História Caminhos Do Coração - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 1.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


s2

Capítulo 4 - Cap-4


 "Futuramente você entenderá porque Deus permitiu certas coisas em sua vida

João 13:17"

LIU

Eu estava estatelada, minha respiração estava acelerada e como se fosse um impulso, coloquei minhas mãos sobre o seu peitoral o afastando lentamente de mim

- Bom... E-eu acredito porque... Porque Deus sempre me ajuda e se mostra presente em minha vida

- Engraçado... Se "Deus" - ele diz fazendo aspas com os dedos - Fosse tão misericordioso, ele não teria permitido que a minha namorada e o meu filho que ela esperava morressem em um acidente - ele joga seus cabelos para trás e respira fundo - Então senhorita Liu, é por esse motivo que eu não acredito em Deus

- Bom... E-eu sinto muito pela sua perda - digo com os olhos marejados - Mas de uma coisa eu tenho certeza, Deus não faz nada em vão

- Espero do fundo do coração que você tenha razão - ela diz se sentando em sua mesa - Agora por favor poderia se retirar? eu preciso ficar sozinho

- Claro! - digo indo em direção a porta - E... Professor - o chamo o fazendo olhar para mim - se precisar de algo, saiba que eu estou aqui

Ele assente com a cabeça e eu saio da sala, os corredores estavam vazios e eu fiquei aliviada por isso, caminhei lentamente e me sentei em um dos bancos que havia na escola, quando eu vejo a Hyeri correr em minha direção totalmente eufórica

- O Taehyung me beijou e... A Saeron tá cheia dos amassos com o Yoongi

- Calma - digo tentando raciocinar - Me conte tudo

- Okay! Ontem quando eu estava indo pra casa o Taehyung me chamou, ele se apresentou e conversamos o caminho todo, hoje pela manhã quando eu estava indo pra sala ele me disse que precisava falar comigo, aí como você ficou mais tempo na sala eu fui ao seu encontro e aí ele me surpreendeu com um beijo

- E porque você não me parece tão feliz com isso? - digo notando seu semblante cabisbaixo

- Porque o pouco tempo que eu estou aqui eu já sei que o Taehyung é o cara mais galinha da escola, e eu não sou igual as outras meninas que se jogam aos seus pés, eu sou diferente e não um objeto que ele usa e depois larga. Por esse motivo eu dei um belo tapa em sua cara

- Meu Deus Hyeri - digo chocada com a confissão da mesma - Parabéns! Você é um mulherão do caramba - digo lhe dando um abraço meio desajeitado

- Agora menina deixa eu te contar da Saeron - ela diz animada - ao que parece k Yoongi da nossa sala era o ex namorado dela, só que ele teve que ir embora por causa do trabalho do seu pai e eles terminaram, só que hoje a Saeron tomou atitude e lascou o beijo nele pra matar a saudade, pelo o que parece eles sempre se amaram

- Nossa eu tô super feliz por ela - digo sorrindo

- Mas me diga porque você estava aqui sozinha?

Antes que eu a respondesse vejo Jungkook vir em minha direção

- Será que poderíamos conversar? - ele pergunta coçando a nuca em sinal de nervosismo

- É... Eu vou atrás da Seol-Hee - Hyeri diz saindo rapidamente

- Desculpa atrapalhar mas... É que o seu pai me chamou para jantar em sua casa após acabar o horário da escola, e aí eu gostaria de saber se você gostaria de ir embora comigo?

- Ah! pode ser

- Então em espera em frente sua sala após as aulas

Hyeri

Andei solitária pelos corredores, a conversa com a Liu havia sido boa mas... O Taehyung não saia de minha cabeça, o jeito que ele me beijou foi tão único que por um momento eu... Aish! Deixa disso Hyeri! O Taehyung é um galinha,babaca e o pior de tudo um grande machista. Eu mereço mais que isso!

Já com os passos mais apressados eu caminho irritada pelos corredores quando sinto uma mão em meu braço, era a diretora Lee, ela me puxa até a sua sala onde eu pude ver Taehyung com a mão no rosto e com uma falsa expressão de choro

- Eu estou muito decepcionada com vice senhorita Hyeri! Achei que tinha aprendido com o seu acidente na sua última escola

- Desculpa mas... Eu não sei o que eu estou fazendo aqui - digo confusa

- Você está de suspensão por 3 dias por ter batido no senhor Taehyung

- Mas... Ele me beijou sem a minha permissão - digo abismada

- Isso é verdade? - ela pergunta arqueando uma sobrancelha para o mesmo

- Claro que não, ela que quis ficar comigo - ele diz enquanto retirar seu celular do bolso - Eu tenho provas! Veja - ela diz mostrando algo para a diretora

- Tem algo a dizer sobre isso? - ela pergunta enquanto pega o papel da suspensão

LIU

(...)

O caminho até minha casa com o professor Jungkook foi tranquilo e silencioso, ninguém se atreveu a falar algo sobre a conversa que tivemos na sala, eu estava na cozinha ajudando a minha mãe a organizar as coisas, já que já fazia algum tempo que todos nós já havíamos jantado. Meu pai e o Jungkook já haviam bebido umas 3 garrafas de vinho, eu estava preoucupada principalmente com o meu pai, ele teria trabalho amanhã e estava se embebedando com o meu professor. Ouço passos pesados em direção a cozinha, e vejo meu professor se escorando na porta para manter o equilíbrio e não cair

- Posso falar um minuto com a senhorita Liu? - ele diz lentamente

- Claro - minha mãe diz saindo da cozinha sorridente

Ele caminha em minha direção, fazendo eu dar passos para trás

- Sabe? - ele diz me cercando na parede - Você me lembra minha namorada, agora morta por causa do seu Deus. Então para bem de ambos saia da escola e da minha vida no geral

- OI? - grito o empurrando indignada

- EU NÃO IREI REPETIR! - ele grita enquanto apontava o dedo em minha cara, senti meu sangue ferve e aquilo foi o fim para mim

- NÃO APONTA O DEDO NA MINHA CARA! SEU RESTO DE ABORTO VIVO

Malditas palavras que eu soltei, o Jungkook tomado pela fúria pegou uma jarra de vidro (que eu demorei bastante tempo para lavar e secar) e literalmente a jogou em minha direção, a maioria dos cacos estavam sobre minha pele, fazendo meus braços,pernas e algumas partes do meu rosto sangrar, a cozinha estava repleta de sangue, vi Jungkook em choque e a minha mãe gritar e correr em minha direção, eu perdi o controle de minha pernas cai nos cacos de vidro do chão e com o impacto e a dor eu apaguei, e sinceramente não sei se conseguirei acordar outra vez!


Notas Finais


s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...