1. Spirit Fanfics >
  2. Caixinha de som >
  3. Único: Onde fui amarrar meu burrinho...

História Caixinha de som - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Ai gente, boa leitura!



Capa por: @doubtrack

Capítulo 1 - Único: Onde fui amarrar meu burrinho...


Mais uma vez Chenle estava prestes a ter um surto, ele já estava pensando na possibilidade de pegar aquela caixinha de som e jogá-la na casa do caralho.

Motivo? Seu namorado, irritante, escutando brega ‘funk’ no volume máximo, era insuportável. Enquanto Zhong tentava se concentrar em ler um livro sobre xadrez, o coreano fazia a maior zona no andar de cima escutando aquele tal de: “De quatro eu jogo o rabo.”

Tudo começou quando os dois estavam vendo vídeo aula juntos e de repente apareceu um recomendado com o título de “Sentadão”, claro que Jaemin, como um bom curioso, logo clicou no vídeo e a partir daí foi só por água abaixo. No início, Chenle até que curtia a batida, mas passou a se tornar intolerável desde que Jaemin escutava todos os dias. Todos mesmo. Vinte e quatro horas direto, só parava 'pra dormir e olhe lá. Estava impossível lidar com isso, o chinês de pavio curto já estava um ponto de enfiar aquela caixinha no, você sabe onde, do loiro.

ㅡ Cacete, Jaemin! Abaixa essa porcaria! ㅡ disse, não obtendo respostas.

Resolveu largar o livro no sofá com brutalidade e se levantar, subindo as escadas para ver que desgraça o namorado fazia escutando música naquela altura desnecessária.

Foi só abrir a porta do quarto que…

ㅡ De quatro eu jogo o rabo, de quatro eu jogo o rabo, sequência de toma toma, sequência de vapo vapo. ㅡ e lá estava o mais velho e mais irresponsável.

O loiro rebolava até o chão, no ponto de vista do Zhong parecia uma lagartixa se retorcendo de dor, puro mico, mas o coreano estava feliz e isso que importava.

Em passos firmes e rápidos, o nem tão baixo assim se dirigiu até a caixinha de som e a desligou, vendo os olhos do namorado se arregalarem em choque.

ㅡ Ah não, Lele, aí tu acaba com a 'onda, meu amor. ㅡ Jaemin até tentou ligá-la novamente, entretanto Chenle impedia o ato com firmeza.

ㅡ Que onda, Na Jaemin? 'Tá louco, garoto? Dá 'pra ouvir essa merda do outro lado da rua.

ㅡ 'Tá de paranóia, 'mano.

Chenle firmou mais ainda o olhar sério, repreendendo as atitudes ridículas do namorado, Jaemin nunca foi assim e não entendia o motivo das atitudes infantis.

O chinês pegou a caixinha, decidido a levá-la para algum canto e escondê-la. Tudo bem que esse não era o único objeto que o Na poderia usar para escutar suas putarias, mas qualquer um que fosse seria menos pior do que aquela caixinha barulhenta.

Todavia, Jaemin era teimoso e insistente. Se ele não tinha a música original, ele podia muito bem fazer o “cover”. Talvez, nesse momento, Chenle desejasse não ter começado a namorar o loiro chato, irritante e funkeiro ㅡ não que ele tivesse preconceito com funkeiros, mas esse papo de sair por aí levando uma caixinha no volume máximo, exibindo músicas com letras que te davam vergonha alheia, era cúmulo para si.

ㅡ É que eu sou virgem, amor, você pensa que eu já dei. Te falei não acreditou, juro que nunca sentei ㅡ e começou aquele passinho estranho que Chenle nem sabia o nome. Como alguém conseguia ter uma capacidade de coordenação motora tão boa para mover as mãos e o quadril ao mesmo tempo? ㅡ Bota, tira, empurra e encaixa, mas é sem machucar, bota, tira, empurra e encaixa, mas é sem machucar, bota, tira, empurra e encaixa, mas é sem machucar, hoje eu só quero te dá!

Chenle começou a pensar na possibilidade de o namorado estar chapado, porque a forma em que ele agia não era, com certeza, normal.

ㅡ Puta que pariu, onde amarrei meu burrinho? ㅡ choramingou, saindo do quarto.

Tinha certeza que Jaemin tinha perdido todos os seus neurônios.


Notas Finais


Qualquer erro ortográfico será corrigido futuramente. Obrigado por ter lido até aqui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...