1. Spirit Fanfics >
  2. Cara Metade. - Oneshot (ZETSU X ZETSU) >
  3. Único.

História Cara Metade. - Oneshot (ZETSU X ZETSU) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Resolvi dedicar essa fic à uma leitora que eu gosto muito, @TheSoriel
Ela me deu a ideia de fazer zetsu branco x zetsu preto então dediquei a ela aa

Eu sei que não sou tão boa escrevendo lemon, mas não custa tentar.
Espero que não só ela, mas todos vocês gostem.
Perdoem os erros e boa leitura.

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction Cara Metade. - Oneshot (ZETSU X ZETSU) - Capítulo 1 - Único.

(N/A: A PARTE PRETA DO ZETSU VAI ESTAR EM NEGRITO!)

----------------------------

Depois de uma longa missão em Sunagakure, os Akatsuki voltaram para o esconderijo para o tão esperado descanso; eram as mesmas duplas: Sasori e Deidara, Kisame e Itachi, Kakuzu e Hidan, Pain e Konan, Tobi e Zetsu. Como não era novidade para ninguém, todas as duplas foram formadas por serem um casal, inclusive os dois últimos. Porém, Zetsu tinha um segredo que somente seu parceiro sabia: Não era O Zetsu, e sim, OS Zetsus. Ele era fundido em dois, dando uma personalidade neutra. Cansados da missão, os nukenins foram para seus respectivos quartos e dormiram feito pedra, com exceção do bicolor, uma coisa estranha começou a acontecer.

Zetsu desceu no esconderijo e foi para o lugar onde eles faziam o selamento das bestas de cauda. E os Zetsus se separaram, ficando um do lado do outro: Era o Zetsu branco e o Zetsu preto. O Zetsu Branco, tinha um temperamento calmo, brincalhão, carismático; já o Zetsu Preto era mais sério, frio e insensível.

Quando se separaram por completo, começaram a conversar baixo, para que os outros renegados não escutem e não passem a saber de seu segredo. O namorado dos Zetsus, Tobi, não sabia que eles podiam se separar e sim, que estavam juntos para sempre.

- Hey, o que acha de testar algo novo? ~

- Como o quê? – Ao ouvir a parte branca questionar, Zetsu preto deu dois tapas em suas coxas, sinalizando para que o outro sente em seu colo; e assim o fez. A parte preta passava as mãos na cintura do que estava por cima, delicadamente, de cima para baixo. Quando chegou em seu rosto, apertou sua bochecha com a mão esquerda e com a direita, o desferiu um tapa.

- Seja um bom garoto e seja minha putinha nessa noite. – Zetsu branco se arrepiou ao ouvir aquilo, a parte preta sabia que era um tremendo masoquista e se submetia fácil fácil.

- Mas é injusto com o Tobi, e se ele souber? – Perguntou preocupado.

- Ninguém vai saber se você mantiver essa sua boca suja calada.

- Mas... – Não conseguiu pronunciar nem uma palavra sequer e teve seus lábios tomados pelo Zetsu preto de forma bem violenta; o contato entre ambas as línguas era tão profundo e cheio de desejo que se agarravam cada vez mais, colando seus corpos por completo. Mas aquela coisa chamada falta de ar tomou conta dos dois e tiveram de se separar.

- Mandei ficar calado, porra. Agora, ajoelhe-se, e não abra essa boca pra mais nada a não ser engolir meu pau. – Já de pé, ordenou e rapidamente fora obedecido. – Já sabe o que fazer, não é? – A parte branca assentiu e segurou na base do membro do Zetsu preto, já ereto, ambos estavam nus, uma vez que removeram o manto para se separarem. Sem cerimônias, abocanhou de uma vez seu pau, o fazendo engasgar; com uma das mãos, masturbava o membro do outro na mesma velocidade que chupava

~ Bom garoto... – Zetsu agarrou os curtos cabelos dele e afundou mais ainda sua cabeça, o fazendo ir mais fundo e se engasgar novamente. Sem tirar a mão de seus fios verdes o afastou de seu pau vendo a expressão sensual que havia em seu rosto; estava diante de seu membro ereto, com a língua pra fora, olhando em seus olhos e com as bochechas coradas. Notou que o membro do que estava de joelhos, ficou ereto durante o boquete que fez.

- Mas já está duro? Não acha que precisa de uma ajudinha?

- H-hai...

- Então implore bastante, se eu ficar satisfeito, te ajudo. – Falou pisando de forma bem fraca na ereção do que estava ainda de joelhos.

- Por favor... eu preciso de você, preciso ser aliviado, me ajude, por favor, está doendo demais.

- Huh, não senti firmeza. – Zetsu preto sabia que ele estava falando sério, mas queria o ver se humilhando mais. Talvez ele seja um pouco sádico.

- Onegai Zetsu-sama, eu preciso gozar, eu preciso de você, preciso senti-lo dentro de mim, eu imploro... – Zetsu branco, de joelhos, inclinou-se para a parte preta, como se ele fosse uma divindade que merecia ser cultuada.

Finalmente atendendo seu pedido, Zetsu preto se sentou no chão e segurou no membro duro e latejante do branco. Ele fazia lentos movimentos de vai e vem, enquanto ouvia seus fracos gemidos. Acelerava lentamente, mas quase não havia diferença, ele tinha uma cruel intenção com o outro.

- Awhn.. Z-zetsu... Mais, por favor, eu tô quase.

Sorriu malignamente ouvindo o outro dizer o quê queria ouvir. ‘’Estou quase...’’

Zetsu preto parou tudo o quê estava fazendo e se levantou, ficando de pé diante à parte branca. O observou corado, desesperado e com seu membro ereto e ainda escorrendo pré-gozo.

- Ainda não.

O branco chorava silenciosamente, seu membro estava tão ereto que doía, e a parte preta não o permitia gozar.

- Se quer tanto gozar, fique de quatro. E empine bem sua bunda.

Com medo de ter seu orgasmo privado novamente, o obedeceu e ficou de quatro no chão.

- O quê você quer que eu faça? – Zetsu branco virou o rosto para o que estava de pé e abriu bem suas nádegas, revelando a entrada que piscava pelo pau de sua outra metade.

- Me fode, por favor me fode. Com força, me faça seu. Me bate, me espanca, puxa meu cabelo, me xinga, eu só quero que você me rasgue por completo.

- Quanto desespero... Tsc. – Também tão desesperado quanto o outro, se ajoelhou e posicionou seu membro no ânus de Zetsu branco. Um grito alto da parte branca era ouvido quando sentiu sua entrada ser invadida brutalmente, a força foi tanta que chegou a sangrar bem pouco.

- CALA A BOCA, PORRA. QUER QUE NOS ESCUTE? – Desferiu um tapa extremamente forte na bunda de Zetsu branco. - Quer? – Outro tapa fora dado.

-  N-não...

- Então fica quieto, caralho.

Zetsu preto começou a se mover dentro de sua outra metade, com um pouco de dificuldade, já que era bastante apertado; não parou os movimentos até o ouvir gemer novamente, provavelmente teria acertado seu ponto. Quando notou, se moveu mais rápido ainda, acertando diversas vezes, o fazendo voltar a gemer de forma manhosa e escandalosa.

- M-mais.. Ahh, o-onegai mestre Zetsu, mais..

- Cadela. A-ah, rebola pra mim, vai.

E assim o fez, Zetsu branco movia sua bunda para sentir mais ainda o pênis do outro, que o estapeava e o arranhava fortemente. Quanto mais apanhava e era xingado, mais ficava excitado.

- E-eu vou... Mais rápido!! – Zetsu preto, sem parar os movimentos, vendo que o branco iria gozar, o auxiliou e voltou a masturbá-lo.

- A-AH, ZETSU-SAMAAA!! – Gritou de prazer e acabou gozando na mão da parte preta.

Nisso, ficou com o corpo frágil, porém Zetsu preto não tinha gozado ainda, mesmo próximo. Desacelerando os movimentos, deixando seu membro parado totalmente dentro dele, se desfez em seu interior.

- Awwh... – Gemeu sentindo seu interior sendo preenchido com o líquido quente da parte preta, que logo se debruçou sobre ele, ficando deitados. Estavam prestes a adormecer, mas lembraram que estavam no solo debaixo, aonde vão sempre que acordam. E foi isso o quê aconteceu.

- Mas que porra é essa? – Obito, que estava sem sua máscara, fora acordado com os gemidos ‘’do namorado’’. Mas notou que na verdade, tinham se separado e o traíram!

- Algum problema em transar com literalmente minha cara metade?

 

Fim.


Notas Finais


Ai que vergonha :(

Espero que tenham gostado aa, fiquei um pouco insegura com essa one

Até logo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...