1. Spirit Fanfics >
  2. .carícias >
  3. Único.

História .carícias - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


voltei

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction .carícias - Capítulo 1 - Único.

as bocas se chocavam afoitamente, mãos bobas se tocavam e apertavam a carne um tanto exposta. todoroki não se continha na hora de tocar seu namorado, querendo logo possuir aquele corpinho que a tempos não via, apesar da situação não favorável para eles.


o bicolor havia se mudado para um bairro mais longe por conta da faculdade que lutou tanto pra entrar, e o verdinho continuou morando no mesmo lugar onde passaram boa parte das suas vidas, o que ocasionou uma distância entre os namorados.


com isso, izuku sempre ia na sua casa nos fins de semana, ou pelo menos quando dava para ir. hoje era um desses dias, o esverdeado iria passar a noite na casa do maior, se preparando todo pensando que iriam ficar se amando boa parte do tempo por conta da saudade, o que claramente não ocorreu.


shouto tinha um trabalho imenso para terminar, que seu professor havia passado na última quarta-feira, parecendo adivinhar que queria passar um tempo com seu amado. assim sendo, quando midoriya chegou na sua residência e adentrou o quarto todo feliz, só pôde dizer que iria ficar ocupado por mais algumas horas antes de o dar a atenção devida.


claro que o verdinho não ia deixar barato, logo provocando ao máximo o bicolor até o mesmo atingir seu limite e o atacar, quase esquecendo que estava em ligação com seu tutor.


com isso, levamos para a situação atual: izuku no colo de shouto, rebolando sensualmente enquanto as bocas trabalhavam em um beijo sedento, tendo as mãos grandes passando por todo o seu corpo, demorando mais nas nádegas empinadas.


como ainda faltava algumas coisas para terminar em seu trabalho, o verdinho decidiu brincar um pouco com seu namorado, ficando de joelhos na frente do mesmo que já sabia o que iria acontecer.


ao ter o pau teso e melado do maior pulando para fora da cueca, midoriya segurou o gemido manhoso que queria sair, avançando sobre a intimidade alheia com um olhar faminto e abocanhando com toda a sua vontade, fazendo o de cabelos diferentes gritar ao ter a boca quentinha o tomando.


todoroki-san, algum problema?


droga, havia se esquecido que o seu professor ainda estava na linha.


— n-não, sem nenhum problema. apenas bati meu pé na quina da mesa.


o menor sentiu vontade de rir, mas estava com a boca ocupada, chupando o caralho duro do outro, esfregando a língua macia nas veias saltadas, sentindo a pré-porra escorrer em abundância e vendo que shouto quase não se segurava.


estimulava os testículos pesados com sua mãozinha quente, com sua boca fazendo um trabalho ávido no pau do namorado, que pulsava fortemente com isso. o músculo esponjoso rodeou a cabecinha inchada, enquanto a mão livre apertava na base, se deliciando com os tremores que todoroki soltava vez ou outra.


sem se conter, o mesmo levou a palma grande para os cachos do companheiro, apertando o couro cabeludo com firmeza e ditando a velocidade do oral, estocando um tanto devagar, sentindo ir fundo na cavidade alheia, fechando os olhos jogando a cabeça para trás. era tão gostoso quanto uma outra partezinha do namorado.


isso – sussurrou sem pensar, sua mente nublada empurrando para longe a voz do professor que lhe explicava a matéria.


izuku se engasgava, babava, gemia, tudo de uma vez em uma completa bagunça. podia ver os olhinhos se estreitando com lágrimas formando no cantinho, fazendo a pélvis do maior formigar e o abdômen se contrair, sabendo que não estava muito longe.


em um certo momento, o verdinho encarou "inocentemente" para o bicolor, que não aguentou e surrou a boquinha do amado sem dó, ouvindo os murmúrios do mesmo junto do gemido longo que soltou quando finalmente o ápice chegou, gozando em jatos espessos, tirando seu membro na boca dele e melando um pouco o rostinho sardento do menor.


— acho que meus estudos ficam pra depois… – falou ao ver que a ligação já foi encerrada a um tempo.


midoriya levantou-se de onde estava, sentando no colo do maior limpando o rosto com os dedos e levando a boca, experimentando do gosto forte que o outro tinha, ambos tendo em mente de que não iria ficar só por isso.


e assim foi uma tarde inteira com mais carícias.


Notas Finais


n sei se ficou bom nao, mas tá aí, bodia bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...