História Caligem: Encruzilhadas ( segunda temporada) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Comedia, Drama, Jikook
Visualizações 12
Palavras 1.610
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 15 - Procurados


Fanfic / Fanfiction Caligem: Encruzilhadas ( segunda temporada) - Capítulo 15 - Procurados

Eu só queria uma vida tranquila com Jungkook, Niko, meus irmãos e amigos! Mas isso não estava sendo possível, desde que nasci que luto pra sobreviver a essas coisas...Na TV anunciou a procura de Heechul e Jungkook, agora os dois eram foragidos e toda vizinhança sabia?! Como íamos ficar juntos assim?! Eu estava arrasado! sugerimos que ele voltasse para a Espanha, com passaporte falso. Mas ele não queria ir sem mim, enquanto eu não terminasse a história com Asmodeus não poderia ir. Então com o coração partido tinha que me despedir por um tempo. 

-- Eu não quero ir sem você Jimin! 

-- Eu coloquei você em risco de novo! Preciso resolver as coisas com as Asmodeus e vou encontrar vocês.

-- Isso vai demorar?

-- Eu não sei. 

-- Partimos amanhã...* Eu deixei umas lágrimas caírem, não dava pra não ficar triste, afinal ficamos quase três meses separados.*

-- Jimin eu quero você...* Eu o abracei forte queria sentir o cheiro dele, um beijo demorado e cheio de paixão surgia ali depois de tanto tempo sem nos amar...Jungkook prendeu minhas mãos no alto da cabeça, já deitados no chão, Ele passeava sua língua pelo meu abdômen chegando a virilha, me fazendo soltar um gemido baixo, entre toques ousados ele me virou de costas passando a língua na minha entrada me deixando um tanto louco. Me pôs sentado em seu colo, conforme eu rebolava ele gemia quase em um sussurro...nossos corpos entraram em combustão... eu sentia tanta faltá do corpo dele no meu que era impossível se segurar por muito tempo, como sempre não havia delicadeza eu gostava forte, fundo e intenso, mesmo que doesse, o prazer que sentia com suas habilidades não era comparável a nenhum outro, eu amava senti lo dentro de mim, amava quando me arranhava todo, amava o jeito que gemia no meu ouvido e o quanto seu corpo era quente, amava ser o responsável por faze lo ele gozar...

-- Ah, Jimin eu senti tanta falta do seu corpo delicado, seu cheirinho doce.

-- Eu também senti muito. 

-- Eu prefiro enfrentar tudo a te deixar de novo! Eu não quero ficar longe! Por favor deixa eu ficar aqui escondido no porão?

-- Ah, Kookie eu tenho tanto medo deles te acharem!

--Sei que o Moonji tá puto comigo, mas ele sabe fazer aquelas macumbas de deixar as coisas imperceptíveis! Fala com ele Minie! Eu não posso ficar sem você de novo! Por favor! Vai?! * Jungkook me deu um monte de beijinhos no rosto com cara de garoto sapeca, como eu não sabia dizer não a ele, fui conversar com Moonji.

--Moon! 

--Já fiz o feitiço! A entrada do porão só pode ser vista por nós! Heechul também vai ficar lá.

--Nossa você me assusta as vezes, sabia?!

--Idiota, não foi premonição! Eu sabia que você ia ficar moribundo sem eles, por isso adiantei as coisas .

-- Ai Moonji eu te amo tanto!!!* Eu agarrei Moonji dando beijos nele o fazendo rir, coisa que não via a tempos, um sorriso doce.

--Para Minie! Eu também amo você! 

-- Ah que fofo! Agora eu! quem vai me dizer que me ama e me encher de beijos?!* Abadom*

--Volta pra o inferno carniça! * Moon*

--Hum, não precisa magoar 8Também! Tão bonitinho e tão amargurado? Seus namorados não estão dando conta?! Eu posso resolver isso pra você!  * Abadom*

--Nem ouse chegar perto do Moonji, seu esquisito! * Theliel saiu do quarto meio zonzo ainda, seu ferimento foi grave e Moon só colocou o osso da asa no lugar e fez uma espécie de soldagem com magia, mas ia levar um tempo até que se recuperasse.*

-- Theliel! Não devia levantar! 

--Eu não ia deixar esse monte de lixo se insinuar de maneira vulgar pra você Moonji, eu sei que não lembra mas você é meu! * Moon ficou envergonhado e chateado, Pois lembrou que transou com Heechul a poucos dias, mas sentia uma atração forte pelo anjo.*

--Okay! Agora chega! Bora Abadom recuperar o restante dos espíritos! Faltam apenas 20 agora! *Falei tentando amenizar a situação, Logo Freya se juntou a nós e saímos. Por volta de seis da tarde retornamos Jungkook e Heechul faziam a janta enquanto Niko assistia desenhos com Theliel. Moonji  observava aquilo, sentiu um aperto no peito, ele não lembrava que havia perdido seus filhos. 

--The, você seria um bom pai. * Falou um tanto triste.*

--O que foi bebê? Parece triste! 

-- Eu não sei dizer, quero te mostrar uma coisa! algo me diz que você vai saber explicar melhor. * Eles foram até o quarto dele, Moon abriu um armário e lá dentro estavam guardadas suas adagas.*

--O que são essas adagas? Toda vez que vejo a Niko penso nessas coisas e fico mal! Eu não entendo...

-- Ah, meu bem, não sei que você vai querer lembrar disso. 

--Por favor The! Me diga...

--Moonji, isso vai te magoar! 

--Caralho! Ninguém me conta nada! Eu já tentei ver meu passado com todos os feitiços possíveis! E impossíveis! E não tenho êxito! Você diz que me ama! E que eu te amava! Mas também não me conta nada! * Moonji já chorava ao dizer tais palavras.*

--Justamente por te amar não quero que saiba! Vai sofrer de novo! 

--Não é justo...

--Tá bom! Só pare de chorar me parte o coração te ver chorar assim.* Moon limpou as lágrimas e tentou manter o controle. *

--Obrigado...

--Moonji tem certeza que quer mesmo saber?

--Quero. 

--  Você lembra do estupro, com clareza?

-- Infelizmente cada detalhe, parece fresco na minha memória.

--Sabe que foram dois os abusadores, então?

--S- sei...* Ele afirmou inseguro.*

-- Você engravidou Moonji, os filhos eram de Azazel. Anael mandou alguém para matar seus filhos e teve êxito.  Você já havia aceitado a idéia de que teria dois meninos. Mas seu pai mandou Taehyung mata Los antes que nascesse. Você forjou as adagas com o sangue e as cinzas deles, sinto muito meu bem. * Moonji chorava tanto que dava pena, Theliel se aproximou o abraçando. *

--Como pude esquece -los?

-- Não é  culpa sua, não lembrar. 

--Mas eu queria lembrar...* Eles estavam tão perto um do outro, no peito um coração acelerado, e um desejo enorme de beijar o anjo o fez perder o medo, Moonji subiu no colo dele o deixando um tanto confuso, as mãos delicadas dele acariciando sua barba dourada, um beijo inesperado aconteceu, Moonji foi deixando seu fogo subir num nível alto o suficiente para se queimar e amou Theliel de uma forma intensa e avassaladora. Não ligou por estar ainda  em seu período fértil que dura em média cinco dias, no caso dele, como Theliel não podia ter filhos não se preocupou em se prevenir, afinal não havia riscos. ( será?) Com Heechul ele se preveniu. Não ia ser bobo de ter um filho com 20 anos, ainda mais com um humano, olha a merda que seria?! Pois bem depois que transaram ficaram deitados juntinhos um bom tempo. 

--Você tá um pouco diferente, Moon! Tá muito assanhado! Mas continua doce!

-- Eu não sou mais o mesmo, e não crie expectativas, Você é gostoso e eu adorei ficar com você, mas estou confuso sobre o que sinto. E eu fiquei com o Heechul e também estou confuso sobre isso, Não vou enganar você ou ficar fazendo a sonsa! 

-- Ah, Moonji! O Heechul?! Eu não vou dividir você com ele! Não mesmo! 

--Theliel! Volte aqui! 

-- Enquanto não souber o que quer, não me use! Por favor, eu amo você! Mas eu não vou aceitar que fique comigo estando com ele! Decida se e então conversamos!* Theliel saiu do quarto puto, olhou para o Heechul na cozinha que terminava o jantar e foi para o quarto pegou a carta que Moon escreveu a dois anos. Levou até o Quarto dele e deixou em cima da cama, enquanto Moonji tomava banho, saiu ainda chateado. Meu irmão viu a mesma na cama e  ainda enrolado na toalha sentou se curioso lendo a carta em seguida, era sua letra e ainda tinha seu cheiro nela, quando terminou, queria realmente nunca ter voltado, doía saber que o que tinha com Theliel era real e não lembrar o frustrava tanto.*

--Theliel o Moon não vai descer pra jantar? *Heechul O perguntou um tanto chateado.*

-- Por que você não vai lá ver?!

-- Você esteve com ele um tempão e não sabe dizer?

--Não fode Heechul! já que tem tanta intimidade com ele vai lá e pergunta! * Ninguém entendeu nada, Heechul foi ver o que havia acontecido... Theliel  não jantou acabou por sair um pouco.*

--Moonji?!  Não Vai jantar?!* Ele não respondeu, então Heechul entrou a porta tava só encostada, ele dormia com os olhos inchados e os rosto ainda molhado de tanto que chorou, a carta agarrada a mão. Heechul a pegou o cobriu e leu a carta, ficou triste, a data era de dois anos atrás ele não sabia que Moonji não lembrava de seu passado, Então decidiu ir embora e deixar os dois se acertarem. Heechul estava sendo procurado pela polícia local e estadual e pelo Conselho dos sacerdotes, como já sabia se o Conselho o pegasse seria morte na certa! Durante a madrugada ele saiu e mais a frente o pessoal do Conselho o espreitava, esperando uma oportunidade de captura lo e infelizmente como eram mais de três, Heechul não deu conta deles, sendo  levado ao Conselho para ser Julgado. 

De manhã notamos a falta de Heechul e quando íamos começar a procurar a polícia bate a porta! 

--Temos um mandado de Busca! Contra Jeon Jungkook e kim Heechul, Abram a porta! * Nos entre olhamos ! *

--Fudeu...






Notas Finais


Espero que estejam gostando! Comentem favoritem! E até amanhã se Deus quiser!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...