História Cartas Para Harley (Harlivy) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn), Hera Venenosa
Personagens Harleen Frances Quinzel (Harley Quinn / Arlequina), Pamela Lillian Isley (Poison Ivy / Hera Venenosa)
Tags Arlequina, Batman, Dc Comics, Gotham, Harley Quinn, Hera Venenosa, Lésbico, Poison Ivy, Quadrinhos, Romance, Sereias De Gotham, Yuri
Visualizações 37
Palavras 467
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, FemmeSlash, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Em breve uma fanfic, por hora espero que gostem da oneshot.

Capítulo 1 - Minha Menina


Fanfic / Fanfiction Cartas Para Harley (Harlivy) - Capítulo 1 - Minha Menina

Não sei dizer ao certo quantas vezes imaginei matá-lo de inúmeras formas, quantas vezes controlei essa vontade, porque eu poderia fazê-lo quando quisesse, mas apenas uma coisa era o suficiente para me impedir: você e tudo o que sentia. Um segundo era suficiente para que de mim escapasse um sopro de vida ou de morte e faltou muito pouco para que eu o fizesse, mas de alguma maneira você era o meu freio, Harley. A maneira como sorria ao falar dele, por mais dolorosa que fosse, ainda me deixava de mãos atadas. Mas agora nada pode nos impedir, por isso toma, toma meu corpo nas suas mãos como um cálice de cristal com um vinho doce. Toma, toma minha alma, como se assim, pudesse me ter sua eternamente. Toma meus lábios, meu ar, meus sentidos, assim como já tomou meu coração e tomou conta de todos os meus pensamentos. Me toma lentamente ou veemente, toma tudo que já é seu porque ele jamais a veria da forma que eu vejo! Meu amor, minha menina, preencha minha sala com seu riso inocente no meio de um trabalho sério de um dia horrível e cansativo e venha bagunçar todos meus papéis com anotações importantes deixando neles marcas de batom que terei que fazer de tudo para esconder depois. Continue fazendo acrobacias inesperadas enquanto tento falar sobre algo sério, só para chamar minha atenção para o quanto você precisa de carinho, ou para que eu note alguma roupa nova ou apenas o seu corpo escultural o qual não tinha nenhuma importância para ele e eu sei disso. Talvez minha forma de falar não seja muito delicada, mas estou aqui apenas para lembrá-la de que seu passado não precisa ter peso algum, podemos ser felizes juntas finalmente e nada disso importa mais. Não é do meu feitio escrever cartas, ainda mais quando posso te ouvir daqui com o seu riso preenchendo todo o andar de baixo ao brincar com os animais, mas quero que guarde minhas palavras e não as esqueça. Quero que saiba também que é inevitável sorrir ao vê-la tão feliz desse jeito e é melhor ainda saber que contribuo em grande parte para isso. Mas é melhor eu terminar logo esta carta antes que você suba aqui pulando na cama, em cima de mim, de todos os papéis, querendo saber o que estou fazendo e insista em me roubar a carta, ou tentar roubar. Se fizer uma voz manhosa sei que terei que entregar antes de hora, por mais que queira fazer isso em um momento especial. A verdade é que não sei o que você faz comigo, talvez nunca descubra, mas sempre será a única a me fazer pensar que acreditar em seres humanos ainda vale a pena, em todos os sentidos, você é a única Harley



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...