História Callidore - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alecto Carrow, Alvo Potter, Amycus Carrow, Antonin Dolohov, Augustus Rookwood, Avery (Riddle-era), Draco Malfoy, Evan Rosier, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lílian L. Potter, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Mulciber, Narcissa Black Malfoy, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Rabastan Lestrange, Regulus Black, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rosier, Scorpius Malfoy, Sirius Black, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley, Vincent Crabbe, Walden Macnair, Yaxley
Visualizações 14
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, venho com mais um capítulo!
Esse não é tao longo, mas conta uma parte importante da história. Me contem as suas teorias, vou ficar feliz em saber.
Os capítulos agora são lineares, memórias virão no meio dos capítulos...
Boa Leitura:

Capítulo 5 - Outro Dia Para Viver


11/07/2041

Lucian acordou cedo, chateado. Seu corpo estava descansado, mas a mente uma bagunça.

Suspirou, entrando no banho. Tinha que estar bem e focado em minutos, James iria levá-lo de novo em uma busca. 

Se concentrou na missão antiga, tentando se preparar para o que enfrentaria hoje.

Memória on

Iam caminhando lentamente pela mansão destruída, apenas Lucian e James. Ambos estava buscando sinais de habitação nos cômodos do lugar abandonado, assim como objetos perigosos que podiam acabar sendo encontrados por outros bruxos desavisados.

A antiga Mansão estava em ruínas, e também estava a venda. Era papel do ministério se certificar que o novo dono não tropeçaria em um objeto amaldiçoado qualquer.

- James - Lucian chamou baixinho - Acho que vi um vulto ali.

-Vamos lá ver - James respondeu, continuando com muito cuidado na direção indicada.

Ambos os aurores iam reerguendo as paredes derrubadas, buscando sinais de objetos das trevas ou qualquer ameaça. Não encontraram ninguém no primeiro piso e se separaram, indo investigar o porão gigantesco por lados opostos.

Lucian caminhava lentamente, ouvindo o silencio. Viu um pequeno portão dividindo o porão e o empurrou, dando um pulo ao ter a mão picada pelo ferro antigo. 

Tudo girou por alguns segundos, mas não chamou James. Se piorasse chamaria, mas ainda não era o momento. Respirou fundo e continuou o caminho, percebendo que o portão guiava-o para o lado de fora, dentro do mausoléu familiar.

O cheiro era de terra e pedra úmidos e mofados, causando enjôo no Auror. As mesas de pedra estavam repletas de corpos nos mais variados níveis de deterioração, agora que a família chegara ao fim. Os ancestrais estavam abandonados, sem terem nem ao menos as aparências conservadas como antes.

Lucian se controlou firmemente e cobriu a boca e nariz com um pano conjurado, diminuindo o odor. Aumentou a luz da varinha e rodeou as mesas de pedra, observando os corpos um a um. 

As mesas eram várias, de pedra polida. Haviam pelo menos cem, todas no chão. Era claro que já tinham flutuado a algum tempo, algumas tinham pedras de iluminação presas ao redor e por baixo. Haviam pontos quase impossíveis de se transitar, onde restos se amontoavam junto a mesas quebradas.

Lucian lançou um reparo nas mesas, desobstruindo o caminho. Ajeitou tudo de forma que o facilitasse passar, levitando os restos para as mesas. Continuou vistoriando, procurando uma pista.

- Lucy? - A voz de James chamou, claramente enojada com o ambiente - Por Merlin, que coisa horrível.

- A magia familiar acabou  - Lucy explicou, ainda calmo - estou buscando algo que seja irregular antes de cuidar dos restos apropriadamente.

- Eu não sabia que você podia fazer isso - James o olhou com uma surpresa simples - É um ritual bem cansativo.

- Eu sei -Lucy sorriu, triste - Mas não posso deixar esses bruxos abandonados aqui. Não é digno, entende?

-Claro que sim - James tocou o ombro de Lucian com carinho - Obrigado por ser assim, me sinto feliz por ser amigo de alguém tão generoso.

- Por nada...

Os dois terminaram de revistar o mausoléu, Lucian fazendo o ritual de purificação em seguida. Os corpos se desfizeram em poeira fina, que era inútil para qualquer tipo de magia negra.

"Obrigado, Auror" - A voz estranha falou na mente de Lucian, fazendo-o arrepiar de susto - "Por ter dado dignidade a meus amigos antigos..."

Aquela foi a primeira vez que Lucian escutou a voz de Christian.

Memória off.

************************************

A água morna foi fechada, Lucian se vestindo lentamente. Respirou fundo, aliviado que conseguira se distrair do pesadelo da noite anterior.

" Você está tão pensativo hoje, Lucy"

-Você sabe o porquê, Chris. Estou pensando em como você veio aparecer na minha mente...

"Na verdade isso não é tao importante" - A voz desconversou - "Só se estiver querendo se livrar de mim."

-Não estou, sabe disso - Lucy suspirou, secando os cabelos diante do espelho - Você é meu amigo, me deixa maia calmo.

"Está lindo hoje, Lucy" - o tom da voz fez o albino corar um pouco - " Se eu tivesse um corpo, me casaria com você."

- Deixe de loucura, Chris! - Lucian riu, sem perceber que Christian tinha o desviado completamente do assunto principal.

Lucian se ergueu e saiu do aposento, de ótimo humor. Não percebia a outra mente dentro da sua maquinando as próximas ações.

***********************************

Jones estava no Coliseu, esperando James. Seria hoje que ele anunciaria quem iria fazer a missão com ele, e Ethan Jones estava ansioso. Todos os Aurores Júnior estavam ali, juntos ao veterano Silver Hoffman. 

Ethan fez uma careta de desgosto ao ver Lucian se aproximando com uma expressão bem humorada. Ele odiava como o albino o fazia se sentir, seu corpo todo arrepiava de ódio ao vê-lo caminhar suavemente. Engoliu em seco e desviou os olhos, apertando as mãos em punhos ao lado do corpo.

Respirou fundo, se focando na porta. James passou com a animação habitual, cumprimentando a todos. Ethan sorriu ao ter a mão apertada por James, dando toda a atenção a ele.

- Bom dia a todos - James falou, calmo - Como todos sabem, hoje eu vou anunciar quem vem comigo na missão de hoje. Vi que todos vocês se esforçaram nos treinos e estou muito orgulhoso de vocês... Mas vamos lá, eu quero que todos continuem com o bom trabalho, ok? Todos vão poder vir em missão comigo em algum dia, eu...

-James, para de enrolar - Silver falou, meio rindo - Todos os cadetes querem ir, então libera logo essa informação. Ninguém vai ficar chateado, eles querem agradar.

- Ah, ok, ok - James coçou a nuca, claramente sem graça - Wade, vem comigo?

-Será uma honra, James.

Ethan perdeu o resto da conversa, afundado em indgnação. Ele se esforçara tanto para chamar a atenção de James e o maldito albino fora o escolhido pela segunda vez. Saiu andando, sem ver a expressão confusa de todos para ele.

- Jones? - A voz de James o fez parar e se virar, surpreso - Você não quer?

- Ah, eu... - Ethan corou, os olhos fixos no sorriso de James - Me desculpa, me distraí.

- Eu estava dizendo que normalmente levo apenas um Júnior comigo, mas essa vistoria não é normal - James repetiu, percebendo que Ethan quase bebia as sua palavras - Você não quer ir comigo e Lucian?

- Quero sim - Jones sorriu, animado - Não vou te decepcionar, chefe.

- Sei que não, eu confio em você - James garantiu, vendo com um leve alarme a expressão normalmente fechada de Jones se abrir em um sorriso. Deu um tapinha amistoso no ombro de Ethan e viu o leve rubor no rosto do jovem, pensando se tinha cometido um erro ao avaliar a enorme motivação do jovem em ser o Júnior mais esforçado da turma apenas como empenho ao Coliseu e ao Ministério da Magia.


Notas Finais


Olá, chegamos ao fim de outro capítulo!
Comentários, teorias, palpites e críticas construtivas são bem vindas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...