1. Spirit Fanfics >
  2. Café com Amor. >
  3. Uma vida complicada de modelo.

História Café com Amor. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura, meus amores

Capítulo 4 - Uma vida complicada de modelo.


Isso foi incrível, Jackeline. Finalmente enfrentou o seu ex- namorado. Meus parabéns. - Marinette aplaudiu a ação da cliente com entusiamo

 

 

 

_ Nem acredito no que fiz. Parece que estou sonhado. - Jackeline sentou -se de volta na mesa dela e parecendo em estar em choque.

 

 

_ Ah, não está sonhando mesmo, Jack. Enfrentou o seu namorado , contou todas as mentiras dele para a sua ex- amiga, que terminou no ato. Aposto, que o Geogre está soltando fumaça pelos ouvidos. - Marinette disse a cliente.

 

 

_ Preciso de um tempo para colocar isso no lugar. Muito obrigada pelo apoio. - Jackeline disse ao tentar voltar em si,

 

 

 

_ Claro que sim. Bem, vou indo pegar o seu pedido. Não demoro. - Marinette disse otimista para a cliente.

 

 

 

_ Obrigada... - Jackeline disse desnorteada com tudo ao seu redor .

 

 

 

(**)

 

 

 

Em outra parte da cidade, bem longe da cafeteira famosa Le Paon , tinha uma outra cafeteira , que quase não tinha nenhum cliente, poucas pessoas viam para lá, mas, não era o suficiente para cobrir os gastos excessivos da filha da proprietária Style Queen, nem para as funcionárias , a cafeteira estava passando por várias dificuldades financeiras .

 

 

 

E o aluguel estava muito atrasado, e como sempre, o proprietário vinha sempre cobrar o aluguel atrasada, no final de contas, ele sempre saíam sem dinheiro do aluguel, e muito mal- humorado com a resposta da inquilina .

 

 

(**)

 

 

No escritório da Style Queen , haviam várias contas acumuladas em cima da mesa , formando enormes pilhas, e a dona da cafeteira , estava somando as dívidas , e o número total havia aumentado muito, tornando a vida financeira da mulher muito complicada, e o seu humor somente piorava muito.

 

 

(**)

 

 

_ Ah, como as coisas estão difíceis . E essas dívidas somente aumentam. E os lucros estão ficando muito pequenos . E nem o que devo fazer. Imagino, que vou ter que cortar alguns gastos da minha filha. No último mês, ela gastou muito . E então, sei que ela vai ficar zangada comigo. Porém , não tenho escolha. E os salários das minhas funcionárias estão muito atrasados, assim como o aluguel . O senhor Williaws já me visitou hoje. E já me deu um ultimato . - Style Queen fala angustiada com os valores crescendo.

 

 

 

_ E estou quase enfrentado uma greve das minhas funcionárias. Ah. O que devo fazer ? - Style Queen calculando novos valores na calculadora e vendo os números aumentado com uma velocidade incrível .

 

 

 

(**)

 

 

 

Alguns minutos depois , Style Queen ouviu batidas na porta do seu escritório , a dona da cafeteira respirou fundo , deixou a calculadora de lado, fazendo uma breve pausa nas somas , olhando brevemente para a porta .

 

 

(**)

 

 

 

_ Pode entrar. - Style Queen autorizando a entrada da visita e torcendo para não ser o cobrador do aluguel .

 

 

_ Mãe, hoje eu encontrei algo muito lindo. Até tentei comprar , porém é muito caro. - Queen Wasp falou ao entrar no escritório parecendo muito animada com algo material que queria comprar.

 

 

 

_ Filha, antes de continuar com a sua conversa interessante de sempre. Por favor, se sente. - Style Queen falou ao convidar a filha para uma conversa séria.

 

 

 

_ Tudo bem, minha mãe. - Queen Wasp falou ao ir para a mesa do escritório.

 

 

 

_ Muito obrigada por atender o meu pedido , filha. Sei que isso vai ser muito complicado para você. Porém, é muito necessário . - Style Queen falou ao ver a filha sentando-se na frente dela.

 

 

 

_ Sobre o que quer falar comigo ? - Queen Wasp falou curiosa ao fixar o seu olhar para a mãe.

 

 

 

_ Bem, antes que eu fale sobre o assunto. Quero que prometa , que vai me ouvir direito . E não me interrompa de modo algum . - Style Queen falou ao exigir por uma promessa da filha.

 

 

_ Muito bem, prometo. - Queen Wasp falou ao assentir com a cabeça ao aceitar o pedido da sua mãe.

 

 

 

_ Promete mesmo ? - Style Queen falou ao olhar sério para a filha.

 

 

 

 

_ Sim, mãe. - Queen Wasp falou ao assentir com a cabeça e olhou assustada para a mãe.

 

 

 

 

_ Muito bem, vou confiar em você. Bem… - Style Queen percebeu que tinha conseguido se impor para a filha.

 

 

 

_ Filha , olha , não posso mais te dar muito dinheiro para que faça as suas compras , nem as idas ao salão de beleza, ou ao cinema, e entre outros. - Style Queen incia a conversa com a filha .

 

 

 

_ Por que , mãe ? - Queen Wasp começando a chorar de tristeza com a perda do seu dinheiro fácil.

 

 

 

_ Porque as dívidas estão se acumulado , filha . O cobrador veio de novo para me cobrar o aluguel da cafeteira que está a um bom tempo em atraso , e dei a mesma resposta para ele. Contudo , ele me deu um ultimato. Se eu não pagar a metade da minha dívida até o final do ano. Ele vai retomar o meu estabelecimento. Vou ficar sem emprego, e as minhas funcionárias também. E os salários delas estão muito atrasadas , e ninguém trabalha de graça . - Style Queen explicou para a filha.

 

 

 

_ Ah, não. E o que vou dizer para as minhas amigas ?! Se elas descobrirem , que estou ficando pobre . Elas vão me expulsar do grupo de populares da minha faculdade. - Queen Wasp lamentou muito.

 

 

 

_ Bem, saia do grupo, antes que elas descubram a verdade. - Style Queen deu uma solução simples para a filha.

 

 

 

_ Ah, não vou mesmo. Elas são as minhas melhores amigas. - Queen Wasp recusou a solução da mãe.

 

 

 

_ Bem, escolha é sua , filha . Porque não quero seja humilhada. Porque isso seria uma vergonha para mim. - Style Queen aletra a filha sobre as consequências da sua recusa.

 

 

 

_ Mãe, por que está acontecendo isso ? - Queen Wasp fala mal - humorada ao trocar um olhar furioso para a sua mãe

 

 

 

_ Nem sei , filha. Antes, eu tinha uma boa clientela no começo da cafeteira. E quando , a outra cafeteira abriu . Mesmo com ela, tinha uns bons clientes . Porém, algum dia , que nem me lembro mais . Tudo mudou. - Style Queen fala ao dar de ombros para a filha.

 

 

 

_ Me lembro do dia. Contratou a Lila Rossi, ela fica sempre falando mal dos clientes . Porque sempre dizia , que o lugar dela não era aqui. - Queen Wasp fala para a mãe.

 

 

 

_ Por que não me disse isso antes ? - Style Queen disse em choque ao ouvir a revelação da filha sobre uma das empregadas.

 

 

 

_ Porque ela me ameaçou. E agora, estou a ponto de perder o meu dinheiro, por culpa dela. Encontrei coragem para dizer isso. Se fosse você, demitir ela . E assim, a maioria dos clientes vão voltar aqui. - Queen Wasp disse firme para a mãe.

 

 

 

_ Muito bem. Aguarde um pouco. - Style Queen disse ao ir para o interfone .

 

 

 

_ Muito bem, mãe. - Queen Wasp disse ao ver a mãe tomando as atitudes cabíveis com a Lila.

 

 

(**)

 

 

Style Queen apertou o botão no interfone , aguardou alguns minutos , e depois ouviu para a voz de uma funcionária atendendo a chamada dela.

 

 

(**)

 

 

[ Fabiana ]

 

 

Sim, senhora Bourgeois ;

 

 

 

 

Style Queen

 

 

Pode chamar a senhorita Rossi , Por favor.

 

 

Fabiana

 

 

Sim, madame. Mais alguma coisa ?

 

 

 

Style Queen

 

Não, muito obrigada, Fabiana.

 

 

Fabiana

 

Tudo bem, até logo.

 

 

(**)

 

 

 

_ Bem, agora , pode sair. Depois a gente continua com a nossa conversa. - Style Queen dispensou a filha com um gesto de mão.

 

 

_ Tomara que demita , aquela louca da Lila. Nunca gostei dela. - Queen Wasp falou ao se levantar da cadeira , olhou determinada para a mãe.

 

 

 

_ Sim, vou tomar medidas cabíveis com a senhorita Rossi . Pode ir agora. - Style Queen falou fria com a filha.

 

 

 

_ Muito bem. Vou indo, agora irei ao shopping , vou passear muito e comprar muito. - Queen Wasp falou ao começar a deixar o escritório da sua mãe.

 

 

 

_ Ah, não, filha. Hoje , não vai ao shopping. E também, não vou dar o dinheiro á você, porque está gastando demais. E precisa saber a dar valor para o dinheiro. Já que a Lila vai embora, você vai ficar no lugar dela. E não vai ser mimada com os clientes. No trabalho , é totalmente ao contrário. E se algum cliente reclamar do seu atendimento por um longo tempo . Nem vou me importar em te demitir. - Style Queen disse ao dar um emprego para a filha.

 

 

 

_ COMO É QUE ?? - Queen Wasp gritou com a mãe por causa do emprego dela.

 

 

 

_ Não venha gritar comigo, mocinha . Sou a sua mãe, e me deve respeito. E como sempre, você é péssima . Nem queria ter você, como filha.- Style Queen disse gélida para a filha.

 

 

 

_ Muito bem, vou ser a sua garçonete. Mas, se alguma das minhas amigas vier aqui. Vou me esconder em alguma parte desta cafeteira sem valor algum . Nem adianta em ficar me chamado. Não quero passar mico na frente das minhas amigas. - Queen Wasp disse ao impor uma condição para a mãe.

 

 

 

_ Muito bem. Porém, mais cedo ou mais tarde , elas vão descobrir . E acho melhor, está pronta para encarar as gozações delas. - A mãe disse ao refazer o aletra para a filha.

 

 

 

_ Ah, vou indo até o meu pai. Ele nunca negou nada para mim. Até logo, mãe. - Queen Wasp disse ao retirar muito irritada no escritório da mãe.

 

 

 

 

 

_ Até logo, filha. - Style Queen disse para a filha , observando -a abrindo a porta para sair do seu escritório.


_ Pode falar á vontade, Queen. Isso não vai fazer mudar de ideia a respeito das suas regalias. Se continuar com essa grosseira, vou cortar ainda mais, até que não tenha nada. - Style Queen diz séria para a filha.

 

 

_ Não preciso mais de você, mãe. O meu pai tem muito dinheiro . Vou morar com ele. Assim, não vou ser mais obrigada a morar com você. - Queen revida o argumento da mãe.

 

 

_ Ah, não vai incomodar o seu pai por dinheiro. Apenas , para ter de volta as suas regalias. Já aturei demais as suas manias de sempre. Sem me agradecer pelos meus esforços . Vou te dar uma coisa, que deveria ter dado antes. - Style Queen perdendo a cabeça com a imaturidade da filha .

 

 

 

_ O que seria ? Um castigo ?! - Queen desafiou a mãe com um olhar sombrio.

 

 

 

_ Não, está velha demais para ter um castigo . O que deveria ter dado na sua infância , ou adolescência . Vou te dar um emprego de garçonete aqui. Assim, aprenderá o valor do dinheiro, que te dei ao longo dos anos. - Style Queen deu um emprego a filha á força.

 

 

 

_ Isso é totalmente ridículo . Não nasci para fazer essa droga. - Queen Wasp se revolta com a mãe.

 

 

 

 

_ Sim, todo nasce para trabalhar algum dia . E agora, que é a minha garçonete. E quando estiver no horário de trabalho. Vai me chamar de senhora Bourgerois, ou madame, se preferir. - Style Queen diz á filha.

 

 

 

_ Isso não é justo. Sou a sua filha. - Queen Wasp relutou a mãe dela.

 

 

 

 

_ Sim, e uma filha muito mimada . Confesso, que errei em ter ensinando isso á você. Porém, nunca é tarde demais para aprender. - Style Queen revidou o argumento da filha.

 

 

 

 

_ É muito humilhante. Não mereço mesmo. Queria estar com o meu pai agora, onde ia voltar a ter luxo. - Queen Wasp revoltada com a mãe.

 

 

 

_ Não vai incomodar o seu pai com essas bobagens. Vai trabalhar comigo, vai aprender a ser uma boa garçonete, não vai bancara rebelde sem causa comigo. E vai dar valor a cada centavo, que ganhar nas gorjetas . - Style Queen colocou um ponto final na conversa.

 

 

 

_ Ah, vou embora daqui. Não sou obrigada a ficar , nem mais um minuto. Todas aqui são perdedoras. - Queen Wasp retirando-se as pressas do local.

 

 

 

_ Ah, filha. Vai trabalhar para mim, goste ou não. E se alguém me contar, que foi atrás do seu pai , para pedir dinheiro , vai levar uma surra, que nem uma criança pequena. - Style Queen diz sombria ao ver a filha saindo correndo da cafeteira.

 

 

 

(**)

 

 

 

Retornando para o prédio , onde se realizava a seção de fotos do modelo Chat Noir, ele estava no seu camarim , com a companhia do seu irmão mais novo, comendo queijo em uma tigela, olhando para o telhado para refletir um pouco.

 

 

 

(**)

 

 

 

_ Está em silêncio há um bom tempo, Chat Noir. Está bem com tudo isso ? - Plagg fala preocupado ao ouvir o silêncio do irmão.

 

 

 

_ Sim, apenas estou cansado de tanto fazer seção de fotos hoje. Desde que me levantei as 7 horas da noite, após o café da manhã . Gostaria que o nosso pai dê uma folga para mim, para um passeio, ou sei lá. - Chat fala ao olhar para o teto do camarim.

 

 

 

- Até que é uma boa ideia. Contudo, o nosso pai quer que continue a seção de fotos. Sabe o quanto ele fica descontente, quando você não completa uma seção. - Plagg fala sábio ao irmão mais novo pegar um queijo novo na tigela que segurava.

 

 

 

_ Obrigada por me lembrar isso , Plagg. - Chat Noir fala de mau humor ao irmão , tirando os seus olhos do telhado do camarim.

 

 

 

_ Disponha sempre. E quanto tempo a segunda parte vai durar ? - Plagg fala curioso ao irmão mais velho.

 

 

 

_ Mais uma hora e meia . Depois disto, a Nathalie vai ver o que tem na minha agenda hoje. Aposto, que vou ter um almoço com um grande empresário da moda. Confesso, que detesto as reuniões do meu pai. E ainda por cima, ele diz que está me preparando , para ocupar o lugar dele na empresa, assim que se aposentar de uma vez. - Chat Noir diz deprimido com o fato.

 

 

 

_ Com certeza. Apesar de nunca ter ido para uma reunião do nosso pai, se não fossem os meus queijos, certamente , estaria louco da vida. Não gosto de ser modelo. - Plagg diz ao irmão .

 

 

 

_ Fico feliz com a sua opinião, Plagg. Me ajudou muito. - Chat Noir fala irônico ao irmão ao olhar severo na direção do irmão.

 

 

 

_ Somente estou falando a verdade, meu irmão. Me desculpe por ser muito honesto. - Plagg fala tranquilo ao irmão ao devolver o olhar severo do irmão com calma.

 

 

 

_ Me desculpe também, Plagg. Sei que está querendo me ajudar . Estou ficando muito estressado com as cobranças do nosso pai. Quero dar um passeio pela cidade, conhecer pessoas novas. Não ter hora para voltar para casa. - Chat Noir fala ao deixar o seu lugar no sofá.

 

 

 

_ Acostume-se , meu irmão. A vida cobra muito de você , e de qualquer pessoa. E não vai dar para sair nas ruas, porque é muito famoso. Com certeza, alguém vai te reconhecer na rua . E pedir um autógrafo . Sei que não curti dar muito isso. Porém, é o preço da fama. - Plagg fala ciente ao irmão.

 

 

 

_ Odeio em dizer isso. Mas, concordo com você. - Chat reconhecendo que o irmão tinha razão.

 

 

 

 

_ Com licença, senhores Noir. Mas, preciso falar com o Chat Noir agora. Plagg, pode sair daqui por alguns minutos. Preciso ter um pouco privacidade com o seu irmão, é sobre a agenda dele. - Nathalie apareceu no camarim de surpresa e com o laptop em mãos .

 

 

 

_ Muito bem. Sei quando não sou bem- vindo aqui. Se me permite , vou comprar mais queijos. Estes , que estou comendo, estão no final. - Plagg fala ao sair do lugar , colocando a tigela com os queijos em cima de uma mesa de vidro.

 

 

 

 

_ Não precisa ser tão dramático , Plagg. É uma conversa que vai demorar uns minutos. Em seguida, você volta. - Nathalie diz severa ao irmão do modelo.

 

 

 

_ Tem queijos aqui, Plagg. Pode pegar quantos quiser. Nem precisa voltar a loja, para comprar mais. Aqui tudo é de graça. - Chat Noir informou ao irmão.

 

 

 

_ Até logo, irmão. - Plagg despede-se do irmão , saindo do camarim.

 

 

 

_ Precisava entrar de repente, Nathalie ?! Sem pedir licença, ou ser educada com o Plagg ? - Chat Noir diz sério a secretária do seu pai ao olhar com feio para a mulher.

 

 

 

_ Lamento em não ter feito isso. Mas, estou com pressa. Preciso falar sobre a sua agenda de hoje. Assim que terminar com as seções matinais de fotos. Daqui a pouco, o senhor vai… - Nathalie olhou para o seu notebook de mão ao dizer o resto do dia do modelo.

 

 

_ Estou ficando cansado disto. Não aguento mais tantas seções de fotos, o meu pai sempre marca essas seções, com a intenção de ocupar o meu tempo. Para que não saia com os meus amigos. Hoje, foi a gota de água para mim. Hoje é a minha folga. E se o meu pai vier bravo comigo. Vou ignorar .- Chat Noir tomou uma decisão radical .

 

 

 

_ Senhor Noir, está desrespeitando as regras do seu pai. Precisa reconsiderar a sua agenda. O seu pai não gosta de rebeldia. - Nathalie olhou feroz para o modelo.

 

 

 

_ Desde de quando, tirar uma folga de vez em quando, é um desrespeito para o meu pai ?! Hoje , não vou fazer mais seções de fotos. Isso não vai prejudicar a fortuna do meu pai. - Chat Noir olhou fixo para a secretária.

 

 

 

_ Mas, a imagem da marca do seu pai vai sofrer vários danos . Nem sabe as consequências disto. Alguns clientes podem mudar o designer. - Nathalie olhou de volta para o modelo.

 

 

 

_ Estou cansado do padrão da ‘’ imagem da perfeição ‘’ do meu pai. Ninguém é perfeito , como ele alega. E agora, com licença, quero curtir um longo dia de folga . E se fosse você, ia pedir desculpas ao Plagg. - Chat Noir diz ao se retirar rapidamente, antes que a Nathalie mude de ideia.



 


Notas Finais


me desculpe por algum erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...