História Caravanas - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Apocalipse Nuclear, Holocausto Nuclear, Nuclear, Pós-apocalíptico
Visualizações 5
Palavras 1.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Survival
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Esqueceram de Mim


Fanfic / Fanfiction Caravanas - Capítulo 6 - Esqueceram de Mim


Os dois homens viram para Marcelo espantados.
   -O que aconteceu?-Pergunta Marcelo novamente
   -Ele esqueceu de tomar o remédio-Responde o homem
   -A gente tem uns remédios la na vila,qual ele precisa?-Pergunta Marcelo
   -A gente vai buscar na charrete,fica tranquilo...-Responde o homem
   Então Marcelo ajuda os dois a chegarem até a charrete,e Erick(que era o rapaz
que estava vomitando)entra na charrete,do lado de fora um pouco distante estava 
Marcelo e o outro rapaz,e então o rapaz lhe diz:
   -É que lá na cidade a gente tem esse probleminha...
   -Como assim?que problema?-Questiona Marcelo
   -Ouvi o professor dizendo que era uma corrente de ar ra...rád...
   -Radioativa?-Pergunta Marcelo
   -Isso mesmo,isso ai,mas ele disse pra gente que não precisamos nos preocupar-afirma o homem
   -E vocês vem querendo levar a gente pra lá?-Diz Marcelo indignado
   Marcelo muito furioso,deixa os dois homens e vai em direção a vila,chegando lá
ele encontra Edgar na porta de Seu Nestor,Sorridente enquanto conversava com um dos rapazes,
então se aproxima e pergunta a Edgar:
   -Cade o Thomas?
   -Ele ta descansando lá em casa,Por que?-Diz Edgar
   Sem responder,Marcelo vai para casa e entra,sobe as escadas e chegando no 
quarto ele acorda Thomas,que levanta confuso perguntando:
   -Olá Marcelo,Aconteceu algo?
   -Vocês são malucos?-Diz Marcelo
   -Mas como assim?-Questiona Thomas
   -Tem radiação na cidade?!-Pergunta Marcelo asperamente
   -É então...
   -Tem radiação na cidade?!-Diz Marcelo quase berrando
   -Olha estamos tentando resolver isso,não há motivo para nervosismo-Afirma Thomas
   -Aé?-Questiona Marcelo
   -Sim,temos muitas pessoas capacitadas na nossa cidade,e temos remédios o bastante.-Responde Thomas
   -Parabéns então,mas agora eu vou avisar todo mundo lá embaixo-Diz Marcelo
   -Tem Certeza?-Pergunta Thomas
   Marcelo não responde e vai embora,enquanto Thomas o observa com uma expressão de ódio,Marcelo entra
na casa de Seu Nestor e diz:
   -Esse cara é maluco,essa cidade do caramba ta cheia de radiação!
   -Que isso Marcelo?!,endoidou foi?-Questiona Dona Leonor
   -As pessoas de lá estão doentes por causa da radiação,aquele lugar é uma bomba!-Afirma Marcelo
   Nesse momento Edgar e Thomas entram na casa,estando Edgar bastante confuso,ele pergunta:
   -O que que foi Marcelo?aconteceu alguma coisa?
   Então Marcelo repete para ele o que tinha falado e acrescenta:
   -Bem que aquele cara avisou no bilhete,pra não confiar em ninguém e esperar,deve ter mais alguém vindo pra cá,
mas esse Thomas é louco!
    O Clima fica tenso,e ninguém consegue esconder o espanto,mediante isso,Thomas forçando uma expressão de calma,diz:
   -Olha,tudo isso não passa de um mal entendido,eu havia dito que os cientistas da nossa cidade estavam fazendo estudos
para limpar o ar de outros lugares,que possuíam radiação,sem contar que também estamos fazendo estudos para a produção de reméd...
   -Mentiroso!sem vergonha!-Exclama Marcelo com muita raiva
   -Olha aqui Marcelo,você não deveria tratar ele assim,ele ta tentando ajudar a gente,ele disse que pode
ajudar a Edna,eles tem um lugar melhor lá,e a gente nem ao menos tem o que comer amanhã.-Rebate Luiz
   -Ele esta certo Marcelo,o Thomas até trouxe comida pra gente,a gente precisa sair daqui cara,eu não quero
que a Sandra morra de fome-Diz Edgar
   O semblante de Marcelo desfalece,e ele demonstrando angústia diz:
   -Pessoal me escutem...
   -Marcelo você esta muito cansado,por que não janta com a gente e vai descansar?-Sugere Edgar
   Marcelo fica indignado e diz:
   -Eu estou sempre com vocês,porque acham que eu iria mentir?,esse cara acabou de chegar e vocês tratam ele
como se fosse uma divindade.
   -Marcelo...
   -Ah Esquece-Diz Marcelo indo embora.
   Marcelo muito alterado,entra em casa e vai pra cama,passando um bom tempo ele acaba adormecendo.Todos menos Marcelo jantaram,e logo depois do jantar,Thomas chama Edgar para conversar do lado de fora.
   -Olha,seu amigo quase me agrediu ontem quando eu estava em sua casa,quero que você organize o pessoal
porque amanhã nós partimos.-Diz Thomas
   -Certo,vou avisar o pessoal e falar com o Marcelo.-Diz Edgar
   -Infelizmente ele não pode ir-Afirma Thomas
   -Mas como assim?-Exclama Edgar
   -Na nossa cidade nós evitamos ao maxímo todo tipo de violência,não aceitamos pessoas violentas lá,
então ele não pode ir.-Explica Thomas
   -Olha ele só estava um pouco nervoso com tudo que aconteceu,e eu não posso deixar ele.Responde Edgar
   -Sinto muito Edgar,ele deixou bem claro que não queria ir,e se ele decidir ir vocês não vão poder ir,você
precisa tomar essa decisão,Pense na sua esposa,na sua filha,você é o líder dessas pessoas,elas confiam em você,não deixe que todos morram por causa de uma pessoa só.
   Essas palavras deixaram Edgar muito triste e confuso,percebendo isso,Thomas disse:
   -Vou ser bom com você,nós vamos partir daqui a pouco,pegue um pouco de comida e deixe na sua casa,
quando estivermos saindo eu vou até lá e deixo um mapa com a localização da cidade pra ele,quando ele
ficar mais calmo vai entender a oportunidade que jogou fora,e vai vir pra cidade.
   Diante dessas palavras,Edgar concordou e todos se aprontaram e se encontraram na entrada da vila para partir,
enquanto estavam saindo,Edgar disse:
   -Thomas você não vai levar o mapa?
   -Sim-Responde Thomas com um falso sorriso
   Thomas pegou uma mochila grande com um dos rapazes e foi para a casa de Edgar,ele entrou
e pegou todos os suprimentos que Edgar deixou para Marcelo,colocou na mochila e foi embora,
estando de volta ele disse a Edgar:
   -Tudo Certo
   Enquanto eles estavam indo,Sandra filha de Marcelo perguntou:
   -O Marcelo não vem com a gente?
   Edgar fica sem resposta,então Thomas vendo isso responde:
   -Não se preocupe,o Marcelo estará lá amanhã de manhã.
   Então eles partiram.Marcelo acorda horas depois,com um pouco de dor de cabeça,
ele se levanta,e vendo que não tinha ninguém em casa,ele vai em direção a casa de Seu Nestor,
sem obter resposta enquanto batia a porta,ele entrou e ficou muito confuso por não ver ninguém,procurou
nas outras casas e não havia ninguém,então ele corre até a entrada da vila,e segue o caminho,
porém tudo que ele vê é uma densa névoa,estando ele ainda pensando,ele avista 2 lobos um pouco distante,
e logo eles também percebem ele,então ele começa a correr em direção a vila,e correndo entra na casa de Seu Nestor,
enquanto estava na porta,um lobo tentou entrar,no que rapidamente Marcelo fecha a porta,segurando a porta por
um tempo ele resolve entrar no quarto para ver se achava algo para se defender,ele pega um machado mas quando ele volta para a sala,ele vê que não havia trancado a porta,deixando ela apenas encostada,então ele demonstrando grande temor diz:
    -Eles vão entrar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...