1. Spirit Fanfics >
  2. Cartas para Mina (Michaeng, 2yeon, Satzu...) >
  3. Capítulo quatro (part 1)

História Cartas para Mina (Michaeng, 2yeon, Satzu...) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Por favor, não se apeguem aos personagens...

Capítulo 4 - Capítulo quatro (part 1)


[......]

E pela terceira ou quarta vez, a pequena Chaeyoung conferia suas correspondências, chegou à ir no próprio correio, nada, talvez sua carta não tivesse chego as mãos de Mina.

Ela não tinha tempo para pensar nas possibilidades, de volta ao campo, a garota teria de trabalhar, ou passaria fome, como a maioria da população coreana, o lugar estava passando por grandes crises, ligadas, principalmente à comida, corrupção, estavam desviando o dinheiro dos alimentos, não era surpresa para ninguém, os ricos se tornando cada vez mais poderosos enquanto os pobres afundavam na lama.

Depois de limpar o chiqueiro, aparar a grama, escovar os cavalos e carregar alguns sacos de sementes e adubo até a horta, o dia se encerrou, eram umas 19 horas quando Chaeyoung conseguiu se deitar. 

_Chaeyoung ! -Gritou o dono da padaria, ela morava no sótão do lugar, o bom homem mesmo não podendo ajudar muito, lhe proporcionou um teto, sr.Im era uma boa pessoa. _Desça ! Correspondência para você !

"Correspondência ?!"- Desceu as escadas como louca, tropeçou numa das mesas, se desculpou com a senhora Im que reclamou quando a jovem quase derrubou o objeto.

_Apareceu rápido dessa vez ? -O homem de meia-idade sorriu malicioso. _Algum bom rapaz prometeu escrever ? 

_O quê ? Sr.Im, não tenho tempo para homens, sabes o senhor como meus dias são corridos.

_Essa fase ruim irá passar Chaeyoung, agora relaxe e leia suas cartas. -Son sorriu e agradeceu, de volta ao seu quarto ela abriu a primeira delas, Mina pedia notícias, a coreana faria questão de escrever-lhe todos os dias, a outra, um tipo de convite, a mais nova estranhou mas não deixou de ler. 

Querida Chaeng, 

Desculpe lhe importunar outra vez, mas, a chance é única !  Ocorrerá um banquete às 20:30h, estou te convidando pois não a riscos, juro, apareça na parte detrás da casa. Procure um bom vestido. Conversamos melhor mais tarde.

Ass: Myoui Mina-

Chaeyoung estava animada, a parte difícil seria: O bom vestido. Ela não possuía mais que três deles, estavam velhos e surrados, a baixinha os odiava, seu "lance" mesmo eram as calças, essas tinha tantas que perdia as contas, mas, (infelizmente), não poderia aparecer no banquete vestida como "moleque". Se lembrou da filha de sr.Im, sua amiga desde que nascera, Im Nayeon, a melhor modista que conhecera (única em seu bairro). Nayeon concerteza emprestaria um de seus "milhões" de vestidos. Por sorte, o ateliê era próximo à padaria, apenas três ruas depois. 

Chegando lá, deu duas "batidinhas" na porta, o lugar estava escuro, provável que fechado pelo horário.

_Nayeon ! -Se atreveu à chamar, nenhuma resposta, suspirou derrotada até escutar a trava sendo aberta e logo, a porta.

_Chaeng ? O que quer aqui ? -Uma descabelada e suada Nayeon lhe atendera, estava aflita. 

_Sua ajuda, é uma emergência da moda. -Com essa frase, Chaeyoung sabia que convenceria a Im mais nova a colaborar consigo, antes que a garota respondesse as duas escutaram um estrondo na parte detrás do ateliê. 

_Tem alguém com você ? -Nayeon sorriu forçado e olhou para trás, confirmando que estava só, ela encarou Chaeyoung e lhe disse um simples: -Não.

_Entre, do que precisa ? -Acendeu as luzes e abriu uma das janelas, permitindo que as cortinas se movessem, pois o vento soprava forte aquela noite.

_Um vestido. -Nayeon arqueou as sobrancelhas. -Sei que é inesperado, que logo eu esteja te pedindo isso, mas é só por essa noite, prometo o entregar intacto pela manhã.

_Certo madame, e é melhor mesmo ou pagará com a vida gnomo. -Brincou procurando alguma peça que servisse na amiga. _Mas, me diga, quem é o sortudo

_Não pense que desejo encontrar alguém, só quero curtir a noite num banquete chique okay ? Sem homens. 

_Banquete ? Quer dizer que foi convidada para a comemoração do casamento de Kim Mina. -Assemelha sem olhar para a quase irmã, observava um vestido vermelho tal que julgava servir em Chaeyoung.

_Como sabes ? 

_Não há nada além desse evento hoje, todos os mimadinhos estarão lá. Fez magia para conseguir ser chamada ? 

_Tenho meus contatos.-Não queria se aprofundar no assunto.

_Hum, experimente esse. -Entregou o vestido para a mais nova que se surpreendeu, ele era realmente bonito, os rubis eram reais e se destacavam. "Serviu como uma luva", foi como se fosse feito para ela. Nayeon sorriu quando Son saiu do provador. 

_Uau, está linda Chae, será esse ! Não ouse mudar. 

_Se está dizendo...

_Sente-se, darei um jeito no seu cabelo.

_Não à tempo, chegarei atrasa-

_Shhiu ! Farei um penteado rápido, prometo.-Receosa, Chaeyoung sentou num banco dali, Im pôs seus óculos, esses que usava para costurar, fez um coque nos longos e negros cabelos de Son, sem nenhuma falha, inundou a garota numa "nuvem" de perfume doce a fazendo espirrar, e claro, um par de saltos, ficaram apertados, mas a baixinha ignorou. 

_Está pronta princesa, a verdadeira dama dessa festinha furreca será você. -Segurou nos ombros da amiga, Chaeng virou os olhos. 

_Obrigada Nay, te devo uma. -Sorriu acariciando a mão de Nayeon que ainda estava sobre seu ombro.

_Tsc ! Sabes como amo lhe ver feliz, ainda mais com um de meus trajes. -Riu mostrando seus dentes de coelho. 

_Ah, e como eu sei. -Abraçou a modista. -Tenho que ir agora. -Encarou a janela que havia sido aberta por Im minutos atrás. _Não esqueças de fechar quando for dormir, pode ser vítima duma invasão ou até mesmo assalto. 

_A-ah, s-sim, é, vou fechar sim. -Chae estranhou o comportamento da mais velha, porém não a questinou, somente deixou o ateliê acenando. 

[...] 

20:56h, nenhum sinal de Chaeyoung, Mina batia os pés impaciente, não possuia a certeza de que sua amante recebera as cartas. E então, uma silhueta feminina se aproximou.

_Chaeng ? -Myoui cerrou os olhos para enxergar melhor, notou as covinhas, aquele sorriso do qual sentiu tanta falta nos últimos dias. 

_Mina.  -A coreana a abraçou forte, quase perdeu o fôlego, tomou seus lábios num curto selar. -Senti sua falta... -Pôs seu rosto no peito da japonesa sem soltar o abraço, se aconchegou ali. 

_Não consegui dormir sem você ao meu lado, tigrinho. -Tocou a ponta do nariz de sua amada que riu corando. _Por que a demora ? -Puxou a cintura de Chaeyoung procurando por mais contato, ela à encarou. 

_Tive de arrumar esse vestido com uma amiga, sabe que não sou acostumada à comparecer em eventos como esse, não possuo essas roupas de grife. 

_Me desculpe por isso. 

_Tudo bem, o importante é que estou com você...agora...-Sem desviar o olhar das esferas castanhas, Chaeyoung levou sua mão direita ao rosto de Mina, que fechou os olhos ao sentir os lábios da outra contra os seus, escutou um arfar vindo de Son quando mordeu seu lábio inferior. 

_Myoui Mina ! -Escutaram a voz de Seok-Jin.



Notas Finais


Deu merda.


*Será que tinha alguém com a Nayeon ??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...