História Casada secretamente-(JJK-VC)(HOT)(Reescrevendo). - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Chanyeol, Jackson, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 64
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Latte


Fanfic / Fanfiction Casada secretamente-(JJK-VC)(HOT)(Reescrevendo). - Capítulo 15 - Latte

Minhas bochechas coraram, fazendo com que elas tomassem uma cor rosa brilhante. Eu encarei meu rosto de vergonha, sabendo que eu não deveria ter feito isso.

Eu o empurrei e ele caiu de volta em sua bunda.

Ele estremeceu de dor, "owwww, o que diabos foi isso?"

"Serve bem por cair em cima de mim." Eu disse e tentei me levantar.

"Bem, eu não teria caído se você não me derrubasse com você." Jungkook disse e ele se levantou também.

"E te serve bem por me beijar." Eu disse enquanto limpava meus lábios com a mão, tentando tirar todos os seus germes Jungkook de cima de mim.

Ele riu: "Nossa, foi apenas um beijo e, além disso, eu não teria te beijado se você não tivesse me puxado para baixo com você. Então, tudo isso é culpa sua." Ele disse.

"Seja como for, eu vou sair." Eu disse enquanto pegava minha garrafa de água comigo. Eu mancava nossa desde que meu pé ainda doía um pouco.


-

O vento frio soprou meu cabelo para trás fazendo uma mecha de cabelo flutuar ao vento. Dei pequenos passos e apenas admirei o cenário surpreendente que não vejo há séculos.

Eu notei um pequeno café, parecia que era novo, então eu queria experimentar o novo café. Eu entrei para ver um café ocupado com assistentes de loja atendendo clientes.

Nossa. Esta loja deve estar em muitos negócios.

Eu entrei no final da fila e ainda não havia percebido que a pessoa na minha frente havia deixado cair a carteira no chão.

"Com licença? Senhor? Você deixou cair sua carteira no chão." Eu disse e bati levemente no ombro dele, fazendo com que ele se virasse e fechasse os olhos comigo.

Ele tinha cabelos negros e cobriam a testa pálida. Eu admirei suas características de perto e eu poderia dizer que ele estava olhando para mim também. Minhas bochechas começaram a corar fazendo-as tingir uma cor rosa brilhante. Ele pegou a carteira e sorriu para mim.


"Obrigado." Ele disse e se virou de volta.

Foi logo sua vez de pedir e ouvi que ele pediu um cappuccino. Ele se virou para mim rapidamente e eu dei um pequeno sorriso.

De repente, ele me perguntou: "o que você quer pedir?"

Eu não acho que ouvi o que ele disse e então eu disse "perdão".

"O que você quer pedir? Eu vou pagar por você." Ele sorriu e eu gentilmente aceitei sua oferta.

Eu olhei para ele por um tempo.

"Bem?"

Rapidamente me decidi e disse baixinho: "Ei, posso tomar um latte por favor?"

-

Ele me entregou meu café com leite "aqui".

Eu gentilmente aceitei o latte, "obrigada,Mas senhor, por que você pagou por mim? Eu poderia ter pago por mim". Eu disse e tomei goles de bebê do meu café com leite.

"É só porque você salvou minha carteira. E não me chame de senhor." Ele disse e eu me senti um pouco envergonhada, imaginando como chamá-lo.

Fiquei ali, estupefata e muda, respondi: "então, como devo chamá-lo ... senhor?"

Ele sorriu um pouco e depois respondeu: "Você pode me chamar de Chanyeol".

"Chanyeol?" Eu franzi minhas sobrancelhas.

"Sim, você já ouviu falar de mim antes?" Ele perguntou enquanto inclinava a cabeça, tomando goles de seu cappuccino.

"Você não está nessa banda de kpop ... EXO?" Eu disse enquanto olhava para longe tentando pensar se ele era esse cara ou não.


"Oh? Você já ouviu falar do EXO?" De repente ele perguntou e eu assenti com um pequeno sorriso no rosto.

"Bem, praticamente todo mundo já ouviu falar do EXO." Eu respondi e ele riu enquanto corava tornando o rosa em suas bochechas mais visível.

Cocei a nuca e ele deu um gole no latte.

"É estranho ver um ídolo kpop vagando por aqui. Como os ídolos kpop realmente não vêm nessas partes de Seul." Eu disse e ele riu um pouco. Ele sentou na cadeira e bateu o pé.

"Bem, eu vim aqui apenas para tomar um café. Ouvi dizer que o café por aqui é gostoso. E, além disso, estamos aqui para filmar algumas imagens." Ele respondeu e eu assenti em resposta.

"Bem, você deve ir, caso contrário, seu gerente provavelmente ..." Ele sabia o que eu ia dizer, então ele concordou imediatamente.

"Sim, você está certa ..... bem ..... tchau." Ele disse e ele acenou e logo ele partiu.

"Bem, obrigado pelo latte." Sussurrei para mim mesma e sorri enquanto olhava para o latte.

-

Eu andei para casa lentamente, enquanto dava pequenos passos na calçada. Eu olhei ao redor, ciente de tudo que estava ao meu redor.

Logo cheguei em casa e destranquei a porta.

Eu poderia dizer que Jungkook estava no telefone com alguém enquanto ele falava sozinho.

Coloquei meus sapatos na sapateira e caminhei até o sofá.

"S/N"

Eu franzi minhas sobrancelhas e respondi com um simples "o quê".

"Sua mãe está no hospital." Ele disse enquanto olhava para baixo e eu engasguei enquanto colocava minha boca, deixando cair tudo o que estava em minhas mãos



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...