1. Spirit Fanfics >
  2. .Carinho - YuWin. >
  3. ."término" - Único.

História .Carinho - YuWin. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Do nada deu vontade de fazer uma one, então eu pensei

"Por que não?"

Aí eu fui fazer e saiu isso.

Era pra ter sido mais fofo, porém eu não sei oque eu fiz, e não vou apagar com fé em Deus.

Boa leitura 😔✊❤️

Markinho day

Capítulo 1 - ."término" - Único.


Fanfic / Fanfiction .Carinho - YuWin. - Capítulo 1 - ."término" - Único.

— Cheng?… — Yuta abriu a porta do apartamento do mais novo, olhando em volta.

O japonês estava morrendo de cansaço, havia passado tanto tempo na empresa que nem sequer percebeu o horário da noite. A noite fria aclamava a chegada da chuva.

Yuta sabia muito bem que não estava tão ausente na vida do chinês, e também estava pensando em terminar com SiCheng, mesmo o amando sabia que em algum momento não ia ter tempo para SiCheng, e esse momento tão icônico de sua vida havia chegado. O japonês não queria aquilo, porém era melhor do que ver SiCheng triste.

Ao afrouxar a gravata em seu pescoço o japonês subiu as escadas de seu apartamento e adentrou o quarto escuro. Ligou a luz e notou que SiCheng não estava na cama como de costume. Andou até o banheiro e também viu que SiCheng não estava lá. Por fim o japonês deu de ombros, se deitando na cama macia com os cobertores felpudos.

Soltou um suspiro longo quando sentiu seus músculos relaxarem. E nem se deu conta quando a porta foi aberta revelando a figura de SiCheng apenas com um coberto branco tampando seu corpo. O chinês estava sem roupa, não porque queria fazer algo com Yuta, mais sim porque estava querendo se sentir livre de qualquer tipo de roupa. Ao finalmente ir até o Yuta o chinês se deitou encima do corpo do mesmo, deixando o japonês meio atordoado pelo perfume de bebê que exalava em suas narinas.

— Eu senti saudades… — SiCheng falou quebrando o silêncio que estava no ambiente. Yuta por um lado começou a tocar os cabelos macios de SiCheng, ainda sentindo aquele cheiro de bebê.

— Digo o mesmo Cheng… — Logo o japonês sentiu vários selares sendo distribuídos por seu rosto e sorriu divertido. Ah,como sentia falta dos carinhos que recebia de seu garoto. — Eu te amo.

— Eu também te amo.

Outros selares foram distribuídos pelo rosto do japonês e com isso também os pensamentos de Yuta, referentes ao término com SiCheng. O japonês não iria terminar com SiCheng, sabia que no final de tanto trabalho sempre iria ter uma pessoa que o amasse e enchesse de beijos, e essa pessoa era Dong SiCheng.

Trocaram mais alguns beijos e finalmente Yuta tirou a roupa de trabalho, estava exausto e nada melhor do que dormir agarrado com o chinês, que o olhava de maneira fofa, com um sorriso no rosto. Ao se deitarem novamente, Yuta passou fazer carinho nos cabelos do chinês que estava sonolento.

— Por que demorou tanto para chegar ? — Perguntou SiCheng, afundando o rostinho na curvatura do pescoço de Yuta.

— Tive algumas reuniões, mais eu só conseguia pensar em você. — Yuta falou enquanto passeava os dedos por cada fio do cabelo de SiCheng, se sentia nas nuvens tendo o calor do corpo de SiCheng. — E O'que você estava fazendo? Eu sei que você não estava no quarto.

— Eu tinha ido até a cozinha beber água, você sabe que eu não consigo dormir se você. — Yuta sorriu em bom agrado , porém sabia que SiCheng estava com sono então proferiu por calar a boca e ficar fazendo carinho no chinês.

Eram duas almas gêmeas apaixonadas, e Yuta não se via sem SiCheng. Tentaria fazer de tudo para ficar mais tempo com o chinês, e não iria se decepcionar dessa vez.

— Seu carinho é tão bom amor… — SiCheng falou fazendo o coração do japonês bater fortemente. Se derretia quando SiCheng o chamava de amor. — Por isso que sinto falta dele.

— Prometo cuidar mais de você meu anjo, eu te amo muito e não quero que você fique triste por não receber as devidas atenções vindas de mim. — Yuta falou beijando o canto do pescoço de SiCheng.

— Eu também te amo, e tudo bem , saiba que quando chegar em casa eu sempre estarei te esperando com um sorriso no rosto. — O japonês não escondia o enorme sorriso em seu rosto.

         Sabia que mesmo no meio de tanto caos, sempre teria SiCheng perto de si. Eram almas gêmeas e nada mudava, nem mesmo o destino.


Notas Finais


Se tiver algum erro, é porque eu tô cansada pra revisar o capítulo. E então anjos é isso,tá ruim mais é só pra mim dar um "Markinho day" :-)

Só porque estou com preguiça de postar capítulo nas minhas outras fics,choroT-T.

Mais repetindo novamente

MARKINHO DAY😎💅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...