ainda teve a audácia de dizer que ama outra. Mantinha seu controle, precisava pensar em seu bebê.

- Mas ... mas, vocês eram o casal perfeito.

- Então o perfeito não existe mais. Sorriu triste.

- E o bebê?

- Se ele quiser esse filho, tudo bem. Mas se o rejeitas não vou implorar para que o reconheça.

- Impossível! Conheço bem aquele cabeça de vento, jamais abandonaria um filho e ainda que vocês eram casados!

- O que mais me doí é que realmente ele está apaixonado por ela.

- Como pode ter tanta certeza?

- Crescemos juntos Luigi, eu conheço tudo sobre o Fernando, sei principalmente quando ele fala a verdade e ... e seus olhos não mentem.

- E quem é ela? Alguma modelo?

- Não faço a mínima ideia! E nem me interessa, provavelmente não vai demorar a se apresentar com ela por aí.

- E estão juntos?

- Ontem fui até o apartamento de solteiro dele e ...

- Ele não tinha vendido?

- O que todos pensávamos. Voltando ao assunto, eles estavam lá, comemorando. Suas lagrimas começaram a cair. – Tinha uma mesa preparada.

- É melhor parar, eles não merecem suas lágrimas! Você irá se erguer, quero que seja a minha modelo, vai passar por cima de tudo!

- Tem certeza que quer a mim?

- É claro! Eu exijo que seja você!

- Se enciste. Finalmente sorriu.

- Você vai ser a melhor e mais bonita modelo que Morales contratou. Disse convicto.

===

Leticia voltou a sua empresa ainda nervosa, sabia de tudo que Fernando e ela enfrentaria, e a ultra seria só o início de tudo, as coisas só piorariam quando eles assumissem, só de imaginar sua cabeça doía.

- Carolina está? Perguntou a sua secretaria.

- Não, saiu para uma reunião com alguns clientes.

- Certo ... algum recado?

- Sim! O senhor Mendiola pediu que a retornara, ao que parece ficou algo pendente.

Leticia não soube explicar, mas seu ânimo alterou-se.

- Quero que retorne e diga que não tenho nada pendente. Que algo mais, comunique-se diretamente com Carolina.

- eu que pensava que eles tinham entrado em acordo de paz. Ruht pensou olhando sua chefe entrar possessa na presidência. Recolheu algumas pastas e segui-a, entrando logo após.  – Aqui estão alguns contratos que devem ser revisados.

- O que mais? Perguntou impaciente.

- Não sei se digo ... assim, creio que não entendo muito bem. Ficou receosa.

- Do que está falando? Não entendeu.

- Foi muito esquisito, mas o advogado do senhor Aldo ligou dizendo que queria conversar com a senhora para o divórcio. Achou graça.

- Por que ri? Leticia a perguntou sem achar a menor graça.

- Eu?! É que .. que a senhora e seu Aldo são ...

- Não gosto de dizer nada sobre a minha vida, Ruth. Porem você é de confiança e por isso vou te contar, eu e o senhor Aldo Domensain não estamos mais casados e por isso que o advogado dele ligou. Quero que retorne à ligação e diga que ele marque o dia e meu advogado estará lá. Não entendeu? Perguntou vendo a secretaria paralisada.

- É difícil acreditar. Confessou. – Vocês ... vocês são ... são ...

- Éramos, e pode se retirar.

Ruth saiu ainda não acreditando na novidade sobre a patroa, depois disso como acreditaria no amor?

Leticia sentou-se e retirando alguns pertences da bolsa, pode ver pela barra de notificações várias chamadas perdidas de Fernando. Ignorando-as, iniciou seu trabalho, concentrando-se no que era importante, assim ela defendida.

A tarde passou voando e quando menos se deu conta, o fim do expediente chegou e Ruth entrando em sua sala a avisando que já estava em seu horário e que já iria. Leticia aproveitou a suposta briga com Fernando e demorou um pouco mais, adiantou o serviço consideravelmente, só Deus sabia como amanheceria no outro dia se caso brigasse com Fernando, teria cabeça para o trabalho? Melhor aproveitar a concentração, foi sua melhor resposta.

O caminho de casa agora era diferente, seu destino final era o apartamento de Fernando. Agora dos dois, não? Quem irá saber dessa resposta. Ainda sentia revoltada pelos malditos hormônios, como poderia afeta-la tanto? Encontrou o apartamento vazio, onde ele estaria? Ficou com raiva pelas chamadas não atendidas? Procurou o celular dentro da bolsa e finalmente pode ler uma mensagem que ele enviara: chegarei mais tarde, terei uma reunião. Marcia estaria nessa reunião? O ciúme a dominou, por que agora? Antes não sentia isso ou sentia? Revoltada, ela realizou toda as higienes e sem um pingo de fome, deitou-se estava tão cansada que tudo que queria era uma cama, a sua cama com Fernando. Falando nele, onde estaria? Demoraria muito? Teria ido atrás de Marcia para tentar acalma-la? Quem estaria nessa reunião? Alguma mulher bonita? Magra e que ... – O que estou pensando? Questionou-se em voz alta. – Ele te ama! Disse para si mesma. – Mas ... e se ... ESQUECE LETICIA! Sem paranoias! Fernando te ama!  Afundou-se nos lençóis e cobrindo-se por completo, tentou dormi, infelizmente foi em vão, a cada tentativa uma imagem de Fernando com outras mulheres via em sua mente. Se foi capaz dele trair Marcia, por que não a ela? Logo logo não estaria mais tão em forma assim, a barriga iria crescer e talvez o desejo por ela diminuiria, sem contar que com a gestação de gêmeos alguns meses adiante seria impossível fazerem amor.

- Meu amor? Ele a chamou acendendo a luz do quarto e a encontrara coberta dos pês a cabeça. – O que aconteceu? Questionou ao escutar um barulho de choro.

- Não é nada. Continuou da mesma forma, porem tentando abafar o choro.

- Claro tem que algo. Ele retirou os sapatos e engatinhando sobre a cama deitou ao lado dela a abraçando ainda coberta pelos lençóis.

- Foi bom a reunião? Mudou de assunto.

- Por que não tira esse lençol? Tentou, porém, ela o impediu. – Lety? A questionou sem entender.

Leticia retirou revelado o rosto um pouco inchado pelo choro.  – Você ainda vai me querer quando eu estiver bem enorme?

- Como?

- Quando a barriga estiver bem grande.

- Fala dos bebês?

- De mim Fernando! Agitou-se.

- Eu te amo. Compreendeu que ela estava assim como no horário do almoço.

Leticia o abraçou forte e Fernando beijou o topo da cabeça dela, não seria nada fácil com os hormônios dela dessa maneira.

- Quer tomar banho comigo? A convidou.

- Eu te espero aqui.

- Não demoro. A deixou só na cama.

===

Marcia estava quase pegando no sono, quando seu celular a desperto.

- MAS QUE DROGA! Atendeu a ligação. – Alô?

- Ma ... Marcia? Era Otavio.

- O que quer? Perguntou.

- Como está? Não me ligou e estou preocupado, vocês estão bem?

Marcia arrependeu-se pela grosseria.

- Estamos bem sim, Otavio. Muito obrigada pela preocupação.

- O que precisar estou aqui, tá?

- Tá.

O silencio reinou alguns segundos e quando Marcia percebeu que ele iria encerrar a ligação.

- Espera!

- Sim? Ele sentiu esperanças.

- Pode vim até aqui? Não quero fica só nessa casa.

- Em vinte minutos estarei aqui. Ele disse animado.

===

Fernando saiu do banheiro ainda secando o cabelo, sorriu largo ao voltar e encontrar sua amada dormindo calmante. Seria a única situação que a veria calma? Cansado, ele deitou-se e acomodou a abraçando por trás.

- Boa noite meu amor. A beijou em seu pescoço.


Notas Finais


Então? Continua? Algum Palpite?
Marcia recomeçará com Otavio ou não?
Leticia conseguirá controlar os hormônios? kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...