História Casados (parte 3) Lara e Shura - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Yu Yu Hakusho
Personagens Botan, Hiei, Kazuma Kuwabara, Keiko Yukimura, Koenma, Kurama Youko, Mukuro, Personagens Originais, Yomi, Yukina, Yusuke Urameshi
Tags Lara Yoko Shura Yomi
Visualizações 13
Palavras 1.400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 40 - Batalha


Fanfic / Fanfiction Casados (parte 3) Lara e Shura - Capítulo 40 - Batalha

KARIN
Eu corri para os meus monitores e pude ver eles levando Yomi embora. E eu ali impotente. Doía perde-lo, doía não sentir mas vida dele pulsando junto com a minha, eu sabia que ele estava vivo, a morte dele me levaria junto, sei que levaria. É um absurdo que eu ame nestes termos. Não é a ligação Uke-Mochi, sei que as coisas estão mas profundas entre nós. Eu podia usar essa ligação de energias que Lara usa, porém as coisas entre eu e Yomi são bem mas complexas e fortes.
Meu pai me ligou.
__Lara sumiu.....
__Levaram Yomi pai, e Renzo.
__Como podemos......
__Não podemos pai, não lute....não há como vencer....
__Quer que eu me entregue sem lutar?
__Sim pai. Faça isso confia em mim.
Doía enganar meu pai, doía não sentir Yomi comigo. Doía saber da perda eminente de todos que eu amo. Doía saber que mesmo que tudo que planejei dê certo eu os perderei. O dia se resume a dor escruciante. Agora tudo que há em mim é desespero. Sentei e de olhos fechados esperei sumir a energia de Shura, do meu pai e da minha mãe. Peguei o telefone e liguei para o Hiei.
__A hora chegou.
__Quem sumiu?
__Só falta eu. Talvez eu morra então adeus.
__Você tem um plano?
__Sempre tenho planos. Mas dessa vez por melhores que sejam eu vou perder, sinto muito mas não há vencedores hoje tudo terá um preço muito alto.
Desligo sem permitir que eu diga algo e fico no aguardo. Kan bate na porta, eu abro e o convido a entrar.
__Sem lutar?
__Não há mais motivos para lutas, faça logo.
__Te ver assim derrotado é bem ruim...
__Não era esse o fim?
__Era o único possível.
Ele me entrega uma taça, eu bebo lentamente. Sinto meu corpo falhar, derrubada por uma toxina. Então eu apago.
Quando por fim acordei eu os vi ali, presos em um campo, eu lembrava daquele lugar pertencia a Shinzaro. Mantive os batimentos tranquilos e me concentrei.
'Amor acorde, preciso de você'
Ele podia me ouvir mas a toxina fluía em suas veias. Vou unindo meu cérebro ao dele, para que o cérebro dele comece a modificar seu metabolismo. Tenho que ser  discreta com a minha energia, demora mais por fim consigo limpar o sangue dele.
'Amor acorde'
"Amor o que houve?"
'Preciso do seu poder não sou forte o bastante'
"Como assim?"
'Lembra da luxury.'
"Foi assim que os derrotou?"
'É, foi'
"Pode vencer amor?"
'Não podemos. Eu provavelmente vou morrer amor, preciso que aguente firme. Que faça Lara ficar firme. Pra que tenhamos uma chance.'
"Entendo, mas o que farei sem você? Você é a garota que ressuscita os mortos."
'Não se preocupe amor'
Começo a usar meus poderes para acordar a minha família.
'Lara acorde preciso de você, está pronta?'
""Nunca estarei pronta, mas vamos assim mesmo""
Sinto ele se aproximar, sinto a divindade chegar.
__Olha mas quem diria, todos os ratos descendentes da maldita Uke-mochi, quem diria que a desgraçada tinha procriado, pequenos malditos descendentes.
__Tsukuyomi, meu menino me entregue ele.
__Shinzaro esse menino é um Yoko. Esqueça-o.
__É meu filho. Meu único herdeiro.
__Mortos não precisam de herdeiros.
E o corpo de Shinzaro se tornou poeira no momento em que minha mãe a última acordou. Me preparei para encarar meu futuro assassino. Me preparei pra jogar o mais alto que já joguei na vida. Jogar com as vidas daqueles que eu amo.
__ A Kurama vou despertar primeiro você seu rato disfarçado de raposa depois Yomi e aí estriparei seus pequenos filhotes tão amados as adoráveis Uke-Mochi por último.
__E por que não primeiro, Deus da lua?
Vi a fúria brilhar naqueles olhos prefeitos.
Tsukuyomi era mesmo bonito de mais pra ser mortal. O assassino de Uke-Mochi eu tinha suspeitado, a beleza etérea dele os olhos azuis profundos, não havia crueldade neles, havia dor, desalento e vingança.
__Que irritante você menina. Por que acordar primeiro?
__Sou muito precoce, não sabia?
__Se não fosse descendente de Uke-Mochi eu a teria pra mim.
__Eu já tenho um marido.
__Posso me livrar facilmente dele.
__Não me faria aceita-lo.
__Claro que não. Mas posso negociar ficar  com você pra mim pela vida dele.
__Ele não aceitaria de forma alguma. Nem eu.

__Vou matar você primeiro, quando acordarem já estará morta.
__Não ouse ameaçar minha filhinha seu cretino.
Pude ver Tsukuyomi olhar minha louca mamis indignada, sem entender o que estava havendo.
__Foi tolo o suficiente para usar uma toxina contra Uke-Mochis.
__Nunca soube que entendiam de venenos?
__É meu robi "tio", sabia que pretendia nos torturar então fui em busca das toxinas que Shinzaro tinha acesso.
__Eu ajudei, sabia que Shinzaro tinha sido o contribuinte masculino pro meu nascimento e atacar a minha irmã fez com que ele confiasse de mais em mim.__Confessou Renzo.
__Não consigo entender como eles podem ter vencido a toxina?
__Somos uma família seu idiota.__ Reclamou Lara.
__Sou um Deus criança.....
__Que se ocupa de meros mortais que patético......
Eu podia ver Lara revirar os olhos, minha família era de fato um circo todos tinham entrado no show. Papai, Yomi e Shura ainda estavam fingindo estar sob o efeito da toxina. Mas no momento em que a coisa ficasse feia, eu ia ter que contar com a calma e a tranquilidade de Yomi. Com a coragem de minha mãe e de Lara. Com que meus meninos travessos fossem capazes de conter uma raposa bem nervosa perdendo o juízo completamente.
Então o primeiro ataque veio. Tão terrível quanto imaginei. Bloqueio usando a melhor de todas as defesas a de Yomi junto com minhas raízes petrificadas. O ataque dele é pesado de mais até pra nós 4 Lara, Shura, Yomi e eu. Olho pra minha mãe lágrimas escorrem dos olhos dela enquanto firmemente segura a terceira barreira de proteção, Lara está firme e forte segurando a segunda barreira, com a fera dela clamando sangue.
__O que posso pensar de homens sendo protegidos por meninas.
__Não seja inocente. A punição á um mortal que ergue suas mãos contra um Deus é a tortura eterna.
__Mas você ergueu as suas criança....
__Os meus genes são Uke-Mochi, meu direito de sangue vinga-la.
__Mas é óbvio.
Eles nos ataca ferozmente e nós aguentamos bravamente, mamãe e Lara apenas defendendo, e eu atacando sempre que uma breve brexa causada pela chateação de ter um plano seu arruinado aparece. Mas por um instante ele perde a paciência e me ataca eu seguro a maior parte o que me rende ferimentos sérios e dor tremenda.
"Amor."
'Não foi nada Yomi, só preciso aguentar mais um pouquinho'.
"O que está esperando?"
'Ser digna de um pouco de atenção e carinho, ajude a Lara meu amor. É o dom dela de empatia que nos mantém ligados, é o que nos fará viver mesmo se morrermos. Não esqueça que eu te amo.'
Os ataques se sucederam com força esmagadora, começo a economizar a energia de Yomi permitindo que boa parte dos ataques me acertem. Posso ouvir o choro da minha mãe o desespero e o ódio de meu pai.
__Lara chegou o momento.
__Não você aguenta mais um pouquinho irmã por favor.
__É a hora Lara. Renzo assuma, faça uma quarta barreira de proteção.
__Eu faço filha.
__Não pode papai. As Leis são claras.
__Mas Renzo......
__Nosso irmãozinho de fato e de verdade. Descendente de Inari. Pai da criança de Uke-Mochi. Ou seja genes especiais. Me perdoe por mais essa Papi.
__Essa sua família, Kurama todos uns mentiroso.. ....vou matar logo essas meninas chatas.
Olho Yomi me permitindo perde-lo. Um ataque após o outro sinto minha morte se aproximar. Então faço meu último sacrifício, transfiro para Lara toda a minha energia física e espiritual, o choque a arremessa para trás, posso ver os braços fortes de Yomi ao redor do corpo dela garantindo que ela mantenha a barreira de proteção no lugar, naquele milésimo de segundo pude ouvir os gritos dos meus pais, pude ouvir minha bela divindade mandar todos manterem possessões , pois o meu sacrifício devia ser reverenciado.
Eu sempre estive tão perto da morte que quando chegou, eu a abracei até com um sorriso irônico nos lábios, ele fez questão de usar uma arma sagrada a espada lua minguante para dilacerar meu pobre coração. O sangue escorria dos meus lábios, quando disse que eu entendia e perdoava. Por fim meu corpo sem vida caiu ao chão.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...