História Casamento à três (TaeYoonSeok) - Capítulo 8


Escrita por: e Ba_Mi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Taeyoonseok
Visualizações 766
Palavras 1.449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁÁÁ PESSOINHAS!
Fui rápida desta vez, não? Escrevi esse cap ontem, então diferente do anterior, este está betado! ^.^
Agradeço todos os comentários de carinho que recebi no capítulo anterior, vocês me deixaram muito feliz, assim como agradeço os favoritos!
tenham uma boa leitura!

Capítulo 8 - Até mais


Fanfic / Fanfiction Casamento à três (TaeYoonSeok) - Capítulo 8 - Até mais

一 Eu não quero mais viajar! Não com ele! 一 Taehyung dizia chorando com a cabeça apoiada no ombro de Hoseok.

 

一 Mas Tae, você queria tanto essa viagem.

 

一 Não quero mais! Ele me magoou, Hoseok. Você escutou o que ele disse, aquilo foi cruel!

 

一 Sim, amor, eu ouvi. Mas você vai mesmo deixar ele conseguir o que quer? Ele quer ir sozinho para pegar alguém e se divertir, enquanto ficamos aqui sem fazer nada. 一 Assim que raciocinou o que Hoseok disse, Taehyung saiu de seus braços e com um sorriso confiante e até mesmo um pouco maldoso, ele secou suas lágrimas com a palma de sua mão.

 

一 Você tem razão 一 Fungou 一 Não vou deixar ele se divertir! Essa vai ser a pior viagem da vida dele! 一 Novamente sorriu maldoso, só Deus sabia quais as ideias maldosas passavam pela cabeça do menor naquela hora.

 

一 É disso que eu estou falando! 一 Sorriu animado. 一 Enfim, vamos logo, já demoramos demais.

 

Hoseok puxou Taehyung para o carro que os esperavam ao lado de fora da casa, e lá estavam o avô de Hoseok, de Yoongi 一 Que estava conversando com o mais velho 一 e os pais de Taehyung, assim como o seu avô.

 

O loiro se aproximou do seu parente mais velho e o abraçou apertado. Mesmo que ele tenha feito aquilo, não deixou de ter o mesmo carinho pelo mais velho. Sabia que se ele estivesse consciente, não faria aquele contrato com os seus amigos.

 

一 Eu te amo, Taehyung. desculpe. 一 Retribuiu o abraço de forma firme.

 

一 Eu também te amo , vovô, e lhe desculpo sim. 一 Se separaram e o Kim foi de encontro com seus pais. Abraçou sua mãe e ela nada disse, o mesmo foi com seu pai.

 

Virou para onde Hoseok estava ainda se despedindo do seu avô e seus pais, e quando terminou, os dois foram para o carro juntos. Yoongi já estava dentro do carro, quando entraram, esse que fez uma cara feia para os dois e se virou para a janela.

 

Foram na seguinte ordem, Yoongi na janela direita, Taehyung no meio e Hoseok na outra janela, ou seja, a esquerda. Durante todo o percurso nada foi dito pelo platinado, já os outros dois tagarelavam sem parar, e isso já estava cansando Yoongi, mas não era como se ele fosse realmente falar algo. Os dois viadinhos não eram merecedores de sua palavra, era assim que ele pensava.

 

一 Chegamos. 一 O motorista anunciou, e foi aí que o loiro e o moreno prestaram atenção no lado de fora do veículo. Já estavam no aeroporto.

 

一 Tudo bem, obrigada. 一 Hoseok ditou vendo Yoongi sair do carro às pressas, pelo jeito, o Min mais velho entre os três não gostava muito de ficar perto dos dois por muito tempo, e claro, eles iriam usar isso a favor dos dois.

 

Não que eles realmente queriam ficar perto do platinado, nunca! Porém, é para um bem maior. Enlouquecer Min Yoongi. Ah, Taehyung já tinha tantos planos bons na sua cabeça, bons não, ótimos, na verdade!

 

Ah que Min Yoongi iria se arrepender de ter falado tudo aquilo. Iria, e se iria.

 

Pequenos detalhes e manias do platinado poderiam fazer ele pirar de vez, por isso, Taehyung estava sendo bastante observador. Já Hoseok como não sabia bem o que fazer, apenas seguia os passos do marido, até um momento que este lhe falasse o que ele pretendia fazer.

 

Assim que desceram do carro, viram que Yoongi já estava dentro do aeroporto, andando até uma cadeira e se sentando lá, esperando o avião chegar para eles embarcarem.

 

一 Hoseok, preste muita atenção em cada movimento do Yoongi. 一 Sem parar de andar e também sem desviar o olhar do Min, ele fala.

 

一 Por que?

 

一 Temos que ficar atentos para ver se ele tem algum ponto fraco, ou algo assim. Temos que atingir ele, mas claro que não podemos fazer algo que comprometa a saúde dele. Digo, manias, podemos contrariá-las até ele enlouquecer, não no sentido literal da palavra.

 

一 Tem certeza que não pode ser no sentido literal? Eu queria tanto… 一 Murmurou vendo o loiro revirar os olhos com um pequeno sorriso em lábios. 一 Tudo bem, vou ficar atento a tudo. Qualquer coisa eu te falo, ok? Ah, podemos usar daqueles octoc’s? Deve ser tão legal, vou me sentir um espião. 一 Estreitou os olhos e se escondeu atrás de uma pilastra como se fosse realmente um espião a procura de alguém.

 

一 Não, amor. Não vamos precisar de nada disso. 一 Ditou após soltar uma risada. O menor segurou na mão de Hoseok e o puxou até onde Yoongi estava. Sentou-se no meio dos dois novamente e pegou o celular para jogar algum jogo enquanto esperavam. 一 Aish, ainda faltam vinte minutos para o avião chegar.

 

一 Senhores Min? 一 O motorista que os levou até o local chegou com alguns documentos em mãos. 一 Eu trouxe tudo que é necessário para vocês viajarem. 一 Entregou o de cada um e agradeceram com um sorriso, menos claro, Yoongi que parecia estar de muito mal humor.

 

“Aish, não foi ele quem foi chamado de nojento, então qual a causa do mau humor?”

 

一 Tá me olhando porque, em? 一 Ouviu Yoongi murmurar ao seu lado, e quando seu olhar caiu nele, viu que este estava falando com Hoseok. Ao olhar para o outro, o viu encarando Yoongi, como se estivesse gravando cada detalhe do rosto do platinado na sua memória.

 

一 Hoseok! 一 Sussurrou, fazendo o moreno olhar para si.

 

一 Mas foi você quem disse para-

 

一 Eu disse isso, mas seja ao menos discreto!

 

一 Parem de sussurrar, nosso voo já chegou. 一 Apontou para a fila de pessoas que estava se formando, quando anunciado que o avião tinha chegado. Se levantaram todos e claro que Yoongi foi na frente, apressado como sempre.

 

一 Hoseok, entre no avião e não saia de lá, ok? Eu vou fazer uma coisa, não venha atrás de mim. Volto já.

 

一 Certo, mas tenha cuidado. Isso envolve o Yoongi, não é?

 

一 Mas é claro! - Com um sorriso maldoso, ele ditou.

 

Hoseok se apressou e quando Yoongi quase estava entrando, o moreno pegou seu celular e saiu correndo.

 

Uma cena cômica, um homem correndo por um aeroporto como uma criança, e com um outro cara branquelo atrás de si, sendo que este mal conseguia correr por cansar fácil. O loiro nem estava correndo tão rápido assim para Yoongi não conseguir o alcançar.

 

一 Ei, garoto, pare! 一 Quando olhou para trás percebeu que um dos guardas do aeroporto corria atrás de si e de Yoongi. Mas o que ele fez?

 

Claro que o contrário!

 

Correu mais ainda, seu corpo clamava por ar e suas pernas queimavam, mas não poderia parar de correr. Mas daí, veio sua salvação, uma salinha. Sem nem pensar muito, correu para lá desviando das pessoas em seu caminho e entrou dentro do cubículo. Depois de “salvo”, percebeu que na verdade era uma sala de limpeza, sorte a sua, imagine se lá tivesse mais guardas?

 

Ouviu passos rápidos do lado de fora, deduziu que fosse o guarda, Yoongi não conseguiria correr nessa velocidade. Depois passos mais lentos foram escutados e uma respiração pesada. Rapidamente abriu a porta, mas sem querer 一 ou não 一 acabou batendo na cara do platinada, que soltou um grito de dor. O puxou com pressa para dentro do cubículo e se apressou em fazer o que queria. “O vôo 358 saí em exatos cinco minutos” assim que ouviu aquilo, decidiu se apressar, pois era o vôo dos três, ou melhor, de apenas Taehyung e Hoseok.

 

一 Qual o seu problema, Taehyung! 一 Quase gritando, perguntou, mas o moreno nem deu bola, apenas pegou a barra da camisa do outro e levantou, deixando o tronco branco a mostra. 一 O que caralhos você-

 

一 Cala a boca, seu imbecil, toma seu celular. 一 Pegou a camisa do outro e devolveu o celular, abrindo a porta, mas antes de sair, deixou um recado para Yoongi 一 Até mais, trouxa.

 

Correu o mais rápido que pôde até o local de desembarque, mostrou todos os seus documentos que lhe foi entregue e entrou, porém antes de entrar por completo, viu Yoongi correr até si, ou ao menos pretendia.

 

一 Senhor, você não pode entrar. Suas roupas não são adequadas, você não poderá pegar esse vôo. 一 A mulher que revistou seus documentos disse.

 

一 KIM TAEHYUNG, DEVOLVE MINHA CAMISA!

 

一 É Min Taehyung, amor. 一 Pronunciou debochado 一 E sabe que eu não quero… Até outro dia, Yoongi.

 


Notas Finais


Hahahaha Taehyung, o demônio.
Prevejo comentários dizendo que o Yoongi mereceu, ksks.
O que acharam? Comentem!

Ah, e me sigam para receber notificações de novas fics e atualizações! @BaMi
Sarangae vocês!!
Byee <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...