História Caminhos e Descaminhos - Drastoria - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Astoria Greengrass, Daphne Greengrass, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Lilá Brown, Minerva Mcgonagall, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Severo Snape, Simas Finnigan
Tags Astoria Greengrass, Draco Malfoy, Drastoria
Visualizações 65
Palavras 1.026
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - O Maior de Todos os Desastres


Fanfic / Fanfiction Caminhos e Descaminhos - Drastoria - Capítulo 21 - O Maior de Todos os Desastres

Astoria acordou na manhã seguinte imaginando se teria levado Draco Malfoy de madrugada para sua casa, mas ao chegar na sala concluiu que não era um sonho. Se aproximou dele e conferiu seu ferimento, mesmo com ele ainda dormindo. Percebeu que ele estava com febre, pegou uma das poções que ela tomava em seu próprio tratamento e depositou um gole na boca dele, fazendo ele melhorar instantaneamente. Draco acordou enquanto bebia a poção tossindo um pouco. 
- O que você me deu? - Perguntou ele confuso, deitado no sofá na mesma posição que ela a deixou durante a noite.  
- Uma poção para melhorar a infecção, agora é só esperar o ferimento fechar.  
- Ótimo, vou indo embora então - Disse ele fazendo a menção de se levantar, mas sentindo ainda muita dor no abdômen. 
- Acho melhor você não se mover muito por enquanto. Coma alguma coisa enquanto isso - Disse ela, Não querendo fazer do convite, mas convocando para ele uma bandeja com pão e queijo e uma enorme faca para cortar. 
- Que faca exagerada para cortar pão - Disse Draco tentando quebrar o clima tenso deles. 
Astoria deu um leve sorrisinho. Draco e Astoria comeram um café da manhã estranho, eles não conseguiam conversar, tampouco suportavam o silencio incomodo que pairava sobre eles, tentando não piorar a situação para o outro, eles permaneciam calados. 
- Esse lugar é muito bonito - Disse Draco tentando puxar assunto. 
- É mesmo - Disse ela tentando, com muito esforço, relaxar - Tenho vivido aqui. 

-Legal, esses patos são seus?  

-Não, são do bosque. 
Draco não soube bem como tentar conversar com Astoria, deixando prevalecer novamente o silêncio incômodo entre eles, quando o pior aconteceu. 
Um estrondo imenso na porta fez Draco e Astoria se sobressaltarem, Draco deixou cair a enorme faca no chão. Michael Corner entrava pela porta furioso, quase a derrubando ao passar. 
- Mas você é uma vadia mesmo, não é Greengrass? Dormiu comigo esses dias e agora já está com outro homem dentro de casa!  
Astoria parecia tão perturbada que demorou para entender o propósito da presença Michael em sua casa. Não gostou nem um pouco de ter uma pessoa invadindo sua casa.  
- Eu não te devo satisfações - Exclamou ela ficando de pé, sacando a varinha e apontando para ele.  
- Expeliarmus - Michael foi mais rápido e desarmou a garota, fazendo a varinha dela voar pelos ares. Quando a varinha dela caiu no chão ele apontou a própria varinha para a da garota e disse - Reducto! - A varinha dela se partiu em dois. 
Sem proteção, Astoria se posicionou atrás do sofá, apavorada. Draco, durante a movimentação sacou a própria varinha e aprontou para Michael, ficando de pé. 
- Deixe ela em paz! - Exclamou Draco furioso.  
- O que você faz aqui? Transou com ela a noite passada também, a vadia?  
- Não fale assim dela! - Disse Draco tentando desarmar Michael, mas foi impedido quando o mesmo se aproximou dele e meteu-lhe um soco bem em cima do ferimento, fazendo Draco gritar de dor e cair sobre o sofá. Sua varinha caiu da mão e Michael Corner a destruiu também. 
Agora totalmente em pânico, sem varinha, Astoria tentou correr para fora do chalé, mas Michael a agarrou pelo pescoço e lhe deu tapa rosto, ela quase desmaiou. Draco tentou reagir, Michael largou Astoria e deu outro soco nele, acertando em cheio seu olho, fazendo ele cair no chão também. 
Caído no chão, Draco viu Michael arrastar Astoria para fora do chalé, segurando a garota pelo pescoço novamente.  
- Agora você vai aprender que não se brinca com os sentimentos de um homem - Disse ele a garota, que parecia prestes a desmaiar sem ar, com a mão dele lhe sufocando.  
Draco, sem alternativa, procurou alguma coisa que pudesse usar contra Michael, achou a grande faca que ele usou para cortar o pão. Sem ao menos pensar, ele pegou a faca e encontrou Michael ajoelhado, afogando Astoria na lagoa. Ela quase sem forças, se debatia enquanto ele deixava ela respirar apenas alguns instantes e tornava a enfiar sua cabeça na água, parecia se divertir com isso. 
Draco se aproximou correndo e deu um chute na cabeça de Michael, fazendo ele largar Astoria urrando de dor. O sujeito tentou sacar a própria varinha, Draco meteu um soco mal mirado nele com a mão esquerda, a varinha dele voou pelos ares e caiu no lago, afundando.  
Michael pegou uma pedra no chão, pronto para dar um golpe letal em Draco, quando este enterrou a faca que trazia nas mãos no peito do inimigo com força, bem na altura do coração, sentindo a faca sair pelas costas de Michael. 
Puxando a faca de volta, o sangue escorreu pelo peito de Corner, fazendo ele cair no chão de costas com as mãos sobre o peito, respirando profundamente. 
Draco correu para Astoria, sem se dar conta do que acabara de fazer.  
- Você está bem? 
Ela estava se recuperando do afogamento, Draco viu que seu pescoço estava muito vermelho, ele a pegou do chão e a abraçou sem pensar, alisando seus cabelos. Recobrando a consciência, Astoria se consolou nos braços de Draco, sentindo que ele era sua proteção máxima, agradecendo que ele estivesse ali neste momento para protege-la, se não fosse por ele, certamente ela estaria morta. 
Se largaram e se ajoelharam ao lado de Michael, Draco pousou a faca próxima a sua mão, imaginando se era mesmo seguro largar sua única arma de defesa deles.  
- Ele está morto? - Perguntou Astoria assustada. 
- Não sei - Disse Draco com a consciência estranha, parecia estar em queda livre - Provavelmente. 
Astoria se aproximou de Michael e tentou pegar o pulso dele para saber se ele estava vivo, nesse momento o rapaz acordou subitamente, gritando como louco, agarrou o pescoço dela novamente, tentando estrangular a garota. No mais puro reflexo, Astoria pegou a faca próxima aos joelhos de Draco e enterrou novamente no peito de Michael, atingindo bem o meio do seu peito. Ele começou a se engasgar com o próprio sangue saindo pela boca e finalmente tombou os braços, sem vida. 


Notas Finais


Infelizmente, Draco e Astoria não tiveram Harry como professor MUAHAHAHA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...