1. Spirit Fanfics >
  2. Cartas ao capitão - Chanbaek >
  3. Jovem gay no exército, entenda o caso

História Cartas ao capitão - Chanbaek - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Muito obrigado pelos oitenta favoritos gente! obrigado pelos comentários também. 🌱

boa leitura mores. 📌

Capítulo 3 - Jovem gay no exército, entenda o caso


Fanfic / Fanfiction Cartas ao capitão - Chanbaek - Capítulo 3 - Jovem gay no exército, entenda o caso

 My anaconda don't, my anaconda don't … — Nicki cantava divinamente bem enquanto eu dava o meu show. Já era a décima vez que Kyungsoo via aquele maldito vídeo pouco se importando com meu sofrimento. Eu estava deitado na cama olhando para a beliche de cima, os meninos riram e a música parou. Ótimos amigos você tem Baek. — Pensei

— Você dança bem! — Luhan diz e eu tenho vontade de me afundar naquela cama ainda mais.

— Sim, deixa de exagero Baek. — Kyungsoo suspirou se sentando ao meu lado.

— Tenho certeza de que, se o capitão ver isso ele vai amar. — me levanto da cama em um pulo. Ainda não tinha me passado pela cabeça o fato de que possivelmente Chanyeol veria e até mesmo os outros.

— Meu Deus, Eu vou ser expulso por excesso de viadagem ! — Eu sinto vontade de chorar. Kyung tentava falar alguma coisa porém eu não deixava estava em um surto gay.

— Ele está tendo um gay panic! - Luhan grita e eu paro olhando pra ele sem entender junto com Kyungsoo.


— O que gente? Vocês nunca assistiram as branquelas? O ataque de pelanca… — Minha cara não era uma das melhores.


— Não? Ok… Só acho que você está fazendo muito barulho por nada, afinal nada aconteceu… Ainda.

— Ainda?

— Ainda!

(...)

Entrei no vestuário depois do treino que tivemos pela manhã, que durou mais tempo que o previsto. Pois nossa turma acabou se atrasando e o nosso supervisor não gostou nada de nos esperar.

— Odeio ter que tomar banho com tanto macho. — Luhan diz abrindo seu armário e pegando sua toalha, jogando-a em seu ombro logo em seguida.

— Quem vê pensa que é hetero. — Eu falo rindo. No começo foi realmente estranho tomar banho e ver os instrumentos dos outros homens, mas depois acostumei. Eles passam sem roupa pelo vestuário mostrando aquelas bundinhas caídas que fazem pena.


— Luhan hétero? — Kyungsoo já estava pelado se enrolando na toalha. — Luhan é o maior tocador de flauta ambulante, faz até graça ele dizer que é hetero.— Ele vai até um chuveiro e tira a toalha nos dando a visão da sua bundinha nada chamativa.


— Fecha a boca queridão tá escorrendo a baba. — Luhan jogou sua toalha em mim.


— Não é baba não, bebê. É veneno mesmo. — deixei ele sozinho e entrei em um box vazio para tomar meu banho. Fazia um bom tempo que eu não tomava um banho gostoso, como em casa. Eu sentia uma imensa saudade de tudo.

(…)

— E então, quando vai escrever a carta para o capitão? — Luhan me pergunta enquanto caminhamos em direção ao campo de treinamento.


— Hoje, porém eu não sei o que escrever, sou péssimo com isso.


Escreve assim: Rosas são vermelhas, violetas são azuis, o leite vira queijo, quero saber quando a gente vai dar uns beijos. — Kyungsoo diz rindo. Ótimos amigos, que me ajudam e me apoiam sempre.


— Vocês são ridículos.


— A gente sabe. — Eles se abraçam e fazem bico pra mim, babacas.


— Fala com o Suho, ele faz umas músicas. Já vi ele cantando com aquele Sehun. — Suspirei.


— Acho que não. Ele é daquele grupinho dos mais velhos, juntamente com o minseok. Depois do meu video e agora cartinhas eles vão me zoar mais. — Eu já estava odiando a existência daquele vídeo mais do que tudo.Será que Chanyeol viu? Meu Deus, será que ele realmente me acha uma pessoa interessante?


— Se eu tivesse uma oportunidade, sentava tanto naquele homem que nem guindaste me tirava de cima. — Acabo falando alto demais chamando a atenção de alguns caras que passavam ao meu lado.


— Controla sua boiolisse, Baekhyun. — Quando chegamos ficamos todos em fila e em ordem, sem apresentar armas ou qualquer coisa do tipo. Chanyeol estava naquela mesma pose de gostosão, usando aqueles óculos espelhados que daria pra ver sua alma e também tinha outro gostosão porém esse eu não conhecia. Por incrível que pareça, Suho estava ao meu lado, esse aí era outro homão.

— Ei Suho. — O chamei baixo. Ele me olha com o maxilar trincado e eu engulo em seco.

— Fala pirralho.

— Você pode me ajudar depois?

— Depende… — Todos estavam em silêncio e só nós que estávamos sussurrando. — Falo com você depois.

— Sentido! — A voz grossa de Chanyeol me desperta e assim abrimos um pouco as pernas batendo continência.

Ai como eu amo um homem bravo — Pensei escondendo um sorrisinho idiota. Chany falava e eu apenas suspirava, não entendendo nada. Será que ele dança? Meu deus ver o Chanyeol dançando deve ser maravilhoso. Ele tem cara de ter uma pegada boa, né? Ele é passivo? — isso era o meu cérebro conversando internamente.

— Esse é o novo supervisor de vocês o Zhang Yixing. Kim Jongin subiu de cargo e agora está apenas servindo ao mais velhos. — Ele disse. A gente perde um gostosão e ganha outro de consolo. Que tipo de paraíso seria esse?O Yixing se apresenta formalmente e logo aquilo tudo acaba.

— Descansar. — Chanyeol manda e eu obedeço sem nem pestanejar, logo ele sai e nós podemos relaxar.

— Fala ai dançarino, o que você queria comigo?

— Você viu o vídeo? — Suspiro.

— E quem não? — Ele ri — Mas admito que você dança muito.

— Aposto que seu grupinho amou me ver passar vergonha, né?

— Meu grupinho?

— É. - reviro os olhos. — Você, Minseok e Sehun.

— Não tenho grupinho nenhum. Mas, veja bem, eu não vou ficar falando com você do que eu faço ou deixo de fazer. Me fala logo o que você quer.

— Ok, ok… você faz música né?

— É, eu faço.

— Então, suhozinho. Eu estou afim de conquistar uma pessoa ai sabe? e consequentemente ela curte escrever uns poemas e tal.

— E eu pensando que você era gay. — Cruzou os braços rindo e eu fico sem graça, mal sabe ele a bichona que sou.

— Pois é, né? — Eu estava tão sem graça que tinha me perdido da nossa conversa. — Então você poderia me ajudar com isso? Escrever alguns poemas, cartas ou sei lá.

— Claro, eu ajudo. Mas quem é essa pessoa? - senti minhas pernas perder as forças com aquela pergunta. — Para podermos escrever sobre alguém precisamos ao menos conhece-lá.

— A-ah… — gaguejo. — Você não conhece, eu te falo mais ou menos como é, e fazemos.

— Fala logo quem é. É alguém que estava naquele bar? É alguma garota de lá?

— Capitão Chanyeol. — Eu congelei ao ouvir a voz de Luhan atrás de mim.

Ele estava mesmo me entregando justo para o Suho?

— Baekhyun? — Ele me chama e eu me viro incrédulo, quase sem ar.

Lá estava eu imaginando minha boiolisse sendo comentada por todos os soldados, Meu deus, era o meu fim. No dia seguinte, estaria em todos os jornais: Jovem gay tem atração pelo capitão, entenda o caso...


Notas Finais


eu me divirto muito escrevendo essa história gente, vocês não tem noção kkkkkkk oq acharam? 📌

até o próximo, gente. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...