1. Spirit Fanfics >
  2. Caffè Macchiato >
  3. Dois Melonas.

História Caffè Macchiato - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Dois Melonas.


Ao voltar para a cafeteria agradável Jongin não tinha como conter seu entusiasmo. O café era ótimo, local também e o atendimento... Não tinha do que reclamar. Mas não, ele ainda não tinha entrado, não tinha tido coragem ainda, mesmo que tivesse saído correndo da escola só para poder ir até lá, um dia depois de tê-la frequentado. Com certeza, o café deveria ser realmente muito bom.

Parado ali na esquina, encostado na ponta da parede do estabelecimento, ele não sabia se entrava e ia logo falar com o tal Kyungsoo ou se fazia como aqueles clientes chatos que mal olham para nada. Era uma decisão tão difícil!

Mas então teve seus pensamentos interrompidos pelo barulho na porta lateral.

– Ya! – Ditou um pouco assustando.

Do, que acabara de colocar os lixos pro lado de fora, se surpreendeu ao vê-lo ali.

– Olá! – Ditou educado enquanto tirava um pouco do pó, inexistente, em sua roupa.

Kim deveria estar vermelho, seu constrangimento era quase palpável. – ...Oi – Respondeu um pouco incerto, tentando sorrir, mas com certeza falhando.

– Nós já fechamos.

– Mas ainda são seis horas!

– Não são, não. São 19:05.

Pegou seu celular, iria provar que eram seis e não sete, mas ao acender a tela provou-se que Do estava realmente certo. Ficou enrolando tanto parado ali que perdeu sua chance.

– Meu relógio deve estar atrasado então... – O tom de sua voz era embaraçoso e ele guardou seu aparelho com timidez.

O outro por outro lado, preferiu não comentar nada para não deixá-lo mais desconfortável. – Ah! – Disse Do, colocando a mão em dos bolsos frontais de sua calça, logo retirando uma quantia de dinheiro. – Você esqueceu ontem.

Estendeu a mão para o outro pegar, ao contrário do que o menor tinha pensado no outro dia, não achou legal manter o dinheiro do garoto consigo. Mas Jongin não sabia muito bem o que fazer.

– Eu te dei, como agradecimento a companhia.

– Só estava fazendo meu trabalho. – Não queria que o garoto achasse que fosse tão especial, apesar de Jongin, depois dessa, com certeza se sentir bobo por ter achado que era. – Mas obrigado pela gentileza. – Deu um sorriso gentil, o mais comum e sincero para si, onde sorria fechado, mesmo assim as bochechas se sobressaltando e os olhos enrugando de maneira leve.

Kyungsoo duvidava que o menino desse grana assim com tanta facilidade. Como muitos outros ele parecia não ter a possibilidade de esbanjar dinheiro e Do também não tinha então não se sentia tão grato assim por tirar algo de alguém como ele. Mesmo com Kim se sentindo alegre por poder dividir.

E o de cabelos claros já ia embora quando foi chamado.

– Espere! – Disse o menor antes de sair para sabe-se lá onde. Deixando-o lá ele foi em direção a uma loja e comprou dois melonas, não sabia qual o sabor preferido do outro então comprou um de melão e um de banana. Pelo menos eles poderiam trocar. Voltou correndo esperando que ou outro continuasse lá e quando chegou o encontrou agachado no chão, pensando seriamente do porquê estar ali, mas que logo se levantou agarrando sua mocihila. – Toma. – Kyung ofereceu – Assim você me agradece e eu te devolvo o dinheiro ao mesmo tempo.

– Valeu. – Pegou o de melão, tentando conter um grande sorriso, ele é fofo, pensou.

– Eu vou pegar o ônibus, você também vai? – Kim assentiu. – Então vamos juntos.

– Uh! – Mormurou concordando e puseram-se a andar.

No caminho enquanto chupava o seu, o Kim não tirava os olhos do melona do outro, poderia ser por causa de alguma referência sacana ao formato do picolé mas Do sabia que era só porque ele também queria aquele. – Quer trocar? – Perguntou e o maior assentiu frenético.

Trocaram os picolés e Kyungsoo não pode guardar o sorriso por achar graça da cara de pura satisfação e alegria do dongsaeng.

Bagunçou o cabelo do moreno, que lhe olhou confuso e um pouco aborrecido por dentro, não gostava que bagunçassem seu cabelo.

– Por quê fez isso?

Kyungsoo mais uma vez no dia sorriu. – Não é nada. Coma o seu antes que derreta. – Replicou sua fala e pôs-se a chupar seu melona, tendo o mais novo fazendo o mesmo.

Então alguns minutos se passaram, um silêncio agradável enquanto se refrescavam do pouco calor que fazia. – Hum… – Começou Jongin, parecendo hesitante, ou envergonhado. – Qual ônibus você pega?

– Linha B, e você?

– Ah… Eu pego a linha A… – Então os dois caíram no silêncio novamente, Jongin batucando em sua coxa, tentando esconder, mas a aflição lhe alcançando pouco a pouco e ele sem saber muito bem como agir ou o que estava acontecendo. – Você mora muito longe?

O moreno o encarou, achando suas perguntas um pouco estranhas, mas balançando a cabeça, pareciam até flertes de uma criança na puberdade, o que viria depois?

– Não muito, mas ainda é longe demais pra ir caminhando. – Levantou jogando seu palitinho na lixeira. – Mas é sério, você deveria terminar isso logo. – Comentou de modo descontraído visto que o outro mais olhava para o doce do que o comia, com isso Kim se sobressaltou, voltando a comê-lo.

Antes que Kyungsoo pudesse voltar a sentar junto ao outro seu ônibus chegou, então apenas se despediu, ditando um “é o meu” baixo e acenando antes de subir no transporte. Foi tão rápido que Jongin só pode retribuir o aceno Quando o ônibus estava quase a sair, ao que este já estava longe então o garoto também se levantou, jogando seu palitinho na mesma lixeira e seguindo o caminho contrário ao o do que acabara de ir embora. Por mais que tenha falado que pegava a lotação Jongin nunca ia de ônibus, sua casa era apenas a algumas quadras dali e mesmo que o ônibus lhe servisse seria um desperdício gastar dinheiro com isso. Porém não pôde negar que gostou de acompanhar aquele garoto, ia pensando nisso enquanto andava pelas ruas até sua casa, esperando ansiosamente por outro momento daquele.


Notas Finais


Pequeno? Sim, mas não quero ficar enchendo linguiça com esses bonitinhos, é isso até o próximo!! ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...