1. Spirit Fanfics >
  2. Cartas à Remetente >
  3. Aqui jaz um coração

História Cartas à Remetente - Capítulo 15


Escrita por:


Capítulo 15 - Aqui jaz um coração


Fanfic / Fanfiction Cartas à Remetente - Capítulo 15 - Aqui jaz um coração

Aqui jaz um coração:

Meu coração se parte em mil pedaços, e eu nem sei se amanhã terá resquícios de mim. A verdade é que nunca te escrevi assim e nunca imaginei escrever-te assim. E agora que tô sendo até egoísta porque... Ana, eu só quero conversar mesmo contigo.

Eu estou muito em prantos e desde ontem essa é a verdade. Te sentir partindo e ver agora que isso aconteceu e saber que talvez nem me escreva mais... sei lá, sei nem o que dizer.

Eu que sempre tenho algo para dizer, hoje nem tenho palavras. Nem tenho mais nada a dizer.

Só sei do amor que tenho e é só nele que penso, e no meu coração. Me desculpe, mas essa carta é sobre mim.

 A gente pensa que nunca vai ter um desses amores na vida que reviram tudo. E que têm tudo para dar certo e não dá.

 

 A verdade sobre mim é que não amo mesmo quando raramente amo. Minha primeira paixão foi a Ed. Minha melhor amiga de adolescência, eu a amava muito e eu a venerava essa é a verdade. Tivemos uma noite de amor. E no outro dia eu surtei, eu me senti tão culpada por ter tocado nela e mais do que isso meu coração se partiu pela primeira vez ali porque eu tinha jurado minha amizade eterna a ela. E tudo tinha mudado e pior, estava apaixonada e nunca iria acontecer novamente, era impossível nós duas. Sabe, às vezes, até hoje eu sonho com ela, do nada. Eu só sei que alimentei esse amor por 8 longos anos até que passou. Namorei a Karol, nos dávamos muito bem, mas tudo o que eu fazia era pra esquecer a Ed, e te digo com toda as letras, N Ã O F U N C I O N A.

Conheci a Letícia e ela sim me arrebatou.

Acho que você vai ler sobre meus “amores” em James e Layla já no último capítulo que tá publicado, nada detalhado, óbvio, mas o que significaram e como resolvi as coisas.

Não sei mesmo por que estou falando delas, mas me confortou agora... eu finalmente parei de chorar.

 

Você,

Sem condições de falar algo, mas vou...

Aqui jaz meu coração meu amor.

Dentro de mim há uma tristeza: Um porquê sem resposta, uma dor que não para; uma voz que grita por socorro que não chega.

Dentro de mim há uma tristeza: Um calafrio que perturba a mente, que congela o coração, um sentido sem sentido, uma razão sem razão.

Dentro de mim há uma tristeza: Uma vida sem rumo, um rumo sem direção.

Não há bússola, não há direção. Não tem ajuda, não existe perdão.

Dentro de mim há uma tristeza: Um porquê sem resposta que congela o pensamento e toma rumos sem direção. Uma tristeza que destrói os sentidos e dilacera o coração.

Dentro de mim há uma tristeza.

E minha voz abafada no porão da alma

Num abismo infinito

Âmago das sombras atormentadas

Que agonizam, são os gritos!

Pela floresta negra dos pesadelos

Adormecidos pelo veneno de nojo

Sussurrando nervosismo de medo Inquietos, meu coração viaja.

Levou meus princípios

Jogou-lhes no precipício

O tão furioso vento...

E onde existia a voz macia

Que os sentidos compreendia

Há este coração de Cimento!

 

Minha música

É tão difícil dizer com palavras o que eu poderia dizer com apenas um olhar.

Como é doloroso assumir que erros foram cometidos por atos impensados.

Complicado é abandonar a felicidade a troco de nada.

Mas, meu choro não é somente gotas d'água que caem dos meus olhos e invadem minh'alma.

Choro é como chuva seguida de bonança.

Pra quê chorar se posso sorrir?

Na verdade eu não posso...

Meu sorriso depende do seu!

E o que eu vou fazer se tudo em mim se resume em você e tudo o que eu mais quero é estar com você?

 

Queria te dizer.

Mas, não sei.

Que sinto uma saudade enorme em meu peito.

E mesmo que você me pergunte, não conseguirei descrever.

Queria te dizer.

Mas, não sei.

Que tenho medo de todo esse sentimento.

Me sinto em queda livre.

Com minhas mãos suando, um frio na espinha e o coração pulsando a mil.

Como acontece quando falo contigo.

Queria te dizer.

Mas, não sei.

Que você me apavora.

Que minha pele inspira todo o desejo que arte em meu peito.

~  Que esse amor não precisa esperar ~

Queria te dizer.

Mas, não sei.

Que me apaixonei desde o instante que te encontrei.

Que choro ouvindo nossas músicas.

Que ~ Eu quero ser pra você a lua iluminando o sol e Tem que ser você sem porquê ~

Que tudo em você me inspira a sonhar e viver.

Queria te dizer.

Mas, não sei.

Que meu versos não serão os mesmos.

Que você mudou tudo em mim.

Queria te dizer.

E por mais que em meu peito o coração exploda...

Preciso dizer...

- Eu amo você!

 

Veja como mudastes as incertezas contidas no meu coração.

Veja como deixastes minha vida cheia de paixão.

Quando sonho ser tocada a face minha com seus lábios inocentes;

Quando chega a noite e me atormentas a mente, fico incerta de meus passos.

Viajo apaixonada na fantasia, sonhando em tê-la em meus braços.

Durmo flutuando na imagem de como sorrias.

Se me afasto a saudade me procura.

Como o horizonte procura o sol, e nem o tempo cura...

Porque és linda como o florescer do girassol.

Fico sorrindo pelos cantos toda vez que sonho acordada contigo.

Numa felicidade transparente de encantos, adormeço imaginando seu beijo.

Viver sem ti...

É caminhar na mansão da morte.

Tê-la aqui...

É ser um ser real de sorte!

Leve, voa pela manhã...

O sonho do coração, conforta-se na tua alma divã.

Aquece-me na tua suave mão.

Se amor for vida...

Amor és tu...

Pois tu és minha vida!

 

 

Não era bem isso que pensava em escrever-te, mas, é o que tem nos pedacinhos de mim. Lembre-se que te amei, amo e continuarei amando.

 

Sua, Léia Ribeiro

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...