1. Spirit Fanfics >
  2. Call me yours - finn wolfhard imagine >
  3. Riptide

História Call me yours - finn wolfhard imagine - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Riptide


O garoto fez uma pausa e riu consigo mesmo, abaixando a cabeça e apoiando-a sobre as mãos. 

— Eu estraguei o clima né?! — ele permaneceu da mesma forma, sem levantar o olhar até mim e rindo como se alguém o tivesse contado uma piada. — Quando eu estou tentando fazer algo sério fico nervoso e apelo para o que vem na cabeça.

Fiquei sem reação. Então ele planejava manter aquele "clima" entre nós? Até alguns segundos atrás eu jurava que tudo não passava de uma brincadeira. 

— Eu não sei o que eu deveria responder. — falo na expectativa de não deixá-lo sem nada como resposta. — Achei que você era o mestre da sedução entre nós!

Finalmente consigo fazer com que Finn levante a cabeça e olhe para mim, suas bochechas levemente vermelhas produzem um sorriso parvo no meu rosto. 

— É claro que eu sou. Mas parece que minhas tentativas são falhas com você. — o brilho da noite nos ilumina como se fôssemos os únicos  habitantes do mundo, é uma sensação estranhamente boa. 

— É sério que você chama aqueles flertes mixuruca de tentativas? 

— Ei, funciona muito bem!

— Com alguém que tenha metade do cérebro pode até ser... 

Ele até tenta manter sua pose de descontentamento ao descobrir a realidade das suas investidas mas acaba acompanhando minhas risadas. Eu repenso o quão idiota estou sendo de ceder aos seus encantos tão rápido, preciso me concentrar. Mas é bastante difícil me concentrar sentindo aqueles olhos castanhos penetrarem minha pupila.

— Eu juro que estou me segurando para não te beijar agora. — Wolfhard jogou seu cabelo para trás sem tirar os olhos de mim. O filho da puta sabe como ser charmoso.

— E quem disse para você se segurar? — quem não me conhece que me compre, até me choquei com minha própria resposta. 

Sua mão direita vai em direção ao meu rosto e com o polegar ele acaricia meus lábios levemente, nos inclinamos um em direção ao outro mas o impeço de continuar. Você é patética s/n!

— Você pode ter a garota que quiser, e você sabe disso, então por quê? — ele já estava próximo o suficiente para que nossas respirações se misturassem.

Ele me olhou como se a resposta fosse óbvia mas com certeza não é para mim. Sei que muitas pessoas babam ao vê-lo passar, garotas mil vezes mais bonitas que eu, mais divertidas, com milhões de qualidades.

— Porra, eu ainda preciso dizer?! Todo mundo já percebeu que eu tô muito na sua, menos você mesma. — não o respondi, nem ele falou nada por algum tempo. Minha mente cheia de inseguranças não consegue associar as últimas palavras dele. — Olha, você é linda para caralho, é engraçada e tem algo que me faz ficar cada vez mais...

Interrompo sua fala colando nossos lábios suavemente, não tinha como ter outra atitude escutando aquelas coisas, estava envergonhada e não saberia o que responder de qualquer forma. 

Levo minha mão até o seu cabelo e ele prontamente leva a dele até minha nuca, sinto cada milímetro do meu corpo agradecer por seu toque. Milhões de sensações me invadem simultaneamente, eu não consigo descrever nenhuma mas são todas imensamente boas. 

Nos afastamos após perdemos o ar, parecemos dois idiotas com sorrisos bobos no rosto e nossa respiração descompassada, apesar de sempre tentar parecer indiferente é quase impossível não perceber que aquilo mexeu comigo, não só por ser o meu primeiro beijo mas por ter sido especial. 

— Caralho. — Finn parecia estar mais sem jeito do que eu, é engraçado o ver assim. — Você me desarmou completamente agora.

Seu celular vibrou anunciando uma chamada.

— Oi Florence. — ele se calou ouvindo. — Ok, já estamos indo. Obrigado, estou te devendo essa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...