1. Spirit Fanfics >
  2. Caminhos entrelaçados! >
  3. Prólogo 1

História Caminhos entrelaçados! - Capítulo 1


Escrita por: e Ryuuro


Notas do Autor


Boa leitura :3

Capítulo 1 - Prólogo 1


P.O.V Harumi 

 Lá estava eu, olhando para aqueles corpos que estavam lá no final do penhasco, meus pais tinham acabado de pular de lá de cima.

Não estava acreditando que eles desistiram de tudo e pularam, eles me abandonaram.....viram minha expressão de desespero antes de pularem.

[Algumas horas atrás.....]

Eu estava colhendo umas flores para colocar em um jarro que minha mãe havia me pedido, estamos morando em uma casa distante da minha família que não nos consideram família.

Sou Harumi ou Haru e tenho 9 anos e sou metade coelha, consigo me transformar em coelha a hora que eu quiser e por conta disso, todos me chamam de aberração por ser filha de uma humana e um coelho, apesar de ser fofo sou muito solitária.....

Após eu acabar de colher as flores para minha mãe, eu entrei eu ui sentar no sofá vendo o meu pai jogando futebol no vídeo game quando alguém bate na nossa porta, eu m levanto e vou abri-lá.

E assim que eu abri a porta, dou de cara com a minha avó, mãe de meu pai, e pelo visto ela não estava com um temperamento calmo!

Vovó- Garota! Onde está o meu filho idiota?! - falou a mulher me empurrando e entrando na casa -

Haru- Vovó- antes que eu pudesse falar ela me interrompe com um tapa em meu rosto - 

Vovó- Não me chame de avó! Você não é nada minha! - e assim ela saiu e foi parar na sala -

E quando eu me recuperei do tapa que minha avó me deu, vou para a sala onde vejo meu pai discutindo com a minha avó.

Papai- Escute aqui mãe! A senhora sabe muito bem que não pode fazer nada! Elas são a minha família! - dizia meu pai olhando bem fundo para minha avó -

Vovó- Escute aqui garoto! Eu sou sua mãe e estou lhe dizendo! Você vai de arrepender de ficar com aquela mulher e aquela aberração!!! 

Papai- "Aquela mulher" é quem eu amo! E "aquela aberração" é minha filha! Aceite isso mãe! Elas são as suas mulheres da minha vida! - falou papai vendo que eu estava lá parada olhando para os meus próprios pés -

E assim papai vem até mim e me pega no colo, me abraçando logo em seguida.

Vovó- Hum. Olhe bem! Os caçadores estão vindo até aqui! E escute só! O conselho da família está vindo! Vocês estão ferrados! 

Papai- Merda! - logo meu pai me mandou juntar algumas roupas e ele foi contatar a minha mãe que estava na cozinha só ouvindo e assim ela saiu para pegar umas coisas como comida, dinheiro e roupas -

No momento em que saímos de casa, pegamos o carro e saímos lá da nossa casa e minha avó ainda estava lá, com um sorriso no rosto.

Quando chegamos perto do lago que tinha da nossa casa, um carro colide com a gente nós fazendo ir em direção as águas.

Quando papai conseguiu tirar o cinto, mamãe veio abrir a porta para me pegar e assim nadamos para um lugar que parecia uma floresta, assim que saímos das águas vimos que era o caçador e começamos a correr, mamãe estava comigo no colo.

Depois que chegamos até a parte sem árvores da floresta, vimos ué tinha um penhasco lá.

Quando mamãe me colocou no chão, ela depositou um beijo na minha testa e aí mamãe e papai vieram me abraçar, e não demorou muito para que eles me empurrarem e irem em direção ao penhasco.

Haru- Mamãe? Papai? O que estão...fazendo? - assim que eu falei eles começaram a se aproximar da beira -

E não demorou muito para eles virarem para trás para me olhar, mamãe e papai estavam chorando mas com um sorriso no rosto! 

E assim, eles pularam do penhasco..... me deixando com uma visão terrível deles caídos lá embaixo, tinha perdido os brilhos dos meus olhos. 

E quando me dei conta, estava com um colar da minha mãe no pescoço, era um coração que dentro continha uma foto de nós três, tirada recentemente.

Me levantei ainda com os olhos cheios de lágrimas e sai de lá, alguma coisa me dizia que aquele sorriso que meus pais deram antes de pularem dizia "Viva, viva e seja feliz!" E assim comecei a andar na direção oposta do local de onde vim e do penhasco.

Passou o dia e agora estava de noite, eu estava no meio da floresta, sem casa, sem pais, sem família, só eu e a mata. Foi quando eu olhei para frente e tinha uma casa que parecia abandonada, estava escura, com um pouco de medo eu me aproximei da casa e entrei, a casa era iluminada pela luz da lua.

E assim que entrei fechei a porta e me encolhi em um canto do cômodo com um pedaço de ferro que achei lá dentro..... E antes que eu percebesse, acabei adormecendo lá mesmo.....




[Continua]






Notas Finais


Hello bolinhos!
Como estão? E eu tô mais uma vez trazendo uma fanfic para vcs! Espero que gostem! E essa fanfic, foi ideia de Ryuuro e minha ;)
Espero que tenha ficado bom pra um meio "começo"
Bye bye e até o próximo capítulo 👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...