História Amor em 3 atos - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Tags Bailen, Camila, Camren, Lauren G!p, Shawnmilla
Visualizações 194
Palavras 2.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem - Vindo a mais um capítulo desta novela louca !!!

Este capítulo possui Flashback !!!

Capítulo 16 - Choque de realidade p. 2


Fanfic / Fanfiction Amor em 3 atos - Capítulo 16 - Choque de realidade p. 2

Flashback On

Camila olha para o relógio no pulso antes de entrar no taxi. Havia voltada pelo menos dois dias antes do previsto por ter passado algumas noites em claro fazendo a edição final do material sobre o terrorismo na Europa. Não havia voltado apenas com um grande documentário, mas com uma grande proposta do Senhor Ripley para uma entrevista exclusiva da escritora premiada Bailey.

Alguns minutos depois, o taxi estaciona na frente do prédio enquanto uma fina chuva começa a cair, enquanto o taxista desce do carro ajudando –a pegar as bagagens levando até a portaria.

 

- Obrigada. . .

 

Ela enfia a mão no bolso tirando de dentro algumas cédulas, entregando para o taxista que agradece. Sente- se tão cansada que só queria naquele momento tomar um relaxante banho e depois uma longa noite de sono para repor as horas perdidas nas madrugadas.

Com um suspiro, Camila encosta as costas na parede do elevador passando a mão pelo ventre que começara a crescer e aos poucos as crises de enjoo vão diminuindo, mas teria que ter uma conversa com Shawn. Durante a sua estadia em Londres, ela foi a um Centro Médico para uma consulta médica.

Com um suspiro, entra no apartamento, caminhando pela sala vendo algumas correspondências em cima da mesa antes de caminhar na direção dos quartos quando escuta um barulho, tão baixo que Camila hesita, mas continua o caminho no momento que escuta um gemido baixo. Ela abre e fecha a boca sem conseguir dizer nada quando leva a mão na maçaneta da porta, abrindo –a devagar. A cena que vê em sua frente a deixa boquiaberta sem conseguir acreditar no que seus olhos focalizam.

 

- Shawn?

 

Quando escuta seu nome ser chamado, Shawn se vira deparando com Camila que olha na sua direção com os olhos arregalados e os lábios separados. Ele levanta- se rapidamente levando as mãos aos seus genitais tampando seu membro.

 

- O que está fazendo aqui?

 

Camila olha para os dois homens a sua frente com uma mistura de surpresa e ao mesmo tempo desprezo. Sente a raiva aquecer o seu rosto que fica ruborizado, mas então fecha os olhos soltando o ar ruidosamente antes de abri-los vendo que o rapaz observa toda a cena sem saber o que fazer.

 

- Eu moro aqui. . .. Querem se vestir por favor?

 

O rapaz lança um olhar tenso na direção de Camila sem ocultar o constrangimento antes de pegar as roupas espalhadas pelo quarto antes de sair caminhando na direção ao banheiro deixando Shawn sozinho com Camila continuando o clima pesado entre eles.

 

- Acho melhor se vestir antes de conversarmos e temos muito o que falar.

 

Shawn pega suas roupas no chão e começa a se vestir sem se incomodar com a presença de Camila, mas a cada peça que veste a mente dele trabalha como se procurasse uma maneira de reverter aquela situação complicada. Estava lutando para conseguir uma vaga como diretor executivo no jornal e certamente se aquele segredo vazasse seria um grande problema afinal o presidente da empresa a qual o NYT pertence é uma pessoa muito conservadora.

Quando volta ao quarto, Shawn vê Camila de costas olhando a chuva cair pela janela com um olhar perdido quando o rapaz entra também, agora devidamente vestido e com uma expressão constrangida no rosto.

 

- Camila?

 

Ela se vira encarando Shawn que tem no rosto uma expressão neutra.

 

- Olha Senhorita Cabello, acho que você e Shawn tem que conversar, então acho melhor eu ir embora. Não quero atrapalhar . . .

 

De repente, Camila encara o rapaz que se sente intimidado com a expressão que está naquele rosto feminino enquanto Shawn nem olha na direção dele, ele se sente desprezado.

 

- Sente – se.. . A conversa vai ser longa. . .

 

Shawn que até aquele momento permanecia em silêncio, dá um passo na direção de Camila, continuando a ignorar o rapaz ao seu lado.

 

- Isto tudo foi um engano. Vamos resolver tudo entre nós porque realmente ele não tem nada a ver conosco.

 

Uma risada áspera escapa dos lábios de Camila que nega com um gesto na cabeça olhando diretamente para o rapaz

 

- Ao contrário Shawn, este rapaz tem tudo a ver com que está acontecendo aqui. . .  – Ela troca olhares entre Shawn e o rapaz que demonstra incomodo por estar naquela situação constrangedora. – Rapaz como se chamas?

 

O rapaz olha para Shawn como se pedisse permissão para falar, mas a frieza que vê no rosto masculino faz com que sentisse como se um punhal afundasse em seu coração.

 

- Eric. . .

 

Durante alguns instantes Camila fica em silêncio só observando o rapaz na sua frente com atenção enquanto na sua mente todos os momentos que Shawn agira estranhamente, com reuniões de pauta fora de hora, os jogos de futebol americano, as viagens, tudo o que aconteceu, agora sente como as peças do quebra-cabeça se encaixando.

 

- Há quanto tempo vocês. . .

 

A mulher balança a cabeça tendo dificuldade de concretizar o final do seu pensamento, mas Eric sabe bem o que aquela mulher queria saber, afinal esta é a pergunta que todas as mulheres que são traídas querem saber. Shawn olha para o rapaz com a testa franzida e as sobrancelhas unidas, como uma espécie de aviso para que ele se mantivesse calado.

 

- Não é preciso falar mais nada. . .- Camila caminha na direção da mala, mas uma mão masculina a agarra sem nenhuma delicadeza – Largue – me Shawn.

 

Shawn aperta os braços de Camila que se afasta com um empurrão e encara o homem à sua frente com uma expressão furiosa no rosto.

- Vou embora e é bom que nem pense em vir atrás de mim. . .

 

Falando isto, Camila pega a mala e sai pela porta deixando –o sozinho com Eric que não sabe o que dizer. Com a promoção ameaçada, Shawn vê a sua vida virar de cabeça para baixo sem saber que não é apenas ele que carrega consigo um segredo que pode colocar a vida de cabeça para baixo.

Depois de tudo o que havia acontecido ali, o único local que Camila sabia que podia procurar é a casa de seu irmão e sem pensar nas consequências foi para lá que ela foi.

 

Flashback OFF

 

O dia já havia nascido faz algumas horas quando Zack entra na cozinha surpresa por encontrar a sua esposa acordada, preparando o café colocando algumas panquecas em um prato e quando vira- se vê o marido parado ali sorrindo na sua direção.

 

- Bom dia meu amor. . .

 

Zack se aproxima, dando um selinho na esposa, antes de se sentar na cadeira vazia esticando a mão para pegar uma das panquecas, mas leva um tapa na mão, fazendo com que ele fizesse uma careta esfregando o local avermelhado.

 

- Estou com fome Tay. . .

 

Ao ver o bico que se forma nos lábios do marido, ela desliga o fogo, caminhando na direção dele, dando um selinho longo que a abraça pela cintura, quando escuta uma tossida e ao se virar vê Camila parada olhando na direção deles com uma expressão triste.

 

- Bom dia Camila, fiz o nosso café, sente- se.

 

Camila concorda com um gesto na cabeça, caminhando na direção da mesa, sentando – se na cadeira sendo acompanhado pelo irmão e pouco tempo depois Taylor se junta à eles colocando o prato com panquecas e uma jarra de suco natural.

 

- Depois eu queria conversar com você. . .

 

Ela apenas concorda com um gesto na cabeça e enche o copo com suco, levando aos lábios tomando um grande gole. Camila sabe que o irmão ia querer saber o que havia acontecido entre ela e Shawn, mas a verdade é que não queria falar nisto, tinha que colocar a mente no lugar para poder decidir o que fazer a seguir.

 

- Dar um tempo para ela Zack. Tenho certeza que quando ela estiver preparada, Camila contará o que queremos saber.

 

Zack olha para a esposa com uma expressão surpresa no rosto, mas nada comenta. Ele apenas resmunga levando um pedaço da panqueca a boca, se deliciando com o sabor rico. Realmente Taylor é uma excelente cozinheira apesar de usar pouco este dom.

 

No seu apartamento, Lauren aproveita que Morgan está dormindo para fazer um café de manhã reforçado para repor as energias que haviam gastados juntos, afinal tanto ela quanto a namorada iam viajar para completar as agendas de compromissos, Morgan na Espanha e ela a viagem a Tóquio. Queria aproveitar todo o tempo com Morgan e sorrindo depois de preparar o desjejum caminha na direção do quarto com uma bandeja.

- Bom dia. . .- Lauren fala se aproximando da cama vendo uma Morgan relaxada, com os cabelos em desalinho e um sorriso que se desenha nos lábios femininos. – Trouxe um café da manhã para nós.

 

Ela coloca a bandeja em cima da cama antes se de sentar junto com a namorada, que tem o corpo nú enrolada com os lençóis.

 

- Que delícia, estou faminta. . .

 

Os dois tomam seu desjejum em meio a carícias e sorrindo Lauren pega um croissant levando aos lábios de Morgan que dá uma mordida antes de dar um selinho na namorada. Havia desligado o telefone para que pudesse ter um momento de paz com Lauren, o que não acontecia muito, depois que Caleb descobriu estar com a escritora.

 

- Você que é uma delícia. . .

 

Falando isto, Lauren tira a bandeja da cama, colocando sobre a mesa, antes de beijar a namorada deitando sobre ela que geme abafado, afastando as barreiras que separam seus corpos inflamados.

Morgan fecha os olhos sentindo os lábios de Lauren deslizar por todo o seu corpo, até alcançar o seio direito passando a língua por ela sugando –os causando gemidos mais altos, fazendo com que envolvesse os cabelos escuros de Lauren entre seus dedos, puxando –o mais para si, querendo aumentar ainda mais a intensidade daquela carícia.

 

- Lauren, eu preciso de mais. . .

 

Lauren se afasta um pouco recebendo uma exclamação de reprovação com a perda de calor, mas logo ela volta nua com uma bela ereção, encaixando seu corpo no de Morgan que suspira.

 

- Agora sim. . .

 

Novamente Lauren a beija, fazendo com que Morgan que entreabrisse os lábios permitindo a invasão, explorando cada ponto daquela boca feminina até suas línguas se encontrarem iniciando uma carícia, enquanto começa a penetra-la com cuidado fazendo- a gemer entre os beijos. A cada estocada, Morgan geme arranhando as costas branca.

 

- Morgan. . .

 

Com seus olhos conectados, Lauren continua a estoca-la, atingindo o ponto esponjoso de Morgan várias vezes, sentindo seus corpos se convulsionarem antes de gozarem juntos misturando seus gozos. Durante alguns minutos, Lauren continua dentro dela querendo prolongar o prazer que Morgan sente.

Com o corpo saturado de prazer, ela toca o rosto feminino, fazendo uma carícia e Lauren fecha os olhos dando um longo suspiro, apreciando aqueles momentos íntimos, para só então pegar uma das mãos dela entre as suas beijando cada dedo.

 

- Estou tão feliz. . .

 

Lauren sorri afastando uma mecha dos cabelos de Morgan que cai sobre a sua testa, dando a ela uma aparência frágil, mas à medida que a conhecia, pode desvendar uma nova face daquela jovem com tantos talentos a conquista.

 

- Eu também estou feliz.

 

No seu apartamento, Shawn caminha de um lado para o outro de forma nervosa. Não havia conseguido conciliar o sono, pensando em tudo o que havia acontecido na noite anterior. Não havia notícias nem de Camila e nem de Eric, que mantem o telefone desligado, causando uma mistura de raiva e ao mesmo tempo angústia. Havia feito um erro de cálculo querendo manter aqueles momentos com Eric sem pensar na possibilidade de que pudesse ser vítima de sua luxúria,

 

- Droga. . . – Em um surto de raiva, ele pega o vaso jogando na parede que explode em mil pedaços, mas nem isto conseguiu acalma-lo.

 

Um toque de telefone o assusta, fazendo com que enfiasse a mão no bolso tirando de dentro um pequeno aparelho dando um suspiro ao ler o nome no visor.

 

- O que você quer Shawn?

 

A voz masculina do outro lado da linha demonstra irritação e ao mesmo tempo mágoa. Sabe que não havia agido certo com Eric, mas ele tinha que entender que estava apenas tentando proteger a sua promoção, mesmo tendo que agir daquela forma.

 

- Precisamos conversar.

 

Uma risada ácida escapa dos lábios de Eric que aperta os lábios tentando controlar a raiva sentida, afinal sempre esperou ter o apoio de Shawn, mas o contrário aconteceu, não apenas havia sido ignorado como também humilhado.

 

- Não temos nada para conversar, Senhor Mendes

 

Antes que Shawn pudesse dizer alguma coisa, o telefonema chega ao fim, fazendo com que partisse o celular ao arremessar com força na parede, xingando ao perceber o que tinha feito. Assim que as lojas abrissem teria que comprar um novo aparelho, resolveu ir ao shopping onde tem uma loja da Apple. Com cuidado, pega a carcaça, recolhendo o chip intacto, colocando sobre a gaveta da mesa antes de ir a área pegando uma vassoura e uma pá para recolher os cacos.

 

 


Notas Finais


Comentem, opinem, faça uma escritora feliz !!!

As máscaras estão caindo. Quem diria Shawnzinho !!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...