História Caminhos Cruzados( Jackson Wang- Imagine) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Jay Park
Personagens Jackson, Jay Park, Rap Monster
Tags Got7, Imagine, Jackson, Jay Park, Vampiro, Você
Visualizações 1.223
Palavras 1.687
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Hentai, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MEUUUS AMÔ PREPARA AS CALCINHA.
Como eu havia dito eu iria dar um presentinho a vocês essa semana, um presentinho feito com muito carinho e amor para a @xbaby. Inspiradora dessa fic e também um presente pra ela. Espero que gostem dessa nova fic.
Music: Daniel Caesar: Get you ft. Kali Uchis

Capítulo 1 - Convite


 Fui acordando calmamente pelo fecho de luz que batia vagamente eu meu rosto, sinal de que já era de manhã e meu trabalho me esperava. Olhei para o meu lado e vi que Jackson já havia saído, seu cheirinho e seu calor ainda estavam impregnados naqueles lençóis brancos, lençóis que foram testemunhas noite anterior de uma noite muito longa e cheia de prazer. Um verdadeiro paraíso sexual, Jackson Wang é um verdadeiro pecador da luxúria e eu? Não irei negar sou pecadora juntamente com ele.

 Eu adoraria ficar o dia inteiro nessa cama apenas lembrando da nossa noite anterior, ou ficar sentindo o calor do meu homem ao meu corpo, mesmo ele não estando fisicamente perto de mim, parecia muito que em todo lugar que eu ia ele estava junto, seu calor protetor, me faziam me sentir a mulher mais segura do mundo.

Levantei apenas de lingerie e fui até o banheiro fazer minhas higienes matinais, resolvi também tomar um banho, apenas liguei o chuveiro e me desfiz da lingerie preta deixando a água quente descer sob minha pele. Com o banho terminado vesti minhas roupas de sempre; Saia curta preta, uma camiseta social vermelha e um salto nude. O bom de seu chefe ser seu namorado é que você pode ir com a roupa que quiser que ninguém irá reclamar, muito pelo contrário irão agradecer. Um sorriso malicioso nasceu em meu rosto.

Desci as escadas e me deparei com a mesa repleta de coisas. — Ahh eu tenho o melhor namorado do mundo. — Falei dando sorrisos logo me sentando na farta mesa. No meu lugar havia uma pequena e delicada rosa, seu cheirinho doce que agora estava presente ali, ganhou meu dia. Jackson era simples, demonstrava amor sempre que podia e claro eu amava tudo. 

Depois de fazer minha refeição, peguei as chaves do carro e segui em rumo a grande empresa dos Wang, uma famosíssima e renomada empresa de carros de luxo. Fiz o mesmo caminho de sempre e não demorou muito para eu chegar até a empresa. Entrei em passos rápidos dando bom dia a quem passava, e assim foi até eu chegar a minha sala.

 Cheguei e para minha surpresa Jackson não estava lá, estranhei, mas tinha que trabalhar então assim fiz. Sentei e comecei a assinar papéis, fazer ligações, checar e-mails. Parei minhas funções quando atendi o telefone com o Jackson do outro lado da linha falando que era para eu estar presente na sala dele naquele momento, assim fiz.

 — Me chamou senhor Jackson? — Fiz uma cara toda séria segurando o riso que a qualquer momento explodiria por ter chamado ele de senhor.

 — Senhor? — Ele riu. — Aprontou alguma coisa para estar me chamando assim?

 — Eu? Eu não fiz nada. — Comecei a rir e me aproximei dele selando nossos lábios. — Bom dia meu amor.

— Agora sim, não gosto quando me chama de senhor, prefiro sua voz doce me chamando de meu amor. — Ele sorriu e selou rapidamente nossos lábios.

 — Porque me chamou aqui? — Sentei me eu uma cadeira a sua frente.

 — Lembra do meu amigo Namjoon? Aquele lá que quebrou meu carro?. — Ele me olhou com um cara de desgosto, mas rindo logo depois. 

— Ah lembro sim... Mas o que tem ele?

 — Parece que o danado encontrou a outra metade da laranja dele. — Ele começou a rir. — E vai se casar, e ele convidou nós dois para comparecer nesse evento tão especial para ele. E o casamento vai ser daqui a algumas semanas pra você ver como que o amor pegou o garanhão pra fazer um casamento tão ligeiro assim.

— Falem pra a noiva dele fazer um seguro de vida... Caso aconteça algo... Se é que me entende. — Ri e olhei para Jackson que ria mais ainda.

 — Nossa que pesado, coitado dele. Mas vamos parar de falar nele e vamos falar de nós dois. — Senti suas mãos entrelaçadas em minha cintura me puxando para um abraço. — O que você acha de um repetir aqui, o que fizemos na noite anterior huh?. — Ele depositou um beijo em meu pescoço.

 — Você não cansa não?

— De você? Nunca. — Ele me virou de frente pra ele e iniciou um beijo quente, suas mãos passeavam nas curvas de meu corpo. E logo foram para os botões de minha camiseta desabotoando as mesmas sem nenhuma delicadeza.

Jackson me guiou até a sua grande cadeira de couro me ponhando em seu colo e em nenhum momento parando com os beijos e as mãos bobas. Com a minha camiseta aberta dando visão aos meus peitos, Jack não pensou duas vezes e atacou como um bebê faminto, mordiscava, lambia ao redor do bico e dava chupadas leves. Enquanto suas mãos apertavam minha cintura pressionando cada vez mais nossas intimidades. Senti sua poderosa ereção em minha intimidade que agora se encontrava totalmente molhada, comecei a rebolar em forma de provocação.

Logo depois de Jack ter tirado a atenção de meus seios, o mesmo com um olhar perverso e um sorriso sacana nos lábios, levantou minha saia até a altura de minha barriga.

 — Calcinha vermelha baby? Isso seria uma provocação?. — Ele falava rouco.

 — Isso seria um aviso para você me foder. — Sussurrei de maneira sexy e provocativa no seu ouvido logo depositando selares por seu pescoço e puxando levemente seus fios castanhos ainda mais contra mim, querendo mais contato.

 Jackson sorriu perverso e mordeu os lábios me olhando com desejo. Suas mãos que antes estavam em minha cintura agora estavam tirando meu sutiã com uma certa pressa e jogando em qualquer canto do escritório. Selou um beijo em cada seio e foi levando suas mãos até a minha calcinha aonde rasgou a mesma a jogando em um canto qualquer. Ele viu meu olhar de decepção e sorriu. — Você não precisa disso agora baby. 

Ele novamente tomou meus lábios pra si com um beijo cheio de desejo e necessidade, eu retribuía com ainda mais intensidade enquanto tirava seu cinto e abria o zíper de sua calça, Jack me ajudou abaixando a calça e sua cueca boxer fazendo saltar seu membro duro melecado de pré gozo, sua cabecinha totalmente vermelhinha e as veias saltadas em seu membro. Sorri maliciosa em ver meu homem naquele estado que não pensei duas vezes e me abaixei rapidamente, me colocando no meio de suas pernas pegando em seu membro com apenas uma mão e masturbando levemente, quando parei a masturbação, com meu dedo polegar deixei meu dígito no pré gozo e logo levei meu dedo até a boca chupando o mesmo. O jeito que Jackson me olhava com desejo, sua boca um pouco aberta, sua respiração acelerada e seu olhar perverso foram o estopim para eu começar a chupar ele. Alternava as velocidades, e alternava a intensidade na qual eu dava prazer ao meu homem, vez ou outra chupava só a cabecinha, passava a língua por toda a base e retomava com meus movimentos. Quando Jackson estava perto do seu ápice então acelerei meus movimentos até que o mesmo se desmanchou por completo em mim, deixando seu líquido quentinho em minha boca, engoli tudo e o mesmo sorriu em satisfação quando viu aquilo.

 — Agora irei dar prazer a minha baby. — Dita essa frase Jackson me pegou no colo e me colocou delicamente em cima da mesa. O mesmo começou a me beijar me fazendo deitar na mesa. Senti seus dedos entrando em contato com a minha intimidade tão sensível e gemi sôfrega, arqueando levemente minhas costas. Jack então começou a friccionar seus dedos em meu pontinho me fazendo ficar ainda mais molhada. — Vamos logo com isso Jackson não me faça sofrer. — Falei manhosa e o mesmo sorriu retirando os dedos da minha intimidade e levando até a boca chupando os mesmo. 

Vi ele se ajoelhando entre minhas pernas, nas quais ele abriu ainda mais com delicadeza me fazendo ficar ainda mais exposta a ele. Pude ouvir uma risada maliciosa e logo depois senti a língua quente dele preenchendo cada canto e detalhe da minha intimidade, Jack me penetrava com a língua fazendo movimentos circulares e aquilo estava tirando manhosos e altos gemidos. Nesta altura eu já não estava me importando se alguém escutasse, só queria ser fodida bem gostoso pelo meu namorado. Quando estava quase chegando em meu ápice o mesmo se afastou e foi ao encontro de minha boca, beijando a mesma fazendo eu sentir o meu próprio gosto, enquanto ele massageava meus seios. Logo após esse beijo Jackson ofegante pincelou seu membro duro em minha entradinha dando leves batidinhas, fazendo minha intimidade pulsar, ele continuava lubrificando seu pau em minha vagina, e quando eu menos espero o mesmo entra em mim em um movimento rápido, soltei um gemido alto e manhoso com o ato.

Jackson então ficou um tempo conectado em mim para depois começar os movimentos. Seus movimentos variavam entre rápidos e lentos. — Quer que eu te foda assim baby? Huh?. — Sua voz estava incrívelmente rouca e sexy. Eu gemi manhosa um sim e os movimentos se intensificaram. Os barulhos dos corpos se chocando era a música mais érotica e excitante que eu poderia ouvir. O cheiro de sexo estava presente na sala. Depois de um bom tempo com as estocadas, respirações descompassadas no pé do ouvido, palavras sujas. Chegamos ao nosso ápice juntos, um ápice avassalador que arrancou gemidos de ambos. Estávamos cansados e Jackson me pegou novamente no colo me levando até a cadeira me fazendo sentar no seu colo me apoiando no seu peito. — Descanse um pouco meu amor. — Ele fazia carinho em meus cabelos bagunçandos enquanto eu arrumava minha camiseta.

 — Mas e o trabalho? 

— Fique aqui, não precisa trabalhar hoje. — Ele sorriu e também se ajeitou. — Agora descanse meu amor. — Ele selou minha testa com um beijo.

 Meu namorado mudava da água pro vinho, do extremo sexy ao extremo fofo, eu amava aquilo não vou negar, mas atrás daqueles olhos castanhos tem um segredo no qual eu irei descobrir. Acabei adormecendo com esses meus pensamentos.


Notas Finais


Desculpem o capítulo meio blé, mas aos poucos vou melhorando. Obrigada por terem lido.
Aqui está o perfil da @xbaby passem no perfil dela, tem umas histórias 10/10 lá que vocês vão gostar.
Eai? continuo ou não? Hahaha.
Beijão povo até uma próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...