História Can I Call You Daddy ? - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Imagine, Imagine Suga, Min Yoongi, Suga
Visualizações 366
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nada a declarar aqui.

Tentarei explicar tudo as notas finais.

Capítulo 28 - Desmaios e desmaios.nda


- Você o que?!

A suposta indagação me fez sair do meu transe. Quase salto do táxi  - aonde eu me encontro - e olho para a pessoa ao meu lado. O nervosismo  me inunda e me deixa novamente sem reação.

Park Jimin me olha pelo canto do olho e sinto a minha criatividade despertar. O meu coração parece querer destruir as camadas em meu corpo para sair pulando.

Mordo o lábio tentando não  surtar por aquele Deus grego  estar ao meu lado. Mas pelo simples fato de eu estar o admirando a mais de duas horas, já  deixa bem claro o que eu sou. Alguém sedenta por ter aquele homem na cama.

- Eu te ligo depois... - murmurou.

 Oh Deus até  os seus murmuros são de tirar o fôlego!

#ParkJimin100porcentosedução

Quase desmaio novamente assim que Jimin volta a me encarar. Aí senhor me ajuda!

- Tem certeza que está bem? Ainda da tempo de passar no hospital... - disse ainda preocupado.

Eu havia - tentado - explicar para ele que aquele desmaio não  era nada demais, só coisa de fã, mas a minha garganta ficou tão travada que pareceu  que eu estava sugando o ar. Tá,  não  era toa que ele estava preocupado, mas quem sou eu para recusar a gentileza de Park Jimin?

Qual fã, em SÃ consciência teria a coragem de querer dar meia volta e passar o seu dia no hospital, enquanto pode aproveitar a cada milímetro de segundo com o ser celestial?

Isso mesmo. Obviamente, nenhuma!

- Eu estou bem... - digo atropelando as palavras coreanas, e vendo o rosto de Park Jimin se contorcer para entender o que ou qualquer coisa que eu tenha dito.

Respiro fundo tentando não derreter com o olhar daquele homem sobre mim e passar uma das maiores vergonhas da minha vida e estragar uma chance de ouro com o cremosão.

- Não precisa se preocupar, eu já estou melhor... - digo dando o meu melhor sorriso amarelo. Jimin assente em concordância após - milagrosamente falando - entender minhas palavras. Segundos depois Jimin se virá para o outro lado do carro e pega uma garrafinha de água meio vazia e estendi a para mim.

 - Você deve estar cansada, beba um pouco de água... - murmurou o mesmo.

Sem relutância alguma, peguei a garrafinha - já aberta - e bebi um pouco. Limpei a trilha que se fazia por causa dos pingos em meu queixo e estendi novamente para sua direção.

 - Obrigada... - sussurrei.

Imediatamente, Park Jimin pegou a garrafinha em minhas mãos e bebeu o último restinho de água que tinha naquela garrafinha. Jogou - a para o lado e voltou á atenção para mim.

- Aonde fica sua casa, eu falo para o taxista  levarmos até lá... - disse ele coçando a nuca.

E era aí aonde meu barquinho afundava.

Como eu iria explicar para ele que - tecnicamente - Eu estudava num internato integral -  infelizmente -, e que eu iria ficar um mês e três semanas de férias, fora de casa por que eu literalmente esqueci a chave de casa e que agora eu tô sem tomada para carregar o meu celular que aliás está descarregado?

Como eu irei falar esse todo esse texto? Usar a cara de pau que eu tenho? Meninas, vamos ter um pouco de dó da minha pobre situação.

Fungo para o lado.

- Err... É que houve uns probleminhas aí, e eu não posso voltar para minha casa. - digo o mais devagar possível, mordo a ponta da língua nervosa.

Ele se espanta e arrega-la os olhinhos.

- Mesmo? Você está bem?  - disse segurando meu braço firme.

Minha boca fica num perfeito "O" e meus olhos caiem em direção a sua mão que está em contanto com meu braço.

Gente do céu, eu não sirvo para ser a meninas dos desmaios.


                                  -


- Acordei, dorminhoca...Ei!

- Cala essa boca Taehyung, sai de cima dela!

- Aigoo, Nam hyung, eu só estou tentando acorda - lá! O que tem de mal?

- O que tem de mal, o que tem de mal, você notou a posição que você está em cima dela?!

- Aish, desculpa hyung eu não notei...

Abro meus olhos devagar, já sentindo olhares cravados sobre mim e meu corpo. Assim que minha visão fica melhor, sinto todo meu sangue subir e uma quentura atingir meu rosto de forma brutal. Pisco algumas vezes para ver se aquela imagem de Taehyung em cima de mim é mesmo real.

- Tae....Tae...TAEHYUNG!! - grito ainda sem acreditar que aquela beldade estava em cima de mim. O mesmo fica vermelho e congelado em seu lugar, seu rosto - igual ao meu - fica com uma coloração vermelha e sua cabeça se abaixa me deixando ver todo seu couro cabeludo castanho.

-...Merda. - ouço o murmurar em coreano.

Antes que eu desmaie - de novo - algo surge atrás de Taehyung e choca um livro contra a cabeça do mesmo.

- Baka. Saia de cima dela, agora. - disse uma voz familiar.

Taehyung rapidamente sai de cima de mim e volta a me olhar com um rosto mais aliviado. Sinto meu rosto esquentar novamente ao sentir mais um olhar sobre mim.

Olho para todos ali, mas o que mais me chama atenção é o Jung Hoseok que desce pela escada com  o seu - delicioso - tanquinho trancado nu e uma mini toalha que cobria suas partes de baixo, mas não me impossibilitando de ver a curvatura de seu quadril que mostrava o caminho proibido.

Ah, e que proibido!

Minhas bochechas pegam fogo assim que meus olhos se encontram com os de Jung Hoseok e vejo que o mesmo me olha com olhar cheio de confusão e com o rosto todo rubrido.


- Quem é essa? - murmura o mesmo sem tirar os olhos dos meus.

Sinto meus olhos se fecharem lentamente e uma tontura enorme atingir minha cabeça e o preto inundar minha visão.

As últimas são as coisas que escuto são:

- Lá vamos no de novo...

- Gente, é sério... Quem é ela?

E o último e o mais estranho de todos:

-- Mas o que a S/n está fazendo aqui?!!
 


Notas Finais


Então...É o seguinte.

Lembram quando eum sempre comentava algo sobre minhas outras fics? Então. Elas simplemente entraram em hiatus antes mesmo de eu saber. É fOi isso, e só tinha percebido isso quando fui ver qual foi a última vez que eu atualizei elas. Mano, eu me senti o lixo, a pior escritora da face da terra. Sem contar que, eu estava resolvendo alguns problemas ( já citei eles aqui ) e eu ainda estou resolvendo, sem contar que algumas coisas MUITO boas aconteceram semana passada que, por mais que o resto da semana foi um inferno, a segunda foi o meu melhor dia do ano e me deu um animo para a minha volta na escrita. (Agradeçam a DEUS, por que se não fosse ele - literalmente- Eu ainda estaria em hiatus.)

Sem contar que eu estou lançando um projeto novo, novas histórias aí na frente, nova conta, coisas para arrumar nela e nessa. Literalmente, TUDO NOVO! (Sintam no ar! (Não façam isso) )

E eu quero falar algo sério.....


VCS QUEREM ME MATAR?????

Gente 300 favoritos!!! VCS CONSEGUIRAM TUDO ISSO AINDA NO HIATUS! SEM CONTAR COM UNS NÚMEROS AMAIS!!

Gente a minha vontade é abraçar e conhecer cada uma de vocês, sério. O que estão fazendo, se vocês soubessem o quanto eu fiquei feliz vendo vocês me mandando um toque dizendo que estavam com saudades e que estavam realmente gostando... Não pude parar... Pois ainda tenho várias surpresas para vocês e para agradecer. Tentarei postar uma one do nosso Yoongi (especial de dias das crianças) aqui.

Ah mais uma coisa.....






VAI TER A SEGUNDA TEMPORADA DE CAN I CALL YOU DADDY NUMA VERSÃO TOTALMENTE DIFERENTE!!!



É isso, apenas aguardem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...