História Cartas para o meu amor - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Visualizações 8
Palavras 439
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Carta 3- 20.04


~..."Dia 3, já quase n sinto dores e a dosagem dos remédios diminuíram, minha mãe permanece aqui, até onde eu me lembro ela saiu do quarto menos de 10 vezes nesses três dias(pelo menos q eu vi neh), ao meu ver aquela cadeira ñ era muito mais confortável do q minha maca,msm reclinada mihha mãe me pareceu um tanto quanto desajeitada ali, meu pai sequer podia passar muito tempo ali, passou por aqui esses dias, mas sempre coisa rápida, ñ q ele ñ quisesse ficar mais, mas simplesmente ñ podia, por algum motivo q eu desconheço ele acabou tendo de trabalhar nesses dias, passou para deixar umas roupas para minha mãe e para saber como estou, isso ñ faz dele um pai ruim, muito pelo contrário, viajar de carro por 4 hrs depois de trabalhar pesado o dia todo, msm q só para passar alguns instantes cmg, era a atitude q me fazia perceber o pq eu sempre fui mais ligado à ele, ñ q eu ñ ligue ou ñ enxergue todo o sacrifício da minha mãe ficando aqui todo esse tempo, mas fato eh q Td foi sempre mt divido entre eu e meu pai VS minha mãe e minha irmã, essa última a qual me enviou uma mensagem apenas o q bastou para satisfaze-lá, e muito, por saber q estava bem efora de perigo, mas ainda sentia dores, sabe... no fim das contas, msm sendo difícil de assumir, nós todos nos amamos, o foda eh q brigamos demais e ñ temos tempo para assumir isso facilmente... nossa família nunca foi das melhores e creio q nunca será, ainda mais agr q eu ñ terei mais meu refúgio, ñ terei mais com quem desabafar, ñ terei mais com quem conversar para aliviar toda a tensão e todo o peso das brigas, dos fracassos e das decepções q agr terei de carregar sozinho... eu amava ficar falando por horas enquanto tu acariciava minha cabeça(e bagunçava, mais ainda, meu cabelo), só q agr já ñ posso mais contar com esse privilégio, mas ainda sim, msm q ñ saiba para onde vc tenha ido, eu desenvolvi uma maneira de desabafar cntg, me abrir, me aliviar, então, até q eu saiba aonde vc está e consegui de vez lhe encontrar, continuarei escrevendo e lacrando essas cartas todos os dias, uma ao fim de cada um deles, assim, quando voltarmos a nos ver, vc saberá tudo o q passei antes disso, e se ñ for possível te localizar antes d'eu partir e te entrega - las, tenho a certeza de q alguém as encontrará e contará nossa história a todos, meu anjinho"                  

        

                                          ~Gaalves





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...