História CALIFORNIA COUPLES - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Froy Gutierrez, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Froy Gutierrez, Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 21
Palavras 1.400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 6 - A carta dos 13 anos


Fanfic / Fanfiction CALIFORNIA COUPLES - Capítulo 6 - A carta dos 13 anos

-Ah Sarah, é que assim, eu não tô afim de namorar no momento. A Karen é linda e tudo mais. Só que eu não quero namorar no momento.(ele diz dirigindo)

-Mas Shawn, você não é obrigado a namorar com ninguém se não quer.(digo olhando para ele)

-Okay, mas assim, eu não vou ter coragem, mas conversa com a Karen. Fala isso pra ela, que eu não tô afim de namorar no momento e que...(ele é interrompido pelo celular tocando)

-Quer que eu atenda?(pergunto)

-Claro, é a Aaliyah!(Shawn diz)

Pego o celular atendo.

-Alô?(digo)

-Oi, quem fala?(Aaliyah pergunta)

-Eu sou a Sarah, amiga do Shawn, é que a gente tá indo para o shopping e ele não pode atender por que está dirigindo, mas vou colocar o celular no ouvido dele.(digo)

-Okay, obrigada!(Aaliyah diz)

-De nada!(sussurro)

Coloco o telefone no ouvido de Shawn para que ele possa falar com ela.

-Shawn, a mãe tava perguntando se você vem aqui em casa amanhã.(ela diz)

-Olha, eu vou ver, mas é bem provável que sim. Eu posso levar 4 amigas? Quero que vocês as conheçam.(Shawn diz)

-Claro!! Então, vou desligar, depois a gente se fala.(ela diz mandando um beijo)

-Tabom, da um beijo no papai e na mamãe por mim. Beijo pra você!(Shawn faz barulho de Beijo)

-Nada um beijo para a Sarah!(Aaliyah diz)

Shawn vira para mim e diz:Ela te mandou um beijo!

-Diz que eu tô mandando outro!(digo sorrindo)

Shawn volta para ao telefone.

-ela está mandando outro!(Shawn diz)

-Tchau.(Aaliyah diz, sorri e desliga)

Guardo o celular de Shawn e então continuamos conversando por mais 5 minutos até chegarmos no shopping.

Estacionamos e fomos até o outro carro.

Meu celular começa a tocar.

-Alô? Leh?(pergunto)

-Oi Sarah, onde é que vocês estão??(ela pergunta)

-a gente tá no shopping, achamos melhor deixar vocês aí, não sabíamos se estavam dormindo ou não.(digo)

-Pois é, estávamos, e acordei agora. Cam tá dormindo, eu desci, e vi que não tinha ninguém, cara, vocês podiam ter avisado né?(ela diz)

-Sim, devíamos, mas desculpa...(digo)

-Tudo bem, vai se divertir. Vou voltar a dormir!(ela diz)

-Okay, beijos!(digo mandando beijo)

-Beijo!(Letícia manda beijo de volta)

Desligo e então explico para todos que ela não tinha gostado de termos saído sem deixar um aviso. Então fomos entrando para o shopping.

-Onde vamos primeiro?(Anna pergunta)

-Olha, eu apoio irmos comer e depois fazemos outras coisas.(Froy diz)

-Super apoio!(Karen  diz)

E então fomos comer.

Shawn, eu e Aaron pedimos Salada colorida.

Anna e Karen pediram arroz, batata frita, bife e suco de laranja.

Froy pediu um Hamburgão.

Enquanto a gente comia, conversávamos. E então terminamos.

Nós nos separamos, as meninas fizeram compras e os meninos fizeram outras compras.

Marcamos de nos encontrar às 19:00 na recepção do shopping.

Então eu e as meninas acabamos nossas compras e fomos para a recepção.

10 minutos depois os meninos chegaram.

A gente vai até os carros, colocamos as compras e voltamos ao shopping.

Pegamos um milk shake cada um e depois voltamos ao carro.

-Okay, Sarah e Aaron, preciso falar com vocês. Venham comigo.(Shawn diz)

A gente vai no carro com o Shawn. 

Karen, Anna e Froy foram no outro carro.

A caminho de casa.

-Beleza, eu só quero saber o que tá rolando entre vocês.(Shawn diz sorrindo)

-Olha, na verdade nem a gente sabe. Mas estamos deixando rolar. Não é?(pergunto olhando para Aaron)

-Claro, a gente deixa rolar e vê o que acontece.(Aaron diz me olhando)

-Okay, parem de se olhar, se começarem a se pegar no meu carro eu saio e deixo vocês aqui.(Shawn diz rindo)

-A gente não vai.(digo ainda olhando para Aaron)

-É, não vamos.(Aaron me dá um selinho e então coloca uma música)

Fomos ouvindo música e cantando.

Gravei alguns stories e logo chegamos em casa.

Pegamos as nossas comprar e estávamos indo até em casa.

-meninas, assim... A gente passou em uma loja, e compramos umas coisas para vocês. Achamos que vocês vão gostar.(Shawn diz)

-Então, eu passei em uma loja e comprei esse tênis para a Sarah... Hoje no verdade ou desafio eu vi o número da sandália dela. Então comprei. E também comprei esse casaco.(Aaron diz)

-Aaaaaah, muito obrigada Aaron!(digo abraçando ele)

-De nada!(ele me dá um beijo na bochecha)

-então, eu comprei essa jaqueta e essa blusa para a Anna. Eu acho que... Ela vai gostar.(Froy diz entregando a roupa para Anna)

Anna agradece Froy, eles se abraçam.

-Eu compre esse macacão para a Karen. Não sei se ela vai gostar, mas se você não gostar a gente pode ir lá e trocar. E tem mais uma coisa que ficou no carro. Vou buscar.(Shawn diz)

-Obrigada Shawn, meu Deus, obrigada mesmo.(Karen diz dando um abraço nela)

Shawn retribui o abraço e então vai no carro buscar a outra coisa que ele havia comprado.

Ele volta para dentro de casa.

-Então, é uma coisa simples. Mas eu te comprei um diário... Na verdade eu comprei 8 diários... Eu quero que escrevemos tudo o que acontecer conosco durantes dois meses. Literalmente tudo! E depois vamos colocar em uma caixa de madeira e vamos enterrar.(Shawn diz)

Quando ele disse isso, meus olhos encheram de lágrimas. A primeira vez que vim para o Canadá, eu enterrei uma carta dentro de uma garrafa no fundo da nossa casa.

Já tínhamos ela quando vim para cá. Primeiro meus pais, depois eu e meus irmãos.

Então corri para casa, peguei uma pá e comecei a cavar. Eu sabia exatamente onde estava.

Todos foram correndo atrás de mim sem entender nada.

Depois de alguns 12 minutos eu consegui achar a garrafa. 

Lavei ela por fora, sequei e então peguei a carta.

-Lê para a gente!(Shawn diz)

E então eu começo a ler.

"Eu sou a Sarah tenho 13 anos. Moro no Brasil e vim de férias para ao Canadá. Meu pai está comprando essa casa. Depois de séculos a nossa vida finalmente está melhorando.

Eu e meus irmãos brigamos direto, queria poder não brigar mais com eles.

Minhas primas, Manuela e Geovana são as melhores primas que alguém pode ter. Semana passada quando eu estava no Brasil. Elas me disseram:"Você não é ninguém. Não sei o que está fazendo no mundo. Você é uma imunda!". Mas eu sou alguém. Eu estou no mundo por que Deus me deu uma chance de vida. E eu não sou imunda. Eu amo as minhas primas. Mesmo elas não gostando de mim!

No começo eu achei que isso que elas me falaram "nada de mais". Só que depois isso foi me machucando, tava doendo já.

Meu coraçãozinho de criança não aguenta isso.

Ontem eu havia amarrado uma corda, dado um nó, e eu ia me enforcar... Mas a minha mãe, por sorte chegou na hora.

Ela começou a chorar tanto, a entrar em desespero, que eu fiquei em choque.

Sarah do futuro, eu espero que você esteja lendo isso, e que não tenha tirado sua vidinha! Deus te ama."

E finalizei a leitura da carta com lágrimas nos olhos. Li em inglês para os meninos entenderem.

Logo depois eles vieram me abraçar.

Ficamos muito tempo naquele abraço em grupo.

Logo ajoelhei no chão e agradeci por não ter tirado minha própria vida.

Fiquei um tempo em choque, foi difícil ter lembrado daquilo. 

Anna e Karen me levaram para dentro de casa. Shawn e os meninos foram comprar sorvete e logo voltaram.

Froy colocou nas taças e serviu a gente.

Eu não consegui comer tudo. Foi difícil demais ter lembrado daquilo.

Comi um pouco do sorvete.

Shawn veio, pegou em minha mão e me levou até o meu quarto.

-Sarah? Você já teve depressão?(ele pergunta)

-Início.(digo)

-Oh meu Deus!(ele me abraça)

-Ta tudo bem.(digo)

-Não Sarah. Não tá, nem um pouco. As suas primas fazerem isso com você não é normal. Sah, isso é coisa de outro mundo. Meu Deus, elas são família, deveriam falar coisas bonitas para ninguém da família se sentir tão mal a ponto de querer tirar a própria vida.(Shawn diz indignado)

-shawn, é sério, tá tudo bem. Eu tô bem, elas estão bem. Deu!(digo com a voz calma, mas querendo chorar)

Shawn me falou mais algumas coisas, depois voltamos para a sala.

-Tudo bem Sarinha?(Karen pergunta)

Eu aceno com a cabeça que sim e então me sento no sofá.

Aaron me deu um selinho e perguntou se eu estava bem.

-Tô bem, obrigada!(digo encontrando a cabeça em seu ombro)

Tomamos um sorvete, vimos 2 filmes e depois os meninos se despediram e forma embora. Letícia dormiu lá mesmo na casa dos meninos.

Depois que eles foram embora. Me levantei e fui para o meu quarto.

Entrei no banheiro, enchi a banheira. Entrei dentro e fiquei lá, pensando em tudo.

Acabei adormecendo na banheira.

São 03:00, Karen e Anna entram em meu banheiro.

-Meu Deus, Sarah?? Sarah acorda??(elas dizem me chamando e me puxando)

Elas me colocam em cima da minha cama, me embrulham e ligam o aquecedor.

Minha boca estava roxa, eu estava com muito frio.

Depois de quase uma hora consegui me esquentar, então as meninas pegaram a coberta delas e foram dormir em meu quarto.

No dia seguinte.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...