1. Spirit Fanfics >
  2. Casa de heróis >
  3. Chegada

História Casa de heróis - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Chegada


Fanfic / Fanfiction Casa de heróis - Capítulo 1 - Chegada

Pov's Sora Todoroki

Há 9 Anos Atrás Na Minha Casa

Fuyumi lentamente abre a porta, nos olhando desanimada -O motorista está chegando. -A mesma da um sorriso fraco, vendo o quão ficamos desanimados com a notícia

Rapidamente me levantei, corro até Fuyumi e a abraço

-Temos mesmo que ir? -Pergunto já chorando. Não suportando aquilo, ficar longe de meus amigos, de minha mãe, meu pai que se ferre, mas e meus irmãos?Já vão se fazer 3 meses que Touya morreu, eu não superei, e não vou conseguir superar assim tão cedo!E a Mamãe, foi internada a 2 meses atrás...

-Logo logo vamos se ver de novo... -Fuyumi acariciava meus cabelos, mais somos interrompidos por um grito do meu pai

-O MOTORISTA CHEGOU! -O mesmo grita da sala, Fuyumi me solta e ajuda a pegar minha única mochila que estava na casa, já que todas já tinham sido levadas para a U.A House.

Natsuo chegou no quarto e ajudou com a mochila de Shoto, chegamos na sala onde tinha meu pai de pé do lado da porta.

-Bom, boa viagem! -A empregada deseja, pegando a mochila de Natsuo e esperando a gente para sair, junto da outra que pegou a mochila de Fuyumi

-Tchau! -Fuyumi e Natsuo acenam, Endeavor puxa as crianças para fora de casa e elas entram no carro, as empregadas colocam suas bolsas no porta-malas e fecham as portas do carro, de fora, o homem lança um olhar ameaçador...então o carro começa a andar.

Nesse momento, esquecemos de quem éramos. Olhos vazios, mãos frias, sentimentos fechados. Não tínhamos a intenção alguma de mostrar sentimentos naquele lugar, além de sentimentos frios e caras sérias. Sem mãe, sem irmãos, sem nada. Totalmente sozinhos em um lugar com desconhecidos...sozinhos...

4 horas depois de viagem, eles chegam no local.

-Chegamos. -O motorista anuncia em total desânimo. 

-Obrigado, Ash. -Eu digo, tiro meu cinto e a porta se abre, era uma mulher...provavelmente alguma professora. Seus cabelos eram escuros e ela usava roupas de frios em cores claras. Ela sorria alegremente, me pegou no colo e fechou a porta, com Shoto foi a mesma coisa, só que com outra pessoa. Demos a volta no carro e paramos de frente para um portão...o lugar era enorme. O carro saí andando em uma estrada reta, foi quando percebi que não tinha muitas coisas em volta, só tinha lojas de doces, de salgados, joalherias, mercados e mais e mais lojas, mais todas tão pequenas e simples.

A mulher se aproximou do homem que estava com meu irmão, ele tinha cabelos pretos e usava roupas pretas, com algo em seu pescoço que eu acho que era um cachecol branco, mas em uma textura estranha. Eu e meu irmão se olhamos sérios, com um pouco de medo em nossos olhares.

-Me chamo Midnight, sou uma professora da U.A House, futura professora de vcs quando as aulas começarem de verdade! -A mulher dizia animada

-Sou Aizawa, mas não importa, só vamos entrar. -O homem diz, começando a andar.

-Ele é meio sério mais não sinta medo, uma hora vc acostuma. -Ela sussurra, me dando um sorriso e começando a andar para a porta enorme. O portão se abre e nos entramos, ele foi rapidamente fechado assim que entramos. Os professores seguravam nossas mochilas em um braço. A porta grande se abriu, andamos por corredores quietos, que tinham muitos guardas e câmeras de segurança, foram dois corredores assim...então chegamos em duas portas, uma porta na minha frente de duas portas, de madeira clara...e uma na parede ao meu lado pequena, do mesmo tom de madeira. Nos entramos na porta que estava do nosso lado, dando de cara com um ser...branco e pequeno?

-Olá!Vcs devem ser Shoto e Sora. -O bichinho pequeno e branco diz, bebendo uma xícara de chá.- Aizawa e Midnight, podem se retirar. -Ele pede, colocando a xícara em cima da mesa. Os dois adultos rapidamente se retiram, deixando as crianças ali, mais as mochilas foram levadas.

-Vcs já conheceram o professor Aizawa e a professora Midnight. Então deixem-me eu me apresentar. Eu sou o diretor, diretor Nezu. Sejam bem-vindos a U.A House! -O homem diz com um enorme sorriso. -Vcs são as últimas crianças a chegarem este ano!Vcs vão ser recebidos muito bem, afinal...é uma honra ter os filhos de Endeavor, o herói número 2, estudando com a gente! -Ele fala animado, soltando uma risada exageradamente alta

Ele pega o sino em sua mesa e balança. -Vcs são mais quietos doq me falaram... -Nezu diz em um tom baixo, quase inaudível. Em segundos, duas mulheres entram na sala, deveriam ser professoras de geografia e de coisas do tipo, mais nada heróico, tinham faces calmas demais para isso, não que eu julgue por aparência, mais elas não pareciam ser pessoas que gostam de aventuras e treinos.

-Vamos. -Nezu diz, com um sorriso animado no rosto. As mulheres estendem a mão para a gente, nós se olhamos e depois seguramos as mãos delas, o diretor levantou e saiu da sala, nós estávamos atrás dele...então, paramos na frente daquela porta grande...

As portas se abriram e somos recebidos por aplausos, de muitas crianças. Eu me surpreendi um pouco, fazendo uma cara de surpresa...mas Então lembrei que tudo isso é só pq somos filhos de Endeavor, então rapidamente fiquei séria...

As portas que agr estavam atrás de nós, se fecharam...e aos poucos as palmas foram diminuindo, até pararem totalmente.

-Eu espero que todos vcs recebam bem as novas crianças da U.A House!Filhos do herói número 2, Endeavor. -Muitas crianças fizeram caras de desgosto, outras sorriram animadas, outras nem ligaram. Enquanto eu....acabei entrando em certo pânico, não sei ao certo, mais eu estava com medo...aquelas pessoas me assustavam...Não as pessoas, mais o tanto de pessoas me assustavam. Tudo parece rodar, minha vista foi ficando embaçada e senti minha mão molhada, provavelmente suor. Perdi todas as forças para ficar de pé e não pude aguentar meus olhos pesados, eu caí...e apaguei.

Pov's Shoto Todoroki

Enquanto o diretor falava coisas que eu não aprestava atenção, vi a moça que estava segurando Sora olhar para ela. Isso me chamou atenção e tbm me fez olhar para ela, mais a única coisa que pude ver foi minha irmã caindo no chão...eu rapidamente soltei a mão da mulher e segurei minha irmã, impedindo ela de bater a cabeça no chão. Nezu já se virou e a mulher que me segurava ajudaram ela, eles pegaram ela e saíram da sala, ficando só eu e Nezu...com aquele bando de pessoas, ele se virou para mim e me fez uma pergunta.

-Ela tem algum tipo de pânico de lugares com muitas pessoas? -Nezu pergunta, mais sinceramente, eu não tinha a resposta para aquela pergunta.

-Não... -Eu prefiri falar não, doq confirmar ou dizer "Não sei".

E assim aquela noite seguiu, eu me sentei em uma mesa com as crianças da minha idade, fiz algumas amizades...foi até divertido, mas eu queria saber da minha irmã.

Pov's Sora 

Eu acordei em uma sala branca, tinham diversas camas do meu lado, camas vazias. A sala estava escura, a única luz que a iluminava era a lua, já que todas as janelas estavam com as cortinas abertas...- Não é a minha cama...ah, eu estou na U.A House... -Foi então que me lembrei doq aconteceu...- eu desmaiei após entrar em pânico no meio de um monte de pessoas....Mas agr, cadê todo mundo?E....AONDE ESTÁ O SHOTO??? -Rapidamente eu me sentei na cama...mais Então, na mesinha ao meu lado tinha um papel, eu peguei e começei a ler.

Querida Sora

Você desmaiou enquanto estávamos recebendo vc e seu irmão, não sabemos o motivo, mais já te examinamos e vc está bem, sem febre, não é a pressão, não é nada demais. Quando acordar, iremos te examinar novamente, é só apertar o botão que está ao lado esquerdo da cama.

Começei a procurar o tal botão, já que não sabia bem sobre a direita e a esquerda, então eu achei o botão e cliquei nele...em segundos, a enfermeira apareceu na minha frente- Talvez seja...Teletransporte? -pensei, tentando entender oq foi aquilo...

Depois de alguns exames, que não deram em nada, eu fui liberada...e guiada até o meu quarto e o do meu irmão. O local era lindo, os corredores eram de tons claros, com luzes por toda a parede!Parecia um castelo!

Cheguei no meu quarto e encontrei Shoto dormindo, foi quando me perguntei sobre as horas...fui ver e eram 6:30 da manhã, percebi que nem valia a pena dormir agr...já que faltavam meia pra 7h. O quarto era lindo, as paredes em tons claros, do meu lado, tinha um guarda roupa branco e do dele tbm, uma cama de casal enorme com lençóis e cobertas brancas!Tinha meus ursinhos tbm, tinha uma mesinha do lado da minha cama, onde tinha minha luminária e todas as coisas da minha casa antiga!Estava organizado com as nossas coisas, com os nossos quadros, do nosso jeito. Como?Eu não faço idéia!Mas é simplesmente perfeito!

Preocupada com como vou socializar, me deitei na cama, por cima das cobertas....virada para a janela ao lado da minha cama. Era uma janela linda, era uma parede grossa, com a janela fina ali, era grande, se quisesse poderia me sentar ali e observar o jardim lá fora!Já que nosso quarto é bem de frente para o jardim...com uma bela vista!

Escutei barulhos vindo da cama ao lado...então me virei para ver. Shoto dormia tranquilamente agr, virado para mim. -Faz tanto tempo que não te vejo nessa calma.- Sorrio aliviada enquanto penso -Nós perdemos Touya e a Mamãe...Fuyumi e Natsu devem estar sofrendo, mas sabe Shoto...pelo menos ainda estamos juntos! -Sinto lágrimas quentes caírem e as limpo rapidamente -acho que estou tão feliz que cheguei a chorar sem perceber- solto uma risadinha baixa, para mim mesma

-Não deveria sorrir para o vento, é estranho. -Shoto abre um de seus olhos, me olhando atento. Dou um pulo pelo susto, olho para ele e começo a rir

-Desculpe-me... -Me sento na cama, me apoiando com um braço, deixando o outro sobre minha coxa

-Já são 6:40, vamos se arrumar! -Shoto se senta calmamente em sua cama, se espreguiça e desce, ele vai para a porta que tinha do lado de sua cama. Eu me levanto e ando para a porta ao lado do meu guarda-roupa, onde ficava meu banheiro. Entro e tranco a porta, a pia era grande e não era do meu tamanho, então por isso, tinha uma escadinha ali. Subo a escadinha e pego minha escova, coloco a pasta e começo a escovar os dentes. Vc deve estar se perguntando como uma criança de 6 anos faz as coisas tão bem né?Bom, o meu pai sempre fez eu e meu irmão se virar, ao contrário de minha mãe e meus irmãos. Minha mãe sempre nos ensinou as coisas desde pequenos, para não termos problemas caso algo acontecesse com ela. Após terminar de escovar meus dentes, eu tomo um banho, onde eu tbm tive que usar a escadinha para abrir o chuveiro e fechar. Saí do quarto e encontrei meu irmão arrumando sua cama já com seu uniforme, vejo o meu uniforme dobrado em cima da cama, provavelmente foi Shoto que arrumou, pego e volto ao banheiro. Visto e arrumo meu cabelo, já saindo do banheiro sorridente.

O uniforme de Shoto era um uniforme japonês básico preto, o meu era igual, só que com saia, não calça.

Nós descemos e se sentamos, tentamos comer em paz, já que pelo oq Shoto me disse, fomos apresentados como Crianças especiais...só por sermos filhos de Endeavor. Recebemos tantas perguntas que eu quase levantei batendo na mesa e xingo a todos. Criança normais gostariam dessa atenção toda, mais sinceramente, essa situação me deixa em pânico!

Pov's Katsui Bakugou

Os novatos já chegaram ganhando toda a atenção, me irritou, sinto desgosto, eu os quero longe. A pirralha já chegou desmaiando, eles são tão sérios e fechados que chega a me irritar!Mais oq mais me irrita, é que eles são tão interessantes que eu penso em amizade!-Droga, Katsui Bakugou não é o tipo de garota que faz amizades...mas a garota parece que me entenderia, ela parece ser uma boa pessoa....mas....Ugh!Esquece Katsui, não inventa. Ela só iria te atrapalhar...-Eu pensava desesperadamente. Sinto que quebraria o braço da primeira pessoa que aparecesse em minha frente. Do nada, sou tirada dos meus pensamentos pelo idiota do meu irmão. 

-Se está tão interessada neles, vamos lá. -Ele diz se levantando com uma cara séria, eu estava tão interessada neles que nem me importei, somente levantei e o acompanhei. Tínhamos fama de briguentos, então meio que o refeitório inteiro nos olhou, não me  incomodou muito, eu gostava de atenção, assim como todas as crianças da minha idade.

Pov's Sora

Depois que todos se afastaram, duas crianças loiras da nossa idade vieram em nossa direção, eles andavam confiantes...

-Vcs devem ser Sora e Shoto. -A menina diz, com as mãos nos bolsos

-Somos sim, e vcs são...? -Shoto pergunta, calmo e paciente 

-Bak, pode me chamar de Bak. E esse aqui...É meu irmão, Bakugou. -Ela dá um sorriso fraco, já seu irmão estava calado do seu lado, com a cara fechada e aparentemente, bravo.

E foi nesse dia que amizades e laços se formaram, Shoto e Bakugou viraram bons amigos...e Bak e Sora, melhores amigas!

Mas sabe...a verdadeira história começa agora. :)

Continua






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...