História Casamento arranjado - camren - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello
Personagens Camila Cabello, Personagens Originais
Tags Carmen
Visualizações 84
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece...

Capítulo 10 - Tensão sexual


Fanfic / Fanfiction Casamento arranjado - camren - Capítulo 10 - Tensão sexual

Point of view, Camila

Já se passou duas semanas desde que vi Lauren, e também do nosso incidente pelo celular, não tive tempo de ver ela pois estou responsável por alguns últimos detalhes do casamento, foi melhor evita-la pela grande vergonha que vou sentir com aquele belo par de olhos verdes me encarando depois de tudo.

Keana e Ally estão super próximas e eu estou muito contente pela minha amiga, não conheço Ally exatamente mas sei que ela é uma pessoa muito legal e que não tem más intenções com ela. Entro nesses pensamentos depois de ver uma postagem de Keana em uma das redes sociais de uma foto das duas em um restaurante aparentemente romântico. Me lembro que essa semana mesmo keana me ligou a noite bem tarde só para contar desse dia, depois que o álcool saiu do corpo meio que as duas perderam a coragem então chegaram à conclusão que a melhor solução era as duas tirarem no par ou impa quem tomaria a iniciativa e também escolheriam o lugar para o qual iam sair, Ally ganhou e levou minha amiga a um belo restaurante que Keana insisti que eu tenho que ir um dia pois é simplesmente maravilhoso.

Sou arrancada de meus pensamentos depois que minha mãe adentra meu quarto e me dá a ideia de procurar Lauren na empresa para decidimos algumas coisas da festa de casamento, apesar que acho que Lauren não liga nada disso tudo eu aceito a proposta da minha mãe porque não estou com ânimo para discutir hoje.

Me levanto da cama bem a contra gosto, está um clima nublado e eu poderia facilmente passar o dia na cama curtindo a minha interminável preguiça. Tomo um banho com agua bem morna e não muito demorado, enrolada na toalha em frente ao espelho começo a fazer uma maquiagem bem básica, passo protetor solar porque quem acha que sol baixo não queima está bem engando, passo uma base só pra não ficar com cara de morta e depois um delineador e um batom vermelho não muito escuro, opto por uma roupa pouco formal, um short de alfaiataria e uma blusinha leve na cor branca já que o short é preto com pequenos detalhes.

Dentro do meu carro dirijo sem pressa em direção a empresa de Lauren ou do pai dela, sinceramente não me importo, conectei meu celular ao som do carro e está tocando toxic da Britney mas na versão que foi usada naquele filme de 50 tons, que inclusive eu particularmente amo. Depois de pouco tempo já estou entregando minha chave ao manobrista da empresa e me dirigindo ao prédio, sou logo atendida por uma moça alta de cabelos loiros longos e olhos azuis, ela me diz onde é sala de Lauren e eu logo vou atrás, quero me trancar no elevador já que aparentemente todos estão me olhando desde que entrei, já no elevador entra comigo um senhor que logo puxa papo falando o quanto o clima está agradável.

Eu não sei o que acontece comigo de verdade mas eu acabo entrando na sala de Lauren sem bater como se fosse algo normal, vejo ela parada admirando a vista da sua enorme janela de vidro e falando ao telefone animadamente em menos de um minuto ela nota a minha presença e se espanta mas logo sua expressão se suaviza.

- Ally agora eu preciso desligar, e diga a Keana que não precisa falar nada porque ela está bem na minha frente agora.

Fala ela ainda animada e agora virada totalmente na minha direção, larga o celular em cima da mesa e vem andando devagar e elegante como só ela sabe na minha direção dando a volta na mesa.

- ao o que devo a honra da sua visita tão inesperada, senhorita cabello?

- minha mãe sugeriu que eu vinhesse ao seu encontro para acertar pequenos detalhes da nossa festa de casamento que ainda falta, senhorita jauregui.

Falo e fecho levemente os olhos, ela está tão próxima que posso sentir o cheiro do seu perfume forte e intenso assim como o seu olhar. Ela me lança um leve sorriso e depois volta para sua mesa.

- então senhorita cabello me diga em que eu posso ser útil a você

Ela fala sem tirar os olhos dos meus, acho que se alguém passar pelo menos perto da porta vai conseguir sentir a tensão sexual que se instala nessa sala.

- bom, são pequenas coisas mesmo, como quais tipos de músicas gostaria que tocasse na festa, se tem preferência em alguma decoração especifica, sabor do bolo e essas coisas.

Depois de falamos sobre tudo isso e concordamos com quase tudo o clima na sala se suavizou, até porque falar sobre toalhas de mesa não é nada sensual. Me lembrei que quando adentrei a sala ela estava falando animada ao celular e deixou a entender que estava falando de mim, quando te questionei sobre o que era ela logo abriu o jogo.

-bom, como você sabe o nosso casamento é mais uma jogada de negócios para que a empresa da minha família consiga se reerguer, depois da notícia do nosso noivado e consequentemente a nova aliança estamos saindo do buraco antes mesmo do esperado e hoje fechamos dois ótimos negócios e eu disse a Ally que precisava sair para comemorar e Keana que estava ao lado de Ally disse que ia te chamar e eu só pude concordar.

- eu fico muito feliz lauren que estava dando certo afinal tudo isso, mas me diga qual a sua ideia?

- pensei em ir em uma boate que eu e Ally já conhecemos, lá tem ótimos coquetéis e ainda um espaço muito legal.

Concordei com ela e de lá já combinamos horário e onde se encontrar, antes de sair de sua sala ela me deu um ligeiro abraço e novamente me olhou diretamente nos olhos de uma maneira intensa que só ela sabe fazer, sai logo dali porque meu corpo inteiro gritava para beijar ela e eu não queria fazer isso ali. No caminho de volta para casa eu só conseguia pensar em que roupa usar, não sei porque mas me deu uma imensa vontade de deixar Lauren de boca aberta e é isso que irei fazer.


Notas Finais


Espero que gostem e relevem qualquer erro.
Estou sempre disposta a sugestões, bjos 😛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...