1. Spirit Fanfics >
  2. Caminhos Incertos >
  3. Lembranças

História Caminhos Incertos - Capítulo 2


Escrita por: deivid_alvess04

Notas do Autor


Olá pessoal, estou de volta haha.
No capítulo passado, apresentei à vocês Luccas e sua família, e hoje vou apresentar o Gabriel, um dos melhores amigos dele.
Espero que gostem!

Capítulo 2 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction Caminhos Incertos - Capítulo 2 - Lembranças

》POV : Gabriel

- Finalmente hoje é sexta! - digo feliz levantando da cama, e vendo o Sol na janela dando as caras. É perfeito, eu amo o calor!

Logo, faço minha higiene como de costume, e vou tomar café. Ao chegar na cozinha, encontro com o meu tio, que arruma a mesa.

- Bom diaaa, tio! - falo animado.

- Bom dia, Biel. Quanta alegria e energia, meu Deus! - ele responde, admirado com minha animação.

- Simm tio, afinal, hoje é sexta né?!

- Nossa, verdade! Finalmente chegou, um descanso né meu filho? Venha, sente aqui, vamos tomar café juntos.

- Okay tio, vamos sim!

Tomo só um pouco de suco de laranja, e pego um pedaço de bolo de chocolate, digamos que eu tenha dificuldades para comer.

- Olha filho, hoje irei chegar um pouco mais tarde, tá? Tenho que deixar em ordem o planejamento da escola, e alguns assuntos para resolver na cidade vizinha. Mas qualquer coisa, me ligue, se precisar, okay?

- Okay tio, à vontade. Então, posso dormir no Luccas hoje?

- Claro, à vontade. Só tome cuidado, e obedeça aos pais dele, viu? Amanhã te busco lá. Agora, deixa eu ir, se não vou me atrasar.

- Tchau tio, se cuida. Amo você! - me despeço dele.

- Tchau Biel, também te amo! - ele conclui.

Logo, subo para arrumar meu cabelo, e envio uma mensagem para Luccas, meu melhor amigo, para irmos juntos para escola, como de costume.

Ele diz que vai, e então desço, tranco a porta, deixo tudo em ordem, e vou em direção à sua casa, que fica na rua de baixo da minha, uns 5 minutos de diferença.

Bato na porta, e ele abre, está lindo como sempre, sua blusa jeans preta, uma camisa azul e verde que eu amo, sua calça vinho que eu dei de presente em seu aniversário e um tênis azul.

- Olha como ele está lindo! Meu maninho é maravilhoso! - digo enquanto o abraço.

- Ahh para né, você é perfeito, best! - ele diz todo sem jeito, é um amor de pessoa.

Então ele fecha o portão, e seguimos em direção à escola, que não era muito longe dali. E fomos conversando sobre coisas aleatórias, até entrarmos e irmos em direção aos nossos armários no 1° andar(Cada andar é respectivo a série/ano letivo).

Logo, guardo minhas coisas, pego meu cronograma de horários, e me perco em meus pensamentos, logo trazendo à tona uma lembrança que eu amo muito.

-----Flashbacks On-----

Era um dia lindo e ensolarado de sábado. Estava um dia perfeito para irmos à praia, então Luccas me ligou me chamando para ir à praia, com seus pais. Conversei com meu tio, e ele deixou eu ir sem problemas.

Logo, os pais de Lucca chegam, e me chamam. Me despeço do meu tio, e entro no carro.

- Boa tarde, Biel. Você está bem? - Os pais dele perguntam.

- Boa tarde, gente. Estou ótimo, e vocês? - respondo.

- Uffa, que bom, estamos bem também! - diz Luccas para mim todo feliz.

Durante a viagem, conversamos muito sobre coisas aleatórias, cantamos várias músicas, enfim. Eu amo estar com a família do Luccas.

Chegando lá, fui ao vestiário me trocar, e colocar minha sunga, já que não tinha ninguém lá. Logo, saio e vou nadar com Luccas. Nadamos bastante, ficamos na areia, enfim.

Ao entardecer, sentamos na beira da praia, e ficamos abraçados.

Então, Luccas me disse;

- Biel, você me ama?

- Sim maninho, claro que eu te amo. Afinal, somos melhores amigos. Porquê a pergunta? - respondo sem entender.

- Ahhh, também te amo. É que eu tenho medo de te perder, você é como se fosse um irmão para mim. - ele responde.

- Eii, se depender de mim, você jamais me perderá, estou aqui sempre, conte comigo para o que precisar. Estaremos sempre juntos, pode ter certeza. - digo com um certo receio. Algo me diz que ele irá precisar de mim mais que tudo...

Depois disso, fomos embora, ele me deixa em casa, e eu agradeço pelo dia incrível que estive com eles.

Logo, subo para o meu quarto, e deito. Mas algo me intriga: o que será que Luccas quis dizer com aquilo...?

-----Flashbacks Off-----

Esse sou eu, Gabriel, de 16 anos, gosto de ouvir músicas, viajar, e estudar História. Não tenho muito o que dizer sobre mim, sou apenas um menino na adolescência com várias dúvidas...

Moro com meu tio, Fernando, desde os 13 anos, pois meus pais vivem brigando sempre, e minha mãe é dependente química, e o meu tio ajudou a interná-la. Meu irmão, Matheus, mora na Bahia, e quase não nos vemos e falamos muito.

Enfim, meu tio trabalha como professor de Sociologia em uma escola na cidade vizinha, e também é consultor de imóveis. Ele é um amor de pessoa comigo, sempre cuidou muito bem de mim. Às vezes meu primo, Raphael, vem dormir aqui, nos visitar.



Notas Finais


Eitaaa!
O que será que vem por aí?
Gostaram do Gabriel?
💣💣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...