História Casal (Im)perfeito - Capítulo 7


Escrita por: e Ana-lin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Jihope, Jikook, Jiseok, Minkook, Taehope, Taekook, Taeseok, Vhope, Vkook
Visualizações 20
Palavras 1.308
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus doces de batata doce bem doce tudo bem?( •ω•ฅ).。:*♡
Olha eu queria me desculpar pelo atraso(╥﹏╥)>🌷
É que a Kay ficou sem internet, teve as voltas aulas e nos estudamos em horários diferentes, ou seja só dá pra falar a noite ;-;
Por isso eu quero que me perdoem por tudo vamos tentar add a fanfic a tempo pra vocês amores! :3💜
Esse capítulo foi um dos melhores espero que amem e dêem muito amor a ele e a Kay que merece também
❤+💙=💜

Capítulo 7 - Realidade:fria como o garoto gelado nas noites de Seul pt.2


Desde pequeno, o jovem Yoon via seu pai trabalhar com o que ele mais amava; a música, e com essa paixão Yoongi viveu todos os dias de sua vida. 

Quando pequeno fez aulas de piano e passou a apreciar música clássica, quando cresceu seus gostos foram variando e ele encontrou sua paixão, o rap. Ele tocava, improvisava  compunha, cantava, mas era apenas para ele e o pai, Yoongi tinha talento mas seu pai tinha medo de estar errado pois sabia como era complicado a rejeição em seu ramo, pais geralmente querem ver o melhor de seus filhos.

Yoongi cresceu naquele meio até iniciar sua vida, seu pai disse que tinha uma carreira toda esperando por ele na gravadora e Yoongi confiou nas palavras do pai letra por letra, era seu sonho e objetivo. Quando estava em sua adolescência seu pai foi transferido para uma filial da gravadora onde trabalhava localizada em Busan, lá Yoongi começou a ajudar seu pai fazendo pequenos bicos no trabalho dele, foi também nessa época que Yoongi conheceu uma pessoa no qual deu todo seu amor e teve de tomar mesmo magoando a pessoa, viu que era necessário e essa foi sua primeira perda, ele também pensou que seria a última mas infelizmente a morte tirou de Yoongi seu próprio pai.

Sem ser anunciada nem para o próprio filho a causa de sua morte, nada foi exposto á mídia, então Yoongi ao menos pôde ter respeito e ficar sozinho com seu luto que ele jurou que nunca passaria, e desde então Yoongi se esforçou e se dedicou ao máximo em suas músicas, alguém acreditou nele e isso lhe deu tudo que precisava. Ele também nunca deixou de pensar saber o que causou a dor imensa da morte de seu pai, mas jurou que quando estivesse preparado entraria para a gravadora pois sabia que teria apoio, seu pai já havia feito parte dela e ele foi uma peça importante Yoongi, também queria homenagear quem lhe mostrara aquele maravilhoso mundo da música, a gravadora era o lugar onde estavam seus objetivos ao seu pai e depois de longos quatro anos ele conheceu a gravadora filial de Seul. Apesar de não ser grande, a gravadora era o maior sonho de Yoongi, ele viu uma chance de crescer mais naquele lugar pois poderia se dedicar á uma faculdade de música com o apoio da gravadora se conseguisse uma vaga, ele juntou tudo o que tinha para ir já que nunca teve ajuda de sua mãe que queria que seu filho cursase medicina, direito ou administração, e com a morte do pai Yoongi saiu de casa cedo pois a relação dele e da mãe só piorava ainda mais quando ela descobriu sobre seu relacionamento, para ele a mãe passava dificuldades financeiras, seria bom uma boca a menos para alimentar, foi com esse pensamento que ele foi embora, com o coração apertado somente por deixar seu irmão.

Quando saiu de casa Yoongi não conseguia nem ganhar dez woons direito, teria morado na rua se não fosse Namjoon, seu melhor amigo que conhecera na escola e seguira o mesmo rumo que ele. Os dois improvisavam um rap e curtiam a noite, e mesmo sabendo que Yoongi iria embora Namjoon o ajudou, e lá estava ele indo para Seul, a cidade dos sonhos que se realizam, bom, pelo menos para Yoongi.

Ele acabou então indo parar na filial de Seul, e lá descobriu que a sede da gravadora havia falido com a morte do pai e de outros funcionários pois havia ocorrido um incidente na empresa com uma descarga elétrica e eles tiveram que pagar uma indenização, fora tão dificil saber o motivo da morte de seu pai por tanto tempo, que quando simplesmente disseram Yoongi não acreditou, eles não conseguiram se reerguer depois por causa da quebra das leis de segurança, a gravadora não poderia bancar Yoongi, o dinheiro que restava foi utilizado para terminar de pagar as famílias dos funcionários falecidos, naquele momento Yoongi pensou e percebeu o que tinha acontecido. Ligou para sua mãe, ele queria cobrar o dinheiro que eles receberam para ajudar nos custos de uma faculdade porém quando finalmente fora atendido, a pessoa do outro lado da linha era seu tio, que lhe dava a notícia que sua mãe havia fugido com suas economias e deixado seu irmão para trás, agora sim a vida conseguiu destroçar seus sonhos e fuder suas últimas esperanças, não restava mais nada a se fazer, ele até pensou em aceitar que não havia como entrar na gravadora mais e simplesmente fazer uma faculdade por lá mesmo, mas não tinha ninguém, não tinha um lugar, dinheiro, um meio de voltar e principalmente, não tinha uma mão para lhe estender e continuar seu caminho, ele não conseguia se levantar sozinho. Era isso, a vida lhe tirou tudo, ele estava no fundo do poço esquecido e deixado, algumas pessoas até dizem que quando se está no fundo do poço só há uma opção, porém elas estão erradas, na verdade existem duas opções: ou você vai para cima ou cava mais fundo, naquele momento Yoongi decidiu que iria cavar, mas não um poço mais fundo e sim sua própria cova, na verdade seu caminho á ela.

Era isso, não era desistir de tudo, pois ele já não tinha do que desistir, somente do seu novo e último objetivo naquele momento, acabar com a tortura que era sua vida então ele pediu o sorvete de conhaque. Yoongi nunca desistiu.

Ele estava gelado, frio como seu coração e naquela noite em Seul, Yoongi veria apenas as estrelas ofuscadas pelas luzes do parque e daria á elas seu último suspiro, porém em um instante na escuridão chegou o amanhã que iluminou aquela noite, e como um raio de luz o aqueceu, Yoongi que pensou que daria seu último suspiro ás estrelas que estavam longe de si, queria agora dar todos os seus suspiros áquele lindo amanhã ao sentir seu calor próximo ao seu coração.

Hoseok, onde tudo era para começar e terminar como um verdadeiro xaveco e quem sabe alguns beijos, mas depois de ter salvo a vida do garoto e depois de um simples abraço quente e uma jaqueta bem compartilhada, a vida de ambos mudariam, as coincidências são pequenas, mas são tão belas quando se é para resolver os maus entendidos de todo um passado.

Hoseok não era alguém que chamava atenção pois era infantil e medroso, de certa forma ele sabia muito bem o que era tentar fazer diferença para pessoas que pra ele eram tudo, mas e para alguém que Hoseok não conhecia? Como Yoongi?

Eles não seriam um prêmio de consolação mas sim tudo que resultaria da soma do brilho do nascer do sol e da calada da noite iluminada apenas por estrelas que eram sonhos, eles eram a aurora, rara porém incomparável no qual todos vêm a esperar, ela era a junção da luz e da escuridão, do amanhecer e do anoitecer, da beleza e do mistério, assim como aqueles dois que em um abraço, misturaram o frio e o calor naquela noite, que mesmo ainda sendo gélida agora não era mais escura, existia a luz. Um amanhã para caminhar e Yoongi via isso, o mesmo acharia na alegria contagiante de Hoseok uma forma de viver em paz e mais uma vez Hoseok pensou no destino dos dois, místico como a aurora.

Por que eles demoraram tanto á se encontrar? Era uma dúvida que ambos teriam mas agora Yoongi apenas se preparava para contar esta história e Hoseok para ouvir, até que os dois adormececem no silêncio da noite mesmo que o verdadeiro amanhã já tivesse chegado.

Era como aquele balançar de lenço que dizia sorrateiramente um "adeus, até breve", mas que ouvisse como resposta um "fica", universos opostos mas que eram tão próximos um do outro como água e fogo, como eles tinham tanta certeza de que ia dar certo?


Notas Finais


Edit Kay: OPA KALERO

ENTOM

FUDEU MTO

O portão do meu inferno se abriu dia 01/08, começou as aulas e a Lala estuda de manhã, tomamo no cu, agora a gente só se fala de noite e a minha criatividade foi pra casa do caralho, a Lala não consegue fazer tudo sozinha então seria mancada deixar ela sozinha, portanto vai ter muita demora ainda pela frente mas esperamos att rápido que nem um jato.

Kisses. LaKay.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...