1. Spirit Fanfics >
  2. Café Universe (Sehun - EXO) >
  3. Acabou

História Café Universe (Sehun - EXO) - Capítulo 35


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo Novo!!

Como estão vocês? Espero que estejam todos bem!

Foi um longo caminho até aqui, mas no capítulo de hoje Sehun irá descobrir que por melhores que sejam as intenções, mentir traz duras e difíceis consequências... vamos conferir?

Boa Leitura :)
Bjssss <3 <3

Capítulo 35 - Acabou


Fanfic / Fanfiction Café Universe (Sehun - EXO) - Capítulo 35 - Acabou

 

 

[ SEHUN ]

 

 

 

Depois de deixar S/N na cafeteria como de costume, eu volto para o dormitório do EXO. Entro em meu quarto e antes de minhas mãos alcançarem o interruptor de energia na parede, as luzes se acendem me surpreendendo;

 

 

 

(Baek) – Onde estava?

(Sehun) – Nossa! Que susto... não sabia que estavam aqui. – Digo com uma das mãos sobre o peito ao ver Baek e Chanyeol parados ali.

(Baek) – Onde estava? – Indaga-me novamente, e dessa vez posso sentir um certo tom de desconfiança em sua voz.

(Sehun) – Eu? Hã... eu estava na sala de treinamento.

(Baek) – Engraçado, nós acabamos de vir de lá não é Chanyeol? E não vimos você.

(Sehun) – É que... eu só passei lá rapidinho e depois fui direto para o meu apartamento pegar umas coisas.

(Baek) – Você está se referindo a qual dos apartamentos? Aquele que todos nós conhecemos, ou o outro que você esconde no subúrbio da cidade?

 

 

 

Engulo em seco no instante em que ele diz, e tento sem sucesso disfarçar.

 

 

 

(Sehun) – Como? Mas que interrogatório é esse afinal?

(Baek) – Já chega Sehun! Chanyeol e eu sabemos muito bem o que está acontecendo!

 

 

 

Olhei para Chanyeol e mesmo concordou com a cabeça com uma expressão desapontada.

 

 

 

(Sehun) – Não sei do que estão falando...

(Baek) – Não minta mais! Nós sabemos que está saindo com a garçonete daquele café!

 

 

 

Senti um frio na barriga e um temor enorme se espalhar por todo o meu corpo quando ele disse aquilo.

 

 

 

(Sehun) – Como sabem disso?

(Chanyeol) – Nós seguimos você...

(Sehun) – Que? Vocês me seguiram? Como se atreveram a fazer isso? Não sentem vergonha? – Digo exaltado.

(Baek) – Baixe seu tom de voz quando falar com a gente! E não pense que vai conseguir inverter as coisas a seu favor e ficar de vítima, porque o errado aqui é você! – Fala repreendendo-me.

 

 

 

Não sou capaz de fazer outra coisa se não baixar a cabeça, afinal ele tem razão, estou errado. Não só errado como também estou envergonhado por terem me descoberto antes que eu mesmo lhes confessasse como pretendia fazer.  Alguns segundos em silêncio e ele torna a falar;


 

 

(Baek) – É a mesma garota com quem estava na Tailândia não é?

 

 

 

Pergunta mas me mantenho calado, e como quem cala consente não precisei responder para confirmar o que ele já sabia.

 

 

 

(Baek) – Você é um imbecil!


 

 

Faz pela primeira vez desde que nos conhecemos, menção de me bater.


 

 

(Chanyeol) – Baek! – Grita o fazendo fechar sua mão em punho e desistir do ato. – Controle-se, não resolvemos as coisas assim! E você não tem esse direito.

(Baek) – Ele que não tinha o direito de fazer isso conosco Chanyeol!

 

 

 

Ficamos todos mudos por um curto período de tempo, em seguida eu retomo a palavra.

 

 

 

(Sehun) – Me perdoem por isso, por mentir. Eu ia lhes contar... – Digo cabisbaixo sem encará-los.

(Baek) – Quando? Quando ia nos contar?

(Sehun) – Eu estava esperando o momento certo. – Ergo meu rosto outra vez para eles.

(Baek) – Você não ia nos contar Sehun! Não ia!

(Chanyeol) – Mesmo após convivermos como irmãos durante todos esses anos, você não confiou em nós.

(Sehun) – Não é nada disso! E-u... eu só queria poupá-los...

(Baek) – Você queria nos poupar? – Rir com ironia. – Se queria mesmo nos poupar não deveria ter criado essa situação! Sabe muito bem que uma história como essa pode acabar com a imagem do EXO!

(Sehun) – Não era algo que eu podia evitar... Me perdoem mas não pude impedir esse sentimento que nasceu dentro de mim, foi mais forte do que eu!

(Baek) – Eu sei que não podia controlar seus sentimentos Sehun, mas podia ter se afastado dessa garota, sumido, feito qualquer coisa! E assim evitado tudo o que está acontecendo agora.

(Sehun) – Baek nós somos apenas humanos esqueceu? Somos como todo mundo, temos coração também! As coisas não deveriam ser assim, não deveríamos ter que nos afastar de quem gostamos, não deveríamos ser proibidos de nos apaixonar!

(Baek) – Não somos como todo mundo e as coisas são exatamente assim! Quando você aceitou essa vida você sabia que haveriam sacrifícios!

(Sehun) – Eu...

(Baek) – Basta Sehun! Você tem 48 horas para por um ponto final nisso tudo. Se nesse tempo você não der um fim nisso, eu dou! Você me ouviu? Eu dou!

(Sehun) – Mas... Baek...

(Baek) – E dê-se por satisfeito de não contarmos tudo para os outros. Porque nós sim, queremos poupá-los! Suho morreria de desgosto se soubesse que o protegido dele está agindo como um irresponsável inconsequente...

(Sehun) – Baek por favor...

(Baek) – 48 horas!

 

 

 

 Dá as costas saindo em seguida  junto com Chanyeol do quarto. Sento sobre a cama com as mãos na cabeça ainda sem conseguir digerir o que acaba de acontecer ali, e nesse momento só há um único pensamento em minha mente;

 

 

 

(Sehun) - Acabou...

 

 

 


 

 

 

 


Notas Finais


É Sehun, agora você está encurralado. Não vai ter jeito, acho que em fim chegou a hora de tirar essa mascara, encarar S/N e dizer a verdade...

Até o próximo capítulo!
Bjssss <3
Até . . .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...