História Call Me Murderer (Vkook-Taekook) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Kookv, Markson, Menção Jikook, Taekook, Vkook
Visualizações 252
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Thirteen..


Só espero um dia.. Que seja feliz com alguém que lhe merece.. Que tenha sua família.. Que me esqueça.. Eu te amo Jeon Jungkook.

________

Jogo a roupa de um jeito desajeitado na mala, as lágrimas desciam pelo meu rosto deixando seu rasto, estava tão difícil lidar com esta situação, Jeon havia voltado com o Jimin e isso foi o que me fez tomar esta atitude, eu quero muito que ele seja feliz, mas não iria ficar aqui para ver isso, eu ja admiti... Eu o amo... E ver a pessoa que você ama fugir entre seus dedos e ainda ficar com outra pessoa é torturante..

A campainha começou a tocar desesperadamente, limpo os rastos de lágrimas com a manga do moletom e suspiro olhando para o teto..

Caminho até a porta e abro a mesma vendo a figura do Jeon, não por favor... Tento fechar novamente a porta porem ele coloca o seu pé no meio impedindo que eu continue a minha ação.. Ele empurra a porta e entra fechando a mesma e me encarando..

-O que você quer? -Pergunto o olhando, ele já não estava feliz?? Já sabe quem é o assassino dos seus pais, voltou com o Jimin, o que lhe custa me deixar ir embora??

-Para com esse teatro Taehyung! -Fala sério, teatro?? O olho incrédulo e reviro os olhos soltando um riso irónico..

-TEATRO JEON? ESTA DE GOZO COM A MINHA CARA? VOCÊ QUE NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE FALA QUE ME AMA, QUE ME QUER MAS NO MOMENTO SEGUINTE ESTA COMENDO O JIMIN NA FRENTE DE TODOS! E EU QUE ESTOU FAZENDO TEATRO? EU NÃO ESTOU AQUI FAZENDO NADA! -Grito sentindo meu peito arder, sabe eu realmente já não sabia de nada, não me conhecia mais, não sabia de nada que estava acontecendo na minha vida, eu queria apenas chorar e cagar no mundo, me esconder e terminar com a minha vida.

-CALA A BOCA KIM! FOI VOCÊ QUE PEDIU ISSO! VOCÊ ACABOU COM A MINHA VIDA SEU FILHO DA PUTA! -Grita.. Não... Ele não falou aquilo.. Controla-te Taehyung.. Vejo ele arregalar os olhos.. -Desculpa-me... Eu não queria.. Por favor.. -Fecho os olhos já chorando novamente e não poupo no soco que lhe dei, o outro dá alguns passos para trás e eu aponto o dedo no seu rosto..

-OUVE BEM JEON, DE MIM PODE FALAR TUDO! PODE ME CRITICAR, PODE ME CHAMAR NOMES, PODE ME FAZER SOFRER.. MAS NUNCA TOQUE NO NOME DA MINHA MÃE DESSE JEITO! PORQUE ELA NÃO ESTA AQUI PARA SE DEFENDER! E SABE PORQUE?? PORQUE SUA FAMILIA ACABOU COM A SUA VIDA PELA MERDA DA CONCORRÊNCIA, FEZ UMA CRIANÇA CRESCER SEM PAIS, SER MAL OLHADO PELAS OUTRAS CRIANÇAS, SOFRER EM SILÊNCIO, FOI SUA FAMÍLIA QUE COMEÇOU ISSO! SE ELES NÃO TIVESSEM MEXIDO COMIGO, NEM COM OS MEUS PAIS NADA TINHA ACONTECIDO! ENTÃO SE HÁ UM CULPADO NESTA HISTÓRIA SÃO OS SEUS PAIS QUE PREFERIRAM MATAR, FAZER PESSOAS SOFRER PARA SE SENTIREM SUPERIORES! -Grito, ele chorava junto a mim, fui baixo? Talvez tenha sido.. Mas ao ponto de ele me chamar filho da puta, desculpem mas não perdôo ninguém..

-Me desculpe... -Fala baixo, olho para o sofá chorando, avisto meu celular perdido ali, caminho até o mesmo e o estendo ao Jeon que me olha..

-Ou você me denuncia e eu vou para a prisão, ou me deixa ir para o Canadá... -Falo sério, ele olha para o celular e depois para mim.. E fecha os olhos..

-Vá embora... Só espero que me perdoe..-Fala baixo e assim se retira da minha casa me deixando sozinho.. Novamente.. Me sento no sofá e apoio os cotovelos nos joelhos e esfrego o rosto chorando..

___________

-Ele teve a coragem de vir até aqui? O garoto quer morrer... -Fala Mark andando de um lado para o outro, suspiro e fecho os olhos com força..

-Eu sou a segunda opção dele, você reparou que sempre que ele briga comigo ele corre para os braços do Park? E depois fala que me ama?? -Pergunto fazendo desenhos imaginários na minha perna..

-Eu acho que ele esta demasiado louco.. -Fala Jackson, o olho e ele continua...- Ele sempre viveu rodeado de garotas, um namorado possessivo mas que o amava mesmo assim, ele tinha uma boa relação com os pais antes dele ficar rebelde e começar a discutir com seus progenitores, depois terminar com o Jimin e do nada fala amar o Taehyung, sempre que briga com o Tae volta com o Jimin mas eles nunca terminam realmente.. Não acham isso no mínimo estranho? -Pergunta olhando para mim e depois para o Mark, contando assim até têm suas desconfianças..

-Como se ele quisesse alguma coisa do Taehyung mas tivesse medo de perder o Park... -Fala Mark, os olhos..

-Ou então... Ele desconfiava do Taehyung à muito tempo, segundo você ele apenas beijou sua testa e saiu... Ele já desconfiava.. E queria que você confimar-se isso Taehyung... - Arregalo os olhos e nós os três nos encaramos..

-Ele e o Jimin....

_______________

Nós os três caminhávamos pelos corredores do aeroporto, várias pessoas passavam por nós apressadas ou simplesmente se despedindo dos seus familiares, sentamo-nos num banco enquanto esperávamos a chamada para o nosso vôo, Mark estava inquieto..

-Eu estou com uma má impressão... -Fala o outro, eu e o Jackson o olhámos.. -Eu simplemente sinto que algo vai acontecer.. Aconteça o que acontecer permaneçam juntos.. -Fala, eu e o namorado do outro afirmamos e ficamos juntos até o vôo ser chamado.. Porém antes de conseguirmos chegar ao portão de embarque ouvimos um grito masculido bem alto..

-ELE ESTÁ ALÍ! -Nós os três olhámos para trás vendo um grupo de policiais e o Jimin.. Eu sabia... Os policiais vêm até mim me algemando..

-Mas o que está acontecendo?? -Pergunto confuso, Jackson e Mark tambem estavam sendo algemados, Park se aproxima de mim sorrindo..

-Pobre coitado que entrou no jogo do Jeon e contou tudo..-Fala, arregalo os olhos.. Não pode ser.. Não acredito nisto.. -Afinal não és assim tão inteligente.. -Fala rindo... O olho com raiva... Eu simplemente não queria acreditar naquilo.. Olho para o Mark que se encontrava que nem eu, todos estávamos bugados.. Afinal Jeon realmente nunca me amou.. Tudo foi um plano dele.. Com este desgraçado... Fecho os olhos e os policias começam a nos levar para fora do aeroporto... 

Eu só queria chorar.. Me sentia traído.. Magoado, sem saber o que fazer.. E com muita raiva.. Mas muita raiva do Jeon. 


Notas Finais


Para quem achava que o Jeon era tão inocente.. Ai ai..

Espero que tenham gostado um beijo e bye!!
@Mihaxii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...