1. Spirit Fanfics >
  2. Cálice de Sangue >
  3. Noite boa

História Cálice de Sangue - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Noite boa


Fanfic / Fanfiction Cálice de Sangue - Capítulo 11 - Noite boa

Pov Sebastian

Estava eu sentado na cama lendo um livro quando escuto Teresa resmungar alguma coisa e começa a mexer de um lado para outro parece que ela está tendo pesadelo melhor acordar ela nisso balancei ela e chamei pelo seu nome e ela logo acordou com tudo parecia que tinha visto uma assombração 


-o que aconteceu?-perguntou ela ofegante olhando para todos os lados depois olhando para mim


-você estava tendo um pesadelo!com que sonhou?-perguntei e nisso ela se levantou rápido 


-nada!-falou ela procurando alguma coisa na sua mala 


-nada sei então porque você ficou assim? e o que está procurando?-perguntei e nisso ela achou e enfiou na boca nisso me levantei e fui correndo na sua direção-cospe o remédio vai cospe!


-não!-falou ela ainda com o remédio na boca,mas logo consegui fazer ela tirar da boca


-achei que já tivesse parado de tomar médio!-falei e ela cruzou os braços e revirou os olhos-vai me passa todos os remédios que você tem na sua mala!


-não tenho mais nenhum!-falou ela olhando de lado para mala 


-então eu vou ver!-falei e nisso ela foi correndo em direção da mala mas eu fui mais rápido peguei ela no colo e coloquei ela na cama deitada e nisso mexi na mala dela e achei o remédio de sono e o calmante e mostrei para ela


-me devolve!-falou ela batendo com tudo na cama


-não já falei pra você,você não deve mais tomar esse remédio!-falei e saí do quarto rápido e joguei o remédio no banheiro de visita e logo voltei para o quarto e logo vi ela deitada novamente na cama logo fui do seu lado-agora eu quero saber porque você ainda estava tomando esses remédios e com o que você sonho!?


-bem já que quer tanto saber eu tomo esses remédios ser mais calma e ter tranquilidade comigo mesma mas não vou falar com o que sonhei só posso dizer que foi horrível!-falou ela se sentando 


-vai ser assim então não vai me contar!-falei e ela já começou a dar risada


-não Sebastian não!-falou ela e nisso ela foi sair correndo mas não deixei ela nem sair da cama logo comecei a fazer cócegas nela-Sebastian isso é golpe sujo tá bom eu fala mais para!


-ganhei de novo!-falei e estava esperando ela falar


-foi um pesadelo terrivel eu sonhei que estava andando na floresta e era assustadora essa floresta parecia não ter saída logo escutei alguém alguém me chamando então fui correndo na direção da voz,quando cheguei vi meu irmão no meio de um lago congelado e gritei para ele sair dali então como ele não saia eu fui na direção e quando cheguei perto ele se virou para mim e me abraçou e disse "mana minha vida está chegando ao fim e não tem nada que você possa fazer!" nisso uma sombra escura apareceu atrás dele eu dei um passo para trás e nisso meu irmão se virou para sombra e logo a sombra enfiou uma adaga na barriga do meu irmão ele se virou para mim e caiu no chão fui curar ele mas a sombra me proibiu de chegar perto dele e quando apareceu outra figura parecida com a morte a sombra foi embora e nisso me aproximei do meu irmão tentei curar ele o mais rápido possível mas a morte chegou e levou a alma do meu irmão e para eu não chegar perto do corpo do meu irmão novamente ela começou a quebrar o gelo e acabei caindo na água congelada mas consegui nadar para cima mas tive que ver o corpo do meu irmão indo para o fundo do lago foi horrível...logo a criatura das sombras apareceu de novo e disse "não matarei você mas matarei quem ama você ou quem você ama!"-falou ela quase chorando mas não chorou


-relaxa foi só um pesadelo não foi real!-falei abraçando ela


(Mais tarde)

Estávamos todos na Praia estava muito divertido eu e o irmão de Teresa até ficamos mais amigável logo conversei com ele e nisso fomos de mansinho e pegamos as meninas e colocamos nosso ombro e ficamos curtindo foi super legal o duro é só o sol.


(A noite)

Eu tinha acabado de tomar banho e estava morrendo de dor por uma queimada ou outra de sol nisso me sentei na cama devagar 


-sol é ruim para quem tem pele clara ou alergia bem como não saia de casa direito minha pele fica muito sensível ao sol até tenho um pouco de alergia mas não se preocupe tenho uma espécie de protetor calma pele parece um gel!-falou Teresa procurando na mala dela e colo ela estava linda com um vestido soltinho nisso ela achou e se levantou-quer que eu passe?


-por favor!-falei e nisso ela subiu na cama e ficou de joelho e logo começou a passar o gel na minha costa sua mão é tão macia parece de princesa e o jeito que ela tá passando é tão gostoso


-prontinho!-falou ela fechando o protetor


-já?-perguntei e ela deu risada


-já cachorrinho sem dono!-falou ela com um sorriso enorme no rosto


-quer que eu passe em você?-perguntei 


-se não for incomodar!-falou ela vermelha


-não vai incomodar!-falei e nisso ela se levantou e pegou e foi no banheiro e quando voltou estava sem o vestido só de roupa de baixo e toalha logo ela sentou na cama e só mostrou a costa nisso senti eu ficando todo vermelho logo comecei a passar e vi que ela estava se sentindo relaxada como eu estava me sentindo nisso parei de passar nela e senti vontade de beber sangue pois fazia 3 dias que eu não tomava sangue


-Sebastian com sede?pode tomar um pouco!-falou ela e eu como estava com muita sede fechei a porta rápido para ninguém ver e nisso me sentei na cama e virei ela de frente para mim e sua toalha acabou caindo no chão e nisso ela foi pegar a toalha e eu puxei ela para mais perto colocando ela no meu colo nisso ela virou o pescoço e eu mordi ele logo deu para sentir o sangue chegando a minha boca como sangue fresco é bom e mais ainda da vítima logo senti a respiração dela ficar ofegante acho que estou bebendo o sangue dela muito rápido-Sebastian!


-oi!?-falei e nisso parei de tomar o sangue dela e logo vi se curando o pescoço dela-estou te machucando?


-um pouco pois você está mordendo forte!-falou ela olhando para o lado-mas não precisa parar de tomar é só não morder tão forte!


-pode deixar pois eu não vou morder nesse exato momento pois quero fazer outra coisa!-falei e quando ela ia falar algo segurei firme na sua cintura e puxei ela mais perto ainda de mim dando para escutar sua respiração e nisso beijei ela um beijo tão bom pois foi correspondido logo coloquei ela deitada na cama e fique um pouco em cima dela mas não totalmente ela colocou a mão no meu pescoço quando fui descendo o beijo alguém bateu na porta e nós paramos com tudo o que estávamos fazendo ela pegou a toalha e entrou correndo no banheiro e eu abri a porta do quarto e era Isabel valeu mana


-oi Isabel!-falei 


-oi irmão espero não ter atrapalhado nada!-falou Isabel


-não mana não atrapalhou em nada!-falei e nisso Teresa apareceu atrás de mim


-oi Isabel!-falou ela com toalha no cabelo


-oi Teresa só vim avisar que eu e o Marcos vamos na cidade e queria saber se querem algo?-perguntou Isabel olhou com a gente com um olhar


-não eu não quero nada mais porque está nos olhando assim?-perguntei


-eu quero um novo protetor filtro 100,um protetor calma pele em gel e uma lembrancinha da praia por favor!-falou Teresa e foi até a bolsa dela e pegou dinheiro e deu para minha irmã-se faltar depois você me fala que eu dou o resto!


-ótimo pelo menos não vou ficar no tédio aqui nessa casa!-falou Isabel mas antes puxou Teresa para mais perto dela e pegou o braço de Teresa e deu uma mordida e logo começou a chupar o sangue dela nisso afastei ela da Teresa


-desculpe Sebastian não pude resistir boa noite para vocês espero que seja bom!-falou ela e antes que eu pudesse falar algo saiu dali mais rápido que uma estrela cadente nisso voltamos para o quarto e Teresa se deitou e logo acabou dormindo eu a cobri e desci para fazer algo com meu irmão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...