História Caos e efeito - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Dark
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Uma parada em 1986


Fanfic / Fanfiction Caos e efeito - Capítulo 2 - Uma parada em 1986

1986 ano em que tudo pode ter começado e acabado,desde do acidente que teve na usina nuclear,que fez materiais radioativos ser espalhados pelo ar,desde então o mundo não anda como o mesmo,desde do meu aniversário de 18 anos,tudo mudou pois foi bem no dia do acidente na usina,e foi lá que meu pai morreu,como eu era inocente ainda,não sabia que existia a viagem no tempo,eu não sabia que se mexer com algo no futuro o passado passaria por mudanças,em certos momentos eu sentia medo e angústia,mas desde que eu descobri que a morte do meu pai,não foi no acidente,eu venho a tentar achar a máquina do tempo,para eu poder descobrir o porquê que ele morreu,mas a história se retrata um mês depois do acidente na usina,quando eu estaria em meu quarto,fazendo tarefa que o professor havia passado

—Hüdson: Droga,eu odeio fazer tarefas,pois não há sentido isso...acho que eu vou ver televisão

Hüdson desligava o abajur que havia em sua mesa,saia de seu quarto, passava no corredor que dava de frente ao seu quarto,e descia as escadas para ir para a sala onde estaria a televisão,após chegar na sala,Hüdson se sentava em seu sofá,pegava o controle e ligava a televisão

—Hüdson: Vamos ver,oque tem de bom na televisão hoje? (Dizia Hüdson se perguntando a si mesmo) hum...vou ver Thundercats mesmo

Após Hüdson deixar a televisão em certo canal,Hüdson escutava o telefone tocando,Hüdson se levantava e ia em direção ao telefone,mas quando ele pegava o telefone para atender,a ligação se encerrava,já era o entardecer da noite,Hüdson ouvia barulhos em sua porta,ele olhava para trás,dando de cara com a porta,ele ficava olhando e via a maçaneta se mexer,ele rapidamente gritava

—Hüdson: Alexsander e você?... Se for você tentando passar medo em min,tu vai se ferrar

Hüdson rapidamente ia correndo até a porta e a abria,quando Hüdson abria a porta,ele via seu pai em pé,com um tipo de tinta preta escorrendo por seu corpo,ele se assustava e fechava a porta,quando Hüdson fechava a porta,seu pai gritava

—Kared: VOCÊ NÃO VÊ,POIS TODOS NÓS SOMOS CEGOS!!!!

Após Hüdson ouvir essas palavras,Hüdson acordava assustado,ele estava com a cabeça deitada na mesa,pois ele tinha acabado dormindo encima do dever que ele estaria fazendo,logo Hüdson ouvia um  barulho grande,alto e estrondoso vindo do fundo de sua casa,que por acaso dava de cara com a floresta, após Hüdson ouvir o barulho,um clarão aparecia e iluminava tudo que estava perto, principalmente a casa de Hüdson,como a mãe de Hüdson trabalhava em um hotel, Hüdson estaria sozinho naquela noite,Hüdson descia as escadas rapidamente,ia para a porta dos fundos de sua casa,abria ele via o clarão por cerca de uns oito segundos,logo o clarão desaparecia,fazendo Miïkel,sair correndo da floresta e dando de cara com a cerca de madeira,que cercava a casa de Hüdson,Miïkel ficava gritando e pedindo socorro

—Miïkel:Socorro!! Socorro!! 

Miïkel parava de correr,após bater de cara com a cerca,Miïkel olhava ao redor e se assustava,pois no lugar onde ele e seus irmãos estava,era de dia e agora onde ele está e a noite,Miïkel rodiava a casa e ia para a rua que dava de frente com a casa de Hüdson, Hüdson saia da parte dos fundos de sua casa e ia para a varanda,onde ele via Miïkel, Hüdson olhava para Miïkel e lhe fazia uma pergunta

—Hüdson: Hey garoto,quem é você?,e foi você que fez aquele clarão na floresta

Miïkel olhava para Hüdson,Miïkel ficava respirando fundo,pois estava com falta de ar,após correr tanto

—Miïkel:Meu nome é Miïkel,e não!,não foi eu que fiz aquele clarão lá na floresta,eu estava fugindo de um barulho forte,que fez meus ouvidos sangrarem,me responde uma coisa...onde eu estou?

Hüdson olhava para Miïkel surpreendido,pois ele conseguia ver nos olhos de Miïkel o desespero que ele havia passado, Hüdson saia de sua varanda e ia para perto de Miïkel

—Hüdson: Miïkel nome bonito,mas como você veio parar aqui?,e por acaso,você está na rua dos alfinetes na cidade de Winden

—Miïkel:Hahaha muito engraçado,mas essa rua não existe mais,eu li na internet que ela foi destruída em 1986,quando ouve pelo a segunda vez um acidente na usina nuclear,mais respondendo a sua pergunta de como eu vim parar aqui,e que eu estava fugindo de um barulho alto, eu e meus irmãos saímos correndo desesperado,eu acabei me perdendo de meu irmão na correria,e do nada uma luz muito forte apareceu em minha frente,eu não me lembro muito bem mais eu acordei no chão,quando vi a luz se formando novamente,eu sai correndo dali e dei de cara com a cerca de sua casa

—Hüdson: Ah tá,vou ligar para os seus pais,você tem o número da sua casa aí?

Após Hüdson falar,ao fundo da floresta,o clarão se formava novamente e dele saia uma mulher com cabelos longos e branco e com manto preto com algumas triquetras desenhada no manto,em sua mão esquerda,estaria uma maleta marrom

—Claudia:Vai acontecer de novo,o efeito borboleta nunca irá acabar,sempre irá ficar em loop infinito,se eu não fizer nada,o mundo irá descobrir algo que irá acabar com a humanidade

Cláudia de longe via Hüdson chamando Miïkel para entrar em sua casa,Cláudia começava a andar em rumo a porta da casa de Hüdson,dentro da casa de Hüdson,Miïkel estaria sentado no sofá e olhando para os lados e vendo aqueles móveis antigos,a televisão era modelo antigo de 20 polegadas,Miïkel olhava para Hüdson e via que ele estava tentando ligar para os pais de Miïkel,só que o número que ele colocava em seu telefone fixo sempre dava erro

—Hüdson: Miïkel acho que você passou o número errado,pois está dando erro para ligar

Miïkel olhava para Hüdson e se levantava

—Miïkel:Porque você tem esses móveis antigos,até parece que estamos nos anos noventa hahaha

Hüdson olhava para Miïkel e ria

—Hüdson: Como assim Miïkel hahaha,estamos em 16 de agosto de 1986, hahaha

Miïkel arregalava os olhos e olhava assustado para Hüdson

—Hüdson:Miïkel?...oque foi?

—Miïkel:Eu estava em 2019

Miïkel olhava para Hüdson e se levantava do sofá e saia da casa de Hüdson, Miïkel sem saber onde iria, começou a caminhar pela rua onde Hüdson morava, Miïkel andava até que que ele não podesse mais ver a casa de Hüdson pois já estaria muito longe,longe de Miïkel estava Cláudia,enfrente a casa de Hüdson, Cláudia deixava um desenho de um triquetra na no chão e logo saia dali entrando na floresta,onde ela se sumia em meio às árvores






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...