História Casa das Ninfas - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy
Tags Dramione
Visualizações 71
Palavras 1.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capitúlo 1


Casa das Ninfas - CAPITÚLO 1

POV DRACO 

- Merda. Preciso de uma trepada 

Eram 22h. O Último Tango em Paris havia acabado de passar na TV, e eu começava a fala comigo mesmo.

- Ótimo Draco. Fique maluco e fale sozinho.

Fazia quatro semanas que eu não fazia sexo. Nos meus padrões, esse era um longo tempo. No entanto, a única vontade que antes era constante na minha vida atualmente também estava decaindo na minha lista de prioridades.

- Bem, já vi que aguento quatro semanas sem. Mas mais que isso também não dá.

Vesti minha calça preta, uma camisa e minha jaqueta. Segui no carro para o lugar onde, durante meses, me sentia quente e aconchegado quando procurava uma mulher.

A rua estava deserta e silenciosa como sempre. Um pequeno letreiro rosa-neon muito discreto em cima de uma porta bem ornamentada. "Ninfas's" .

Entrei no local sem bater. Era familiar, eu já havia estado ali muitas e muitas vezes. Uma ambiente escuro, decorado em madeira, abrigava homens de classe alta e mulheres lindas e bem vestidas. Grande parte dos cientes eram senhores ditos respeitosos fora daquele ambiente. A lz fraca era agradável, deixando o lugar misterioso e quente. Músicas aleatórias, mas sempre sensuais, ajudavam na ambientação.

O bar central acomodavam duas lindas meninas que preparavam drinks. Alguns homens puxavam assunto enquanto elas faziam seus trabalhos. Aos cantos, muitos sofás e mesas estavam ocupados por casais, uns mais discretos, outros completamente sem pudor.

- Draco! É mesmo você?

Me virei e vi um rosto conhecido.

- Olá, Bella.

-- Por onde andou? Pensei que tivesse nos abandonado.

- Estive fora por algum tempo. Problemas na empresa. - Menti.

- Vai ter que compensar os dias que ficou ausente então.

Com uma piscada, Bellatrix me puxou para o bar, ordenando à moça morena que me servisse uma dose de whisky.

- Olá, Draco! - Três garotas me cumprimentaram às minhas costas. Virei e vi três beldades. Cho, uma asiática linda e muito pequena. Lilá, com traços sedutores e Luna, loira e escultural.

- Oi, meninas. Como estão?

- Bem. Mas sentimos saudades suas.- Respondeu a loira, com uma certa tara no olhar.

- Esteve frequentando outros "ambientes"? - Cho perguntou.

- Não, estava viajando à trabalho. - Menti novamente. Não queria falar que meu sumiço se dava á minha total falta de vontade de sexo e que agora precisava tirar o atraso.

- Bom você precisa relaxar então. - Lilá falou, aproximando-se para me fazer uma massagem nos ombros.

- As três estão livres, Draco. - Disse Bella, como se as meninas não estivessem ali. Elas sorriam com malícia.

Foi quando vi uma garota que, até então, nunca havia visto na Casa das Ninfas. Uma menina aparentemente normal, ordinária. Cabelos longos castanhos com cachos abertos nas pontas, pele branca, um pouco mais alta que Lilá e parecendo estar completamente deslocada. 

- Bellatrix, quem é ela?

Ela e as meninas se viraram para olhar para o fundo do salão.

- Ah, quase ia me esquecendo! Aquela você não conhece chegou há duas semanas. Chama-se Hermione

Uma novata. Era até estranho encontrar alguém naquela casa a qual eu já não havia pegado. Estive com todas, absolutamente todas as mulheres que moravam naquela casa - inclusive Bellatrix, que não se prostituía, apenas coordenava os negócios.

- Hermione- Repeti seu nome, olhando com curiosidade - Ela é boa?

- Bem, durante essas duas semanas, ainda não ouvi nenhum cliente insatisfeito.- Ela sorriu - Ela parece tímida e quieta, mas é como dizem.... As tímidas são as melhores na cama.

- Uhm... Ela está livre?

- Claro, por isso está aqui embaixo - Ela sorriu para mim com simpatia e dispensou as três meninas que acompanhavam nossa conversa com aceno de mãos. Elas se foram, e Bella chamou Hermione. A menina atendeu ao chamado e veio em nossa direção.

Ela vestia uma blusa branca de botão com mangas até o pulsos, uma saia rodada cima dos joelhos, meia-calça e um sapato discreto de salto. Ela não estava vulgar, embora tudo nela fosse justo e curto. Estava simplesmente bela.

- Hermione... Quero que conheça um antigo cliente nosso. este é Draco Malfoy.

- Olá - Disse a garota, sem o menor entusiasmo, completamente diferente das três meninas que tinham acabado de nos deixar - Meu nome é Hermione Granger.

- Olá, Hermione. Seu nome é gracioso quanto você.

- Obrigada.

- Vejo que é nova por aqui.

- Sim. Cheguei há duas semanas, acho.

Notei que os olhos dela eram de um castanho claro diferente. Pareciam intensos como um cafe polido e doces como uma bala de caramelo. Seu corpo inteiro exalava um perfume suave e muito agradável. No pescoço, pude notar alguns hematomas e marcas de mordidas. Tentei não ficar olhando.

- Está gostando daqui?

- Bom, é melhor do que a minha antiga vida, de qualquer forma. - Ela falou um pouco distraída, olhando em volta. Seu tom não era nada alegre. Parecia que ela simplesmente tinha que aceitar a vida que levava.

Eu imaginava que nenhuma mulher gostaria de levar essa vida. No entanto, as outras garotas da Casa das NInfas fingiam gostar de tudo aquilo. Para mim, algumas sequer se sentiam mal fazendo o que faziam. E, no entanto, essa garota simplesmente não se comportava como elas. Era muito fácil perceber que Hermione não era feliz.

Bellatrix olhou-a com um olhar de reprovação e ela se apressou em corrigir:

- Mas ainda estou me acostumando, tenho certeza que daqui a algum tempo tudo vai estar mais confortável para mim. Todos aqui são muito gentis.

- Tenho certeza que sim. - Falei, ainda encarando seus olhos castanhos - Você está livre agora? Quero te experimentar.

Ela se mexeu desconfortavelmente, como se eu a tivesse xingado e ela tivesse que aceitar o xingamento.

- Hermione, Draco é um cavalheiro. Tenho certeza que você vai gostar muito dele.

Bellatrix disse, novamente com um olhar fuzilante para a garota que agora assentia.

- Claro. - Ela abaixou a cabeça. - Estou livre. Eu vou... Vou pro meu quarto. Me dê cinco minutos, estarei lá. Terceira porta. Tudo bem?

- Claro Hermione. Estarei lá em cinco minutos.

Dito isso a menina virou-se e subiu as escadas próximas à parede à nossa esquerda, para seu quarto. Eu a segui com os olhos. Aquela seria a puta mais esquisita que eu comeria.

- Desculpe, querido. Hermione ainda não se acostumou com tudo isso.

- Tudo bem. Eu preciso de novidades.

Eu queria novidades. Fui à Casa das NInfas aquela noite ão esperando por uma novata, mas sim por uma simples trepada. Mas o destino foi gentil comigo, colocando Hermione à minha disposição.

Ela era nova. Seria uma experiência nova. Eu não conhecia aquela puta, e o desconhecido era excitante.

- Depois dou meu veredito sobre sua nova aquisição, Bella.

Bebi a dose de whisky e me afastei do bar, rumo ao quarto de Hermione.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que gostem
Até o próximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...