História Café, artes e outras drogas - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Castiel, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya
Tags Amor Doce, Personagem Original, Rayan Zaidi, University Life
Visualizações 25
Palavras 1.698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem! Aqui estou eu. Mais um capítulo dessa história que eu amei fazer. Me desculpem pela demora de postar caps.

Capítulo 3 - Capítulo 3


A luz do sol batia no rosto de Natalya, de maneira leve, a garota remexeu-se na cama, passando as mãos por seus cabelos, numa tentativa falha de ajeita-los. Obrigando-se a sair de sua cama, ela pegou seu eletrônico, que estava do lado de sua cama, vendo a hora que se era no momento. Ela deitou-se novamente em sua cama, convencendo a si mesma de que era muito cedo para os horários das aulas. Soltando um breve bocejo, ela concentrou-se na tela de seu eletrônico, dedilhando sob a mesma de maneira suave. Soltando um longo suspiro, ela se convenceu de que teria de sair do local, deixando o seu eletrônico em sua cama. Ela tentou se levantar de sua cama, mas como dormia na cama de cima, de forma desastrada, ela acabou caindo de sua cama de maneira repentina, fazendo um breve barulho. Priya acordou-se com o barulho que sua colega de quarto fez.

 

"Você está bem? Você percebeu esse machucado em sua boca, certo?" Questionou Priya, fitando a morena com preocupação. 

 

"Sim. Eu estou bem.. tirando esse machucado em minha boca, claro." Falou Natalya, passando a mão sob sua boca, para suavizar um pouco a ardência que o machucado causara. "Enfim. Como você está? Dormiu bem?" Questionou Natalya, levantando-se do chão.

 

"Eu dormi bem mais ou menos. E você? Está bem?" Questionou Priya, olhando sua colega de quarto. 

 

"Bem, tirando o fato de que eu vou ter de substituir Melody como assistente do Zaidi, eu estou ótima."

 

"Você vai ser assistente do Zaidi hoje?.. Então, você vai ter que ajudar ele no escritório, certo?" Questionou Priya, um malicioso sorriso abriu-se em seus lábios, fazendo Natalya corar.

 

"Não pense besteira. Eu só vou ser assistente dele." Falou Natalya, com as maçãs de seu rosto vermelhas, fazendo Priya soltar uma risadinha. 

 

"Eu não pensei besteira. Só achei estranho o fato de que você ficou tão corada assim, tão rapidamente. Parece que você que pensou besteira." Falou Priya, fazendo Natalya soltar uma risada.

 

"Enfim. Daqui a 1 hora começam as aulas, certo?" Questionou Natalya, olhando sua colega de quarto.  

 

"Sim. Por que?" Indagou Priya, olhando a morena.

 

"Nada não. Enfim, vou tomar meu banho. Até daqui a pouco."Falou Natalya, adentrando o banheiro, juntamente de uma toalha e duas peças de roupas. 

                            ...

Natalya saiu do box do banheiro após seu banho, indo em direção da pia, ela olhou-se no espelho por alguns minutos, tentando disfarçar o machucado em sua boca. Passado esses minutos, ela pegou suas peças de roupas, colocando sua camisa de manga comprida, que era um tanto justa, ressaltando seus seios. Logo em seguida, colocando uma calça jeans simples, mas que era um tanto justa também. Passado alguns minutos, ela saiu do banheiro, indo em direção da cômoda, pegando seu pente. 

 

"Uau. Você está realmente bonita. Hm.. já sei, é porque você vai substituir a Melody hoje, certo?" Falou Priya, de um jeito malicioso. 

 

"Talvez." Falou Natalya, olhando sua amiga, novamente com as maçãs de seu rosto. Fazendo Priya rir. 

 

"Enfim. Tenta dar umas cantadas no Zaidi lá, viu." Falou Priya, fazendo a outra rir. 

 

" Não seja essa engraçadinha não, viu." Natalya falou, Priya deu uma risada, enquanto as bochechas de Natalya ficavam mais coradas. "Enfim. Daqui a pouco eu vou lá com a Melody." Falou Natalya. 

 

"Ok. É melhor você ir logo." Falou Priya, deitando em sua cama. "Acho que vou ficar um pouco aqui. Não dormi muito bem essa noite." Falou Priya, espreguiçando-se, deitando em sua cama, soltando um bocejo em seguida. 

 

"Ok. Se você diz." Falou Natalya, dando um tchauzinho para Priya, saindo  de seu dormitório em seguida. 

                          ...

"Melody? Você está aí?" Chamou Natalya, batendo na porta do dormitório de Melody, esperando alguma resposta. 

 

"Sim?" Questionou Melody. A menina de pele caramelo saiu de sua cama, caminhando para a porta, suavemente colocando as mãos sob a fria maçaneta, abrindo-a com cuidado e de maneira suave. 

 

"Bem, eu queria te perguntar: como funcionam seus horários como assistente do Zaidi, poderia me dizer?" Indagou Natalya, olhando a menina de pele caramelo com curiosidade em seu olhar. 

 

"Ah, sim. Bem, normalmente, eu vejo apenas a primeira aula, depois eu 'trabalho' como assistente do Zaidi. Mas se você quiser, pode 'trabalhar' digamos assim, como assistente do Zaidi faltando a aula diretamente. Mas isso fica a seu critério. Tudo bem?" Falou Melody, olhando a morena. 

 

"Ah. Ok. Obrigada por me explicar." Falou Natalya, olhando a outra, sorrindo. 

 

"De nada. Enfim. Obrigada novamente por me substituir como assistente. Já já vou me aprontar para ir visitar minha mãe no hospital." Falou Melody, com um tristonho sorriso em sua face. 

 

"De nada. Espero que sua mãe fique bem." Falou Natalya, olhando Melody com um tímido sorriso em seu rosto. 

 

As duas ficaram trocando banalidades por um tempo, conversando, algumas vezes trocando risadas. Passado alguns minutos, Melody se despediu da maior, adentrando seu quarto novamente. 

                       ...

A maior estava procurando pelo o homem pálido pelos corredores extensos, caminhando por alguns minutos, ela estava distraída como de costume. Passado alguns minutos, ela acabou esbarrando com um menino de pele branca, nesse caso, Hyun. Ele pegou a mão de Natalya rapidamente, para que ela não caísse e quebrasse seus óculos. Ela apoiou-se no ombro de Hyun, pois havia perdido seu equilíbrio. Hyun estava com Ambre, a loira riu um pouco, desculpando-se com Natalya por rir de seu tombo com Hyun, embora Natalya tivesse levado na esportiva. Os três continuaram a caminhar pelos corredores, trocando banalidades entre si. 

Natalya falou que tinha de substituir Melody. Passado alguns minutos, Hyun e Ambre despiram-se de Natalya, pois ela tinha de encontrar Zaidi. 

 

                        ...

A cacheada continuou andando, dessa vez sem Hyun e a loira. Ela estava andando pelos corredores, de forma atenta e observadora. Os minutos se passaram, e nada de ela encontrar Zaidi. Grande parte dos alunos estavam no corredor, pois optaram por não ir a aula no dia, assim como Priya, que estava em seu quarto. A maior continuou andando pelos corredores, tentando achar Zaidi. Ela estava atenta, porém acabou esbarrando-se em Zaidi, de forma acidental. Ela apoiou-se na parede, para não cair no chão e acabar tendo de procurar seus óculos mais uma vez. 

 

"Me desculpe. Enfim, eu finalmente achei o senhor. Eu procurei você por vários minutos." Falou Natalya, um pouco envergonhada por ter esbarrado no mesmo. 

 

"Está bem. Estava te procurando também." Falou Zaidi, olhando a morena que estava corada. "Bem, Natalya, siga-me até meu escritório por favor." Pediu Zaidi, olhando a morena.

 

A morena segui-o, enquanto ele a guiava para seu escritório. O coração da cacheada era descompassado, ela estava ansiosa, um tanto nervosa. Sua respiração era descompassada. Sempre que ela chegava perto do homem pálido ela ficava naquele estado de nervosismo extremo. Ela achava aquilo estranho, pois ela mal interagiu com o mesmo e ficou assim tão rapidamente. Ela nunca acreditou a amor à primeira vista. Ao contrário, ela achava aquilo algo completamente ridículo. A morena não achava que, poderia ficar com seu professor. A morena era bem mais nova que o mesmo. Ela achava aquilo errado, mas ela gostava dele mais do que uma aluna poderia gostar de seu professor. 

                          ...

"Natalya?" Chamou o professor, tirando Natalya de seus devaneios. 

 

"Sim?" Questionou Natalya, ainda ansiosa é um pouco nervosa. 

 

"Entre, por favor." Falou Zaidi.

 

A menor adentrou seu escritório, observando os arredores do local. Zaidi, entrou depois dela, fechando a porta em seguida. Ela sentia-se um tanto intimidada com o local, mas especialmente nervosa naquela situação. Ela estava a sós com o professor. Não que ela pensasse em fazer qualquer coisa a mais com ele. Embora ela sentindo uma certa atração por ele, do qual era mais que uma simples atração física. 

Isso era amor? Ela duvidava muito disso. 

 

"Natalya? Você está parada aí a 4 minutos. O que houve?" Questionou Zaidi, fitando Natalya com preocupação. 

 

"Nada. Eu só estava pensando e acabei perdendo a noção do tempo. Desculpe." Falou Natalya, ela gaguerara, sentindo suas bochechas esquentarem.

 

"Ah. Está tudo bem." Falou Zaidi, sua voz era macia e aveludada. Sua forma calma de ser às vezes poderia ser intrigante.

 

                          ...

 

Ambos ficaram conversando por algumas horas, Natalya, estava ajudando-o, enquanto conversava com o pálido. Minutos de conversa, mais precisamente dizendo, horas de conversa se passaram, Natalya fez 'cantadas' de uma forma sútil, mas de forma que elas não perdessem seu teor. O pálido corou, Natalya estava com um sorrisinho malicioso em seus lábios. Natalya olhava fixamente para os lábios do cacheado, enquanto o mesmo olhava para os olhos de Natalya. A expressão do maior era sedutora, embora Natalya tentasse 'cantar' ele. As maçãs dos rostos de ambos queimavam de ardência. Natalya estava extremamente corada, embora ela não perdesse sua confiança no que estava fazia. Ela estava determinada, embora fosse uma mulher extremamente tímida.  Ela sabia que aquela não era a melhor escolha, mas ela não ligou para aquilo.

 

"Bem. Boa noite, Natalya. Você foi ótima como assistente. Já vou indo." Falou Zaidi, as maçãs de seu rosto estavam coradas, porém, a expressão de seu rosto era extremamente sedutora.

 

"Boa noite para o senhor também. Já vou indo." Falou Natalya, as bochechas de seu rosto ainda estavam coradas. Ela saiu do escritório, dando um tchauzinho para Zaidi, que também estava corado. 

 

A morena andou pelos corredores extensos, de forma calma, embora tivesse acabado de dar 'cantadas' ao seu professor.  Ela estava nervosa e um tanto apreensiva. Ela continuava caminhando pelos corredores, a atmosfera do local era leve. Ela andava distraída. Passado alguns minutos de caminhada pelos corredores, a morena chegou ao corredor de dormitórios, colocando a mão sob a fria maçaneta, de forma suave, ela abriu a porta, do qual, Priya se encontrava. Ela abriu um sorriso em seus lábios para Priya, adentrando o quarto em seguida. 

 

"Uau. Suas bochechas estão bem vermelhas. Você estava com o Zaidi, né? Me diga o que aconteceu lá." Falou Priya, olhando a outra.

 

"Não aconteceu nada demais. Eu apenas dei.. algumas cantadas nele. Por assim dizer." Falou Natalya, enquanto ainda fechava a porta do quarto. 

 

"Opa. Parece que alguém tomou coragem." Falou Priya, em um tom brincalhão. 

 

As duas ficaram conversando por um tempo,  com algumas vezes trocando risadas ou sorrisos entre si. 

 


Notas Finais


Eu espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...