História Call Me Daddy (Yoongi e Jimin) - Capítulo 15


Escrita por: e NusiaMin

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Appa, Chimchim, Daddy, Incesto, Jimin, Oppa, Suga, Yoongi
Visualizações 133
Palavras 1.216
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Princesinha Travessa


Fanfic / Fanfiction Call Me Daddy (Yoongi e Jimin) - Capítulo 15 - Princesinha Travessa

S/n On

Pesadelo On

Estava com a mamãe no carro, riamos com as fotos que tínhamos tirado antes de sair.

Ela me entrega um colar que ela ganhou da vovó

É um colar de família, simples, mas muito valioso.

Estávamos conversando coisas aleatórias. O sinal abre e ela volta a dirigir, quando vejo um caminhão vindo desgovernado em nossa direção, fecho os olhos por causa das luzes do farol e sinto ela me abraçar e sussurrar um "Eu te amo filha"

Ela se joga na minha frente, apertando o abraço

Pesadelo Off

- AAAAAAAAAAAAAAAH

Pesadelo On

Abro os olhos por uns instantes e vejo ela desacordada, toda ensanguentada, aquilo me deu um desespero enorme, eu não sabia o que fazer, não tinha forças nem pra gritar por ajuda, só o que eu fiz foi chorar.

Pesadelo Off

- Acorda por favor

Pesadelo On

Sinto meu corpo enfraquecer e a visão escurecer, eu simplesmente apago.

Pesadelo off

- Não! Mamãe

...

Pesadelo On

Cai de joelhos chorando e os médicos tentavam reanima-la, o que foi inútil

Pesadelo Off

- MAMÃE NÃO ME DEIXA, POR FAVOR


S/n Off

Yoongi On

Acordo com alguns gritos, era S/n. Olhaoela em cima de mim se debatendo em meu peito, gritando pela mãe

Eu a abraço tentando acorda-la

- S/n, filha acorda!

Ela acorda gritando, muito assustada e chorando

- Shiiiu! Calma calma, S/n eu estou aqui

S/n: - P-papai?

- Filha, o que houve?

Ela me abraça chorando

S/n: - Tive um pesadelo

- Está tudo bem meu anjo - Passo a mão em seus cabelos - Eu estou aqui agora, foi só um pesadelo

S/n: - M-muito s-sangue...

- Hun?

A mesma apaga novamente

 - S/n? S/n, filha acorda! - deito ela ao meu lado e me levanto - Filha acorda

Ela não responde e eu começo a ficar desesperado

- S/n por favor meu anjo, acorda, filha por favor - Ela continua sem nenhuma reação - Meu anjo... Por favor -

Me levanto e desço correndo à procura de um dos meninos pra me ajudar. O único que encontro, infelizmente, é o Jimin, ignoro e ando a casa toda a procura dos outros, mas não tinha ninguém além daquele infeliz irritante.

Volto indo até Jimin, sem falar nada, saio puxando ele até meu quarto

Jimin: - Ya me solta!

- Cala a boca e me ajuda - Entro no quarto com ele e vou ate a cama - Ela não quer acordar, eu não sei o que fazer, me ajuda - Respiro fundo - Me ajuda Jimin

Jimin: - O que aconteceu?

- Ela teve um pesadelo, acordou, ficou chorando e apagou do nada - Digo preocupado

Jimin: - Ah S/n - Ele sussura indo até ela e se agaixa e começa a cantar baixinho acariciando minha filha.

Ele estava cantando a música solo dele, Serendipity. Confesso que era uma música muito bonita, mas não entendo no que isso vai ajudar minha filha

É aí que a vejo abrir os olhos lentamente, olhando o Jimin. Quando ela percebe do que se trata, ela sorri fofo

S/n: - Minha penicilina - Ela o abraça

Ele retribui no mesmo instante

Logo ela abre um dos braços e me puxa para um abraço

Não eu não queria mas acabei retruindo, mas solto logo depois me levantando

S/n: - Pra onde vai papai?

A olho sério

- Se precisar, estarei lá em baixo

S/n: - Mas papai, não amanheceu ainda

- Eu sei, não se preocupe, não ficará sozinha. Jimin está aí com você - Digo em um tom mais baixo e me viro novamente indo até a porta

Com medo do que poderia acontecer

Eu sei que não é uma catástrofe Jimin ficar no mesmo quarto que minha filha

Mas minha mente não ajuda, me faz pensar coisas insanas terríveis. E por incrível que pareça, isso está me incomodando, mais do que o normal, mais do que deveria.

Suspiro pesado e saio do quarto descendo as escadas, vou até a cozinha e abro o armário e pego uma das bebidas que havia lá, sem mesmo precisar de um copo abro já começando a beber.

Parece ser idiotice ou infantilidade, mas não é, eu sou assim, quando não gosto de algo, quando algo me atinge, eu só sei ignorar e beber. Parece que ativo uma espécie de barreira, começo a evitar todo mundo.

S/n está me deixando assim, e eu mal sei o porquê

Yoongi Off

S/n On

Não sei porque, mas acho que ele ficou com ciúmes. Não, deve ser coisa da minha cabeça

- Chimmy

Jimin: - Oi princesa?

- Vamos para o meu quarto. Eu tenho que escrever uma coisa no diário

Jimin: - Princesa seu pai não vai gostar, não acha melhor trazer seu diário pra cá e depois que escrever, guardar de novo?

- Não Jiminie. A mamãe morreu sem saber o real motivo dele ter deixado ela. Não acho certo escrever pra ela aqui no quarto dele

Jimin: - Okay princesa, mas seja rápida, sabe o quão chato seu pai consegue ser - Ele se levanta e me pega me levanto até meu quarto

- Senta aí Mochi - Aponto para a cama e sigo para a escrivaninha. Pego meu diário e o abro com meu colar. Sim, meu colar era a chave para o diário.

Começo a escrever pra a mamãe, como sempre faço quando estou triste, medo, assustada ou confusa.

Jimin se senta na cama e fica me olhando

- Que foi Chimmy?

Jimin: - Nada - Ele sorri - Eu só admiro o que você faz, escreve todos os dias pra sua mãe, eu acho bonito

- Pensei que me achasse louca - Fecho o diário e vou até ele, sentando de lado em seu colo - Todo mundo me achava maluca

Jimin: - Eu não sou todo mundo - Ele sorri me abraçando - Eu admiro esse respeito e consideração que tem pela sua mãe, e ainda faz tudo isso, mesmo sabendo que ela está...

Baixo a cabeça suspirando

Jimin: - Enfim... Eu não te acho louca por isso, aliás, é uma das coisas que eu mais admiro em você

- Uma das? Quais são as outras?

Jimin: - Sua paciência, sua delicadeza com as coisas e o seu jeito de lidar com os problemas, nunca desiste - Sorrio

O abraço de lado - Te admiro também oppa

Jimin: - Admira?

- Sim. Você é tão calmo, fofo, gentil

Jimin: - Obrigado princesa

Dou um selinho nele - Vamos dormir

Jimin: - Vamos voltar pro quarto do seu appa, aí eu coloco a princesinha pra dormir

- Eu não quero dormir sozinha - Faço bico

Jimin: - Você não vai, eu vou ficar com você ate seu pai chegar

- Tá bom oppa

Fico de frente pra ele, entrelaçando as pernas em sua cintura - Me leva Jiminie - Rio fofo

Ele me segura e se levanta saindo do meu quarto e entrando no do meu appa, logo me colocando na cama

- Amigo, fica aqui

Jimin: - Eu vou ficar

Me deito puxando ele

Jimin: - Tenta dormir

Deito em seu peito e fecho os olhos

- Mochi, faz carinho - Peço manhosa

Jimin: - Princesinha mais folgada - Ele começa a fazer carinho em meus cabelos

Acaricio sua barriga e dou beijinhos em seu peito

Jimin: - Agora dorme princesinha

- Se eu dormir você vai embora, não vou dormir

Jimin: - Claro que eu não vou embora, eu sei que você não gosta de dormir sozinha

- Eu quero mais carinho

Jimin: - Tá tá - Ele volta a me acariciar

- Não Jiminie - Pego sua mão - Não é esse tipo de carinho que eu quero

Jimin: - Como então?

Levo suas mãos até meus seios

Jimin: - S/n, princesinha travessa, o que pretende com isso?

Yoongi: - É, o que pretende com isso?

- Papai?














Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...