História Camren - Never be the same. - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello
Visualizações 191
Palavras 2.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E ai galera, demorei muito? Eu sei que sim! Desculpem por isso, e não vou mais nem dizer que é porque a vida anda corrida, porque eu sei que vocês já sabem, rsrs, enfim, finalmente consegui escrever esse capítulo e também o capítulo da nova fanfic '' Camren - Inside. '' que só vai continuar depois que eu finalizar essa, mas nossa, confesso para vocês que estou muito ansiosa e que espero que vocês leiam ela e comentem o que acharam. Essa nova fanfic está mexendo muito com meu coração e espero que mexa com o de vocês também.

Bem, segue o link de '' Camren - Inside. '' 

https://www.spiritfanfiction.com/historia/camren--inside-13894134

De todo o meu coração. Eu irei contar para vocês a história de um amor eterno. 😢⚘

-
Música

Rihanna - Love on the brain

Boa leitura.

-----------------

Capítulo 39 - Onde nossos mundos se juntam.


Fanfic / Fanfiction Camren - Never be the same. - Capítulo 39 - Onde nossos mundos se juntam.


Pov Lauren

Parecia está vivendo um sonho com Camila ao meu lado em Nova Iorque, mas sabia que aquilo não duraria para sempre, já que ela estava com os dias contatos para retornar à Asheville.

Suspirei e a fitei ainda dormindo ao meu lado.

Há alguns dias atrás Camila havia falado sobre como seria a nossa vida comigo morando aqui e ela lá, mas naquele momento eu não tinha como dizer coisa algum, então inventei algo para fazermos e deixei aquele assunto para depois.

Eu não era de deixar nada para depois, mas eu tinha medo de falar sobre aquilo e magoa-la, afinal não tinha planos de voltar à morar em Asheville e certamente Camila nunca se mudaria para cá, devido a Max.

Me sentei na cama fazendo o mínimo de movimentos possíveis e me levantei. Caminhei até a porta de vidro e fiquei olhando aquela vista da cidade. Eu agora me reconhecia ali, no meio de toda aquela bagunça que era Nova Iorque.

Suspirei e peguei o roupão, amarrando-o ao meu corpo.

Caminhei em direção a sala e a cada passo que eu dava, eu observava cada canto daquele lugar como nunca havia feito antes.

Cheguei até a sala e passei a visão em todos os objetos dali.

Eu havia comprado cada um deles, ninguém além de mim havia escolhido aqueles objetos.

Sentei no sofá e deslizei minha mão por ele, lembrando da maneira de como eu o escolhi.

Nunca fui apegada a nada, mas aquele lugar era o meu casulo, onde eu havia construído meu muro, meu próprio mundo, e ninguém além de Camila tinha ido tão longe dentro dele.

Me encostei e fixei minha visão em um único objeto que havia no centro da mesa.

Era um porta-retrato com uma foto que eu havia batido na cachoeira em Asheville, da última vez que fui lá, antes da minha mudança e o sentimento que me invadia agora, era um sentimento de estranho, como se aquela da foto não fosse mais eu.

De repente ouvi um barulho de passos descendo as escadas atrás de mim, então me virei devido ao susto e logo vi que se tratava de Camila. Por alguns segundos eu havia esquecido que ela estava comigo ali! 

Pov Camila

Me acordei e procurei Lauren, mas ela não estava mais deitada ao meu lado. Então pensei que ela poderia ter ido resolver alguma coisa no escritório, mas logo lembrei que era sábado.

Me levantei e fui caminhando em direção ao corredor.

- Lauren?

Chamei, mas ninguém respondeu.

Caminhei mais um pouco indo em direção a sala.

Logo a vi imóvel sentada no sofá, então continuei caminhando tentando fazer o mínimo de barulho possível na intenção de fechar os seus olhos e beijar o seu rosto, mas de repente Lauren se virou de uma vez com uma expressão de assustada, como se estivesse vendo um fantasma.

- O que foi?

Sorrir sem graça e ela me olhava paralisada.

Pov Lauren

- Que susto!

Levei minha mão até meu peito e me levantei rápido.

Camila tinha um meio sorriso no rosto, como se não esperasse aquela reação, e na verdade, eu não sabia o que dizer.

Pov Camila

Terminei de descer as escadas indo em sua direção.

- Nossa, não queria lhe assustar tanto assim.

Pov Lauren

- Não amor, tudo bem! Desculpa, é porque eu tava pensando em algo..

Não iria dizer que havia esquecido que ela estava ali comigo, pois certamente Camila ficaria muito magoada.

Então o assunto que eu tanto temia, veio à tona novamente e dessa vez eu não poderia escapar.

Pov Camila

- Amor, daqui há alguns dias eu estarei voltando para Asheville e precisamos saber como serão as coisas...

Vi o olhar de Lauren se desviar do meu, deixando transparecer mais uma vez o quanto aquele assunto a incomodava, mas eu precisava saber como as coisas seriam, afinal não se tratava apenas de nós.

Pov Lauren

- Tudo bem, vamos conversar sobre isso!

- Na verdade, era nisso que eu estava pensando agora.

Segurei a sua mão e me sentei no sofá.

- Preciso saber o que você pensa sobre isso, porque eu sei que no seu caso a questão não é só você, mas Max também..

Pov Camila

Amei ouvir Lauren citando Max na primeira frase daquele assunto e ela tinha razão, a minha maior preocupação era com ele.

Max era um menino muito calmo, que amava viver em Asheville, uma cidadezinha pequena, onde todo mundo se conhecia, e ele jamais havia ao menos visitado um lugar tão grande e movimentado como Nova Iorque.

- É amor, você tem razão, a minha maior preocupação é Max.

Pausei e a fitei.

- Ele não conhece esse mundo.. e pra falar a verdade, eu não sei se quero que ele viva em um lugar assim.

A expressão de Lauren se entristeceu rapidamente ao me ouvir dizendo aquilo.

- Somos melhores amigas acima de tudo e eu tenho que ser sincera com você... eu não desejo esse mundo nem mesmo para mim.

Baixei a visão sentindo uma tristeza também, afinal por conhecer Lauren, eu sabia que no fundo ela esperava que eu me mudasse para cá.

Pov Lauren

Engoli a saliva para desfazer o nó que se fez em minha garganta ao ouvir aquilo.

Respirei fundo e suspirei.

- Eu sei que é muito difícil se adaptar, mas olha, eu também já tive essa visão e hoje eu não me vejo mais longe daqui.

Pov Camila

Ouvi o final daquela frase '' Não me vejo mais longe daqui '' e estremeci por dentro.

Então Lauren não tinha planos de voltar para Asheville mesmo e aquelas palavras foram como levar um soco forte na barriga, e por alguns segundos me senti sem ar.

Eu não sabia o que dizer, mas tinha convicção que alguma palavra precisaria sair de mim agora para que todo aquele nosso sonho não desmoronasse ali mesmo.

- Podemos conversar sobre isso depois?

Pov Lauren

Senti um aperto no meu peito, pois agora percebia que aquele assunto assombraria não só à mim, mas principalmente a ela.

A puxei e a abracei forte, levando meus lábios até sua testa.

- Eu amo você e Max. E não importa onde moraremos, eu só sei de uma coisa.

Me afastei um pouco, levei minha mão até seu queixo e subi seu rosto para fitar o fundo dos seus castanhos.

- Ficaremos juntos para sempre!

Pov Camila

Ouvi aquilo e uma onda de emoção e felicidade tomou conta de mim.

- Nossa Lauren, eu amo tanto você!

Deixei que as lágrimas rolassem pelo meu rosto e levei meus lábios até os seus.

- Eu não sei mais viver sem você!

Pov Lauren

Camila me beijou com seus lábios trêmulos.

- Eu não sei mais viver sem vocês! Agora vocês são minha família.

Pov Camila

A abracei bem forte agradecendo-a por aquelas palavras e ali eu soube, que valeria a pena enfrentar qualquer coisa que estivesse por vim, para que pudemos construir a nossa própria família.

- Você é a nossa família!

Dois meses depois

Pov Lauren

Já fazia quase dois meses que Camila e eu estávamos naquele relacionamento à distância e apesar de não estarmos tão longe assim, as obrigações do dia a dia acabavam atrapalhando e impedindo que nos encontrássemos.

Levantei da cama e a minha única vontade era de permanecer nela.

Suspirei e me abracei.

Eu agora era tão vulnerável e me sentia completamente solitária sem Camila aqui, que era como se estivesse voltado a ser àquela Lauren do tempo da faculdade, tão frágil. 

Peguei o celular e disquei seu número. Talvez se tivesse sorte ainda a pegaria em casa e poderíamos matar um pouco daquela saudade.

- Amor?

Pov Camila

Ainda estava dormindo quando ouvi o celular vibrar debaixo do travesseiro.

- Alô!

Falei sem conseguir olhar para tela devido a sensibilidade que meus olhos ainda sentiam da luz.

Então ouvi a voz rouca que me estremecia por dentro.

Sorrir.

- Oi amor!

Pov Lauren

Ouvir o barulho da sua risada, fazia aquela solidão sumir para longe de mim em questão de segundos.

Me virei e me joguei na cama.

- Amor, já estava com saudade de ouvir a sua voz.

Senti que ela estava se espreguiçando devido a mudança no tom da sua voz, e poderia ver aquela cena diante dos meus olhos agora.

- Ain, preciso de você aqui!

Pov Camila

Lauren andava tão sensível ultimamente e eu adorava aquilo.

Quando voltamos da última vez, eu tive medo dela ter perdido a sua essência que apenas eu conhecia, mas pra minha sorte, ela estava ali ainda. E agora tudo era tão perfeito, exceto a distancia que nos separava.

- Eu também preciso de você aqui!

Fitei o teto do meu quarto e fiquei observando o movimento das árvores que balançavam devido ao vento que soprava forte lá fora.

- Eu preciso mesmo de você aqui!

Passei a mão pela minha barriga, deslizando meus dedos bem devagar no movimento de sobe e desce sobre ela.

Eu sentia falta das suas mãos em minha pele.

Pov Lauren

De repente a sua voz ficou em um tom manhoso, e eu já poderia imaginar no que Camila pensava e certamente porque eram os mesmos pensamentos que os meus.

- Amor, o que está fazendo?

Falei sorrindo agora.

Pov Camila

Mordi o lábio inferior e sorrir ao ouvir aquilo, pois Lauren me conhecia tanto quanto eu e eu já sabia que ela perguntava aquilo já sabendo o que eu queria fazer aquela manhã, aliás, todas as manhãs!

- Estou apenas deslizando meus dedos pela minha barriga. 

Pausei.

- Queria que fosse você!

Pov Lauren

Fechei os olhos e busquei imaginar ela fazendo aquilo e poderia senti-la nas pontas dos meus dedos.

- Então fecha os olhos amor e me imagina ai, porque eu estou sentindo sua pele agora nas pontas dos meus dedos.

Pov Camila

Lauren disse aquilo e sua voz rouca fez todos os pelos do meu corpo se arrupiarem.

- Não faz isso amor.. preciso me levantar para ir trab...

Pov Lauren

- Faz amor comigo?

Disse antes dela completar a frase e sabia que Camila queria aquilo tanto quanto eu.

 ( Deem play na música Love on the brain da Rihanna )

Pov Camila

Sorrir e mordi os lábios mais uma vez.

Lauren sabia como me prender e mesmo com toda aquela distancia, meus dias acabavam que sendo coordenados por ela.

- Tudo bem amor! Eu não consigo resistir à você!

A obedeci e fechei os olhos e ela tinha razão, eu poderia senti-la ali, bem ao meu lado, olhando para mim e deslizando a sua mão por toda a minha pele.

Pov Lauren

- Amor como você está vestida?

Eu queria imaginar tudo, cada detalhe.

Pov Camila

- Amor, apenas de calcinha!

Arfei, pois já sabia o que estava por vim.

Pov Lauren

- Amo imaginar você assim, sabia?

Pausei e respirei, pois só de imagina-la daquela forma, meu coração ficava completamente descompassado.

- Amor vou subir em cima de você  e me colocar entre as suas pernas.

- Pode abrir elas pra mim, amor?

Pov Camila

Lauren falava de um jeito que me fazia perder o controle e eu apenas seguia as suas palavras.

Pov Lauren

- Estou deslizando meus lábios sobre os seus agora e descendo em direção aos seus seios, eu vou chupa-los e senti-los na ponta da minha língua enquanto meu quadril se remexe entre as suas pernas e minha mão direita desliza pela sua barriga, adentrando a sua calcinha e indo em direção ao seu centro.

Pov Camila

Sentia meu corpo tremer com cada palavra que saia de sua boca e não conseguia dizer nada, apenas deixava meu corpo dançar na cama sobre as sensações que sua voz me fazia sentir.

A sua voz eram suas mãos em mim!

- Ain Lauren..

Deslizei minha mão por dentro da minha calcinha, imaginando ser a sua e apertei minhas pernas uma na outra devido ao tesão que eu sentia.

Pov Lauren

Ela gemia meu nome e era como se eu estivesse realmente lá.

- Amor, você quer que eu tire a sua calcinha?

A estiguei para que ela pudesse pedir.

Pov Camila

- Amor, eu que... quer.. quero...

Falei com dificuldade e já sentia o meu centro molhado e pulsando dentre meus dedos.

Pov Lauren

- Pois pede amor!

Sorrir ao dizer aquela frase. E ela mal conseguia falar.

Pov Camila

- Lauren queria me ver rendida à ela, mas eu já me encontrava assim.

- Por favor amor, tira!

Pov Lauren

- O que amor?

Meu coração acelerou mais do que já estava.

Pov Camila

- Tira a minha calcinha!

Respirava com dificuldade e meu corpo estremecia.

Pov Lauren

- Eu tiro amor.. eu tiro!

Sorrir com a sua voz de comando.

Pov Camila

Tirei a minha calcinha e agora estava completamente nua movimentando meus dedos no meu próprio centro.

Como Lauren conseguia fazer àquelas coisas comigo? Como ela conseguia me tocar daquela maneira mesmo com seu corpo tão distante do meu?

Eu pertencia à ela e ela à mim, essa era a única coisa que eu tinha certeza.

Pov Lauren

- Amor abre um pouco mais as pernas e rebola pra mim enquanto eu movimento meus dedos no seu centro.

Camila gemia mais alto do outro lado da linha o que fazia meu corpo senti-la também e era como se ela estivesse ali, gemendo ao pé do meu ouvido.

Pov Camila

Tinha meu centro pulsando forte entre meus dedos e a voz de Lauren me enlouquecia mais e mais, e por mais que eu quisesse me segurar e permanecer com ela ali por mais tempo, eu não conseguiria.

Meu corpo já pedia aquela sensação boa, na verdade, ele gritava por aquilo.

- LAUREN EU VOU GOZAR...

Pov Lauren

Camila gemia mais alto, o que me deixava com mais tesão em tudo aquilo que fazíamos. Então paramos de falar e apenas ficamos ouvindo a respiração uma da outra e aquilo foi o bastante para fazermos chegar ao ápice.

Pov Camila

Cheguei ao ápice e era como se meu coração pulsasse forte em cada parte do meu corpo.Eu poderia senti-lo pulsar da minha cabeça a ponta dos meus pés e era uma sensação tão boa, que a minha vontade era de apenas ficar ali, sentindo aquilo para sempre.

- Amor, eu preciso de você aqui!

De repente senti um aperto em meu peito e uma vontade de chorar, então não demorou muito para que as lágrimas vinhessem.

Fazer amor com ela daquela maneira foi como um estopim para que vinhesse à tona a falta que ela me fazia.

Pov Lauren

Fitei o teto e levei minha mão até a minha barriga, tentando fazer com que a minha respiração normalizasse, pois estava totalmente descompassada.

Ouvi Camila dizer aquilo e naquele momento o tom da sua voz mudou, e logo percebi que ela estava chorando.

- Amor, o que foi?

Perguntei assustada, mas ela permaneceu em silêncio, apenas me deixando ouvir o barulho do seu choro.

Me sentei na cama e questionei mais uma vez.

- O que foi?

Pov Camila

- Eu só queria um abraço seu agora. Eu sinto tanto a sua falta..

Falei com dificuldade e uma certa solidão me invadia.

Me deitei de lado e abracei as minhas próprias pernas ficando em posição fetal.

Apesar de Lauren ser mais presente na minha vida do que muitos que estavam bem perto de mim fisicamente, eu precisava dela pessoalmente também, eu precisava sentir a pele dela na minha, eu precisava dos lábios dela nos meus, do seu cheiro invadindo meus pulmões todas as manhãs, eu precisava dos meus olhos sendo figados pelos seus, eu precisava até do seu jeito duro de se comportar às vezes.

Pov Lauren

Respirei fundo e senti uma dor no meu peito, e eu sabia que não poderíamos permanecer naquela situação por muito mais tempo.

- Amor, eu sei disso. Eu também sinto a sua falta.

Me deitei para trás e fitei o teto mais uma vez. 

- Eu vou resolver isso!

Pov Camila

Não era a primeira vez que Lauren me falava que iria resolver aquilo, então como pular de uma pedra no alto de um penhasco em direção a um mar em fúria, eu me joguei.

- Eu vou me mudar para Nova Iorque com o Max.

Pov Lauren

Ouvi aquilo e fiquei em choque, como se não fosse real. Mas estranhamente ao invés de alegria, naquele momento eu senti tristeza, porque eu sabia que aquela mudança traria dor a Camila e não a felicidade que eu esperava.

- Não amor.. eu que vou para Asheville.

Narrador 

Confia no teu coração se os mares pegarem fogo. E viva pelo amor, mesmo que as estrelas caminhem em direção oposta. ( Filme: Vida e morte de Charlie ) 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...