História Camren: A patricinha e a rockeira - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camilla Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lgbt, Romance, Yuri
Visualizações 1.896
Palavras 1.508
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - O programa de Lauren


Fanfic / Fanfiction Camren: A patricinha e a rockeira - Capítulo 28 - O programa de Lauren

#Camila 

-Elas conversaram tão rápido, será que tudo se resolveu? Lucy saiu daqui tão contente. De onde será que se conhecem? Que a garota é bonita ela é hein? Mas Lauren tem namorado não devem ter nada... 

Aqueci o almoço que eu havia feito, coloquei no prato, tudo com muito carinho para Lauren. O estrogonofe de frango tinha ficado uma delícia, Ariana sabia mesmo cozinhar.! Eu a magoei muito, tadinha. Mas Lauren me pediu pra eu tirá-la dessa casa, e a casa é dela. Ela quem manda.

A Ariana tem todos motivos pra ficar brava com Lauren, ela aprontou muito. Até eu tenho, mas eu não consigo.

 Levei a comida para Lauren em uma bandeja, acompanhada de um suco natural de laranja. 

Chegando no quarto me deparo com Lauren embaixo da coberta.

- Lauren? -Coloquei a bandeja do lado da cama

- Oi . -Lauren saiu de baixo da coberta e me olhou, seus olhos estavam inchados, seu nariz estava vermelho,  parecia que estava chorando. 

- O que aconteceu que você está assim? 

- Eu só queria achar meu celular! 

- Olha, come a comida que eu preparei, e toma esse suco todinho que eu vou procurar seu celular tá bom? 

- Tá... -Lauren sorriu de lado

- Lauren, me responde uma coisa? 

- Sim. 

- Você não comeu nada hoje? 

- Não... -Lauren me respondeu. 

- Mas pegou algo na cozinha pra comer e acabou não comendo? 

- Não. Só fui na cozinha pra pegar a latinha de cerveja mas acabei não bebendo. Depois comecei a procurar meu celular e não achei, o resto você já sabe...

- Então Ariana mentiu... -pensei alto 

- O que? -Lauren estranhou. 

- Nada não, come aí que eu vou procurar seu celular. -Fui até a cozinha onde tinha deixado o celular de Lauren

Não acredito, Ariana mentiu pra mim. Disse que Lauren tinha comido, e ela não comeu! Ela me deve uma explicação... 

Procurei o celular em todos cantos da cozinha e realmente não estava. Alguém só pode ter pego, mas quem?

Pensei em Ariana, mas ela não tem cara que faria isso... Ela deve ter pego na brincadeira, depois eu ligo pra ela. 

Olho no relógio e vejo que já tô atrasada para ir para faculdade. 

- Lauren, eu tenho que ir pra faculdade, já vai dar 18h. Quando eu chegar eu acho seu celular. Tenho que tomar um banho rápido. -Corri para o banheiro

Alguns minutos depois 

Camila sai do banheiro enrolada em uma toalha, Lauren arregala os olhos ao ver Camila com o cabelo molhado caído alguns fios sob seu rosto. 

Camila pega uma calcinha e um sutiã vermelho em sua gaveta e uma saia preta rodada combinando com uma blusinha soltinha de seda. 

Sem tirar a toalha ela coloca a calcinha por baixo da toalha.

Camila não repara que Lauren  está olhando e tira a toalha exibindo todas suas curvas.

Lauren fica de queixo caído com a perfeição daquele corpo, era com aquele corpo que ela iria se fantasiar na hora de se entregar para o homem que lhe comprou por uma noite.

Camila se veste rapidamente e sai correndo.

- Tô muito atrasada! Tchau Lauren.

#Lauren 

Meu Deus, que mulher é essa? Fiquei molhada só de olhar! -Lauren sente seu sexo lubrificado 

Minha fantasia para o homem de hoje será Camila, sem perceber ela acabou me dando uma ajudinha, agora não vai ser tão difícil como pensei... 

Deixo a bandeja em cima da cama de Camila e vou me arrumar para o meu comprador! É estranho isso, amor por uma noite, mas era uma necessidade...

Ouço meu telefone fixo tocar, corro pro meu quarto para atender:.

- Alô 

- Oi Lauren é a Lucy! 

- Oi Lucy aconteceu alguma coisa? 

- Eu só liguei pra te lembrar do seu compromisso que é daqui a pouco... 

- É eu já tô sabendo, estava indo me arrumar... 

- E pretende vestir o que? 

- Sei lá, uma calça preta, blusa de alguma banda de rock, tênis. 

- Ficou maluca? Coloca uma lingerie de renda, de preferência transparente, algo sexy que você usaria para o Tyrone. Se tiver alguma camisola sensual será melhor ainda. Quanto menos vestida você tiver, melhor será! Ah e coloque sandália de salto, eles adoram. -Lucy riu alto. 

- Nossa quanta exigência! 

- Claro meu bem. Ele está pagando e já depositou metade, inclusive já transferiram para sua conta! 

- Já? Posso pagar a faculdade então... -Disse aliviada.

- Não sei se eu mencionei: mas como você foi pelo bordel que trabalho, o dono de lá fica com metade do dinheiro, então você fica com 5 mil e ele 5 mil... 

- O que? Ele ainda fica com metade? 

- Laur, ele quem conseguiu o cliente para você então metade é dele. 

- Eu faço todo trabalho e ele fica com metade do dinheiro? Isso tá muito errado! -Comecei a ficar brava

- Calma Laur. É assim mesmo, não adianta discutir agora... Você ainda se deu bem. 5 mil reais em uma noite, tem programa que eu faço que não ganho nem 500 reais direito. 

- Eu não sei como você consegue... 

- Você vai ver, é muito fácil. Só pensar em outra coisa. Lembre se de relaxar...

- Tá bom. Eu vou desligar para me arrumar. 

- Tchau Laur. Muito gozo pra você. -Lucy gargalhou 

Desliguei o telefone estressada.

 Fiquei pensando porque eu faço todo trabalho e ainda tenho que dividir o dinheiro! 

Quem esse cafetão pensa que é? 

Coloquei um sutiã preto de renda sem bojo e transparente, um short preto justo e joguei por cima uma jaqueta jeans. 

Deixei meu cabelo meio bagunçado e fiz uma maquiagem de leve. 

Olhei no espelho: Sim eu estava totalmemte puta, só faltava a bolsinha pra rodar. Fiquei com nojo de mim mesma. Fui ao quarto de Camila sentir seu cheiro para me dar animo para continuar com o plano... 

- Se eu contasse pra Camila que estava falida, ela iria procurar outro apartamento pra morar e eu não iria me acostumar nunca morando com outra pessoa. 

#Camila

Chego na faculdade e na hora de girar a catraca percebo que não trouxe meu cartão. 

- E agora como vou entrar? 

Na pressa eu acabei esquecendo 

- Oi, eu esqueci meu cartão tem como você me liberar pra entrar? 

- Me empresta o RG pra eu autorizar na recepção? 

- Droga, deixei minha carteira em casa com todos documentos. 

- Desculpe senhorita, mas sem documento com foto eu não posso liberar a sua entrada. 

- E agora o que eu vou fazer? 

- Se você voltar correndo, consegue pegar a segunda aula. 

- Droga! - sai correndo e chamei o táxi. 

#Lauren

O interfone tocou, meu coração disparou! 

- Quem é?? 

- É o Tony, vim pelo sexy in case

- Pode subir. 

Meu coração estava na boca, pela voz era um cara grandão com um pênis de 1 metro. Talvez o nervosismo estava me deixando imaginar coisas. Eu estava trêmula. 

A campainha tocou e eu abri. 

Era um homem aparentando uns 50 anos, alto, pele negra. Eu podia jurar que era uma versão mais judiada do 50 cent. Meu coração gelou e meu sangue parou. Como ia transar com aquele cara? Não me atraia em nada, e eu estava sentindo medo dele. Não conseguia ver Camila nele, nem em fantasia. Nem se eu fechasse os olhos. 

Ele me tirou do transe dando um beijo em minha boca  deslizando sua mão sob meus seios. 

- Onde vamos fazer vadia? -Ele disse me dando um tapa com força na bunda. 

- Aqui. - Fui até o meu quarto com ele já que eu tenho uma cama de casal. Minha vontade era de sumir

Chegando no quarto ele nem esperou eu fechar a porta e já me pegou pela cintura e começou beijar meu pescoço. Seus beijos me deixavam com mais nojo ainda, sentia sua barba mal feita pinicar minha pele. Meu corpo estava com agonia do dele que até me deu alergia e meu pescoço começou a coçar.

Ele me jogou na cama e puxou minha jaqueta querendo tirá-la, mas eu segurei. Minhas lágrimas começaram a cair. Senti ele enfiar a mão por dentro da minha calcinha, sua mão grossa e bruta me fez entrar em pânico. 

- Espera. -Gritei desesperada

- O que foi? 

- Eu não quero, eu sinto muito mas eu não consigo. 

- Ah putinha, agora é tarde demais pra desistir. Você acordou o gigante. -Tony pegou minha mão com força e colocou em seu pênis grande e duro.

- Mas eu não quero,  não consigo. -Sussurrei em meio às lagrimas. 

- Você não tem que querer nada, eu paguei. Você é minha por duas horas. 

- Não. - Tentei me levantar e correr mas Tony me pegou pelo cabelo e me jogou novamente na cama. 

- Você está me deixando cada vez mais excitado. Adoro uma foda com força. 

Eu gritei, chorei, tentei tirá-lo de cima de mim mas era em vão. Meus gritos e choro eram abafados pelo seus beijos nojentos. 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...