História Caminhos que Se Cruzam ( ABO ) - Capítulo 87


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Abo, Alfa, Bangtan Boys (bts), Bts, Chanbaek, Drama, Jeon Jungkook, Jikook, Lobos, Namjin, Park Jimin, Romance
Visualizações 375
Palavras 2.050
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus Amores....como vocês estão??
cheguei com mai uma doçura...só para deixar vocês com mais diabetes...kkkkk

Espero que gostem....E nos vemos nas Notas Finais....

Capítulo 87 - Família Kim


Fanfic / Fanfiction Caminhos que Se Cruzam ( ABO ) - Capítulo 87 - Família Kim

 

Sentado ao lado do esposo observando aquela cena, não tinha alegria maior sua família tinha aumentado, seu amor por eles era enorme, seu lado proteror estava gigante.

 

Pov. NamJoon On

 

Namjoon estava todo eufórico, pela madrugada Jin sentiu dores e era o claro sinal de que iria dar a luz, pegou as coisas que já estavam arrumadas, pegou seu ômega nos braços e correu para o carro, logo deu um sinal para o segurança que fosse atrás de si.

Ele agradecia que seu ômega era tranquilo, mesmo estando com dor, não seria o primeiro filho deles, tinha Tae...e pensando em Tae teria que ligara avisando o filho, mas deixaria isso para quando chegasse no hospital teria que dar a entrada, resolver as papeladas, e depois ligaria avisando.

 

Pagou tudo que seu esposo precisava e ainda pediu por uma área Vip, ganhava bem o suficiente para isso, e sabia dos riscos que a matilha estava sofrendo, e seu ômega por mais tranquilo que fosse era um ômega e estava num momento mágico mas também vulnerável não pagaria para ver algo dar errado.

 

Logo viu seus parentes entrarem pela grande porta do hospital, indo em sua direção logo chegaram avisando que tinham Ligado para o filho mais velho que estava em Seul explodindo de felicidade.

Depois de mais alguns minutos quase se transformando em horas viu o médico indo em sua direção, logo se pós em pé.

 

NamJoon: Doutor, como meu ômega está?E o nosso bebê? – Perguntava tentando conter o nervoso

 

Médico: Os dois estão bem, senhor, logo seu ômega será levado para o quarto.

 

NamJoon: Posso vê meu bebê? – Perguntou ansioso

 

Médico: Mas claro, venha por aqui. – O médico estava admirado com Nam pois muitos alfas ficavam nervosos a extremo e o alfa ali presente estava nervoso mas era alguém bem controlado, devia saber que passaria o nervoso para seu companheiro se não se controla-se.

 

Chegaram no bercário, o médico deixou o alfa ali de frente para um grande vidro, do outro lado tinha diversos bebês, todos pequenos, tinham alguns em entubadoras, mas Namjoon estava a procura do seu bebê, viu o médico do outro lado falando com uma enfermeira que se virou sorrindo para o alfa, acabou o que estava fazendo se virou para o vidro e caminhou com um embrulho em mãos, a criança era linda, tinha todos os traços de Jin, a boquinha pequena, mas bem desenhada, cabelos escuros e parecia tranquila era a sua pequena alfa ali, ele já tinha sentido o cheiro quando Jin estava com seus 4 meses, depois a única confirmação era para saber o sexo do bebê, o que deixou Taehyung feliz, eles teriam uma menininha.

Seu filho mais velho era só alegria teria uma irmãzinha que sempre pedirá e era uma alfinha perfeitinha.

 

Pov. NamJoon Off

 

Nam deixou uma lágrima solitária e teimosa rolar por sua face olhando ali sua família Tae encheu tanto seus alfas que Yoongi mandou Hoseok o levar para a cidade onde os pais do ômega estava, pois o outro estava cheio de trabalhos e pesquisas, mas ligou felicitando NamJoon e Seokjin deixando a promessa que assim que pudesse iria visita-los. Entrando no quarto Hoseok era um babão, estava encantado com a garotinha e quando ela sentia o cheiro do Appa perto sorria, e todos se derretiam.

 

Hoseok: Oh! Que coisa mais fofa, ela tem covinhas também.

Taehyung: Sim é um charme. - Deu um beijo na cabeça da criança que estava olhando curiosa para Hoseok deu um cheiro em seu Omma e foi em direção ao seu Appa o abraçando e beijando.

 

E depois de mais alguns carinhos e risadas no quarto do casal mais velho junto com o bebê, todos decidiram que era hora de se recolherem, Hoseok esperava uma ligação ainda de Yoongi a respeito da investigação que estava fazendo para Jungkook, e teria também que conversar com NamJoon a respeito de algumas coisas, ainda não sabia ao certo se deveria ficar ali ou voltar para a cidade, tinha seu trabalho também e se preocupava com a segurança de seu ômega.

Era provável que NamJoon também tivesse que voltar por conta de alguns documentos e casos que ficaram pendentes ainda mais agora que Chanyeol estava em outro país resolvendo outras coisas.

 

Parece que as empresas dos alfas teriam mais algumas apresentações, e era provável que até mesmo JongIn tivesse que retornar ele era como o garoto propaganda e interligava tudo das duas empresas em forma de Markting. E a útlima noticia que tiveram era que D.O. queria ganhar seu filhote em seu País. Aparentemente as coisas pareciam tranquilas, mas nem sempre isso era um sinônimo que as coisas estavam bem, talvés para os negócios mas nada como ter um plano B, e Hoseok conhecia Yoongi o suficiente para saber que ele já tinha algo traçado na mente de rastreador dele.

 

(...)

 

Aguns dias depois

 

Tae: Ele está vindo pra cá. – Falou para os demais

 

Jin: Até que fim. – Falou olhou para o esposo – Assim podemos voltar todos juntos, não vejo a hora de chegar na minha casa e voltar ao meu trabalho.

 

Nam: Amor ainda é cedo para isso, Sun Hee é pequenininha demais.

 

Jin: Eu a levo para o trabalho e isso nós já tínhamos falado.  – Falou decidido e viu o marido balançar a cabeça sabia que o Nam não concordava desde inicio eles vinham entrando em desacordo, mas o ômega já estava decidido.

 

A campanhia soa pela casa e logo passos apressados vão em direção a mesma, escutaram uma voz baixa e rouca e outra mais estridente.

 

Yoongi: Oi! – Falou baixo sentindo o aperto em volta dos ombros e pescoço, Taehyung tinha se agarrado a ele como se fisse anos que não o via. – Isso é saudades Tae-ah? – Perguntou vendo Hobi sorrir logo atrás

 

 

E sem obter resposta e arrastado para dentro da sala onde se encontrava Jin e NamJoon sentados no sofá, pois todos sabia que Yoongi estava para chegar pelo menos esperava que ele ficasse até o dia seguinte onde todos retornariam, já sabiam que Chanyeol e Baekhyun deveriam estar na cidade. E tanto NamJoon quanto Hoseok estavam esperando o retorno do líder quanto também a chegada de Yoongi, que já tinha recebido a ligação na semana anterior de Taehyung querendo que ele fosse até onde estavam para ver sua irmãzinha.

 

Assim que Tae soltou o alfa o outro se aproximou dando-lhe um abraço saudoso e com o olhar curioso, pois o Alfa tinha duas sacolas nas mãos e também um buque de flores silvestre na outra.

 

Tae: Para quem é esse buque? – Perguntou curioso

 

Yoongi: Hum....para o recente Omma. – sorriu quando viu os olhos do ômega marejados, pois Tae achou aquele jesto um tanto meigo da parte do alfa, pois muitos achavam que Yoongi era frio, mas se enganava, ele era um alfa bem centrado e não sabia muito bem como demonstrar o afeto. – E essa sacolinha é um presentinho para o bebê

 

Jin: Opa! Pra mim e pra Sun. – Se levantou do sofá com um sorriso, entregou a filhotinha para NamJoon e foi abraçar o alfa. – Obrigado não precisava se incomodar sua presença já é o suficiente. – Falou recebendo o buque e ganhndo um abraço caloroso.

 

Tae: Vem Yoonie, vem conhecer sua cunhadinha a Sun Hee. – Falou todo cheio de si

 

Yoongi: Sun Hee, que bonito nome. – Falou indo em direção aonde seu ômega o puxava e logo sorriu vendo os cabelinhos pretos todo espetadinho.

 

NamJoon: Que bom que você pode vir, estavamos pensando que você só conheceria a Sun quando retornássemos.

 

Yoongi: As coisas andam meio agitadas por lá, quase não consigo vir. – Falou sem desviar os olhos da pequena alfa que lhe olhava curiosa e seria. Mas quando viu Taehyung com a mão no ombro do alfa selvagem abriu os olhos e sorriu como se estivesse reconhecendo o irmão e vendo que ele era próximo daquele que acabou de chegar, Sun Hee olhava curiosa para Yoongi e Tae, logo abriu o sorriso gengival para Hoseok que se aproximou dos dois.

 

Tae: Deixa eu pega-la. – Falou pegando sua irmãzinha dos braços do pai. – Olha Sun esse é o Yoon seu cunhado assim como o Hobi. – Falou olhando para a bebê que tinha o olhar fixo no rosto do ômega, e como se esntendesse o que o outro falava resmungou sons que ninguém sabia identificar e olhou para o alfa selvagem que pegou sua mãozinha pequenininha e logo sorrindo soltando sua presença de proteção, sendo reconhecida pelo instinto de todos ali inclusive da pequena que apertou seu dedo indicador. E todos foram tirados de seu topor com o barulhinho e uma luz de flash sendo batida Jin achando linda aquela cena dos dois alfas e seus dois filhos acabou tirando uma foto com a polaroid que tinha na mesa ao lado da bancada da cozinha.

 

NamJoon: Vai dormi aqui certo? – Perguntou ao alfa

 

Yoongi: Estou bem cansado, hyung se não incomodar gostaria sim de passar a noite aqui e amanhã eu volto.

 

Jin: Voltaremos todos amanhã. – Falou vendo Nam e o Yoongi o olhar – E isso já foi decidido.

 

Mais algumas conversar Tae ficou com a irmã no colo enquanto seu pai, Yoongi e Hoseok foram para o escritório da casa, seus avós tinham ido ao mercado pois queriam fazer um jantar de despedida inclusive desde que Yoongi chegou eles ainda não tinham retornado.

 

Tae: Omma porque aqueles três foram conversar no escritório? – Indagou sentado no sofá. - Achei estranho Yoonie com tanto trabalho assim. – Concluiu

 

Jin: Também acho que eles andam muito atarefados, pois mesmo seu Appa, estando aqui todos esses dias ele sempre esteve em contato com Yoongi ou Jungkook, estou aguardando para ver se ele me conta que tanto trabalho é esse. – falou olhando sua bebê brigando com o sono. – Vamos subir Sun Hee tá com sono.

 

Tae: Eu dou banho nela, enquanto o senhor arruma a roupinha o que acha? – Falou traquina

 

Jin: Tudo bem, mas tome cuidado, sim. - Respondeu se levantando do sofá sendo seguido por Tae.

 

 

(....)

 

Enquanto isso no escritório

 

 

NamJoon: Que estranho, esse documentos, e o que Suho falou? – Indagou

 

Yoongi: Ele ficou de entrar em contato, pois tem muitos fios soltos, mas na minha opinião esses fios soltos é proposital só não entendo o intuito disso.

 

Hoseok: E você sabe quando Chanyoel volta?

 

Yoongi acredito que entre hoje ou amanhã, mas não será a semana que vem ele já andou ligando para a empresa temos muitas coisas para dar andamento, inclusive tem isso que conseguimos desenvolver.

 

Pegou a sacola e tirou de dentro dela uma caixa preta, consegui elaborar algo, abriu mostrando dois colares com um pingente em forma de folhas.

 

Yoongi: Esses é para o Tae e para você. – Falou olhando para o Hobi. – Tem um rastreador caso algo aconteça eu saberei encontrar vocês.

 

Hobi: Mas eu não preciso, sabe que posso me defender. – Falou indignado – E outra você já é um rastreador nato está no seu sangue.

 

NamJoon: Todos nos sabemos que você sabe se defender Hobi, mas entendo o lado do Yoongi. – Falou

 

Yoongi: Eu quero me sentir seguro, pois esse tempo todo sem acontecer algo, me diz que logo teremos alguma tempestade, e outra coisa dessa forma o Tae ira usar também sem alarde porque não irei falar para ele que tem um rastreador.

 

Hobi: Oh! Não tinha pensando nisso. – Falou entendendo a situação

 

NamJoon: Gostei disso, tem mais alguns para os demais ômegas? – Perguntou

 

Yoongi: Vou aguardar o Chanyeol chegar, para fazemos as contas de quantos ômegas temos para todos usarem, seja correntinha, pulseira, tornozeleira, até mesmo anéis e brincos.

 

 

(....)

 

 

E a noite chegou, Yoongi conheceu os demais moradores da casa onde Tae e Hobi estavam, mataram um pouco de saudades que sentiaram esses tempo que estiveram distantes. E sabia que na manhã seguinte as coisas seriam talvez corridas e sufocantes, nada que já não estivesse acostumado. Adorou ver a carinha feliz de Tae quando recebeu a corretinha, era parecida com a do Hobi e Yoongi usava uma pulseira, que fazia uma ligação entre os três e o alfa selvagem sabia que se não usa-se algo teria uma discursão pois o Tae quando quer algo e bate o pé, era um ômega terrível. Mas o alfa se sentia completo com seu ômega e seu alfa feliz, um completava o outro de forma formidável.

 

 


Notas Finais


Então meus amores...foi ou não foi uma doçura esse capitulo...acho que logo vem mais doçura...mas enquanto isso é bom preparar o coração...pois pretendo abalar vocês.

Antes de mais nada quero e preciso muito agradecer a todos que vem favoritando e comentando a fic..isso me enche de alegria principalmente quando entendem o enredo...a emoção...e o significado por trás de muitas coisas.

Fizeram um pedido de NamJin...sei que esse capítulo não é muito bem o que me pediram, mas não se encaixava no enredo pelo menos não nesse momento.
Sei que muitos querem saber o que acontecerá de ruim e de bom

Mas....rsrsr ahah!!! sempre se tem um mas...

Acredito que logo vocês saberão;

Estou super atolada com as fics, por isso sei que estou sendo repetitiva, mas não desistam desses lobinhos que escrevo com muito amor.

Mas acredito que logo teremos novidades...Acho que é isso, acredito que eu deveria dar uma explicação descente aos leitores e todo que me seguem, favoritam e comentam....me desejem sorte...e criatividade;
Estou pensando seriamente em começar a betar essa historia, pois sei que de certa forma acaba passando alguns errinhos...mas isso eu verei qdo estiver um pouco mais folgada, só para não entrar em hiatus em consideração a vocês.

E até breve....Acompanhe as outras fics, e as que tenho em parceria...Beijos e amo vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...