História Call Me Now - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Akira Mado, Ayato Kirishima, Eto Yoshimura, Juuzou Suzuya, Ken Kaneki, Kuki Urie, Kureo Mado, Nishiki Nishio, Personagens Originais, Rize Kamishiro, Shuu Tsukiyama, Touka Kirishima
Visualizações 67
Palavras 1.347
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - Sixteen


Dois anos depois. 

Café:re. 

- Oe, o que você está fazendo? - gritei olhando Nishiki jogar meu filho pra cima como se fosse um saco de batatas. Ele é a pior babá da história da humanidade.

- Você é muito corajoso como o tio Nishiki, não é? Não é covarde igual a mamãe, não é? - Nishiki perguntou como um retardado e Kento segurou os cabelos dele fazendo o desgraçado gritar de dor.

- Bem feito. - ri pegando ele do Nishiki.

Kento olhava ao redor com um pouco de expectativa, geralmente Hinami vigiava ele enquanto eu atendia os clientes, mas ela e Ayato foram para algum lugar que eu prefiro não saber.

Kento tem olhos azuis como os meus, mas é uma cópia fiel do Kaneki. Até seu sorriso se parece com Kaneki. Isso é um pouco frustrante, eu não sabia que iria aguentar nove meses e passar tudo que passei para ter outra versão do Kaneki andando por aí. Mas de acordo com ele mesmo, talvez eu tenha sorte e nós tenhamos uma garota como eu da próxima vez.

Ele fala essas coisas como se dar a luz fosse algo fácil.

Kaneki é louco por Kento, e as primeiras palavras de Kento foram Ken e papa. Ayato diz que ele se parece muito mais com ele, o tio bonito, e Hinami diz que Kento é violento como eu. Não vejo como isso pode ser verdade, meu filho é um anjo e nunca mordeu, beliscou ou deu cabeçadas em ninguém.

Só às vezes...

Os sinos soaram e Kaneki apareceu na porta, ele sempre é pontual, então Kento sabe quando ele está vindo pra casa. Não sei como. Ele fica agitado olhando ao redor dizendo papa papa papa e papa outra vez.

- Oooo, Touka-chan! - Juuzou apareceu também.

Ele costuma nos visitar sempre e leva brinquedos para Kento. 

- Papa! Papa! - coloquei Kento no chão e ele foi cambaleando na direção dos dois.

Kaneki se ajoelhou para pegá-lo com um sorriso no rosto, mas Kento agarrou as pernas do Juuzou.

Comecei a rir e o abracei beijando sua bochecha, ele olhou para Kento apertando o rosto de Juuzou e e envolveu minha cintura beijando meus lábios.

- Vocês precisam respeitar a inocência dessa criança! - Nishiki disse e Kaneki mostrou o dedo pra ele.

O sino soou novamente e Hinami apareceu na porta com Ayato atrás, eles estavam noivos, essa coisa de casar cedo pegou depois que Kaneki e eu nos casamos. Foi uma cerimônia para os amigos, algo simples e bonito. Um dos dias mais felizes da minha vida. 

- Eles já estão esperando, Touka-chan! - Hinami disse e eu balancei a cabeça um pouco ansiosa.

- Nós temos que ir! Já ta na hora! - Kaneki disse olhando no relógio e tomou Kento de Juuzou possuído pelo ciúme.

- Eu comprei o presente, não vou demorar.- disse entregando meu avental ao Juuzou e fui para o meu quarto me trocar, Kaneki que se virasse com Kento, Nishiki, Ayato e Hinami.

- Vem com o titio! - ouvi a voz de Ayato antes de bater a porta atrás de mim.

Me encostei na parede e um sorriso bobo surgiu no meu rosto, a vida de uma mulher casada não é fácil, mas eu não desejaria outra vida.

Durante minha vida inteira, Ayato sempre trouxe problemas pra mim, Kaneki foi um deles, mas eu não me arrependo de nada e todos os dias é como o último dia, você tenta aproveitar cada segundo ao máximo. Encontrei uma pessoa para amar com todo meu coração e recebi mais do que esperava, nós não planejamos ter um filho cedo, mas Kento é a prova de que nós nos amamos e que isso vai durar, pelo resto de nossas vidas.

Amém.


- E então? Quando vocês vão oficializar isso? Hinami é moça de família! - Nishiki disse agitando as mãos diante de Kento, mas ele estava agarrado ao meu pescoço e não dava confiança. Olhava para Nishiki como se fosse um inseto.

- Arrume uma garota e me deixa em paz, Nishiki! - Ayato disse colocando café em uma xícara. - Não basta tudo que sofri com a Touka.

Hinami sorriu. No início pensei que fosse apenas um lance entre eles, mas Ayato acabou apaixonado de verdade. Eu comprei um para Touka três anos atrás, mas Kento jogou na privada e eu nem quero lembrar do que tive que fazer pra pegar de volta, minha aliança já foi encontrada em todos os lugares possíveis e a da Touka geralmente aparece no macacão do Kento.

- Eu estou esperando a pessoa certa. - Nishiki disse, mas eu sei que ele gosta da putaria.

Kento se agitou quando Touka apareceu no corredor arrumada. Ele se parece muito com ela, principalmente quando fica bravo.

- Vamos.

Ela pegou a chave da van e entregou ao Nishiki.

Nós nos enfiamos na mini van e Kento acabou indo para o colo dela, ele fica mais tranquilo com ela. Fiquei observando os dois, ela estava muito bonita com um vestido azul e Kento se divertia com os botões de seu casaco.

- O que foi? - ela perguntou e eu balancei a cabeça.

Chegamos à Anteiku e as luzes ainda estavam apagadas, nos escondemos com o restante dos presentes e eu segurei Kento tentando fazê-lo ficar em silêncio.

Ele logo iria chegar.

Em menos de cinco minutos as portas se abriram, Yoshimura foi o primeiro a entrar e todos começaram a cantar os parabéns e aplaudir. Eto entrou atrás aplaudindo e rindo também.

Foi ideia dela a surpresa, Nishiki obviamente se ofereceu para ajudar no que fosse necessário, Ayato e Hinami também.

Sr Yoshimura sorriu e sentou, estava emocionado, era seu aniversário de 59 anos, mas ele parecia mais jovem. Touka não parava de sorrir, Yoshimira pegou Kento e eu me juntei à Touka na organização.

Servimos pratos, rimos, tiramos fotos e nos divertimos como uma verdadeira família enquanto os outros chegavam aos poucos. Logo havia tanta gente que parecia um dia de trabalho comum. 

Acho que assim é uma família, quando você cuida e faz o que for necessário para ajudar e confortar quem está ao seu lado. Touka e Kento são o que eu mais desejo cuidar e proteger, é como se eu finalmente tivesse encontrado minha vida com essas pessoas. 

Por muito tempo, pensei que o gênero da minha história era tragédia, que nunca seria feliz e nunca iria viver como uma pessoa normal, mas a medida que o tempo passa, percebo que é uma aventura e que eu não preciso de um final feliz para ser feliz.

Devo isso à Touka e Kento.

Enquanto eles estiverem vivos, eu estou vivo, se eles estiverem felizes, eu estou feliz. Quero continuar essa história, ver Kento crescer e envelhecer ao lado de Touka.

Pra mim, isso é felicidade.

- E o primeiro pedaço vai para... o Kento-kun que já está com a mão no bolo! - Nishiki disse e Touka pulou na mesa para pegar ele.

Estava todo sujo de bolo e muito satisfeito consigo mesmo.

- Gente, eu queria dizer uma coisa... - Hinami falou e todos ficaram em silêncio.

Ayato olhava pra ela todo besta, o idiota.

- Eh... eu... eu estou grávida. - ela disse com um sorriso tímido.

Olhei para Touka, para Ayato, até Kento que só tinha 2 anos sentiu a tensão no ar e parou de se sujar com bolo.

- AAAAAYYAATOOOOO! - Touka virou-se na direção dela. - O QUE EU FALEI SOBRE SEXO ANTES DO CASAMENTO!

Todos começaram a rir e parabenizar Hinami. Eu já vinha esperando algo assim. 

Todos menos Ayato, ele estava paralisado, chocado, abismado, e antes que Touka pudesse acertar a colher de pau nele, o filho da puta desmaiou.

Sério isso?

- Ayato-kun! Ayato!

Ele não acordou.

Todos estavam em cima tentando reanimá-lo, mas ele não dava sinais de vida.

Peguei Kento do chão que ria como se aquilo fosse muito engraçado e me juntei à Touka, que estava furiosa. Tinha certeza que iria sobrar pra mim, mas por enquanto, iria me divertir com minha familia. 


Notas Finais


E assim, chegamos ao fim.
Obrigada por todos que leram, se divertiram, perdoaram as loucuras e imaginaram essa fic comigo, espero que realmente tenham gostado.

Comecei uma nov fic, vocês podem acompanhar aqui: https://www.spiritfanfiction.com/historia/habitos-do-coracao-13897815

Obrigadaaaa e a gente se vê pelas fics da vida.
😀😂😍😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...