História Call me before you die - yoonkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga)
Tags Bangtan Boys (BTS), Death, Kpop, Morte, One-shot, Yoonkook
Visualizações 111
Palavras 786
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Policial, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tô na escola mas quis fazer uma historinha.

Capítulo 1 - 001;;single




JUNGKOOK.


— Yoongi, eu não quero saber sobre o seu trabalho, eu já disse que não vou te apoiar nisso, e você sabe. - falei tentando não parecer irritado 


— mas Kookie, eu só consegui esse trabalho. - Yoongi disse abaixando a cabeça


— claro que não foi isso Yoongi, ninguém vira garoto de programa por falta de opção, você é meu namorado, e dorme com outros homens. Eu não consigo aceitar isso, você não procurou por trabalho de forma correta. - falei baixo


Yoongi não disse nada, apenas continuou de cabeça baixa e eu pude ouvir alguns fungado dele. Minha maior vontade no momento era abraça-lo e dizer que o amo muito e que vou protegê-lo, mas não vou fazer isso. 

Continuamos sem falar nada por no máximo quinze minutos até que Yoongi começasse a falar.


— acompanhante de luxo. - Yoongi disse 


— o quê? - perguntei sem entender.


— eu sou um acompanhante de luxo, e não uma puta como você pensa, você não sabe com o que eu trabalho e fica fal.. - interrompi Yoongi


— você transa com todos os seus "clientes" de qualquer jeito, então praim você é uma puta sim Yoongi, as vezes quero ir em algum jantar com você mas você nunca, nunca está comigo, toda noite eu fico sozinho em casa. E você passa horas transando com sei lá quantos homens. - disparei


— Jungkook, tente me entender, não achei esse emprego por vontade própria, uma senhora me ofereceu um emprego e eu aceitei.- Yoongi respondeu 


— Yoongi você não pensa, essa mulher poderia ter te atraído pra esse lugar e te matado, ou te sequestrado ela poderia fazer milhares de coisas com você, as vezes você age como uma criança. 


— acho melhor nós darmos uma tempo nisso, nosso relacionamento não vai pra frente de qualquer jeito, então vamos terminar logo de uma vez. - falei novamente.


Estava prestes a sair de casa, quando Yoongi segurou meu pulso e me virou para sua frente. Eu por um momento pensei que ele iria me dizer "tudo bem, eu procuro outro emprego" mas não foi isso que eu ouvi.


— Jungkook, eu estou doente, não posso ficar aqui sozinho você sabe.


— eu não ligo, peça para algum de seus clientes, eles vão te ajudar.


— mas eu quero você Jungkookie - Yoongi disse

— só me ligue quando estiver morrendo, talvez eu venha te ajudar.


Sai de casa com a cabeça a mil, meu coração estava tmmotalmente descontrolado, e chorava, várias pessoas me olhavam tentando me ajudar mas eu só corria.


[>>>>]


Estava em um parque bem afastado de tudo, quando senti meu celular vibrar em meu bolso, era Yoongi tentei não atender mas a minha preocupação foi maior que eu.


ligação


Jungkookie, que bom que você me atendeu, eu estou morrendo. Eu te amo, nunca vou esquecer de você, e se reencarnação realmente existir eu quero estar com você na outra vida. - yoongi falou baixinho e desligou


Eu me senti um monstro, peguei o primeiro táxi que encontrei e fui para casa, vi Yoongi deitado na cama, corri até ele, vi se estava com pulsação e para minha sorte ainda estava. Procurei por algo suspeito e vi a caixinha de remédios de Yoongi vazia, arregalei os olhos e rapidamente liguei para uma ambulância.


[>>>>]


Yoongi já estava no hospital a algumas horas, por eu ser médico pude fazer todos os exames nele, seu coração estava muito fraco, mas eu fiz o impossível para mantê-lo vivo, e consegui.


— doutor Jeon, o paciente Min Yoongi acordou. - minha secretária avisou.


Sem pensar duas vezes corri até o quarto que o baixinho estava e pude ver ele encarando o teto.


— seu idiota, nunca mais faça isso - falei


Yoongi deu um pulinho por ter tomado um susto.


— me desculpa, eu só queria te dar um presente de aniversário descente esse ano, por isso fui procurar um trabalho, pra comprar uma coisa boa pra você esse ano Jungkookie,por favor não termina comigo. - Yoongi falou desesperado


Senti a culpa se espalhar por meu corpo e quis chorar, me senti um babaca por ter ofendido tanto Yoongi, e me senti um completo idiota.


— eu tenho que me desculpar yoonie, eu fui muito infantil, meu ciúme tomou muita conta de mim. Então me perdoa por favor Yoongi.


— é claro que eu te perdôo seu bobão. - Yoongi me respondeu.

— eu te amo. - me aproximei de Yoongi.


— eu também te amo.


Juntei nossos lábios e pude sentir Yoongi sorrir durante o beijo, ele levou suas mãos por meus cabelos e fez um carinho ali. Quando a falta de ar se fez presente separamos o beijo e sorrimos.


— eu te amo muito Yoongi...



Notas Finais


Não revisado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...