1. Spirit Fanfics >
  2. Cartas de um alguém - Sakuhina >
  3. Coisas estranhas

História Cartas de um alguém - Sakuhina - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Coisas estranhas


-Acorda, CDF.- uma rosada impaciente se encontrava balançando o corpo de Hinata pra lá e pra cá com certa brutalidade.

Hinata lentamente abriu os olhos dando de cara com os olhos verdes da Haruno.

-Bebe comigo?.- propôs Sakura se sentando na cama da irmã que a olhou franzindo cenho.

-Olha a hora que é.- fala indignada enquanto olhava no fundo dos olhos verdes. Será que ela estava ficando maluca??? Eram 3 da manhã e ambas teriam aula no dia seguinte.

-Não me deixaram terminar de beber isso.- fala tirando uma garrafa de whisky de sua bolsa. A Rosada estava opitando por uma trégua entre as duas, afinal, já fazia onze anos que o ódio sem sentido de Sakura por Hinata estava enraizado.

-Tudo bem.- fala se dando por vencida.

-Já jogou “jogue bebe ou tira?”.- perguntou a rosada procurando uma moeda.

-O que?.- indaga a perolada surpresa ao ouvir o nome do jogo.

-Ele funciona assim.- fala agora com a moeda em mãos.- Você joga essa moeda pro alto e advinha se vai cair cara ou coroa. Se errar você bebe ou tira uma peça de roupa, se acertar pode me propor um desafio.

Hinata parecia surpresa com aquilo, jamais em toda sua vida havia ouvido falar de um jogo como aquele.

-Relaxa, só vai tá nós duas aqui e você não tem nada que eu não tenha visto.

-Por que esse jogo?.- questiona um pouco confusa.

-Eu sempre perco, dessa vez quero ganhar.

-Eu não vou perder.- fala convicta, se tinha uma coisa que Hinata odiava mais que gente escandalosa era perder.

-Quem ficar bebada primeiro perde.- Pronuncia a última regra antes de dizer.- Cara.

E então ela se pôs a jogar a moeda, e até ela cair a rosada já estava certa de que não tinha errado.

-Coroa.- responde a Hyuga com um sorriso vitorioso nos lábios.

Sakura então se pôs a tirar sua blusa deixando à a mostra seus seios pequenos.

Hinata estava a todo custo evitando olhar, aquilo parecia invasão de privacidade.

-Já bebeu algo assim antes?.- questiona a Haruno entregando a moeda pra Hinata que negou com a cabeça enquanto jogava a mesma.

-Coroa.- fala olhando pro pedaço de cobre.

-Você errou.- a rosada fala pegando a garrafa e levando até a Hyuga que rapidamente se pôs a tomar um belo gole do líquido azedo que saiu queimando sua garganta. O impacto foi tanto que a mais nova começou a tossir.

-Você é mesmo uma santa.- fala com um sorriso divertido nos lábios enquanto pegava a moeda.

-Cara.- fala a mais velha jogando o pedaço de metal e olhando pra ele no exato momento em que o  mesmo tocou a superfície macia dos lençóis da perolada, e em questão de segundos a rosada pode ver que havia acertado.

-Tira a blusa.- fala Sakura olhando pro busto de Hinata enquanto ela timidamente fazia como pedido. Após perceber que estava sendo encarada Hinata colocou os braços sobre os seios na intenção de cobri-los.

-Não os cubra.- fala a Haruno se aproximando e puxando os braços de Hinata para que assim ela os soltasse. O que acabou acontecendo. Mesmo que a vergonha ouve-se tomado seu corpo, Hinata fez como Sakura havia pedido. Mas mantinha seus olhos fechados.

-Você tá com vergonha?- questiona a de olhos verdes encarando a mais nova que se mantinha de olhos fechados.

E então em um movimento rápido Sakura levou uma de suas mãos aos seios de Hinata.

-Eu escolhi aquele vestido justamente pra você.- seus dedos longos e hábios percorriam o bico do peito de Hinata que mordia os lábios inferiores na intenção de permanecer em silêncio.

-O-que você tá fazendo?.- questiona com o coração na mão enquanto via um sorriso se formar nos lábios finos.

-Queria saber se eram macios.- responde se afastando enquanto pegava a garrafa. E então um silêncio avassalador se formou.

-Talvez você não saiba disso.- se pronuncia ainda concentrada.- mas garotas costumam a fazer esse tipo de coisa.

-Acho melhor irmos dormir.- fala a perolada olhando para o relógio de canto enquanto tentava se manter calma. 

-Tudo bem.- A rosada então se levanta e olha nos olhos da irmã.-esconda isso, ninguém sabe que eu trouxe.- referiu-se a garrafa.

Enquanto Sakura se vestia Hinata se pôs a observar seu rosto sem nenhuma expressão. Quando ela havia se tornado assim?? 

-Achei que me odiasse.- fala de uma vez por todas quebrando o silêncio.

-Éramos crianças.- foi tudo o que disse antes de forçar a maçaneta do quarto.

(...)

-E aí, como anda a carta?.- questiona um loiro impertinente puxando uma cadeira e se sentando ao meu lado.

-Ainda nem sei por onde começar.- suspiro frustrada, maldita hora que aceitei ajudar o Uzumaki.

-Sabe, você deveria experimentar sair com alguns caras.- fala sério enquanto olhava nos olhos tão claros quantos os seus.- eu nunca vejo você com ninguém.

-Eu não tenho tempo pra namoro, Naruto.- de certa forma aquilo não era mentira absoluta. Eu preferia gastar meu tempo estudando e me aperfeiçoando em coisas que eu não era boa.

-Quanto ao Sasuke.- fala com um sorriso malicioso nos lábios.- vocês estão sempre competindo.

-Definitivamente, não.

-É porque a Sakura gosta dele, não é?.- indaga finalmente ligando os pontos.

-Eu não entendo.- suspira frustado.- eles não tem absolutamente nada haver um com o outro. E o Sasuke se quer demonstra algum interesse, pelo contrário.

-Talvez amar seja isso.- falo dando ombros enquanto volto minha atenção pra entrada da sala.

E lá estava ela de novo. Seus fios curiosamente rosados tomaram a atenção de todos presentes na sala.

Seus movimentos eram descontraídos uma vez que andava conversando com uma de suas melhores amigas, essa tinha cabelos loiros e longos.

-Sai daqui.- sussurrou a Hyuga lembrando-se de quem estava ao seu lado.

-O que disse?.- O Uzumaki indaga se virando pra encarar a Hyuga que se virou ao mesmo tempo na intenção de empura-lo pra longe.

Seus rostos estavam á centímetros de distância. Estavam tão perto que ela conseguia sentir o hálito quente do loiro. Aquilo a apavorava por dentro.

Os olhos azuis percorriam a face delicada até chegar nos olhos em cor excêntrica, diferentemente de outras pessoas ele acha que aqueles eram os olhos mais lindos já vistos.

-Srta. Hyuga?.- uma voz grave se fez chamando a perolada que se assustou afastando o corpo para trás com certa rapidez se desequilibrando e caindo de costas no chão.

Era uma cena embaraçosa. E Naruto, bem, ele tinha uma visão privilegiada da situação o que fez o mesmo ficar em estado de choque.

-Pare de olhar, Naruto.- Sasuke pronuncia chegando perto com uma rapidez elevada, o mesmo parecia ter corrido pra alcançar a cena. Nesta altura todos olhavam e alguns riam. 

Sasuke não pensou duas vezes dando a volta e ajudando a Hyuga se sentar.

-Você está bem?.- indaga analisando o rosto da perolada.

E a única coisa que Hinata pensou em fazer foi olhar para cima. Encarando os olhos escuros e logo em seguida se pondo a procurar pelos verdes. 

Sakura estava parada encarando toda cena sem nenhuma expressão. Após alguns segundos Hinata se levantou saindo de perto do Uchiha que a segurou pelo braço.

-Por que você tá fugindo de mim, Hyuga?.- Quase que como uma súplica indireta Sasuke entendeu pelo olhar da mais nova que ele tinha de soltá-la e assim o fez.

-Cara, acho melhor não chegar perto dela.- fala o Uzumaki colocando a mão no ombro do amigo enquanto se lembrava da conversa que tivera com a perolada.

-Essa garota me intriga.- fala a observando sair da sala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...