História Casamento Arranjado - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Visualizações 151
Palavras 1.235
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura📖

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Casamento Arranjado - Capítulo 2 - Capítulo 2

Meu motorista me levou para casa, subi para o meu quarto e tranquei a porta peguei um vaso que enfeitava o ambiente e taquei o mesma na porta.

Eu- Aaahh!!!! Eu não acredito!!!- me ajoelhei e apoiei minha cabeça entre meus braços que estavam apoiados da cama- eu não acredito- falo chorando- por que eu assinei aquela merda?! Eu quero mais que aquele empresa se foda, foi por culpa daquela porra que os melhores anos da minha vida foram pro ralo, meu pai nunca estava presente em momentos importantes no meu aniversário de 9 anos onde ele estava? Naquele droga de empresa, droga droga droga!!!!!- voltei a chorar, logo meu computador mostrou uma chamada e eu abrir.

*S/n entrou na chamada*

Roberta: amiga por que você ta chorando?!- ela diz preocupada.

Eu: eu... eu vou me casar.

As duas: o que?! Explica direito!

Eu: é um casamento arranjado, para manter aquela empresa aberta.

Roberta: sinto muito amiga.

Eu: tudo bem, no contrato dizia que se eu gerace um filho do Davi em 1 ano e 5 meses poderia me vê livre dele- falo soluçando- fiz por impulso mais não quero me casar com ele, eu não amo ele não é com ele que eu quero passar a minha vida.

Brenda: calma é so 1 ano, marca de vocês fazerem sexo sem o preservativo sempre no periodo de ovulação pode dar certo ou então toda vez faz sem.

Eu: eu to com medo- volto a chora- e se ele for um monstro e se ele me bater, me humilhar.

Roberta: ai vamos está aqui se ele te bater você me fala que eu corto o pau dele e sou pros cachorros comerem- dei risos com a idiotice que eu ouvi.

Eu: so vocês para me alegra nesses momentos.

Brenda: quando vai ser o casamento?

Eu: não sei não lembro de ter lido isso no contrato, acho que...- sou interropida pela porta, levanto e vou abri-la- meninas eu vou desligar.

As duas- ok Tchau!

*Essa chamada foi encerrada*

Eu- mãe- abraço ela com força e me desabo em lágrimas.

Jeniffer- calma filha fica calma meu amor- ela se senta na cama comigo- sei que não é o que queria mais não posso impedir- ela beija minha cabeça- seu casamento será daqui a 3 meses.

Eu- não quero me casar, e se ele me tratar mal?!

Jeniffer- ele não vai, Davi é um homem de bom coração, ele vai te amar e vai ser paciente com você.

Eu- promete?

Jeniffer- prometo, vou pedir para uma empregada trazer um lanche para você- concordei me levantando e indo ao banheiro, tomei um banho rápido coloquei meu pijama e me deitei, a faculdade oculpa uma grande parte do meu dia sempre saio às 13:40, depois faço trabalhos de casa, prático alguns esportes para manter o corpo, e quando paro em casa é para dormi e enfrenta tudo de novo.

Eu- obrigada Mariana desculpa ter que fazê-la limpa isso- me desculpo com a empregada.

Mariana- tudo bem acontece- ele termina de timpar e sai do quarto, como o sanduiche natural e bebo o suco de laranja logo pego no sono.

Na manhã seguinte para a minha alegria é sábado mais para minha desgraça vamos ir olha meu vestido de noiva, eu não quero me casar com alguém que eu NÃO AMO ta difícil de entender quer que eu desenhe?

Bom coloquei uma calça preta e uma blusa branca soltinha meus cabelos prendi em um coqui e deixei mechas soltas coloquei um arquinho de flores o que deu um toque no meu cabelo, coloquei sapatilhas pretas, passei so um pó e blush.

Eu- já podemos ir- fala com um desânimo e descendo as escadas ajeitando minha bolsa enquanto vejo minha mãe e minha futura sogra se levatarem- bom dia Sra. Depp- comprimento ela.

Summer- por favor não me chame assim, me chame de sogra ou Summer se quiser querida.

Eu- claro sogrinha- vamos até o carro em seguida fomos a uma loja de noivas super cara e aí meu Deus como eu quero morrer.

***- boa tarde eu sou o Rodrigo o estilista- ele não parece ser gay, mais se for não é da minha conta.

Summer- oi Rodrigo, aqui essa é minha norinha a S/n- comprimento ele- quero que ela fique deslumbrante.

Rodrigo- pode deixa!- bom o meu vestido eu que escolhi cada detalhe, ficamos no maximo duas horas dentro daquela loja que ficava no shopping, acho que posso me acostumar com a ideia, depois fomos a uma loja de decoração, escolhemos as flores, a cor do vestido das madinhas é vermelho meio rosado, depois a muita conversa fomos a outras lojas, cá estou eu provando sapatos.

Eu- gostei desse, é confortável, vai ser esse.

Summer- claro também gostei.

Jeniffer- vamos leva- minha mãe adora torrar o cartão sem limites dela e a Summer também.

Eu- estou com fome vamos almoça.

Jeniffer- nem provamos os bolos...

Eu- não mãe! Chega por hoje já deu, ainda temos 3 meses pela frente fazer tudo isso hoje não vai adiatar, e eu acho melhor esse negócio do bolo eu e o Davi resolvemos junto com vocês.

Summer- ela tem razão, vamos comer então- fomos em um restaurante e as madames comeram apenas saladas, já eu comi batata, bife, arroz e salada.

Jeniffer- querida se continua comendo assim, vai engorda e não vai caber no vestido.

Eu- até parece que eu não corro mãe, não esqueça que a sua filhinha faz academia e ainda faz estúdio fotográfico porque alguém obrigou ela a fazer- depois que terminamos de comer fomos para casa, guardei meu vestido é recebi uma mensagem.

*Mensagem on:*

***: oi Sn sou eu o Davi seu futuro marido.

Eu: oi Davi- você editou **** para Davi.

Tudo bem- Eu.

Davi: sim.

Queria te chamar para um passeio- Davi.

Sabe nós conhecer melhor- Davi.

Eu: eu topo.

Me pega aqui em casa em vinte minutos- Eu.

Davi: ok.

*Mensagem off:*

Dei um pulo da cama e fui ao closet.

Eu- o... que... vestir?- falei pausadamente- ja sei- estralei os dedos, e peguei um short jeans preto desfiado de cintura alta que não é tão curto e uma blusa branca escrito "Keep calm and love music" "Fique calmo e ame a música", fui ao banheiro e tomei uma ducha rápida não molhei os cabelos, me troquei passei hidratante e perfume logo coloquei minha sapatilha preta e peguei minha bolsa e desci, encontrei infelizmente ou felizmente o meu pai- família vou sair.

Jhon- onde vai?

Eu- vou sair com o Davi.

Jeniffer- que bom que estão se dando bem.

Eu- não estamos se dando bem, so estamos tentando se conhecer melhor.

Jhon- boa sorte filha.

Eu- obrigada- falo seca- tchau mãe- dou um beijo nela, e vou até a portão de casa e vejo um carro branco na frente da mesma, logo um loiro sai.

Davi- oi- ele beija minha bochecha- está linda.

Eu- obrigada, vamos?- ele da a volta e abre a porta para mim- obrigada- entro sem cerimónias.

Andamos um pouco, e fomos a um parque que tinha ali, a noite esta fresquinha, a brisa estava suave, as crianças estavam correndo e bricando. Sinto inveja dessas crianças elas tem a infância que eu nunca tive com os meu pais que dizer com meu pai.

Davi- tudo bem?

Eu- sim, so estou admirando as crianças.

Davi- um dia você vai me dá um filho não vai?- corei um pouco com sua pergunta.

Eu- s...sim, eu espero- digo corada.

Davi- você fica linda com as bochechas rosadas- risos- quero muito te vê entrando na igreja com o vestido branco, sabe que so vamos nós vê hoje é quando fomos provar o bolo.

Eu- sim eu sei, foi bom você ter me chamado para da essa volta. Obrigada.

Davi- de nada- ele beija minha bochecha e eu coro


Notas Finais


Então gostaram? Essa fic eu não vou posta diariamente vai se um dia sim e um dia não então amanhã não ter a capítulo, e as domigos eu não posto capítulo de nenhuma das minhas fanfics ok?
Desculpa qualquer erro, bjs😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...