1. Spirit Fanfics >
  2. Can't take my eyes off you >
  3. The party (part 2)

História Can't take my eyes off you - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meninas, capítulo quentinho e especial pra vocês! Comentem muito!!
Me digam o que vocês acharam da capa da fic, eu amei e espero que vocês gostem!

Capítulo 18 - The party (part 2)


Fanfic / Fanfiction Can't take my eyes off you - Capítulo 18 - The party (part 2)


Esperando por esta noite, oh

Quando você estaria aqui nos meus braços

Esperando por esta noite, oh

Eu sonhei com esse amor por muito tempo

Esperando por essa noite

(Jennifer Lopez - Waiting for Tonight)


5 de julho de 2001 (18:00)

- Espero que não precisamos tirar foto da after party também - a voz da maquiadora me desperta, enquanto estamos no vestiário.

- Eu morro de cansaço - digo abrindo um sorriso bem humorado.

Coloco a legging e a blusa com o logo da nova agência de forma rápida.

- Sua maquiagem ficou linda, foi você quem fez? - pergunta amarrando seus tênis sentada em um banco.

- Sim, vou deixar os cabelos presos no grampo enquanto isso - digo apressada, colocando o vestido coberto por uma capa em um cabide.

- Melhor, vamos nos movimentar muito - ela se levanta e se aproxima de mim - Boa sorte Nathalie.

- Obrigada - digo inspirando alto.

Ela rapidamente sai e e eu fico sozinha ali, éramos as únicas mulheres da equipe. Expiro alto tentando me acalmar, jogo uma água na nuca e me encaro em frente ao espelho.

- Vai dar tudo certo - repetia demasiadamente à mim mesma.


Meus lábios estavam inchados de tanto que eu os mordiscava pelo nervosismo, o evento parecia mais uma espécie de Oscar do que uma simples premiere do filme. Muitos artistas estavam presentes, a maioria eram amigos próximos do Heath e outros faziam parte do elenco.

Eu estava soando muito, aquela calça legging não favorecia em nada, e não parávamos de andar em busca do ângulo perfeito. Heath ainda não havia chegado, não sabia como reagir quando chegasse.

- Nathalie, preciso que enquadre o Mel Gibson com a esposa dele - Alston diz se aproximando de mim com sua câmera sofisticada.

Assinto e tento me espremer no meio da quantidade enorme de fotógrafos, todos renomados e antigos na profissão, por um momento me senti inferior em meio àquelas pessoas, afasto esse pensamento e volto a fotografar. 

Por um momento, passei os olhos por alguns artistas que haviam acabado de chegar. 

E lá estava ele. Com poucos cachinhos tingidos de loiro, óculos escuros e uma camisa social preta combinando com a calça, eu não conseguia parar de admirá-lo naqueles milésimos de segundo.

Estávamos a uma grande distância e eu não tinha certeza se ele tinha me visto, estava conversando com um rapaz que não parecia ser famoso, e os dois riam bastante. Voltei ao meu trabalho, e quando olhei mais uma vez num curto período de tempo, vi ele parado a uma distância razoável de mim, aparentemente me olhando através dos óculos. Minhas mãos soavam muito e eu tento disfarçar voltando a fotografar.

- O nosso grande astro do filme "Coração de Cavaleiro" acaba de chegar! - escuto uma voz próxima dizer, olho pra trás e vejo que tudo estava sendo televisionado.

Heath passa pelo tapete vermelho muito sorridente e todos o aplaudem, suas bochechas ruborizam de certa forma mas dava pra ver que estava bem animado, ele tirava fotos a todo momento dando risada e brincando com os fotógrafos. Olho para Alston e vejo que ele, e todos os meus colegas de trabalho, estavam focados nele e decido fazer o mesmo.

Depois de muitas fotos com poses e pessoas diferentes, Heath sai do tapete vermelho e percebo que o evento deveria estar perto do fim, já que ele demorou um pouco pra chegar e o foco principal era ele. Perco ele de vista e continuo fazendo meu trabalho, ou auxilio Alston na troca de lentes.

- Boo! - sinto duas mãos na minha cintura, me assustando - Ei, calma - me viro e vejo aquele sorriso largo e presunçoso de sempre.

- Ah você - digo mais calma.

- Nossa, é tão ruim assim me rever? - diz fingindo um sentimentalismo mas ainda mantinha o sorriso no rosto.

- Sabe que não - digo dando um sorriso - Você está bem animado né?

Sinto flashes em cima de nós, Heath olha meio incomodado e me olha de volta.

- Tudo bem - digo o tranquilizando - Preciso voltar ao trabalho.

- Vai ficar na after party né? - pergunta mais sério.

- Vou - digo assentindo.

-  Já está acabando. Mais meia horinha - diz sussurrando no meu ouvido - Seus olhos ficaram lindos com essa cor azul.

- Obrigada - digo sem graça mas me parabenizando mentalmente.

- Quer sentar na minha mesa? - pergunta ainda mais baixo e tirando os óculos.

- Não está cheia? - pergunto arrumando a lente da câmera.

- Talvez esteja, mas quero que sente comigo, vou dar um jeito nisso - diz com a voz mais arrastada e o sotaque quase aparente.

Neste momento, nossos olhares se encontram e eu dou um sorriso que é retribuído por ele. Ele some pela multidão e eu continuo lá sentindo meu coração disparar, todo remorso, saudade e carência se dissipam quando o vejo. Mas eu precisava me manter firme e racional.


A premiere acaba em exatos 30 minutos, mas ainda ficamos mais um tempo por lá, percebo que já era hora de terminar quando todos os famosos vão para o salão de festa, Alston faz um sinal para desligarmos as câmeras.

- 30 minutos para se vestirem, pessoal - grita sorridente, e todos os fotógrafos comemoram por nossos trabalhos.

Me sinto orgulhosa e comemoro junto. Alston se aproxima de mim e comenta.

- Clary vai chegar em 40 minutos - diz olhando seu relógio - Ótimo trabalho Nathalie.

- Obrigada - comento sorrindo.

- Vamos sentar na mesa do Heath, tudo bem pra você? - pergunta meio receoso.

- Todos nós? - pergunto espantada.

- Não, só eu, você e a Clary e o restante são os amigos dele da Austrália e o elenco - diz baixo - Parece que os amigos dele estão morando com ele.

- Jura? - pergunto confusa.

Ele dá de ombros e em seguida dou uma risada.

- Clary me disse que seu vestido é muito bonito - diz puxando assunto.

- É sim, falando nisso, vou lá me trocar - digo entregando minha câmera pra ele - Tá tudo salvo na nova memória que comprei.

Ele assente enquanto eu saio correndo para a parte de trás do local, onde ficam os vestiários e área de fumante. Chego no vestiário e estava lotado de mulheres de outras agências de fotografia se trocando ali, algumas me cumprimentam e outras me encaram bastante. Pego meu vestido de forma desajeitada, e pego minha bolsa dentro do armário aonde estavam meus saltos, entro numa cabine e coloco o vestido de forma rápida.

- Moça, pode me ajudar a fechar esse feixe? - peço abrindo a porta, a moça parecia ser simpática.

- Claro - diz com um baby liss em mãos.
Ela fecha, agradeço e no mesmo momento coloco os sapatos e começo a soltar o cabelo dos grampos. Os cachos castanhos caem no meu peito de forma natural e charmosa, eu estava linda.

- Uau, seu vestido é lindo - comenta uma das moças, e o restante concorda e me parabeniza.

Agradeço meio sem graça e dou uma última retocada no batom. Saio do vestiário com passos lentos até me acostumar com aqueles saltos, alguns homens estão na área para fumantes e me encaram com olhares desejosos.

Chego ao salão de festa depois de um bom tempo, e era um lugar gigantesco, com lustres de cristais e no meio havia uma pista de dança iluminada com flashs de luzes coloridas, uma música casual estava sendo tocada por um DJ, haviam centenas de garçons e garçonetes servindo guarnições aos convidados. Na parte debaixo da festa estavam todos os famosos, e na parte de cima, os fotógrafos, era tudo muito grande e luxuoso. Corro os olhos pela multidão, procurando a mesa do Heath.

- Posso ajudar, senhorita? - escuto uma voz masculina atrás de mim, me viro e vejo um garçom muito atraente e bem vestido.

- Oh, por favor. A mesa do Sr. Ledger - digo sem graça, ele me olha e dá um sorriso.

- Ah sim, a senhorita Nathalie, certo? - ele diz calmo e eu assinto, me sentindo aliviada - Me acompanhe, por favor.

Caminhamos por entre as pessoas, todos me olhavam e pareciam tentar me reconhecer, como se eu fosse alguma famosa e aquilo me fazia muito feliz de certa forma. Eu nunca tinha me sentido tão bonita na vida. Depois de caminharmos quase cinco minutos, saímos para uma área descoberta com apenas cinco mesas, e a mesa maior era do Heath, o avisto de longe com seu sorriso aberto e sua risada rouca e alta. Alston já estava de terno e gravata, e mais pessoas bem arrumadas junto, todas rindo.

- Está entregue, senhorita - diz o garçom parando um pouco longe da mesa.

- Obrigada - digo baixo.

Me aproximo da mesa, e vejo que um a um prendem o olhar a mim. Até o olhar dele se prender a mim, Heath esbugalha os olhos e em seguida morde os lábios me olhando de cima a baixo, fico vermelha.

- Boa noite, gracinha - um rapaz loiro e alto se levanta e vem em minha direção.

- Paul, nem tente. Essa é a Nathalie - uma voz ecoa.

- Sua garota? - o loiro pergunta a Heath, apontando pra mim.

Heath assente e se levanta em seguida, vindo em minha direção. Ele estava com uma roupa diferente, todos estavam de terno e gravata.

- Você está linda, Nathalie - diz voltando a me olhar por inteiro e parando em meus olhos - Aonde quer se sentar?

- Aonde estiver vago - digo sem graça.

- Sente ao meu lado - diz segurando minha mão e me puxando delicadamente.

Assim que me sento, Alston me elogia e Heath me apresenta a todos sentados àquela mesa. Alguns faziam parte do elenco do filme, a atriz que fazia par romântico no filme com ele, chamada Shannyn Sossamon, me tratara super bem e usava um vestido verde lindíssimo, o restante eram seus amigos da Austrália, todos muito simpáticos e próximos a ele.

- Eles estão morando comigo - Heath sussurra depois de um tempo.

- Por que? - pergunto dando uma garfada no canelone que tinha acabado de ser servido na mesa.

- Ah, eu estava me sentindo sozinho em morar naquela casa imensa sem ninguém. Propus essa ideia louca e eles concordaram - diz dando uma risadinha.

Dou uma risadinha e ajeito os cabelos atrás da orelha.

- Gostei do seu cabelo dessa cor - diz dando uma golada no seu copo de whisky.

- Eu te disse que ia mudar - digo me ajeitando na cadeira.

- Passou tanto tempo, mas ao mesmo tempo parece que nada mudou - diz tocando minha mão.

Encaro nossas mãos, nosso toque era tão cheio de energia mas eu precisava ser racional.

- Mudou Heath, você sabe que mudou - digo firme encarando seus olhos.

Antes dele dizer algo, alguém o chama.

- Nós vamos conversar mais tarde, aqui ou na minha casa - diz sério, se levantando da mesa.

Expiro alto, e continuo comendo.

- Tudo bem? - Alston se inclina na mesa para se aproximar.

- Está sim, e a Clary? - pergunto calma.

- Está quase chegando - diz animado.

- O vestido dela é lindíssimo também, é vermelho, combina com os cabelos dela - digo baixo.

- E esse colar aí? Era da mãe dela, não é? - pergunta olhando o colar de pérolas que eu usava.

- Sim, eu o amei - digo feliz o tocando.


Heath

Eu estava me sentindo tão nervoso àquela noite, tanto por estar num evento tão grande promovendo um filme na qual eu era protagonista, e por ver a mulher que mexia comigo tão linda daquele jeito. A noite só estava começando, e já estava me deixando tão atordoado e elétrico, minha ansiedade estava alta.

- Sessão de fotos e entrevistas? - pergunto ao garçom que me acompanha.

Ele assente, durante o caminho preciso ficar parando entre as mesas para cumprimentar todo mundo. Eu era muito tímido, mas àquela noite, minha felicidade e animação eram aparentes, decidi me entregar àquela sensação única de ser o centro das atenções.

- Senhor Ledger? - me viro e vejo um rapaz segurando um microfone, e um outro rapaz um pouco mais longe segurando uma câmera - Como está se sentindo está noite?

O garçom que me acompanha para no mesmo momento, e se afasta um pouco.

- Estou muito bem, obrigada - digo dando um sorriso.

- O que você espera desse filme? 

- Acho que vai ser um filme muito único, é diferente de tudo que está nas telas ultimamente. Me dediquei bastante - digo inquieto, entrevistas não eram meu forte.

- O senhor vai continuar morando na Austrália ou venho pra ficar? - pergunta simpático.

- Eu estava na Austrália por questões familiares - digo pensativo - E também, foi um período na qual fiz várias entrevistas e viajei muito. Mas meu lugar é aqui nos Estados Unidos.

- Aquela jovem fotógrafa é a moça que aparecia nos tablóides com você?

- É sim - digo ruborizando - É uma amiga muito querida e talentosa.

Depois de mais algumas perguntas relacionadas ao filme, ele me agradece e deixa eu seguir meu caminho. Chego no salão de fotos meio cansado, vejo alguns artistas e outros do elenco, percebo que ficaríamos um bom tempo tirando aquelas fotos. Tomo umas doses de tequila e crio um certo revigoramento, porém eu queria estar com ela. Eu precisava de um tempo pra me explicar e acertar tudo.

- Aqui está meu cavaleiro favorito - uma voz soa atrás de mim.

- Mel - digo o abraçando, ele foi um mentor pra mim - Estou tão cansado - exclamo.

- Se acostume, a tendência é só piorar - diz rindo com um copo de uísque na mão - Cadê sua namorada?

- Ela está lá em cima, precisamos conversar, ficamos mais de três meses longe um do outro - digo tirando meu paletó e tomando mais uma dose.

- Mulheres - diz dando uma risada nasal - Acho que seu filme vai ser um sucesso.

- Tomara - digo arqueando as sobrancelhas - Vamos tirar umas fotos? 

Ele assente, e durante as fotos, conversamos um pouco. Até eu ter uma ideia.


Nathalie

A noite estava calorosa mas o vento gélido de Nova York se iniciava. Os amigos de Heath na mesa estavam entretidos em sua conversa e eu estava sozinha comendo, Alston também havia se levantado da mesa assim como o resto do elenco.

- Nathalie? - escuto uma voz me tirando do transe depois de um tempo.

- Clary! - me levanto da cadeira empolgada a abraçando, me afasto um pouco para olhá-la, e ela estava lindíssima.

O cabelo ruivo preso num coque desfiado, o vestido vermelho tomara que caia com sua saia bufante, o batom vermelho, tudo realçava a beleza diferente dela. 

- Clary, você está linda demais - digo lhe dando mais um abraço.

- Você está ainda mais - diz dando uma risadinha e se sentando em seguida.

- Já cumprimentou a galera da mesa? - pergunto me sentando novamente.

- Já sim, você estava paralisada olhando pro nada - diz rindo.

- Eu estava sozinha há mais de vinte minutos - digo triste - Você viu o Alston ou o Heath?

- O Alston sim, o Heath não - diz dando de ombros - Devem estar tirando fotos.

Continuamos conversando por um curto período de tempo, até uma moça com uma roupa parecida dos garçons  se aproximar da mesa.

- Quem é a senhorita Nathalie? - pergunta meio alto.

- Sou eu - falo confusa.

- Pode me acompanhar? - pergunta meio séria.

- O que houve? - pergunto me levantando.

- O senhor Ledger mandou te chamar para o salão do subsolo, onde estão fazendo as fotos oficiais da premiere - diz simpática.

- Como assim? - pergunto assustada.

- Nathalie, vai até lá - Clary diz meio irritada e depois dá uma risadinha.

- Vamos? - a moça pergunta dando um pequeno sorriso.

Assinto, meio assustada e curiosa e então a sigo.


Pegamos um elevador até o salão subterrâneo, eu estava muito nervosa e minhas mãos soavam muito. Assim que o elevador apita, abrindo a porta, vejo uma espécie de sala de jantar com tamanho médio e um banner enorme do filme. Heath vestindo uma roupa de armadura, com uma espada em punho, olho mais um pouco e vejo vários fotógrafos, inclusive Alston tirando fotos de Heath em várias partes diferentes do salão.

- Fique aqui, senhorita - diz voltando ao elevador e subindo.

Tento respirar para me acalmar, assim que eles param, o olhar de Heath me encontra e ele abre um sorriso enorme.

- Venha cá, Nathalie - diz alto.

Caminho meio vergonhosa, tinham mais de vinte fotógrafos ali e Mel Gibson estava sentado em uma das mesas rindo de algo que Heath havia acabado de dizer.

- Mel, essa é a minha donzela - Heath diz meio empolgado, parecia estar bêbado.

- Muito prazer senhorita - diz me encarando com seus olhos verdes, e estendendo a mão assim que me aproximo - Heath, vou subir.

Heath assente e me olha novamente.

- Por que me chamou? - pergunto sem rodeios.

- Quero que você apareça nas revistas comigo - diz repousando a mão na minha cintura.

- Vão pensar que estamos juntos - digo ríspida.

- Você é alguém importante pra mim, independente de títulos amorosos. Agora podemos? - diz olhando em meus olhos.

Assinto expirando alto, Heath dá um sorrisinho e assente aos fotógrafos.

Heath estava sem paletó, percebo que ele estava meio ansioso e a bebida foi um meio dele extravasar sua timidez. Percebo que estava extasiado demais comigo ali perto dele, seus olhos não desgrudavam de mim, começo a lembrar de tudo que vivemos há três meses atrás e sinto saudades. 

Tiramos algumas fotos, umas com Heath apoiando a mão na minha cintura e eu encostada a seu corpo, outras de nós dois nos olhando e em seguida caindo na risada.

- Estão ótimas - Alston parabeniza.

- Quer ir pra minha casa depois daqui? - pergunta sussurrando em meu ouvido.

- Seus amigos estarão lá - digo me afastando, mas ele trava minha cintura e eu inspiro assustada.

- Essa festa vai virar o dia Nathalie, eles são bêbados e festeiros - diz firme mas depois dá uma risadinha, sentir ele tão perto, com seu rotineiro cheiro forte misturado com nicotina era demais pra mim.

- Vou pensar, eu quero curtir hoje, quero dançar - digo lambendo os lábios.

Ele assente.

- E vamos, só quero conversar tudo com você, pode até ser aqui... Mas você vê como ninguém me deixa em paz - diz suspirando.

- Tá, a gente vê, agora vamos sair daqui - digo mordendo os lábios.

Heath assente e agradece a todos se retirando, subimos ao elevador juntos. Ele encosta na parede com as mãos no bolso me encarando e eu olhando para a numeração do painel, o silêncio era mútuo, até num gesto inesperado, ele aperta um dos botões que faz o elevador parar.

- Heath! - exclamo irritada sem entender.

Ele me olha meio ofegante, se aproxima, leva suas mãos aos meus cabelos e me beija desesperado.


Notas Finais


E aí meninas, o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...