História Canto do amor - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sakura Haruno
Tags Narusaku, Naruto, Sakura
Visualizações 138
Palavras 570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, cá estou eu de novo 😂
Tive essa idéia quando vi essa fanart e bom, é minha primeira NaruSaku postada, tinha um projeto de shortfic de época chamada "Roses", porém nunca postei.
Quem me conhece sabe que não shippo NaruSaku, realmente não shippo, mas gosto de me provar que consigo escrever sobre absolutamente tudo — E as fanarts deles destroem meu coração —, visto meu histórico de SasuHina, KibaIno, NejiIno, GaaHina, SasoIno e afins, espero que gostem dessa one que fiz, queria que fosse um drama porque estou assim ultimamente, um poço de drama KKKKKKKK Cartas para meu amor mostrou bem!
Enfim, vamos para a parte que interessa né?
@Kaio, beijos para você meu amigo que não consegue escrever sobre o casal que não gosta! KKKKKKKK
(Tenho planos de postar outra NaruSaku, mas essa mais feliz).

Capítulo 1 - Capítulo único


Canto do amor

Capítulo único

Por Teylla

Às vezes o destino é assim, surpreendente.

 

Naruto passou a mão lentamente pelo rosto de Sakura, antes de ir para guerra, onde não se sabia como seu destino estava selado, seu coração doía, talvez soubesse o que lhe aguardava, o preço do quase suicídio, mas não poderia faltar, era pelo seu povo que iria, virou-se, demonstrando que iria sair, quando sentiu pequenas mãos agarrarem seu antebraço.

 

— Por favor, Naruto, por favor... Não vá! — pediu e ele a observou, notou o modo que seu cabelo estava, o vestido que trajava e seus olhos, seu belo par de olhos esmeraldinos que nunca escondia o que sentia, sempre demonstrando tudo, agora se encontrava cheio de lágrimas, prontas para cair e deslizar pelo rosto macio e levemente corado pela corrida da Sakura.

O Uzumaki lentamente foi retirando as mãos dela do seu braço e deu um beijo em sua testa, tocando levemente seu rosto numa carícia, demonstrando seu carinho.

— Você, Sakura, sempre será minha flor, a mais bela das flores, a que de forma sutil, mas ao mesmo tempo feroz ousou com tamanha audácia, roubar o meu coração — disse com um tom de despedida. — Sinto-lhe em ter que te deixar, esta és uma das minhas últimas opções, infelizmente, terei-me que ir para onde necessitam-me.

— Vossa majestade, mas eu também preciso de você — respondeu com a voz saindo trêmula.

— Terei-me que partir, é sobre meu povo, o que seria uma morte de um rei comparado a um massacre de um povo? Não tornes mais doloroso — pediu e se virou para ir.

Num movimento involuntário e com rapidez, Sakura parou em sua frente e o beijou, Naruto estava surpreso, mas a envolveu, segurando sua cintura, o beijo estava calmo, como se precisassem daquele momento, um momento só deles, mas o medo não os deixava prosseguir, o medo do que poderiam causar um ao outro, o medo da morte.

Ela passava a mão lentamente pelo cabelo dele, e ele explorava o máximo do que podia do corpo dela, relembrando cada momento, ainda a sentia quente, mostrando que estava viva, a mesma coisa dele.

Logo lentamente ele a soltou, procurando não sofrer mais e ela engoliu em seco, com cabeça baixa.

— Prometa-me uma coisa, vossa majestade — pediu.

— O que queres? — perguntou, olhando-a.

— Soube que a promessa de um rei é mais valiosa do que de um homem normal — iniciou e o encarou. — Prometa-me que irá voltar.

Naruto deu um sorriso de canto e baixou a cabeça.

— Não posso lhe prometer algo que não posso cumprir, como dito, a promessa de um rei há de ser mais valiosa do que a de um homem, quebrá-la é como desafiar a lei divina. — respondeu, seu coração doía, sua respiração estava sendo controlada, um nó se formava em sua garganta. — Adeus, Sakura. — disse e saiu de vez, tentando não prolongar mais aquele momento triste.

— Não pode ser... — Sakura disse, não acreditando no que aconteceu, estava sem ar, não tinha mais força nas pernas, o desespero falava mais forte naquele momento, logo encontrou-se no chão por não se aguentar em pé, seu olhar se tornou vazio e perdido, e talvez não conseguisse se encontrar novamente, queria bater no rei e fazer de tudo para voltar, mas sabia que a obrigação de um rei para com o reino era mais importante que qualquer coisa, seu coração doía e só Deus saberia o destino de seu amado rei.


Notas Finais


Aaaa, eu chorei quando escrevi, mas segue o baile! Gostaram??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...