1. Spirit Fanfics >
  2. Caminhos distintos ainda se cruzam >
  3. Oito anos depois

História Caminhos distintos ainda se cruzam - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Então, alguém aqui gosta muito desse shipp não é mesmo?
Para quem ainda não notou, Jeverus, Snames.
Espero que gostem, é tipo uma versão alternativa bem louca que surgiu na minha cabeça sobre como seria a vida adulta dos personagens já que vejo muito mais no colegial e coisas assim.

Capítulo 1 - Oito anos depois


Tinham se passado oito anos desde a derrota do temível bruxo que ninguém ousava pronunciar o nome, ele fora destruído na noite que tentou matar o herdeiro Potter, a Ordem já esperava esse ataque e então naquele dia ao entardecer uma luta fora travada entre comensais e a Ordem, tendo o bem prevalecendo.

A família Potter continuava viva e a criança da profecia que derrotou o mal crescia com prosperidade e muito amor. Naquele lar de união.. até que um caminho novo surgiu.

- James, já faz 6 meses que sua esposa foi embora e você não parece ter superado.-Sirius tinha os braços cruzados olhando s figura abatida do amigo enquanto o mesmo anotada e lia alguns papéis. James estava numa situação deplorável, barba por fazer, os cabelos mais bagunçados que o normal(se  é  que era possível), olheiras enormes e uma expressão abatida. Um desastre.

-Tudo vai se resolver, ela irá voltar. O caminho de vocês é seguirem juntos. Pense quem Harry.-Remus como sempre apaziguava ,ou tentava,  as situações.  O mesmo tinha dado uma cotovelada nas costelas do marido. Sim, eles tinha se casado, não foi grande surpresa para os amigos próximos, eram um lindo casal. 

James suspirou pela décima vez naquele dia, metade de um ano, Lílian havia saído num passe de mágica de sua vida, e lá estava ele, tentando de tudo para tê-la novamente. Os amigos tentavam ajudar, tirando-o de casa, passando parte do dia com ele. Eram incríveis, mas..ainda doía.

Ela tinha ido, partido, disse que ele estava vazio e que não aguentava mais aquilo. E lhe deixou o pequeno fruto de sua união para que ele cuidasse pois nas palavras dela..

"VOCÊ PRECISA ARCAR COM SUAS RESPONSABILIDADES JAMES POTTER!!"

Cuidou do menino muito bem, afinal era seu dever como pai. Mas estava faltando algo, como se uma peça importante do jogo faltasse. Claro que não era solidão pois tinha seu maior amor perto de si, seu filho, mas ainda assim era outra coisa.

A ruiva vinha em alguns dias do mês pegar Harry, sempre passava o tempo com o filho e nem olhava para James. O que angustiava cada vez mais o mesmo.

- Vai levá-lo para passar uns dias com você?- perguntou vendo a mesma parada na porta, se preparando para ir. Harry dormia profundamente no sofá.

-Não, estou resolvendo alguns assuntos.-foi a resposta que recebeu, seca e afiada.

-Quando irá voltar? Sentimos sua falta.-seh coração saltou ao ver a ruiva se virar e olhar em seus olhos pela primeira vez.

-Não sei.-e assim saiu.-Não me incomode James, já basta.-disse soltando o braço pego pelo maior antes que ela fosse. Sempre assim, parecia que os dois eram completos estranhos depois de anos de casamentos e agora essa crise.


Mas numa manhã tudo mudou, parecia que agora o que a ruiva dizia sobre ele estar vazio, indiferente, neutro, tinha finalmente feito sentido quando malditos papéis chegaram..Quando leu as primeiras linhas sentiu vontade de jogar aquele maço de folhas na lareira.

"Pedido de divórcio..anulação do matrimônio.. "

Ela não o queria mais, estava pondo um fim, e Harry como ficaria? Era novo demais para entender tudo aquilo. Agora teria de explicar que os pais já não estavam mais juntos e..céus Isso não!

Nos proceder dos dias ele ligou, mandou cartas, tentou ir até onde ela estava morando mas ela tinha se mudado novamente, implorou para que ela desistisse daquilo pois ainda tinha chance de serem uma família, numa tarde em que os dois se encontraram, mas somente um sonoro e amargo "Não." A ruiva queria os papéis assinados até o final do mês.

Ele estava acabado, desolado, sem qualquer brilho que existisse no seu olhar. Como tinha parado naquela situação? Sempre foi presente, em casa e com o filho, demonstrava carinho e amava demais a esposa, por que tinha dito que ELE ficou vazio, indiferente? Não conseguia entender.

- James, precisa sair. Está definhando dentro de casa.-Sirius e Remus tinham ficado bem mais presentes depois do pedido de divórcio, era como se pressentissem que Potter não poderia ficar sozinho sem por um minuto.

-Harry, ele não.. - a voz morreu e as lágrimas novamente vieram. Foi doloroso, aquilo estava não só afetando a ele como ao filho, ver aqueles olhos tão parecidos com os da mãe e com aparência chorosa partia mais ainda o coração e alma de James. Lembrava que o pequeno sempre perguntava sobre a mãe e ele dizia que a mesma estava viajando, visitando alguém, agora precisaria contar a verdade. Ela não voltaria.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...