História Can't Help Fall In Love - Byun Baekhyun (EXO) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Sehun
Tags Baekhyun, Chanyeol, Exo, Romance, Sehun, Você
Visualizações 231
Palavras 1.808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tem sido um longo tempo não é?! Obrigada por todos que me esperaram e que ainda esperam por mim.

Mesmo com o pouco tempo que eu tenho na sobra do meu intervalo do almoço na escola, consegui concluir este capítulo.

Me desculpem se tiver algum erro.

Uma boa leitura❤🍃😙😙

Capítulo 20 - Twenty


“Sou eu, Baekhyun, mas tenho certeza que você sabe.Eu tenho te deixado mensagens de voz nos últimos quarenta e cinco dias. Eu tentei procurar por você.Deus, eu fiz tudo que pude. Eu não sei onde você está.Você está ouvindo isso? Está tudo bem? Chanyeol me garantiu que você está bem, ele fez questão de me avisar toda vez que você mandou uma mensagem, mas eu quero ouvir de você. Me ligue, atenda seu telefone ... por favor ... Eu só quero ouvir sua voz me dizendo que você está bem ... que você está segura e feliz ... Me mata sabendo que você está lá sozinha. "

 

Mesmo depois que eu assegurei a Baekhyun que ele não precisava explicar nada para mim, ele ainda insistia em fazer isso. A maioria das coisas que ele me contou, eu já conhecia de Chanyeol, como quem era Lana, sua história e sua condição. Recentemente descobriram que ela tem um tumor benigno no lobo frontal. Alguns dos sintomas foram comportamentoagressivo e comprometimento do julgamento. Isso explica por que ela agiu com tanta violência naquele dia. 

Como o tumor não era cancerígeno, ele pode ser removido com cirurgia, que seria realizada no mesmo dia que o meu. Na verdade, mesmo depois de aprender sobre a condição de Lana, ainda acho difícil perdoá-la pelo que ela fez. Eu não gosto dela, e não vou fingir que o faço apenas porque Baekhyun e ela são parentes, nem tenho planos de transformar Baekhyun contra ela. Tudo o que importava era que Baekhyun estava aqui quando eu precisava dele. Ele escolheu estar aqui. Isso é o suficiente para mim.

 

Quando me levanto esta manhã, a Sra. Jung não estava mais em casa. Deixou algumas notas na geladeira dizendo que saiu para fazer alguns recados e que havia preparado mingau no café da manhã.

Desde que eu não tenho apetite, eu fiz alguma limpeza em vez disso. A Sra. Jung se recusou a aceitar um reembolso de mim, então achei que seria justo se eu ajudasse com o trabalho doméstico. Não se sentia bem por ser pago para não fazer nada. Sem mencionar que ela me ofereceu de bom grado , um estranho que ela conheceu há menos de um dia, um lugar para passar a noite. 

A casa estava livre de poeira, mas eu limpei como se estivesse imunda. Entrei em todos os cômodos vazios, limpei-os completamente até não encontrar mais nada para limpar. Cheguei até mesmo a organizar o depósito e a despensa, reorganizando pratos, copos e talheres nos armários. Quando terminei, tudo estava arrumado e em ordem.

Por volta das dez, comecei a me sentir letárgica. Eu mal tenho uma piscadela de sono na noite passada.Provavelmente porque eu ainda estava em estado de descrença depois de ver Baekhyun. Ou talvez fosse a ansiedade sobre a cirurgia que estava me incomodando.

Amanhã, eu estaria fazendo uma cirurgia para consertar meu tímpano estourado. A cirurgia de orelha não era arriscada, a menos que houvesse algumas complicações. Durante todo o procedimento, eu ficaria dormindo sob anestesia geral. Espero que, se tudo correr bem, eu possa ouvir novamente. O médico afirmou que o tempo de recuperação pós-cirurgia levaria cerca de quatro a seis semanas. Eu não tinha permissão para estar em um vôo até que meus ouvidos estivessem totalmente curados, o que significa que eu poderia ficar aqui por mais dois meses.

Isso é tudo bem sem problemas. 

Se eu não conseguisse recuperar minha audição, provavelmente ficaria aqui pelo resto da minha vida trabalhando como faxineira. Não me entenda mal, não há nada de errado com esse trabalho, mas também gostaria de retornar à Uni e concluir meu curso. Há muito mais que eu queria alcançar na vida. 

Eu mentalmente impedi meu pensamento de ir mais para o sul. Eu precisava de descanso. Mamãe, papai eChanyeol iriam estar aqui à tarde e eu precisava de toda a força que conseguisse enfrentar. Eu já posso dizer que seria uma reunião dramática que poderia envolver o choro. 

No meu caminho de volta para o quarto de hóspedes , fui parado pelo meu próprio reflexo no espelho emoldurado pendurado na parede. Eu não me pesava, mas tinha certeza de que perdera pelo menos quinze quilos. Minha bochecha tinha encolhido proeminentemente e o círculo escuro sob meus olhos me fez parecer doente. Alguns meses atrás, eu ficaria horrorizado se parecesse assim, agora, tudo o que me interessa é saber se posso ouvir novamente. Sem dúvida, meus pais ficariam chocados quando me vissem mais tarde. Um suspiro cansado escapou dos meus lábios e eu desviei o olhar do espelho. Não há nada que eu possa fazer para mudar minha aparência. Ficar dormindo foi uma ideia melhor.  


"Mensagem oitenta e um ... Eu estava assistindo nosso filme favorito como costumávamos fazer juntos ... é só ... tudo parece tão diferente sem você aqui comigo ... Aquela cena que costumávamos rir não é engraçada sem o som do seu riso ... O filme é chato sem você sentado ao meu lado ... Eu não suporto assistir até o fim porque tudo me lembra você ... Minha vida tem sido miserável desde então você partiu ... Com cada dia que passou, eu sinto como se estivesse me perdendo um pouco mais ... Se você pudesse apenas atender a minha ligação e me deixar ouvir sua voz hoje à noite, só esta noite, então talvez eu estaria tudo bem, talvez eu conseguisse dormir ...

 

Baekhyun saiu do banheiro ao mesmo tempo em que eu abri a porta do quarto. Seu movimento era um pouco frenético como se ele estivesse procurando por uma pessoa desaparecida. - Você está procurando por mim? - Eu perguntei, embora eu soubesse a resposta.

Ele trouxe a cabeça para a porta e seu ombro caiu em completo alívio quando ele me encontrou. 

- Eu estava fora fazendo uma limpeza.

Ele não deu nenhuma resposta, mas desviou o olhar.Eu assisti da porta quando ele se abaixou na cama, sentado lá com a cabeça baixa. Uma linha dolorosa irradiava pelo meu peito. Quando eu decidi deixá-lo três meses atrás, eu sabia que ele ficaria magoado, talvez devastado, mas eu nunca soube que a cicatriz seria tão profunda. Ele estava tão terrivelmente preocupado que eu o deixaria novamente. Eu queria mudar isso. Eu precisava que ele confiasse em mim quando eu disse que não iria a lugar nenhum. Venha para pensar sobre isso, não há nada que eu disse até agora que iria fazê-lo acreditar nisso. Ele precisava de garantia. 

Deixando a porta fechar atrás de mim, entrei na sala escura e fiquei diante dele ao lado da cama. Seu olhar foi dos meus pés até o meu rosto. Eu vi tristeza em seus olhos e desejei que eles fossem embora. - Dói ver você assim. - eu disse honestamente.

Com um suspiro angustiado, Baekhyun me puxou para mais perto. Suas mãos deslizaram em volta da minha cintura e ele descansou a cabeça no meu peito. Eu corri meus dedos pelo seu cabelo e minha outra mão descansando em suas costas.

Quando o segurei perto de mim, pensei em nós e em tudo pelo que passamos. Nós temos uma chance em um futuro, se começarmos de novo,  eu disse isso para mim mesmo antes de eu dizer a ele,  - eu acabei de lembrar, Baekhyun.

Ouvindo minhas palavras, ele puxou a cabeça para trás e olhou para mim.

Eu levantei a mão e segurei seu rosto: - Aqueles três meses que eu tinha ido embora, eu pensei que seria capaz de superar você, para eventualmente esquecer de você, mas eu estava errado ...

Baekhyun inalou um suspiro,  agarrando-se a cada palavra minha como se fosse a coisa mais importante que ele já ouviu.

Eu tracei meu polegar sobre sua bochecha,  - Não passou um dia quando você não está em minha mente.

Mantendo os olhos em mim, ele se inclinou na minha mão e pressionou seus lábios na minha palma. 

Um sorriso suave se espalhou pelos meus lábios. - Eu pensei sobre isso, e acho que nosso relacionamento valeu outra chance. - eu murmurei, - Vamos deixar o passado para trás e começar de novo. Melhor desta vez.

Sua expressão era insondável enquanto ele olhava para mim. Eu não posso dizer o que estava em sua mente no momento. Será que ele não estava pronto?E se ele não quiser voltar a ficar juntos? Eu apenas me envergonho?

Por um segundo, meu rosto caiu decepcionado, mas eu o escondi com um sorriso apertado. Eu tentei.  - Você não precisa dizer sim se não estiver pronto, quero dizer, posso esperar. Eu só não quero pressionar... Oh! - Engoli em seco quando ele me puxou para seu colo. Suas mãos cobrindo meu rosto enquanto sua boca descia em direção a minha, cobrindo meus lábios em um profundo beijo apaixonado. Eu fui rápida o suficiente para superar minha surpresa quando me agarrei ao pescoço dele e retornei seu beijo com igual fervor. As borboletas que tinham ido embora haviam retornado e elas estavam dançando descontroladamente no meu estômago. Só ele poderia me fazer sentir assim. 

Quando o nosso beijo diminuiu para um final, ficamos sem fôlego. Baekhyun pressionou sua testa na minha, seu olhar carinhoso perfurando meus olhos. - Eu te amo.

Meu coração inchou com emoções tão profundas que eu estava muito sobrecarregada para formar uma palavra.

Olhando para a minha expressão atordoada, os lábios de Baekhyun se curvaram em um sorriso. Um sincero, sorriso sincero. Um sorriso que eu estava querendo ver. Um sorriso que eu estava perdendo há tanto tempo.

Finalmente, encontrei minha voz e sussurrei: - Eu também te amo.

Baekhyun estendeu a mão e roçou os dedos sobre minha bochecha. Meus olhos estavam começando a ficar pesados ​​quando soltei um bocejo. Demasiado lânguida para me mexer, fechei os olhos e adormeci com a cabeça apoiada no ombro dele. Baekhyun foi subindo a partir do leito. Ele me carregou  em seus braços e gentilmente me acomodou na cama. Finalmente, adormeci com um toque de seus lábios na testa. 


Notas Finais


Foi isso pessoal, até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...